A carreira bancária é uma ótima opção para o seu futuro profissional, principalmente se você se tornar um especialista em investimento. Então, no texto de hoje, vamos falar sobre quanto ganha um especialista em investimentos, quais são os requisitos para se tornar um especialista e várias outras informações importante sobre essa carreira. Além disso, você poderá testar seus conhecimentos, respondendo questões da ANBIMA. Então, confira o post até o final e fique mais perto de um futuro de sucesso.

O que é um especialista em investimento?

Antes de falarmos sobre o salário de um bancário ou, mas especificamente, sobre quanto ganha um especialista em investimento, você precisa conhecer mais sobre a profissão. Afinal, se você tiver mais informações sobre a área e o dia a dia de trabalho, poderá decidir se essa é uma profissão que te agrada. Sendo assim, podemos dizer que esse profissional tem como trabalho assessorar gerentes de contas de clientes, da categoria Pessoa Física. Dessa forma, ele pode indicar produtos para cada caso em específico.

 

especialista em investimento

 

Além disso, sua principal diferença com os demais profissionais, é que ele também é habilitado para prestar consultoria personalizada. Dessa forma, pode atender diretamente seus clientes indicando produtos de investimentos.  É possível assessorar nos seguintes segmentos: varejo alta renda, corporate, private, ou ainda, investidores institucionais que trabalhem em agências bancárias ou em plataformas de atendimento.

Como se tornar um especialista em investimento?

Se você quer se tornar um especialista em investimento, saiba que não é necessário nenhum curso em específico.  Porém, é claro, se você tiver um curso de nível superior na área, pode garantir um destaque entre os demais profissionais. Sendo assim, indicamos a graduação EAD. Dessa forma, você pode estudar sem sair de casa, equilibrando o aprendizado com o trabalho e demais compromissos diários.

Mas, o único requisito para se tornar um especialista é ter a certificação CEA. Então, ainda vamos te contar tudo sobre essa certificação bancária, mas já podemos adiantar que qualquer um pode fazer a prova para conseguir essa certificação. Porém, antes disso, vamos responder a principal pergunta do texto: quanto ganha um especialista em investimento?

Quanto ganha um especialista em investimento?

Não existe uma remuneração padrão para o especialista em investimento. Isso se deve ao fato de que eles podem atuar em bancos e organizações do mercado financeiro em diferentes funções. Como, por exemplo, gerente alta renda, consultor de investimentos, entre outras funções estratégicas. Portanto, a média salarial varia de acordo com a região de atuação, instituição, cargo e outros fatores a serem considerados.

No entanto, podemos afirmar que a remuneração de um gerente alta renda atualmente fica em torno de R$ 6.000,00 por mês, e este valor pode ser acrescido ainda dos diversos benefícios da carreira bancária. Como, por exemplo, vale refeição (VR), vale transporte (VT), vale alimentação (VA), participação nos lucros e resultados (PLR), plano de assistência médica, plano de assistência odontológica, auxílio creche, seguro de vida em grupo, entre outros.

Ainda é possível conquistar cargos mais altos nessa área e, consequentemente, conseguir melhores salários. Considerando a média de mercado, um gerente especialista em investimento pode ganhar R$ 8 mil por mês. Em outras palavras, já deu para perceber que essa é um área que pode trazer muito sucesso e estabilidade financeira para você e para a sua família. Por isso, é uma grande aposta para o seu futuro!

Sendo assim, confira abaixo tudo sobre a certificação CEA. Como já falamos anteriormente, ela é o único requisito necessário para você se tornar um especialista na área.

 

Tudo sobre a certificação CEA

A sigla CEA significa Certificação de Especialistas em Investimentos ANBIMA. Ou seja, é uma prova criada para realmente certificar o profissional da área. Afinal, ele será responsável por assessorar gerentes de conta de investidores de pessoas físicas. Dessa forma, precisa ter muito conhecimento na área.

 

certificação CEA

 

Então, como os advogados devem passar pelo Exame de Ordem da OAB (curso OAB), para se tornar um especialista em investimento é necessário passar pela certificação CEA. Essa prova foi criada em 2009, mas na época era chamada de CEI. Mas, para você ter uma ideia, em 2016 sua taxa média de aprovação era de 40%. Olhando para esse número, e considerando a taxa de 60% de reprovados, dá pra ter uma ideia de que a prova não é tão simples assim. Mas, fica tranquilo, para fazer parte da porcentagem de aprovados, você deve apostar em um curso para bancários. Assim, já garante a aprovação de primeira e fica disponível para boas oportunidades do mercado.

Prova para especialista em investimento

Quando você sabe mais informações sobre a prova, consegue se sentir mais confiante para o grande dia. Sendo assim, vamos esclarecer alguns pontos importantes. O teste é formado por 70 questões e o candidato tem três horas e trinta minutos para resolver todas elas e finalizar a prova. Mas, como eu faço para ser aprovado? Para ser considerado apto é preciso acertar no mínimo 70% da prova, ou seja, 49 perguntas.

 

prova para especialista em investimento

 

A prova é computadorizada e você mesmo deve marcar o dia e horário para fazê-la. Mas atenção, o candidato poderá solicitar o cancelamento do agendamento por até duas vezes, desde que a solicitação seja feita em até oito dias antes da data do exame. Então, fique de olho nos prazos para não perder a data da sua prova.

Além disso, durante o exame, o candidato deverá usar calculadora. Porém, só será permitida a calculadora financeira ou similar não alfanumérica. Além disso, durante a aplicação da prova, a ANBIMA disponibilizará as fórmulas. E o resultado da sua prova estará disponível em até 15 dias corridos após a sua realização.

O que é cobrado na prova para se tornar um especialista em investimento?

As 70 questões da prova CEA, são divididas em 7 módulos de acordo com a área do conhecimento. Confira logo abaixo:

 

prova certificação para especialista em investimento

 

  1. Sistema Financeiro Nacional e Regulação dos Mercados;
  2. Fundamentos de Economia, Finanças e Estatística;
  3. Produtos de Renda Variável, Renda Fixa e Contratos Derivativos;
  4. Fundos de Investimento;
  5. Gestão de Carteira e Risco;
  6. Planejamento de Investimento;
  7. Produtos de Previdência Complementar.

Inscrições para certificação CEA

Então, agora que você já sabe todas as informações sobre a certificação CEA, precisa garantir a sua participação no exame. Todo o processo de inscrição deve ser realizado diretamente pelo site da ANBIMA, que é o órgão responsável pela certificação na área financeira. É importante saber que a inscrição pode ser realizada diretamente pelo profissional, sendo uma inscrição avulsa, ou pelo setor de Recursos Humanos (RH) da instituição participante do Código de Certificação da ANBIMA.

Porém, para se inscrever é necessário pagar uma taxa. Para associados, essa taxa custa R$ 717, já para não associados o valor vai para R$ 860. Para aqueles que só precisam da atualização, os valores são de R$ 379 e R$ 455. O candidato pode realizar o pagamento por boleto bancário ou por cartão de crédito. Porém, caso opte pela segunda opção, saiba que não é permitido parcelar o pagamento.

Depois do pagamento, o profissional poderá fazer o agendamento da certificação para bancários e assim se tornar um especialista em investimento. Caso tenha escolhido o cartão de crédito como pagamento da taxa, poderá realizar o agendamento imediatamente, assim que o pagamento for confirmado. Porém, se a escolha foi o boleto bancário, a confirmação de pagamento pode demorar até três dias úteis. E o agendamento só poderá ser realizado depois desse período. Então, fique atento aos prazos.

Resumo – Certificação para especialista em investimento

Objetivo: certifica o profissional como especialista de investimento. Sendo assim, ele poderá prestar serviço de consultoria e planejamento financeiro. Também poderá ser consultor de valores mobiliários com autorização pela CVM.

Requisitos: não há.

Prova: 70 questões.

Para ser aprovado: no mínimo 49 questões certas.

Tempo de prova: 3h30

Prova conceitual e prática: serão cobrados cálculos financeiros que devem ser feitos com a HP-12c.

 

Outras certificações bancárias

Como já falamos anteriormente, a certificação CEA é voltada para formar especialista em investimentos. Porém, também há outras certificações da ANBIMA. Confira mais abaixo sobre a CPA10 e a CPA20.

CPA10

A CPA10 é uma certificação que serve para regularizar os profissionais que desempenham atividades de comercialização e distribuição de produtos de investimento diretamente junto ao público investidor em agências bancárias. Ou ainda para aqueles que realizam atendimento ao público investidor em centrais especializadas que tenham conhecimento do mercado.

 

CPA10

 

Portanto, para ser considerado aprovado e obter a CPA10, o profissional deve realizar um exame de certificação e apresentar um índice de acerto igual ou superior a 70%. A certificação é um diferencial levado muito em conta pelas instituições financeiras no momento da contratação. E isto deve-se tanto à obrigatoriedade da certificação para comercialização de produtos de investimento quanto à credibilidade que a CPA-10 demonstra ao atestar que os profissionais certificados possuem os conhecimentos necessários para atuar no mercado financeiro

CPA 20

Por outro lado,  a certificação CPA20 (também chamada de Certificação Profissional ANBIMA – Série 20) destina-se a certificar profissionais que desempenham atividades de comercialização e distribuição de produtos de investimento junto aos investidores qualificados. Assim como aos gerentes de agências que atendam aos segmentos private, corporate, investidores institucionais, e a profissionais que atendam aos mesmos segmentos em centrais de atendimento.

 

CPA 20

 

E ainda, caso a instituição tenha aderido ao Código de Regulação Práticas e Melhores Práticas para Fundos de Investimentos, os profissionais que atuem em centrais de atendimento devem possuir, obrigatoriamente, a certificação CPA 20.

 

O que é ANBIMA?

E se você viu a palavra ANBIMA escrita logo acima, mas não sabe o que significa, vamos te explicar. A Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais, conhecida apenas como ANBIMA é a instituição que emite certificados para os profissionais do mercado financeiro. Como a certificação CEA, o CPA10 e o CPA20.

 

ANBIMA

 

A ANBIMA fala em nome de instituições como bancos, gestoras, corretoras, distribuidoras e administradoras. Ela é responsável por reunir diversas empresas diferentes entre si com o objetivo de reproduzir a pluralidade dos mercados. A associação nasceu em 2009 a partir da união de duas entidades, mas já representa os mercados há quatro décadas. O modelo de atuação é organizado em torno de quatro compromissos: representar, autorregular, informar e educar.

Curso para se tornar um especialista em investimento

Então, se você chegou até aqui, já deve ter notado que não é tão simples garantir a sua certificação CEA e o título de especialista em investimento. Então, você precisa contar com um curso para bancários. Assim, você pode encurtar o caminho até a aprovação e estar pronto para as oportunidades no setor. No Aprova, você estuda com videoaulas e não com apostilas. Dessa forma, você otimiza seu tempo de preparação. Afinal, em 30 minutos você aprende um novo tema ou revisa um assunto.

Clique aqui e conheça nosso curso! Nossos professores são especialistas no assunto e conhecem muito sobre a prova da certificação CEA. Por isso, eles trazem explicações simplificadas e diretas ao ponto. Pare de perder tempo, venha para o Aprova e garanta a aprovação do CEA já na primeira tentativa. E adquirindo o preparatório, você ganha acesso ao Aprova Questões e pode testar seus conhecimentos respondendo perguntas da ANBIMA. Para te dar uma mãozinha, separamos abaixo uma questão, confira

Questão ANBIMA

A taxa SELIC, divulgada pelo COPOM (Comitê de Política Monetária) vigora entre uma reunião ordinária e outra, e pode vir com indicativo de viés. O viés da taxa SELIC pode ser

a) de alta, neutro ou de baixa, representando uma tendência de comportamento da taxa.
b) de alta ou de baixa, representando uma tendência de comportamento da taxa.
c) de alta ou de baixa, representando o comportamento da inflação.
d) de alta, neutro ou de baixa, representando o comportamento da inflação.

Clique aqui para responder!

 

Confira mais sobre a área bancária

Se você ficou interessado sobre a área de certificações para bancários, temos outros posts aqui no blog que podem te ajudar a esclarecer algumas dúvidas. É possível descobrir mais sobre qual é a função de um correspondente bancáriocomo ingressar na carreira bancáriaqual é o curso para trabalhar nessa profissão, e até mesmo, a diferença entre o CPA10 e o CPA20. Afinal, se você decidiu mergulhar nessa carreira, precisa ter acesso a todas as informações importantes em torno dela. Só assim, conseguirá se desenvolver cada vez mais e chegar ainda mais longe!

 

 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *