Complementando os conteúdos já vistos aqui no blog do Aprova sobre as certificações profissionais, hoje nós abordaremos como tema central a certificação PMP do PMI. 

Então, a partir de agora, você vai conferir tudo o que precisa saber sobre a certificação PMP: do estudo à prova. 

Nesse sentido, exploraremos os critérios de elegibilidade, funcionamento da prova, seu conteúdo e quais são as melhores técnicas de estudo.

Vamos começar?

Por dentro da certificação PMP – Project Management Professional

A certificação profissional PMP – Project Management Professional é a certificação mais importante para o mercado e para a indústria quando o assunto se refere ao gerenciamento de projetos. Ela é emitida pelo maior instituto de gerenciamento de projetos, o PMI – Project Management Institute, fundado em 1969.  

Com mais de 50 anos de história, o PMI é extremamente respeitado e conceituado no mercado. Além disso, o PMI é hoje um instituto com mais de 600 mil membros ao redor do mundo, atuante em mais de 200 países, contando ainda com mais de 1 milhão de profissionais certificados na área de gerenciamento de projetos. A marca foi atingida em 2019, após 50 anos da sua criação. 

No Brasil, o PMI conta com mais de 10 mil membros e mais de 17 mil profissionais certificados. 

De forma resumida, o PMI é o responsável pela emissão do certificado, ou seja, é ele quem credencia os profissionais como especialistas em gerenciamento de projetos por meio de atestados específicos como certificação para gerente de projetos e certificação para gestores de projetos.

Por que investir na certificação PMP?

Em primeiro lugar, obter a certificação PMP demonstra que os profissionais têm formação, competência e experiência suficiente para atuar na área de gerenciamento de projetos. Ao mesmo tempo, isso quer dizer que estão aptos para conduzir equipes ao longo do processo. 

Em segundo lugar, outro bom motivo para se investir nesta certificação é que esta credencial comprova para o mercado que os profissionais passaram, e foram aprovados, em um rigoroso exame que testa muito mais do que a competência técnica. 

Em terceiro lugar está o fato de que os profissionais precisam concordar com o código de ética e conduta profissional do PMI. Para exemplificar, o código de ética é pautado hoje em 4 elementos fundamentais para todo profissional. São eles:

  • Responsabilidade
  • Respeito
  • Honestidade 
  • Equidade 

Por último, e em quarto lugar, outro motivo que leva os profissionais a obterem a certificação é o compromisso de se manterem sempre atualizados sobre a profissão e sobre o tema. 

Como obter a certificação PMP

Existem duas fases que são de extrema importância no processo de obtenção da certificação. 

O processo de elegibilidade, ou seja, é o processo onde você comprova que atende todos os requisitos estabelecidos pelo PMI para estar elegível a fazer a prova. E o segundo passo seria, efetivamente, a realização da prova. 

O processo de elegibilidade costuma trazer um pouco de angústia a quem pretende encarar a prova de certificação. Porém, não se trata de nenhum bicho de sete cabeças. Se você é um profissional que possui experiência e trabalha na área há um certo tempo, não tem motivos para temer o processo de elegibilidade. 

Durante esta fase, o PMI verifica se os candidatos atendem aos pré-requisitos para a realização da prova. São eles: 

Para os candidatos que já possuem formação superior, a exigência do PMI é: 

  • 3 anos de experiência;
  • 4.500h de atividades em projetos;
  • 35h de treinamento formal na área de gerenciamento de projetos;

Para os candidatos que não possuem nível superior, são requisitos: 

  • 5 anos de experiência na área de projetos; 
  • 7.500h de atividades em projetos; 
  • 35h de treinamento formal na área de gerenciamento de projetos; 

Todo processo de elegibilidade pode ser realizado pelo próprio site do PMI, onde você vai preencher todos os formulários e indicar os dados referentes a cada um dos projetos que participou, indicando ainda a função desempenhada e quais as atividades desenvolvidas. O sistema calculará automaticamente a quantidade de meses e horas desempenhadas em cada projeto.  

Após a aprovação da sua elegibilidade, você terá o período de 1 (um) ano para agendar a realização da sua prova.

Sobre a prova de certificação PMP

Este é, de fato, um item que você precisa se preocupar! A prova do PMP tem 200 questões de múltipla escolha, com 4 alternativas cada, para serem respondidas em apenas 4h. 

Destas 200, 175 delas são questões pontuáveis, ou seja, você terá a sua avaliação final baseada nelas. As outras 25 são as questões chamadas de pré-teste. Dessa forma, estão em fase de teste para, futuramente, fazerem parte de provas futuras. Essas 25 questões não são identificadas, então você faz a prova como se, realmente, estivesse sendo avaliado em 200 questões. 

A saber, a prova traz situações-problema que exige que você se coloque em um determinado cenário dentro de um projeto e responda qual a melhor opção a ser feita naquele momento. 

Quanto ao formato da avaliação, ela pode ser realizada em 3 deles, sendo: papel, previamente agendada e divulgada pelo PMI; realizada nos centros de aplicação, em lugares pré-definidos e, atualmente, em função da pandemia do COVID-19, o PMI disponibilizou um novo formato para aplicação, o on-line, onde é possível realizar a prova de casa. Basta apenas fazer o agendamento da prova supervisionada, de forma remota. 

Aprovação dos candidatos

Infelizmente, o PMI não divulga o número de questões necessárias para obter a aprovação. Algumas literaturas comentam que seja algo entre 65 e 70% da prova. 

Entretanto, ao final do exame, os participantes recebem um relatório demonstrando qual foi o nível de proficiência nos 5 grupos de processo, que você entenderá quais são ainda neste texto. 

Divulgação dos resultados e remarcação de prova

Para as provas aplicadas nos centros de aplicação ou no formato supervisionado on-line, o resultado sai de forma imediata. 

Já as provas realizadas em papel, têm seu resultado divulgado pelo PMI no período de 3 a 6 meses. 

Quem não foi aprovado na primeira tentativa pode aproveitar o mesmo processo de elegibilidade num período de 365 dias, ou seja, um ano, não excedendo duas tentativas neste prazo. O custo de remarcação da prova é de $275. 

O custo da prova é de $555 referente a primeira tentativa de candidatos que não são membros do PMI. Quem é filiado ou membro do instituto pagará $405. 

Conteúdos a serem abordados na prova do PMP

Atualmente, o exame de certificação PMP está baseado em cinco grupos de processos, que são cobrados na seguinte proporção: 

  • Iniciação: 13% – equivalente a 26 perguntas
  • Planejamento: 24% –  equivalente a 48 perguntas
  • Execução: 31% –  equivalente a 62 perguntas
  • Monitoramento e Controle: 25% –  equivalente a 50 perguntas 
  • Encerramento: 7% –  equivalente a 14 perguntas

Para a prova, o exame do PMP, continua sendo inspirado na sexta edição do Guia PMBOK®, mas as questões não estarão mais totalmente alinhadas com o grupo de processos, mas sim, nos domínios Pessoas, Processos e Ambientes de Negócios.

Pessoas

42% das questões serão destinadas à área de Pessoas, relacionadas às habilidades e atividades associadas à liderança.

As questões vão buscar esclarecer a capacidade do candidato à certificação de gerenciar, criar, capacitar e envolver o time que vai tocar o projeto.

Processo

50% das questões serão focadas no grupo de processos para reforçar os aspectos técnicos do gerente de projetos, que deverá conhecer como planejar, comunicar e gerenciar marcos.

Negócios

A estratégia organizacional estará presente em 8% das questões da nova prova. As perguntas vão testar a capacidade do candidato à certificação de avaliar benefícios,  valor de um projeto e ambiente de negócio externo, além de planejar a conformidade do projeto e dar suporte para as mudanças organizacionais.

Como estudar para a prova de certificação PMP do PMI

Invista em um curso para certificação pmp

Devido ao nível de complexidade exigido pela prova PMP do PMI, o ideal é que você invista algum recurso em um preparatório para certificação pmp.

Contar com o auxílio de profissionais experientes no assunto trará mais segurança durante o seu processo de preparação, além de proporcionar uma otimização do seu tempo, já que os conteúdos de estudos serão direcionados ao que realmente cai na prova. 

Esta escolha deve ser feita na maioria dos casos, porque poucas pessoas são tão disciplinadas a ponto de estudar sozinhos. O caminho é árduo e longo. E assim, um curso preparatório pode te guiar nos estudos, explicar vários conceitos que, por vezes, parecem ser simples de entender apenas com a leitura. 

Monte um cronograma de estudo

O ideal é que você estude pelo menos 2 áreas de conhecimento por semana, com uma dedicação de cerca de 12 horas semanais, além das aulas on-line do curso preparatório. 

O ideal é fazer o estudo das 12 horas após os temas vistos em aula, seguindo a seguinte sequência: leitura do PMBOK referente ao capítulo visto na aula e realização de questões pertinentes.

Segundo a Universidade de Princeton, se uma pessoa voltar a ver o que foi visto em aula em até 3 dias, ela retém cerca de 80% do que foi visto; e se voltar a ver em até 4 dias, retém os outros 20%. Entretanto, se ficar 7 dias sem estudar, a pessoa retém no máximo 20% e o restante tem que começar praticamente do zero.

Não decore, entenda

Procure entender o que está estudando. Decorar todos os processos, entradas, ferramentas, técnicas e saídas de cada  processo é muito difícil, ou quase impossível. Então, durante os estudos, procure entender o que cada processo precisa ter em mãos (Entradas) para produzir tais resultados possíveis (Saídas), e quais as técnicas e ferramentas podem estar disponíveis para serem utilizadas. 

Faça simulados e mantenha um ciclo repetitivo

Realize simulados quando terminar cada capítulo estudado, mas, principalmente, ao terminar um grupo de capítulos. Para passar você precisa de prática e os simulados irão proporcionar isso. O segredo é ter um ciclo repetitivo a cada capítulo ou área de conhecimento: leitura, questão, leitura, questão. 

CLIQUE AQUI E TESTE SEUS CONHECIMENTOS SOBRE CERTIFICAÇÃO PMP

Treine o tempo do exame 

Ao responder perguntas ou fazer simulados, coloque um cronômetro e vá se acostumando com essa ‘pressão’. Observe quanto tempo está levando para resolver 10, 20, 30 e até chegar nas 200 questões. É como uma maratona. Vá aumentando a quantidade e meça o tempo que está levando. Não basta acertar, tem que ser dentro do tempo adequado. O certo é responder cerca de 50 questões por hora. Se estiver muito longe disso, acelere na leitura. Se tiver muito rápido, diminua o ritmo da leitura. Use bem o tempo. 

Conheça outras certificações

Para você que tem interesse em outras certificações, não somente na área de TI ou Gestão de Projetos, nós do Aprova Concursos separamos abaixo uma lista com conteúdos específicos e direcionados que incluem também como assunto as certificações bancárias. Não deixe de conferir!  

CARREIRAS BANCÁRIAS

Qual é o curso para trabalhar em banco

Qual é o salário de um bancario 

Como ingressar na carreira bancária 

Qual é a função de um correspondente bancário? 

O que precisa para ser correspondente bancário 

O que é a certificação cpa10 

O que é a certificação cpa20 

Qual a diferença entre as certificações cpa10 e cpa20 

Quais são as certificações da carreira bancária 

Certificado CEA: quanto ganha um profissional nesta área 

Certificação CEA: o que faz um profissional da área 

Onde trabalhar com certificação CEA 

Como tirar o Certificado CEA 

 ÁREA DE TI E GESTÃO DE PROJETOS

O que é ITIL? 

Onde fazer a prova da certificação itil?

Quais empresas usam ITIL? 

Quanto é o salário de quem tem certificado itil? 

Qual é o papel do ITIL dentro da TI? 

Para que serve a certificação Scrum? 

Qual é o melhor certificado Scrum? 

Diferenças entre as certificadoras Scrum

Como estudar para a certificação Scrum?

Quanto custa uma certificação Scrum?

Scrum: passo a passo do estudo à prova

Certificadoras Scrum: por que existe diferença entre elas?

Comparativo entre as certificações Scrum: saiba tudo!

Certificado Scrum: qual é o melhor?

Certificação Scrum: para que serve?

Tipos de certificação PMI 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *