Não é de hoje que o mercado de trabalho tem se tornado cada vez mais competitivo, e claro, mais exigente. Já foi o tempo em que apenas uma graduação era o suficiente para conquistar uma vaga com facilidade ou uma promoção no emprego. Portanto, passou a ser fundamental ter no currículo um algo a mais. Neste post conversaremos especificamente com os profissionais da área de Tecnologia da Informação, para mostrarmos uma especialização que certamente irá fazer diferença em suas carreiras: a certificação Scrum Master.

O que é a Certificação Scrum?

A certificação Scrum foi criada pelos americanos Jeff Sutherland e Ken Schwaber, respectivamente um programador e um desenvolvedor de softwares, com o intuito de atribuir a quem a possui conhecimento para agilizar o desenvolvimento,  a entrega e a sustentabilidade de produtos considerados complexos. Ela, portanto, atesta que os gestores de projetos têm conhecimento a respeito de determinada metodologia. Esse certificado requer que seus postulantes passem por um exame específico para obtê-lo, e é emitido por uma instituição de renome internacional, fazendo então com que as habilidades adquiridas não se restrinjam apenas ao nosso território, mas a qualquer outro país.

Trata-se de uma certificação com fundamental importância para quem atua na área de Tecnologia da Informação (principalmente no campo de desenvolvimento de software, muito embora também possa ser utilizado em marketing, pesquisa, vendas e etc.), uma vez que com ele, as chances de conquistar melhores oportunidades no mercado de trabalho aumentam, uma vez que, como dissemos anteriormente, atualmente a maioria das empresas o colocam como pré-requisito.

Quem é quem na Certificação Scrum

Agora vamos efetivamente iniciar nossa conversa sobre o certificado Scrum Master! Na realidade, essa denominação é dada a uma das três principais funções relacionadas a Scrum, nas quais você poderá estar futuramente inserido. É muito importante conhecê-las, principalmente para ter a dimensão exata do papel de cada uma delas dentro dessa metodologia ágil, e claro, descobrir quem pode ser Scrum Master.

Product Owner (PO)

Trata-se do, como indica o nome, “dono do produto”, em outras palavras, a pessoa que é responsável por esse produto. Essa função exige enorme responsabilidade, pois é ela quem liga o cliente e a equipe de desenvolvimento. Mas como funciona essa ligação? Simples! O Product Owner conversa com o cliente, seja ele funcionário da mesma empresa ou alguém de fora, se informa sobre quais são as características que o produto precisa possuir, cria então uma lista de funcionalidades a serem priorizadas, e orienta a equipe sobre como realizar.

Somente o Product Owner pode aprovar ou desaprovar o produto antes de finalmente ser entregue, portanto, cabe a ele dizer se está ou não do jeito que o cliente solicitou. Então podemos resumir dizendo que essa função é a responsável por representar o interesse do cliente e garantir que tudo aconteça como deve acontecer.

Scrum Master

Finalmente vamos te contar o que é Scrum Master. Trata-se do líder do Scrum Team (sobre o qual falaremos na sequência), porém, não tendo a responsabilidade de gerenciar o projeto. E o que faz um Scrum Master? Bom, o trabalho dessa importante peça na metodologia ágil é mais atuar como um incentivador, podemos também utilizar uma palavra que está na moda, coach. Por ser um mestre no Scrum, na tradução literal da expressão, ele tem todo o conhecimento das técnicas, sabendo exatamente como empregá-las e, consequentemente, garantindo que a equipe conseguirá trabalhar da melhor maneira.

Quer saber em resumo qual o papel do Scrum Master? Como todo bom líder, a preocupação maior é manter a equipe motivada, disposta e focada, certificando-se que tenham todo o necessário para desenvolver o produto com sucesso. Para isso ele regula o trabalho, evita que os membros da equipe atuem além do seu limite, impede que problemas cheguem até seu time de modo a prejudicar o desempenho, enfim.

Cabe ainda ao Scrum Master a organização e mediação das chamadas daily scrums, ou reuniões diárias com a equipe, para discutir o andamento do projeto, verificar se há algo que possa ser melhorado, se alguma eventualidade precisa ser resolvida, podendo assim solucionar e garantir o bom andamento da produção.

Não conseguimos definir quanto ganha um Scrum Master, pois isso depende muito da empresa na qual ele estará contratado, porém, uma coisa é certa, os salários tendem a ser expressivos, tendo em vista que esse certificado coloca o profissional em um outro patamar.

Scrum Team

E agora sim, chegamos na terceira (e tão importante quanto as duas anteriores) função: o Scrum Team. Como já antecipamos, trata-se da equipe, costumeiramente com no máximo 10 pessoas, que produzirá o produto pedido pelo cliente ao Product Owner. Uma característica interessante desse time é que os seus membros não são divididos por cargos, e sim trabalham em conjunto, garantindo que as atividades fluam como deve ser. Porém, todas as tarefas são distribuídas com base nas habilidades de cada um.

Por que ter uma certificação Scrum Master no currículo?

Bom, agora que já falamos um pouco mais a respeito da certificação Scrum e te apresentamos as principais funções, incluindo o Scrum Master, é hora de finalmente elencar os motivos pelos quais é importante tê-la em seu currículo.

Amplia as Oportunidades

Não resta dúvida, já foi o tempo em que possuir apenas uma graduação era o suficiente para ter acesso a mais oportunidades no mercado de trabalho. Atualmente as empresas têm exigido mais. E no caso da área de Tecnologia da Informação esse “mais” são as certificações. Portanto, acredite, se você for um profissional certificado, as oportunidades  aumentarão consideravelmente.

Isso se explica pois, possuindo-a, ficará comprovado não só que está atualizado em relação às mais modernas práticas, e também pelo fato de que as organizações precisam com urgência de quem já assuma o posto sabendo o que deve ser feito, ou seja, tendo a expertise necessária para dar um retorno imediato.

Atualização e Comprometimento

Ter uma certificação Scrum no currículo deixa claro aos empregadores, sejam aqueles que vierem a receber sua candidatura a uma vaga ou aqueles para os quais já trabalha, que você é um profissional que busca constante atualização para ter melhor desempenho em suas funções. E ainda, que tem foco, determinação, disciplina e facilidade em alcançar resultados, uma vez que esses são requisitos fundamentais para a conquista de um certificado.

Crescimento na Carreira e Maiores Salários

Aqueles que investem em uma certificação Scrum deixam claro para a empresa na qual atuam que são profissionais que pensam alto, ou seja, que buscam o que há de melhor para sua carreira. Justamente por isso, quem é certificado tende a ser convidado a contribuir em projetos grandiosos, alcançando consequentemente, um crescimento e maiores salários.

E no caso de quem ainda não está empregado, o simples fato de possuir o certificado garante o poder de fazer uma pedida salarial maior que a originalmente oferecida, afinal de contas, a empresa certamente irá preferir pagar mais para um profissional que dará retorno do que para um que não irá a curto prazo agregar valor.

Qual certificação Scrum escolher?

Agora é hora então de falarmos mais sobre quais tipos de certificação existem, de modo que você possa escolher a melhor, ou seja, a que mais se adequa ao que você procura ou ao que o seu cargo/cargo pretendido exige, e claro começar a se dedicar aos estudos, inclusive para, se for o caso, a prova Scrum Master.

PMI-ACP

O Project Management Institute – Agile Certified Practitioner, ou simplesmente PMI-ACP, é provavelmente o mais difícil de de conquistar dentre os 11 certificados que serão vistos na lista, isso porque é bastante criterioso e complexo, pois exige muitas horas de experiência em gestão de projetos. Talvez pelo mesmo motivo também seja o mais reconhecido entre todos.

Para participar do curso ao qual é necessário passar para a obtenção do certificado deve-se comprovar ter pelo menos 2 mil horas de experiência em projetos e outras 1,5 mil horas, no intervalo dos últimos três anos, de experiência em projetos utilizando metodologias ágeis. Além disso, há ainda um exame específico no qual o postulante à certificação precisa ser aprovado.

ASF pelo EXIN

A EXIN, empresa holandesa de grande conceito em certificação de profissionais de TI em todo o mundo, fornece a certificação Agile Scrum Foundation, ou ASF, indicada para quem busca testar conhecimentos acerca dos princípios ágeis e metodologia Scrum, e que já tenham participação efetiva em projetos de desenvolvimento de software ou gerenciamento de serviços de TI. A obtenção se dá através de teste online monitorado por webcam, no qual para ser aprovado é necessário acertar um mínimo de 26 entre as 40 questões cobradas.

ASM pelo EXIN

Além da Foundation, a EXIN também fornece a Agile Scrum Master, voltada para quem já possui um certificado Scrum de categoria mais básica e quer uma certificação mais específica, voltada mais especificamente a posições de gestão. Nele estão envolvidos conceitos sobre controle, estimativa, monitoramento e planejamento, em projetos de maior complexidade, além de ensinar a adoção do modelo mental ágil na prática.

PSM I pela Scrum.org

A Scrum.org, instituição que conta com o apoio de Jeff Sutherland e Ken Schwaber, tem como primeiro nível de certificação concedida a Professional Scrum Master I. Em seu exame é verificado a capacidade do candidato interpretar e refletir a respeito do Guia Scrum para melhor aplicação durante a atuação na área de TI, assim como também avalia se possui as competências que se esperam para obtenção do certificado. A prova consiste num total de 80 questões das quais é necessário acertar pelo menos 68.

PSM II pela Scrum.org

A Professional Scrum Master II, como você já deve ter concluído, é o segundo nível de certificação oferecido pela Scrum.org, e é voltado para aqueles que já têm conhecimento sobre Scrum Guide, além de experiência avançada no uso do Scrum para resolução de problemas rotineiros. Recomenda-se que, antes de realizar a prova, participe de um treinamento que ensina, entre outras coisas, a agir como professor, facilitador e agente de mudança, além da compreensão de como vir a tomar melhores decisões.

PSM III pela Scrum.org

Se o PSM I e o PSM II são, respectivamente, o primeiro e segundo níveis de certificação oferecidos pela Scrum.org, consequentemente o Professional Scrum Master III é o terceiro, e no caso, último nível, e apenas quem possui um certificado de algum dos dois primeiros pode buscá-la. Além disso, para obtê-lo é obrigatório acertar 85% das 34 questões objetivas, além de produzir uma redação.

Um detalhe interessante a respeito das três Professional Scrum é que, ao contrário das demais que já foram ou ainda serão vistas na lista, elas não precisam ser renovadas, tendo então validade vitalícia.

CSM pela Scrum Alliance

A Certified ScrumMaster está no mercado desde 2002 e tem objetivo de entender o framework Scrum profundamente. Para obtê-la é necessário, além de realizar um curso presencial de 16 horas credenciado pela Scrum Alliance, acertar pelo menos 37 das 50 questões avaliativas em no máximo uma hora. O objetivo principal dessa certificação é expandir as oportunidades de carreira e interagir com outros profissionais da área.

A-CSM pela Scrum Alliance

O Advanced ScrumMaster também exige participação em um curso credenciado pela Scrum Alliance para que o candidato possa participar do teste. Para obter essa certificação, além de possuir a CSM, é necessário comprovar pelo menos 12 meses de experiência como Scrum Master no intervalo dos últimos cinco anos. A A-CSM garante ao profissional que a conquista um aumento nas habilidades em lidar com problemas como falta de motivação e resistência a mudanças das equipes, aperfeiçoa o diálogo, consequentemente contribuindo para um maior engajamento e comprometimento nas atividades.

CSP-SM pela Scrum Alliance

Após obter a certificação A-CSM, o próximo nível é o Certified Scrum Professional, com ela é possível aprimorar a maneira de aplicação do Scrum no ambiente de trabalho, e ainda conseguir acesso a eventos exclusivos e uma assinatura premium para acesso a comunidade Comparative Agility.

Para participar é necessário realizar um treinamento credenciado pela instituição e validar um mínimo de 24 meses de experiência como Scrum Master nos últimos cinco anos. Não é necessário fazer exames ou pagar taxas, só o valor desse treinamento credenciado.

SFC pela SCRUMStudy

Com o intuito de incentivar o estudo do framework, a certificação Scrum Fundamentals Certified é gratuita. Nessa certificação de base, há aulas online de preparação para o exame, que também não têm custos. A avaliação acontece online e tem um total 40 questões objetivas, das quais é preciso acertar pelo menos 30 em um tempo inferior a 60 minutos.

SMC pela SCRUMStudy

A Scrum Master Certified é um nível mais avançado, porém não há pré-requisitos, embora a organização informe que é preferível que o profissional seja certificado como SDC (Scrum Developer Certified). Os candidatos que desejarem podem participar de um treinamento credenciado online e quem participa já recebe um voucher para fazer o exame sem pagar mais taxas.

Para conhecer os valores de cada uma das certificações Scrum acima citadas basta clicar aqui.

Pronto, agora que você já sabe o que é certificação Scrum Master e onde tirar certificação Scrum Master, basta dar sequência a essa especialização que, certamente, vai fazer de você um dos grandes profissionais da área.

Conheça outras certificações

Para você que tem interesse em outras certificações, não somente na área de Tecnologia da Informação, mas também na Bancária, Gestão de Projetos, entre outras, nós do Aprova Concursos separamos abaixo uma lista com conteúdos específicos e direcionados. Não deixe de conferir!

Carreiras Bancárias

Área de TI e Gestão de Projetos

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *