Se você está atrás de mais informações sobre certificações PMI veio ao lugar certo. No post de hoje, vamos tirar suas dúvidas sobre o assunto. E para começar, vamos falar sobre quanto custa a prova da certificação PMP. Afinal, essas certificações possuem a fama de contarem com valores altos na taxa de inscrição. Então, se você souber previamente, já pode se organizar financeiramente. Até porque essa certificação para gestores de projetos podem trazer muito prestígio para a sua carreira e abrir novas portas e oportunidades profissionais.

Sendo assim, podemos disser que há dois valores distintos referentes a inscrição. Afinal, depende se você é membro ou não do Project Management Institute (PMI), se você não sabe muito bem o que isso significa, pode ficar tranquilo que vamos explicar tudo durante este post. Então, se você for associado a taxa de inscrição é de US$ 405, já para não membros esse valor vai para US$ 555. É bom lembrar que esses valores são em dólar, sendo assim, o valor final em real depende da cotação da moeda no dia.

E se você ficou interessado, vale explicar que o custo de adesão ao PMI é de US$ 129 e uma taxa de US$ 10. Sendo assim, é preciso verificar se vale a pena na sua situação, o que podemos dizer é que há o desconto na prova das certificações PMI, além disso, são disponibilizados aos filiados recursos e materiais por um preço mais baixo ou até gratuito.  Porém, mesmo assim, consideramos que ainda é necessário investir em um curso para certificação PMP.

O que é PMI?

Em primeiro lugar, antes de te explicar o que é a certificação PMP, precisamos falar sobre a certificação PMI. Ela é um conjunto de certificados organizados pela empresa Project Management Institute (PMI), uma associação que é a líder mundial para todos aqueles que consideram as competências de gestão de projetos, programas e portfólios como essenciais para exercer a sua profissão da melhor maneira em qualquer área.

O Project Management Institute atua por meio de colaboração, educação e pesquisa com o intuito de preparar mais de 3 milhões de profissionais ao redor do mundo todo para atuar com os conceitos de Economia de Projetos. Esta é uma tendência crescente na economia, onde são considerados o trabalho, e os indivíduos, e sua organização em torno de todos os projetos.

Recentemente, em 2019, o Project Management Institute celebrou seu aniversário de 50 anos e atualmente a organização está presente em quase todos os países do mundo com o objetivo de ajudar a alavancar carreiras. O PMI preza também pela otimização do sucesso organizacional e pelo amadurecimento cada vez maior da profissão de gestão de projetos, utilizando para isso processos reconhecidos mundialmente, certificações, comunidades, recursos, ferramentas, pesquisas acadêmicas, publicações, cursos de desenvolvimento profissional, oportunidades de networking e muito mais.

O que é certificação PMP?

Agora, finalmente vamos te contar o que é a certificação PMP! A sigla significa Project Management Professional e esta certificação fica dentro das certificações PMI, e podemos dizer que a certificação PMP é o padrão-ouro dos certificados em gestão de projetos.

O certificado PMP é reconhecido e exigido por organizações em todo o mundo, ele valida a competência dos profissionais para desempenhar o papel de gestor de projeto, liderando e dirigindo projetos e equipes. Mas, antes de iniciar a busca por um preparatório para certificação pmp é preciso saber se você atende aos seguintes pré-requisitos:

  • Possuir o ensino médio completo, será necessário apresentar diploma de nível médio, grau de associado ou o equivalente global;
  • Ter pelo menos 7.500 horas de liderança e gestão de projetos comprovadas;
  • E possuir também 35 horas de treinamento em gestão de projetos OU certificação CAPM.

Por outro lado, se você já possui diploma de graduação de curso de quatro anos será necessário apresentar comprovação de apenas 4.500 horas de liderança e gestão de projetos e de 35 horas de treinamento em gestão de projetos OU certificação CAPM.

Tipos de certificação PMI

Vale lembrar que além da certificação PMP, existem outros tipos de certificados PMI. Confira abaixo quais são e um pouco mais sobre cada um deles.

  • Técnico Certificado em Gestão de Projetos (CAPM): essa certificação serve para o profissional demonstrar o entendimento sobre conhecimentos básicos, terminologia e processos de uma gestão eficaz de projetos. Neste caso, entre os pré-requisitos é necessário possuir ensino médio completo (ter diploma de nível médio, grau de associado ou o equivalente global) e também comprovar 23 horas completas de treinamento em gestão de projetos no momento em que fizer o exame.

 

  • Profissional de Gestão de Programas (PgMP): essa certificação foi desenvolvida para aqueles que gerenciam múltiplos e complexos projetos para alcançar os resultados estratégicos e organizacionais. Neste caso, entre os pré-requisitos é necessário possuir ensino médio completo (apresentar diploma de nível médio, grau de associado ou o equivalente global); 6.000 horas de experiência em gestão de projetos e 10.500 horas de experiência em gestão de programas. Ou possuir diploma de graduação de quatro anos, apresentar comprovação de 6.000 horas de experiência em gestão de projetos e comprovação de 6.000 horas de experiência em gestão de programas.

 

  • Profissional de Gestão de Portfólio (PfMP): essa é uma certificação de gestão de portfólio que reconhece experiências e habilidades avançadas de gestores de portfólios. A certificação PfMP serve para o profissional demonstrar a sua capacidade comprovada em gestão coordenada de um ou mais portfólios para atingir os objetivos organizacionais. Neste caso, antes de iniciar a certificação, é necessário possuir no mínimo oito anos de experiência profissional em negócios; ensino médio completo (possuir diploma de nível médio, grau de associado ou o equivalente global) e 10.500 horas de experiência em gestão de portfólio. Ou ter diploma de graduação de quatro anos curso superior em nível de graduação ou o equivalente global) e comprovar 6.000 horas de experiência em gestão de portfólio.

 

  • Profissional em Análise de Negócios do PMI (PMI-PBA): essa certificação serve para o profissional destacar a sua expertise em análise de negócios. Ela oferece a oportunidade de focar na capacidade de trabalhar efetivamente com stakeholders na definição dos requisitos do negócio, moldar os output dos projetos e gerar resultados comerciais bem-sucedidos. Neste caso, antes de iniciar o processo de certificação é necessário possuir ensino médio completo (diploma de nível médio, grau de associado ou o equivalente global); comprovar 7.500 horas de experiência em análise de negócios; comprovar 35 horas de ensino em análise de negócios. Ou possuir graduação completa (diploma de curso superior em nível de graduação ou o equivalente global); comprovar 4.500 horas de experiência em análise de negócios; comprovar 35 horas de ensino em análise de negócios.

 

  • Profissional Ágil Certificado do PMI (PMI-ACP): esse certificado foi criado para aqueles que acreditam e aplicam os princípios ágeis e práticos em projetos. Neste caso, para obtê-lo é necessária uma combinação de treinamento, experiência e avaliação. E ainda, esta certificação também faz referência à abordagens ágeis como SCRUM, XP, LEAN e Kanban. Para obtê-lo é necessário possuir  2.000 horas de experiências gerais em projetos trabalhando em equipes. Uma certificação PMP® ou PgMP® seria o suficiente para atender a este requisito, mas não é necessário para se aplicar à certificação PMI-ACP. E ainda comprovar  1.500 horas de trabalho em equipes de projetos ágeis ou com metodologia ágil. Este requisito é adicional às 2.000 horas de experiência gerais em projetos. E também ter 21 horas de contato em treinamentos de práticas ágeis.

 

  • PMI-RMP: essa certificação serve para reconhecer o conhecimento demonstrado e também a expertise do profissional em áreas especializadas para avaliar e identificar riscos de projeto, juntamente com planos para mitigar ameaças e capitalizar oportunidades. Para obter este certificado é necessário possuir ensino médio completo (diploma de nível médio, grau de associado ou o equivalente global); comprovar 4.500 horas de experiência em gestão de riscos em projetos; comprovar 40 horas de Ensino em gestão de riscos de projetos. Ou ter graduação completa de quatro anos (diploma de graduação ou o equivalente global); comprovar  3.000 horas de experiência em gestão de riscos em projetos; comprovar 30 horas de Ensino em gestão de riscos de projetos.

 

  • Profissional de Gestão de Cronograma PMI (PMI-SP): o último certificado serve para reconhecer o conhecimento demonstrado e a experiência avançada na área especializada de desenvolvimento e manutenção de cronogramas de projetos. Neste caso, para poder obter essa certificação, antes é necessário possuir ensino médio completo; comprovar 5.000 horas de experiência em gestão de cronograma de projetos; comprovar 40 horas de educação em gestão de cronograma de projetos. Ou ter graduação completa de quatro anos; comprovar 3.500 horas de experiência em gestão de cronograma de projetos; comprovar 30 horas de educação em gestão de cronograma de projetos.

Prova de certificação PMP

Para você se sentir mais confiante para o dia da prova, viemos trazer mais detalhes sobre o teste. Sendo assim, a prova de certificação para gerente de projetos possui 200 questões de múltipla escolha e cada pergunta tem 4 opções de resposta, sendo que apenas uma delas será considerada certa. Dessas 200 questões, 175 são válidas para o exame e as outras 25 são de validação. Ou seja, elas não são consideradas para a nota final, porém, o candidato não fica sabendo quais são elas, então é preciso responder todas as perguntas de qualquer maneira.

E para ser considerado apto, é necessário acertar 106 das 175 perguntas válidas. E o candidato deve finalizar o exame em até 4 horas. O exame pode ser feito em português, porém o processo de inscrição é realizado na língua inglesa. E pode ser interessante ter conhecimento em inglês, afinal, se houver alguma dúvida posterior na questão, vale o enunciado original, ou seja, aquele que foi escrito em inglês.

Juntamente com o exame é disponibilizado no momento da prova um bloco para anotações, que pode ser usado como rascunho ou para anotar as principais fórmulas que serão utilizadas na construção das respostas. Porém, o PMI proíbe a anotação de fórmulas antes do início do exame. Os candidatos somente podem utilizar o bloco de anotações depois de responder à primeira questão da prova.

O que é PMBOK?

Como vamos dar algumas dicas de estudo para as certificação PMP, você precisa entender o que é PMBOK. Afinal, esse termo estará presente em tudo que você ler sobre o assunto. A sigla faz referência ao ProjectManagement.com e também faz parte da família PMI, o que cria uma comunidade global online que oferece inúmeros recursos, melhores ferramentas, redes maiores e perspectivas mais amplas no mercado de gerenciamento de projetos.

A sigla PMBOK significa “Project Management Body of Knowledge” e consiste em uma padronização que identifica e conceitua processos, áreas de conhecimento, ferramentas e técnicas da gestão de projetos. Ele nada mais é do que um guia criado para indicar boas práticas no gerenciamento de projetos.

Porém é preciso ressaltar que as orientações do Guia PMBOK não devem ser seguidas à risca, e isso se deve ao fato de que cada projeto possui características e especificidades que os diferenciam dos demais projetos. Assim sendo, podemos dizer que o PMBOK é uma espécie de enciclopédia sobre gerenciamento de projetos e tem sua publicação regularmente revisada pelo PMI (Project Management Institute).

Quando você procurar por um preparatório para certificação PMBOK, é importante saber que o objetivo primordial do guia PMBOK é a padronização e difusão das práticas mais eficientes, testadas e comprovadas por gerentes de projetos do mundo inteiro reunidos em um só guia.

Preparação para as certificação PMP

Assim sendo, podemos dizer que existem casos de candidatos à certificação PMP que são muito organizados e disciplinados, e estes podem estudar de forma autodidata. Mas, é recomendado que se faça um curso preparatório PMP online que ofereça além do conteúdo, questões e simulados para você praticar o conteúdo que aprendeu e saber onde precisar melhorar. Também é interessante participar de grupos de estudo, onde serão realizadas discussões para aprimoramento dos conhecimentos adquiridos.

Para te dar uma ajudinha, separamos abaixo um modelo de estudo que você pode seguir para alcançar uma boa nota na prova e conquistar a certificação profissional. Há algumas indicações de horas de estudo, mas é preciso adaptar tudo a sua realidade, ou seja, as horas que possui disponíveis por dia para a preparação. Também é necessário verificar qual é a sua velocidade de aprendizado e estudo. Porém, assim, você já possui uma média e uma ideia de onde deve partir.

Modelo de roteiro de estudos para as certificação PMP

  • Preparação Prévia – leitura inicial do Guia PMBOK e revisão da sugestão de fluxo dos processos do ciclo de vida do gerenciamento de projetos.
  • Simulado inicial (1 ou 2 horas) – realização de um primeiro simulado, 200 questões (4 horas) ou 100 questões (2 horas), para avaliação do conhecimento atual.
  • Realizar curso de preparação – o ideal é fazer pelo menos um curso, com no mínimo 35 horas de duração. Lembre-se de programar horas adicionais de estudo em paralelo com os cursos. Desse modo, para cada área de conhecimento:
    • Estudo adicional (3 a 4 horas) – releitura do capítulo específico no Guia PMBOK, leitura de um capítulo sobre treinamento e leitura de um capítulo em um livro de apoio à certificação PMP.
    • Notas (em paralelo com a leitura) – escreva seu próprio guia de estudo com resumos para facilitar a memorização.
    • Questionários, exercícios e simulados (6 horas) – resolva questões para ver seus pontos fortes e pontos fracos. Faça também simulados específicos da área sendo estudada.
  • Encerramento do curso (5 horas)
    • Realização de um simulado completo (4 horas)
    • Atualização do resumo de estudo (1h)
  • Revisão (25 horas)
    • Segunda leitura completa do Guia PMBOK
    • Leitura de bibliografia adicional
    • Refazer os exercícios ministrados durante o curso
  • Iniciar a memorização de informações do resumo de estudo e do fluxo de processos
  • Realizar um segundo simulado completo
  • Revisar as áreas de maior dificuldade (em geral, são: Risco, Tempo, Qualidade, Aquisições)
  • Exercícios Simulados (várias horas)
    • Fazer diversos simulados completos
    • Realizar simulados adicionais encontrados na internet em web sites, entre outros.
    • Terceira leitura completa do Guia PMBOK.
  • Inscrição no exame e agendamento
  • Antes do exame
    • Prática de memorização da folha com resumo de fórmulas e informações
    • Procure estar fisicamente preparado e bem disposto, durma bem e alimente-se de forma saudável.

 

Dicas extras de preparação

Sendo assim, em paralelo com a realização de questões simuladas, procure esclarecer suas dúvidas, com foco na fixação dos grupos de processos e das entradas e saídas, ferramentas e técnicas de cada processo. Nossa recomendação é que você agende o exame pela manhã, pois em geral é mais difícil se concentrar depois do almoço.

Lembre-se que a sua preparação deve ser tratada como um projeto: monte um cronograma, levante os riscos e informe sua família que durante os estudos você precisa ficar concentrado. Dessa maneira, com toda a certeza você conseguirá obter sua certificação PMP.

 

 

CLIQUE AQUI E RESPONDA QUESTÕES SOBRE A CERTIFICAÇÃO PMP

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *