No post de hoje, além de descobrir qual é a função de um correspondente, você também vai conhecer a certificação para correspondente bancário. Então, se você já ouviu falar de certificação ANEPS, por exemplo, mas não sabia ao certo o que isso significava, depois desse texto você não terá mais dúvidas. Dessa forma, vai conseguir descobrir todos os requisitos para seguir nessa carreira e também as vantagens e benefícios dessa profissão.

 

função correspondente bancário

Confira mais sobre o trabalho de correspondente bancário e quais são as certificações exigidas

 

O que é um correspondente bancário?

Antes de aprofundar mais no assunto de certificação para correspondente bancário, você precisa saber o que é uma correspondente bancário. Utilizando as próprias palavras do Banco Central, o correspondente bancário é “empresa contratada por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições.”

 

correspondente bancário

Correspondente bancário é uma empresa contratada por instituições financeiras e demais instituições autorizadas pelo Banco Central para a prestação de serviços de atendimento aos clientes e usuários dessas instituições

 

Ou seja, é uma empresa não bancária, uma pessoa jurídica, e sua principal função é mediar instituições financeiras e clientes. Ele pode ser considerado um intermediário financeiro. Para ficar mais claro, as lotéricas são um exemplo de correspondentes bancários, mas qualquer instituição autorizada pelo Banco Central pode ser contratada para essa função. O objetivo é levar serviços bancários para a população fora das agências bancárias, facilitando o atendimento e o acesso ao crédito. (Clique aqui e confira o que é preciso para ser um bancário)

Qual é a função de um correspondente bancário?

De acordo com as regulamentações do Banco Central, as seguintes atividades são permitidas a essas instituições:

  • Cobranças;
  • Qualquer tipo de pagamento ou recebimento;
  • Ordens de pagamento;
  • Além de, atividades ligadas a convênios de prestação de serviços ou contratos da instituição contratante;
  • Recebimento de propostas para abertura de contas;
  • Análise de crédito e coleta de informações;
  • Aplicação e resgate de fundos de investimento;
  • Solicitação de cartões de crédito e débito para trabalhadores ou aposentados;
  • Realização de operações de câmbio de responsabilidade da instituição contratante.
função do correspondente bancário

O correspondente bancário pode realizar todas as atividades citadas acima

 

Porém, é importante lembrar que o correspondente não está autorizado a prestar os serviços nas dependências da instituição financeira contratante. Além disso, há algumas particularidades na prestação de alguns serviços. Como, por exemplo, caso alguém solicite um empréstimo, essa pessoa precisa permitir o acesso às informações por meio de um contrato. E entre as cláusulas desse contrato está garantir o acesso ao Banco Central e liberar os documentos.

Como me tornar um correspondente bancário?

Não há uma regra geral, cada banco possui procedimentos próprios para adicionar correspondentes em sua rede. Sendo assim, o primeiro passo é entrar em contato com o banco do seu interesse como: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Bradesco, Itaú ou outros. Quando você chegar até a agência, peça para falar com o gerente ou supervisor de canais. Esse é o nome da função responsável pelo relacionamento com correspondentes bancários.

Porém, se um banco não demonstrar interesse no seu trabalho, os demais ainda podem ter. Ou, ainda, pode acontecer ao contrário, todos podem ter interesse na sua prestação de serviço e não há nenhum problema nisso. Já que você pode sim prestar serviços para todos ao mesmo tempo.

Sendo assim, o processo costuma ser bem simples, se concentra na entrega de documentos. Porém, é exigida certificação para correspondente bancário. E agora a gente entra mais fundo nesse assunto. (Clique aqui e confira qual é o salário de um bancário)

 

Como me tornar um correspondente bancário

Para se tornar um correspondente bancário é necessário ter algumas certificações

 

Certificação para correspondente bancário

As certificações para correspondente bancário são exames para os agentes correspondentes. O objetivo é atestar o nível de especialização para desempenhar as atividades relacionadas ao mercado de produtos financeiros. Considerando a Resolução n º 3.954/11, e alterações dadas pelas Resoluções n º 3.959/11 e 4.294/13, do Conselho Monetário Nacional, os profissionais que prestam atendimento ao público em operação de crédito, como crédito imobiliário, consignado, veículos e CDC, precisam de certificação. Sendo assim, todos os profissionais da equipe que prestam esses atendimentos precisam apresentar o certificado.

E as certificação para correspondente bancário pode ser concedida pela Federação Brasileira de Bancos (FREBRABAN); Associação Nacional das Empresas Prestadoras de Serviço ao Consumidor (Aneps) e a Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (ACREFI). Nas provas para obter a certificação são exigidos conhecimentos sobre Código de Defesa do Consumidor (CDC), Sistema Financeiro Nacional, produtos financeiros, ética e muitos outros. E a intenção da prova é que o agente de crédito tenha uma melhor capacitação para orientar os consumidores a escolherem os melhores produtos para cada caso em específico. Assim como, informar sobre os prazos, juros e demais dados importantes.

 

certificação para correspondente bancário

Confira mais sobre certificação para correspondente bancário

 

Certificação para correspondente bancário: ANEPS

Como já falamos anteriormente, a ANEPS é uma das entidades que está habilitada para a aplicação dos exames de certificação profissional para correspondentes em todo o país. Na verdade, há seis modalidades de certificação de correspondente: completo, crédito consignado, CDC e veículos, crédito imobiliário, microcrédito e crédito agrícola.

 

Certificação para correspondente bancário ANEPS

Certificação para correspondente bancário: ANEPS

 

Para se inscrever em qualquer uma dessas modalidades é preciso atender os seguintes requisitos:

  • Ter no mínimo 18 anos;
  • Possuir no mínimo o 5º ano do ensino básico (a antiga 4º série);
  • Aceitar as regras da certificação ANEPS;
  • Possuir computador ou smartphone atualizado para a realização da prova .

Se você está estranhando a exigência de possuir um dispositivo atualizado, é que a prova para a certificação ANEPS é online e o candidato pode fazer em casa mesmo. Vamos explicar todos os detalhes da prova logo abaixo!

Prova – Certificação ANEPS

É possível realizar a prova de certificação para correspondente bancário via web com câmera ou sem, ou ainda, pelo aplicativo no smartphone com versão para Android ou iOS. Além disso, a prova pode ser realizada em qualquer dia e horário, mas se o candidato precisar de um suporte do Instituto Totum, o funcionamento é das 8h às 17. Foi esse instituto que criou e gerencia esta certificação. Sendo assim, a prova é feita pelo ANEPS em conjunto com o Instituto Totum.

Mas, não associe fazer a prova em casa com poder consultar outros materiais. Caso não haja conformidade com essa regra, o candidato será reprovado e poderá reagendar uma nova prova, mas terá que pagar uma nova taxa de inscrição. Porém, se você seguir as regras, mas for reprovado por falta de conhecimento, poderá marcar uma nova prova. A inscrição te garante uma segunda tentativa. Mas, é importante lembrar que a aprovação deve ocorrer dentro de 90 dias após o pagamento da taxa. Se não acontecer, será necessário realizar um novo pagamento.

Mas, vamos falar mais sobre a prova propriamente dita. O teste possui uma hora e meia de duração e o número de questões de múltipla escolha muda de acordo com a validade da certificação. Confira as opções abaixo:

  • 40 questões = validade de 4 a 5 anos
  • 30 questões = validade de 1 a 3 anos

E para ser considerado aprovado é necessário acertar no mínimo 70% da prova.

 

Certificação para correspondente bancário ANEPS

 

O que cai na prova de certificação ANEPS?

O conteúdo cobrado nas provas de certificação para correspondente bancário mudam de acordo com qual foi a certificação escolhida. Afinal, como falamos anteriormente há seis modalidades. Sendo assim, cada teste cobra o conhecimento específico para cada uma delas.

 

Certificação para correspondente bancário

Tipos de certificação para corresponde bancário da ANEPS

 

Certificação Completa:

  1. Sistema Financeiro Nacional
  2. Mercado Financeiro
  3. Produtos e Serviço
    3.1.  Conceitos de Produtos de Financiamentos
    3.2.  Consignado
    3.3.  Arrendamento Mercantil
    3.4.  Crédito Direto ao Consumido
  4. Ética nos Negócios

 

Certificação para CDC e Veículo:

  1. Sistema Financeiro Nacional
  2. Mercado Financeiro
  3. Produtos e Serviços
    3.1.  Conceitos de Produtos de Financiamentos
    3.2.  Arrendamento Mercantil
  4. Ética nos Negócios

 

Certificação para Crédito Consignado:

  1. Sistema Financeiro Nacional
  2. Mercado Financeiro
  3. Produtos e Serviço
    3.1.  Conceitos de Produtos de Financiamentos
    3.2.  Consignado
  4. Ética nos Negócios

 

Certificação para Crédito Imobiliário:

  1. Sistema Financeiro Nacional
  2. Mercado Financeiro
  3. Produtos e Serviços
    3.1.  Conceitos de Produtos de Financiamentos
    3.2.  Consignado
    3.3.  Arrendamento Mercantil
    3.4.  Crédito Direto ao Consumidor
    3.5.  Procedimento de contratação
  4. Ética nos Negócios

 

Certificação para Microcrédito:

  1. Sistema Financeiro Nacional
  2. Mercado Financeiro
  3. Produtos e Serviços
    3.1.  Conceitos de Produtos de Financiamentos
    3.2.  Conceitos de Microcrédito
    3.3. Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO)
  4. Ética nos Negócios

 

Certificação para Crédito Agrícola:

  1. Sistema Financeiro Nacional
  2. Mercado Financeiro
  3. Produtos e Serviço
    3.1.  Conceitos de Produtos de Financiamentos
    3.2.  Crédito ao Direito do Consumidor
    3.3.  Crédito Agrícola
  4. Ética nos Negócios

 

Inscrição para a certificação ANEPS

Agora que você já sabe todas as informações sobre a certificação ANEPS, pode garantir a sua inscrição. O processo é feito pelo próprio site da ANEPS e a taxa de inscrição muda de acordo com a opção e o tempo de validade escolhido. Clique aqui e confira todos os valores.

 

Certificação FEBRABAN

 

Certificação para correspondente bancário FEBRABAN

Certificação para correspondente bancário: FEBRABAN

 

Como falamos anteriormente, além da ANEPS, você também pode conseguir a sua certificação por outras instituições como a FEBRABAN. Na Federação Brasileira de Bancos você também pode escolher entre quatro modalidades: Consignado, CRC / Crédito Diário ao Consumidor, Financiamento de Veículos e Completo. A certificação em ambas modalidades possui validade de três anos e você tem duas tentativas de aprovação. Já a taxa de inscrição, o número de questões de múltipla escolha e a duração da prova varia em cada modalidade. Confira mais abaixo:

Correspondente completo
Duração máxima da prova: 2h
Número de questões: 50
Valor da inscrição: R$ 125,00

Correspondente consignado
Duração máxima da prova: 1h
Número de questões: 30
Valor da inscrição: R$ 107,00

Correspondente Crédito Direto ao Consumidor
Duração máxima da prova: 1h
Número de questões: 30
Valor da inscrição: R$ 107,00

Correspondente Financiamento de Veículos e Crédito Direto ao Consumidor
Duração máxima da prova: 1h
Número de questões: 30
Valor da inscrição: R$ 107,00

Para ser aprovado é necessário acertar no mínimo 70% da prova. Confira mais informações no site da FEBRABAN.

 

Certificação ACREFI

 

Certificação para correspondente bancário ACREFI

Certificação para correspondente bancário: ACREFI

 

E por último, vamos falar da ACREFI. O chamado CertiCrefi tem como objetivo certificar profissionais que estão vinculados a empresas correspondentes, promotoras de financiamento e de instituições financeiras. A prova conta com 40 questões no formato de múltipla escolha com quatro alternativas de resposta. Cada pergunta vale um ponto e para ser considerado aprovado, o candidato precisa alcançar 28 pontos.

O teste deverá ser resolvido em até duas horas e contará com o seguinte conteúdo programático:

Matemática Financeira

  • Juros Simples e Juros Compostos
  • Valor Atual e Valor Futuro
  • Cálculo de Taxas de Juros
  • Coeficientes de Financiamento

Normas do Banco Central

  • Tipos de Riscos
  • Resolução CMN 2554/98
  • Normas BACEN
  • Lei Nº 2.868/97

Lavagem de Dinheiro

  • Definição de Lavagem de Dinheiro
  • Lei Nº 9.613/98

Ética de Conduta e Melhores Práticas

  • Tipos de Crédito
  • Crédito ao Consumidor
  • Finanças Pessoais
  • Refinanciamento

Atividades de Ouvidoria e Código de Defesa do Consumidor

  • Direitos Básicos do Consumidor
  • Lei 8078/90: Código de Defesa do Consumidor
  • Práticas e Cláusulas Abusivas

Preparação – Certificação para correspondente bancário

 

curso para certificação para correspondente bancário

Escolha um curso para te ajudar na caminhada rumo à certificação para correspondente bancário

 

Além das certificações já mencionadas neste texto, há outras, como CPA 10, CPA 20 e certificação ABECIP. E já deu para perceber que cada uma dessas certificações possui as suas peculiaridades e também o seu conteúdo programático, ou seja, as matérias e assuntos que serão cobrados. Então, a nossa dica é que você procure um curso para bancario.

Afinal, com um preparatório online, você poderá ter acesso a todo o conteúdo que realmente cai na prova e ainda terá ao seu lado a experiência dos professores da área. E tudo isso sem precisar sair de casa. Além disso, se você ainda não possui ensino superior, saiba que uma graduação EAD pode te ajudar a conquistar uma carreira sólida nesta e em várias outras áreas.

Então é isso, agora que você já sabe tudo sobre certificação para correspondente bancário, é só encontrar um curso de qualidade e conquistar um futuro de sucesso. E para dar o start na sua preparação, trouxemos duas questões que foram aplicadas em provas anteriores para conseguir a certificação CPA 10. Assim, você pode testar seus conhecimentos! Clique aqui e confira mais informações sobre como ingressar na carreira bancária.

Questões – CPA 10

Um fundo de investimento que tem título de renda fixa A com vencimento em 1 ano e título B com vencimento em 12 anos. O título A em relação a B:
a) Será mais volátil e apresentará menor rendimento.
b) Será menos volátil e apresentará maior rendimento.
c) Será maior volátil e apresentará maior rendimento.
d) Será menos volátil e apresentará menor rendimento.

Sabe qual é a resposta certa? Clique aqui e confira se você acertou.

 

A separação da área que cuida da gestão de recursos próprios e da área que cuida da gestão de recursos de terceiros (fundos). Conhecida como Chinese Wall, é uma definição do Banco Central feita com o objetivo de:
a) Separar a venda de CDB da venda de Fundos de Investimento.
b) Evitar que o Banco ofereça somente CDB ou Fundo de Investimento.
c) Evitar conflito de interesses.
d) Evitar que o funcionário ofereça Fundos de Investimento para um cliente que investe em CDB.

Clique aqui parra responder a questão.

 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *