Para você, que trabalha em uma instituição bancária, e tem interesse em conquistar a certificação CPA-20, nós do Aprova Concursos reunimos em um único texto tudo o que você precisa saber sobre este certificado profissional. 

Então, a partir de agora, é só ficar ligado e conferir todas as informações e dicas para ser aprovado na CPA-20. 

O que é CPA-20?

Antes de mais nada, é importante que você tenha bem claro em sua mente o que é certificação cpa 20 e o que significa CPA-20

A CPA-20 é uma certificação que comprova os conhecimentos e habilidades dos profissionais que atuam na distribuição de produtos de investimento para clientes dos seguintes segmentos: varejo alta renda, corporate, private, ou ainda, investidores institucionais que trabalhem em agências bancárias ou em plataformas de atendimento.

Por sua vez, a sigla CPA-20 significa Certificação Profissional Anbima, série 20.

CPA 20 para que serve?

O principal objetivo da CPA-20 é a contínua elevação da capacitação técnica dos profissionais que atuam na prospecção e venda de produtos de investimento e na manutenção de carteira de investimentos de clientes pessoas físicas ou jurídicas.

Para quem é destinada a certificação CPA-20?

Como já mencionado anteriormente, a CPA-20 é direcionada a profissionais que atuam prospectando ou vendendo produtos de investimentos a investidores qualificados dos segmentos de varejo de alta renda.

De acordo com o site da ANBIMA, podem requerer a certificação:

  • Profissionais que trabalham em instituições que seguem o Código de Certificação da ANBIMA (confira a lista).
  • Profissionais que trabalham em instituições financeiras em geral, mesmo aquelas que não aderiram ao código.
  • Estudantes e profissionais de autarquias ou órgãos públicos.

 

Como tirar CPA-20

Para conquistar a certificação CPA-20 você precisa passar por uma prova objetiva e acertar, no mínimo, 70% das questões. Ou seja, uma vez que a prova conta com 60 perguntas, você precisa acertar, no mínimo, 42 delas.

Esta prova é realizada pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – ANBIMA. 

Antigamente, a prova era impressa, porém, atualmente ela é realizada no formato online. Sendo assim, com o processo digital, qualquer pessoa, de qualquer lugar do país, pode realizar a prova e garantir sua certificação.

Quanto custa cpa 20?

O exame de certificação da CPA-20 tem o custo de R$ 448,00 para associados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – ANBIMA; e de R$ 537,00 para não associados. 

O que cai na prova CPA-20

O conteúdo programático da prova da CPA-20 é composto por sete grandes temas e seus desdobramentos. Abaixo identificamos cada um deles e informamos a proporção em que costumam serem cobrados: 

  • Sistema Financeiro Nacional e Participantes do Mercado (5% a 10%); 
  • Compliance Legal, Ética e Análise do Perfil do Investidor (15% a 25%); 
  • Princípios Básicos de Economia e Finanças (5% a 10%); 
  • Instrumentos de Renda Variável, Renda Fixa e Derivativos (17% a 25%); 
  • Fundos de Investimento (18% a 25%); 
  • Previdência Complementar Aberta: PGBL e VGBL (5% a 10%);
  • Mensuração, Gestão de Performance e Riscos (10% a 20%).

No exame da CPA-20 (Certificação Profissional ANBIMA Série 20) o candidato deve demonstrar domínio sobre as principais características dos produtos de investimento que são ofertados no mercado financeiro, de tal forma que os produtos oferecidos satisfaçam aos objetivos e necessidades dos clientes atendidos.

TOP 5 assuntos mais cobrados na prova da CPA-20

  1. Fundos de Investimento

Este é o tema que mais costuma “pegar” os candidatos. Então, a dica neste sentido é de só enfrentar a prova da CPA-20 quando estiver dominando este conteúdo. 

  1. Renda Fixa

Existe uma série de títulos de renda fixa que devem ser estudados para a prova da CPA-20. Fique atento!

  1. Renda Variável

Vai abordar o mercado de ações, as suas regras, tributações, como operam, como compram ou vendem e os níveis de governança corporativa. 

  1. Derivativos

Você precisa entender sobre o mercado de opções, mercado a termo, mercado de swaps, mercado futuro. A boa notícia, com relação a este conteúdo, é que para a prova da CPA-20 você precisa entender somente o conceito destes mercados. Porém, para o seu futuro como profissional, é importante saber que será necessário dominar com maestria estes conteúdos. 

  1. Mensuração e Gestão de Risco e Perfomance

Dentro deste módulo você precisa saber como mensurar a rentabilidade de um determinado produto de investimento para mensurar o risco. Você precisará entender sobre desvio padrão de risco de mercado e risco de crédito. 

BÔNUS

Compliance Legal, Ética e Análise do Perfil do Investidor

Muita gente costuma menosprezar este conteúdo, por isso, ele tem um alto nível de reprovação. E, se você não quer fazer parte desta estatística negativa, preste atenção aos conteúdos de lavagem de dinheiro, riscos legais, riscos de imagem e compliance. Saber este módulo será a diferença entre ser aprovado e não ser aprovado. 

Dicas para ser aprovado na CPA 20

#1 Faça a prova pela manhã

A primeira dica para ser aprovado na prova de certificação CPA-20 é marcar e realizar a prova, preferencialmente, no período da manhã, antes de ir ao banco ou de iniciar as suas atividades profissionais. A atividade bancária demanda certo nível de estresse pelo qual é importante fazer a prova de “cabeça fresca”.

#2 Conteúdos de fundos e produtos de investimento são os mais importantes

A segunda dica é lembrar que a prova é sobre investimentos. Dessa forma, os conteúdos de fundos de investimentos e produtos de investimentos são os mais relevantes. Se for concentrar o estudo em alguns assuntos específicos, concentre-se nesses.

Para entender investimentos é necessário primeiro entender que investimento se analisa pelo risco que o investidor está correndo, e não pelo seu retorno. Entre os riscos, pode-se destacar o risco de mercado. Ocasionado principalmente por crises, que afetam significativamente as aplicações em renda variável. E também por elevações nas taxas de juros e inflação, que causam perdas importantes na renda fixa, principalmente quando atrelados a títulos prefixados.

Também é importante entender que os fundos de investimento não são uma aplicação direta e sim um intermediário entre o investidor e o mercado financeiro. Dessa forma, nos fundos, todos os ganhos e perdas são do investidor. O Banco apenas ganha taxa de administração e que os fundos de investimentos não dão a garantia do F.G.C. – Fundo Garantidor de Crédito. Com esses conceitos claros, pelo menos 30% da prova pode ser resolvida.

#3 Renda fixa e variável

A terceira dica é entender a diferença entre renda fixa e renda variável. Os nomes não são felizes, já que qualquer aplicação tem ganhos variáveis.

Na renda variável, o investidor está comprando um ativo, normalmente uma ação, que é um pedaço de uma empresa. Ele pode comprar a ação diretamente da empresa que está vendendo, ou de outro investidor na bolsa de valores. Dessa forma, o maior risco é não encontrar comprador para a sua ação, que é o risco de liquidez.

O investidor passa a ser sócio e com isso tem direito aos lucros, além de possíveis ganhos de capital na hora que vender essa ação. Esse lucro depende do mercado, portanto, esse investidor está sujeito ao risco de mercado.

Já a aplicação em renda fixa é um empréstimo que o investidor faz para alguém, que pode ser o Governo (título público), Banco (CDB) ou Empresas (debêntures). O risco está em não receber aquilo que emprestou, o chamado risco de crédito.

Mas, elevações na taxa de juros ou na inflação também podem causar perdas ao investidor, principalmente em títulos prefixados. São fatores de mercado, portanto, ele está também correndo risco de mercado. Os títulos pós-fixados, indexados aos juros ou à inflação conseguem reduzir razoavelmente esses riscos.

#4 O momento ideal para fazer a prova

A quarta dica diz respeito a fazer a prova imediatamente após o realizar um curso preparatório cpa 20. Acreditamos que o nosso cérebro aproveita-se da lei do uso e desuso.

Assim, toda informação que não é usada imediatamente tende a ser esquecida ou  descartada. Além do fato que muitos conhecimentos da certificação CPA 20 não são de uso comum no dia a dia para certas atividades bancárias. Como Caixa Executivos, Profissionais de Área Meio ou Estudantes que desejam ingressar na carreira bancária.

#5 Programe-se e chegue com antecedência

A quinta dica é chegar ao local da prova com um pouco de antecedência, porque as provas são feitas no computador com horário agendado. Se chegar atrasado ou perder a prova poderá ter de remarca-la e isto custa dinheiro.

#6 Escolha o tipo de curso preparatório adequado 

A sexta dica relativa à certificação CPA 20 é que você deve preferir o curso que melhor se adapta ao seu ritmo de estudos, seja ele um curso cpa 20 online ou não. Confira se a instituição de ensino compromete-se a oferecer todos os materiais exigidos pelo conteúdo programático, se os professores possuem capacitação suficiente para ministrar os assuntos e se oferece materiais diversificados como videoaulas e PDF’s. 

#7 Gerencie o tempo de estudo com disciplina

A sétima dica é que devemos ter foco e sacrificar algumas atividades prazerosas por algum período de tempo até ser aprovado na certificação CPA 20. Assim, se você é “viciado” em Facebook, Twitter, LinkedIn, Snapchat, Instagram ou Whats App, jogos de computador, trabalha no voluntariado, estuda línguas, participa da aula de canto, terá pouco tempo para se dedicar aos estudos.

O ideal é que você largue de mão por um tempo alguma destas atividades e lembre-se que até passar deve apenas existir uma única meta: a certificação!  

#8 Revisões e simulados

Na oitava dica recomendamos que, juntamente com o curso, o aluno faça todos os simulados possíveis e resolva questões para fixar os conteúdos. 

#9 Não estude na véspera da prova

A nona dica recomenda que não estude na véspera da prova de certificação. Se você não aprendeu até aquele momento, não aprenderá até o dia seguinte.

E tentar absorver mais conteúdo em cima da hora só lhe deixará mais estressado. Assim, na véspera, recomendamos que faça tudo que lhe dá prazer entre as atividades citadas na quinta dica ou outras de seu agrado. Seguindo estes passos as chances de sucesso ampliam-se.

Conheça outras certificações

Para você que tem interesse em outras certificações, não somente na área de TI ou Gestão de Projetos, nós do Aprova Concursos separamos abaixo uma lista com conteúdos específicos e direcionados que incluem também como assunto as certificações bancárias. Não deixe de conferir!

Carreiras Bancárias

Área de TI e Gestão de Projetos

 

Leia mais notícias

Inscreva-se no YouTube

Curta no Facebook

Siga no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *