A certificação PMP exige estudo e foco dos seus candidatos, mas também abre muitas portas importantes. E para te dar uma mãozinha na preparação, vamos falar mais sobre como é a prova de certificação PMP. Afinal, quanto mais você conhecer sobre o teste, mais perto estará de alcançar o seu objetivo. Neste post também vamos te contar todos os detalhes sobre o que é certificação PMP. Então, acompanhe o texto até o final e anote as nossas dicas. Se preferir, mantenha o post na sua barra de favoritos e acesse de forma rápida sempre que necessário.

 

 

Como é a prova de certificação PMP

Então, vamos começar esse texto já tirando a dúvida de muitas pessoas: “como é a prova do PMP?”. Sendo assim, a prova do PMP tem 200 questões de múltipla escolha, com 4 alternativas cada, para serem respondidas em apenas 4 horas. Mas, é importante lembrar que destas 200, apenas 175 delas são questões pontuáveis, ou seja, você terá a sua nota final baseada nelas. As outras 25 são as questões chamadas de pré-teste. Ou seja, elas estão em fase de teste para, futuramente, fazerem parte das provas. Porém, essas 25 questões de teste não são identificadas para os candidatos. Então, para você serão 200 perguntas que devem ser respondidas da melhor forma possível. Em outras palavras, não fique tentando adivinhar quais são as questões válidas, apenas dê o seu melhor.

Dessa maneira, a prova traz situações-problema que exigem que você se coloque em um determinado cenário dentro de um projeto e responda qual a melhor opção a ser feita naquele momento. Já quanto ao formato da avaliação, você pode optar por três formatos, sendo: papel, previamente agendada e divulgada pelo PMI; realizada nos centros de aplicação, em lugares pré-definidos; e, atualmente, em função da pandemia do COVID-19, o PMI disponibilizou um novo formato para aplicação, o on-line, onde é possível realizar a prova de casa. Basta apenas fazer o agendamento da prova supervisionada, de forma remota.

O que cai na prova de certificação PMP

Tão importante quanto levantar informações sobre a aplicação do teste é saber o que cai na prova de certificação PMP. Assim, você pode manter os seus estudos direcionados e conseguir melhores resultados. Sendo assim, podemos dizer que, nos dias atuais, o exame de certificação PMP está baseado em cinco grupos de processos. Então, confira abaixo quais são eles e a porcentagem em que devem aparecer na sua prova.

  • Iniciação: 13% – equivalente a 26 perguntas
  • Planejamento: 24% –  equivalente a 48 perguntas
  • Execução: 31% –  equivalente a 62 perguntas
  • Monitoramento e Controle: 25% –  equivalente a 50 perguntas
  • Encerramento: 7% –  equivalente a 14 perguntas

Dessa forma, há a distribuição dos grupos acima nas 200 perguntas da prova. E vale lembrar que o teste de certificação PMP continua sendo inspirado na sexta edição do Guia PMBOK®. Porém, as questões não estarão mais totalmente alinhadas com o grupo de processos, mas sim, nos domínios Pessoas, Processos e Ambientes de Negócios. Confira um pouco mais sobre cada uma deles logo abaixo.

Pessoas

Cerca de 42% das questões serão destinadas à área de Pessoas, relacionadas às habilidades e atividades associadas à liderança. Essas questões vão buscar esclarecer a capacidade do candidato à certificação de gerenciar, criar, capacitar e envolver o time que vai tocar o projeto.

Processo

E 50% das questões serão focadas no grupo de processos para reforçar os aspectos técnicos do gerente de projetos, que deverá conhecer como planejar, comunicar e gerenciar marcos.

Negócios

A estratégia organizacional estará presente em 8% das questões da nova prova. As perguntas vão testar a capacidade do candidato à certificação de avaliar benefícios,  valor de um projeto e ambiente de negócio externo, além de planejar a conformidade do projeto e dar suporte para as mudanças organizacionais.

Quando um candidato é considerado aprovado na prova de certificação PMP?

Diferente do que acontece em outros casos, a certificação PMP não divulga qual é o número mínimo de questões corretas para que o candidato seja considerado aprovado. Porém, algumas literaturas comentam que seja algo entre 65 e 70% da prova. Entretanto, ao final do exame, os participantes recebem um relatório demonstrando qual foi o nível de proficiência nos 5 grupos de processo.

Então, a nossa dica é que você não se apegue a isso. O ideal é que estude para acertar a prova toda, ou seja, é só fazer o seu melhor. Até porque o conteúdo estudado ou revisado para a prova de certificação PMP não será em vão, ele será utilizado no seu dia a dia de trabalho. E também, será essencial para te ajudar a alcançar novas oportunidades na sua carreira.

A boa notícia é que para as provas aplicadas nos centros de aplicação ou no formato supervisionado on-line, o resultado sai de forma imediata. Já as provas realizadas em papel, têm seu resultado divulgado pelo PMI no período de 3 a 6 meses.

E quem não foi aprovado na primeira tentativa pode aproveitar o mesmo processo de elegibilidade num período de 365 dias, ou seja, um ano, não excedendo duas tentativas neste prazo. O custo de remarcação da prova é de $275. Já o custo da prova é de $555 referente a primeira tentativa de candidatos que não são membros do PMI. Já quem é filiado ou membro do instituto pagará $405.

Como estudar para a certificação PMP?

Agora que você já conferiu como é a prova e o que será cobrado no grande dia, precisamos focar na sua preparação. Afinal, esse é um período em que você precisa ser manter focado nos estudos para alcançar o seu objetivo o mais rápido possível, ou seja, ser aprovado já na primeira tentativa. Mas, não se preocupe, você não está sozinho nessa caminhada. Trouxemos um exemplo de plano de estudos, com sugestão de horas mínimas de estudo pra você. Então, verifique quais são os seus intervalos livres durante a semana e encaixe essa preparação na sua rotina.

Sugestão de estudos

  • Preparação Prévia – leitura inicial do Guia PMBOK e revisão da sugestão de fluxo dos processos do ciclo de vida do gerenciamento de projetos.
  • Simulado inicial (1 ou 2 horas) – realização de um primeiro simulado, 200 questões (4 horas) ou 100 questões (2 horas), para avaliação do conhecimento atual.
  • Realizar curso de preparação – o ideal é fazer pelo menos um curso presencial, com no mínimo 35 horas de duração e depois complementar sua preparação com um curso online. Lembre-se de programar horas adicionais de estudo em paralelo com os cursos. Desse modo, para cada área de conhecimento:
    • Estudo adicional (3 a 4 horas) – releitura do capítulo específico no Guia PMBOK, leitura de um capítulo sobre treinamento e leitura de um capítulo em um livro de apoio à certificação PMP.
    • Notas (em paralelo com a leitura) – escreva seu próprio guia de estudo com resumos para facilitar a memorização.
    • Questionários, exercícios e simulados (6 horas) – resolva questões para ver seus pontos fortes e pontos fracos. Faça também simulados específicos da área sendo estudada.
  • Encerramento do curso (5 horas)
    • Realização de um simulado completo (4 horas)
    • Atualização do resumo de estudo (1h)
  • Revisão (25 horas)
    • Segunda leitura completa do Guia PMBOK
    • Leitura de bibliografia adicional
    • Refazer os exercícios ministrados durante o curso
  • Iniciar a memorização de informações do resumo de estudo e do fluxo de processos
  • Realizar um segundo simulado completo
  • Revisar as áreas de maior dificuldade (em geral Risco, Tempo, Qualidade, Aquisições)
  • Exercícios Simulados (várias horas)
    • Fazer diversos simulados completos
    • Realizar simulados adicionais encontrados na internet em web sites, entre outros.
    • Terceira leitura completa do Guia PMBOK.
  • Inscrição no exame e agendamento
  • Antes do exame
    • Prática de memorização da folha com resumo de fórmulas e informações
    • Procure estar fisicamente preparado e bem disposto, durma bem e alimente-se de forma saudável.

Dicas práticas para a sua preparação para a certificação PMP

Sendo assim, em paralelo com a realização de questões simuladas, procure esclarecer suas dúvidas, com foco na fixação dos grupos de processos e das entradas e saídas, ferramentas e técnicas de cada processo. Nossa recomendação é que você agende o exame pela manhã, pois em geral é mais difícil se concentrar depois do almoço.

Lembre-se que a sua preparação deve ser tratada, de fato, como um projeto: monte um cronograma, levante os riscos e informe sua família que durante os estudos você precisa ficar concentrado. Dessa maneira, com toda a certeza você conseguirá obter sua certificação PMP. E como você viu, a prova da Certificação PMP é longa, com até 4 horas de duração, portanto, estar bem preparado vai fazer toda a diferença.

Invista em um curso preparatório

Como você já deve ter notado, o nível de dificuldade exigido pela prova PMP do PMI é alto e exige bastante dos candidatos. Por isso, o ideal é que você invista em um preparatório para certificação PMP. Afinal, contar com o auxílio de profissionais experientes no assunto trará mais segurança durante o seu processo de preparação, além de proporcionar uma otimização do seu tempo, já que os conteúdos de estudos serão direcionados ao que realmente cai na prova.

Esta escolha deve ser feita na maioria dos casos, porque poucas pessoas são tão disciplinadas a ponto de estudar sozinhos. O caminho é árduo e longo. E assim, um curso preparatório pode te guiar nos estudos, explicar vários conceitos que, por vezes, não são tão simples de entender apenas com a leitura.

Responda questões de concurso público

Depois de conquistar a certificação PMP, você pode focar em conquistar uma vaga em um concurso e se tornar um funcionário público. Vale lembrar que os concursos oferecem salários maiores que a média do mercado, além de estabilidade financeira e vários outros benefícios para a sua carreira. Por isso, uma boa alternativa é responder questões sobre a certificação PMP que já foram aplicadas em concursos anteriores. Assim, você tem uma prévia do que estará te esperando no dia da prova do certame, quando estiver valendo a sua aprovação. Aliás, essa prática também pode ajudar a conquistar a certificação PMP. As perguntas não são específicas para o teste, mas servem, de qualquer forma, para te preparar melhor sobre o assunto.

Então, clique aqui e confira mais de 90 perguntas sobre certificação PMP. Responda todas elas e depois nos conte nos comentários como foi o seu desempenho. A nossa dica é que além de você escolher a alternativa certa, você consiga dizer os motivos que levam as demais a estarem erradas. Assim, pode evitar de errar uma questão por falta de atenção, e também, pode fixar melhor o conteúdo e o aprendizado na sua mente.

 

Certificação PMP

Se você ainda ficou com alguma dúvida sobre a certificação PMP, vamos conversar um pouco mais sobre o assunto. A sigla significa Project Management Professional e esta certificação fica dentro das certificações PMI, e podemos dizer que a certificação PMP é o padrão-ouro dos certificados em gestão de projetos. Afinal, o certificado PMP é reconhecido e exigido por organizações em todo o mundo, é ele que valida a competência dos profissionais para desempenhar o papel de gestor de projeto, liderando e dirigindo projetos ou equipes.

E PMI se refere a empresa Project Management Institute (PMI), uma associação que é líder mundial para todos aqueles que consideram as competências de gestão de projetos, programas e portfólios como essenciais para exercer a sua profissão da melhor maneira em qualquer área.

Se você se interessou pela certificação, antes de se inscrever e agendar a sua prova, é preciso verificar se atende aos requisitos exigidos. Confira logo abaixo:

  • Possuir o ensino médio completo, será necessário apresentar diploma de nível médio, grau de associado ou o equivalente global;
  • Ter pelo menos 7.500 horas de liderança e gestão de projetos comprovadas;
  • E possuir também 35 horas de treinamento em gestão de projetos OU certificação CAPM.

Por outro lado, se você já possui diploma de graduação de curso de quatro anos será necessário apresentar comprovação de apenas 4.500 horas de liderança e gestão de projetos e de 35 horas de treinamento em gestão de projetos OU certificação CAPM. Confira aqui se vale a pena conquistar a certificação PMP.

Venha conferir também um post completo sobre o porquê tirar a certificação. Também preparamos um material para te contar em todos os detalhes o valor da prova e outro com mais sugestões de roteiros de estudo.

 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

 

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *