Retomando o assunto de certificações bancárias aqui no blog do Aprova, hoje abordaremos como temas a Certificação ANBIMA CEA – Especialistas em Investimentos e a Certificação Ancord para Agente Autônomo de Investimentos – AAI. 

Então, no texto de hoje, você vai ficar por dentro de tudo o que precisa saber sobre estas certificações, tal como para que servem, a quem são destinadas, tipo de prova e conteúdos a serem avaliados. 

E para começar, vamos explicar sobre cada uma delas. 

Certificação CEA

Nesse primeiro momento, chegou a hora de saber para que serve a certificação CEA.

A CEA (Certificação ANBIMA de Especialistas em Investimento) é uma certificação que habilita profissionais do mercado financeiro a atuarem como especialistas em investimentos. Eles podem recomendar produtos de investimentos para clientes em diversos segmentos, além de assessorar gerentes de contas.

Prova de certificação da CEA

Agora, se você está curioso para saber como é a prova da CEA, nós vamos te ajudar! 

Para conquistar a certificação CEA, é necessário ser aprovado no exame. A prova é composta por 70 (setenta) questões, a serem resolvidas em até 3h30. Neste caso, a aprovação só é obtida pelos candidatos que acertarem no mínimo 70% (setenta por cento) das questões. 

As perguntas dos exames da CEA abrangem 7 (sete) áreas de conhecimento. Confira abaixo quais são elas:

  1. Sistema Financeiro Nacional e participantes do mercado
  2. Princípios básicos de economia e finanças
  3. Instrumentos de renda fixa, renda variável e derivativos
  4. Fundos de investimento
  5. Produtos de previdência complementar
  6. Gestão de carteiras e riscos
  7. Planejamento de investimento

Onde fazer a prova da CEA

Uma vez realizada a inscrição no site da ANBIMA, o candidato pode efetuar o agendamento da prova em até 6 meses após a confirmação do pagamento.  

As provas da CEA são realizadas em 20 cidades de 20 estados brasileiros: Aracaju (SE), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Florianópolis (SC), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), Maceió (AL), Manaus (AM), Palmas (TO), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP), Teresina (PI) e Vitória (ES). 

Vale a pena a certificação CEA?

Se o seu objetivo profissional é o de supervisionar aqueles profissionais que prospectam o cliente, vendem os produtos e também indicam os melhores produtos financeiros, a certificação CEA, com certeza, vale a pena para você. 

Portanto, podemos dizer que o certificado CEA é muito importante para os profissionais da área comercial, pois é ele que ajuda a manter um padrão de qualidade na venda de fundos. Desta forma, agora você pode dizer que já sabe o que faz um profissional certificado cea.

Para finalizar a certificação CEA, é importante destacar ainda a quem o certificado se destina:

  • Aos profissionais que trabalham em instituições que seguem o Código de Certificação da ANBIMA;
  • Profissionais que trabalham em instituições financeiras em geral, mesmo aquelas que não aderiram ao código
  • Aos estudantes e aos profissionais que atuam em autarquias ou em órgãos públicos.

Certificação Ancord

Depois de entender como funciona a CEA, chegou a hora de descobrir o que é ancord. 

A certificação e credenciamento ancord objetiva verificar a qualificação técnica dos interessados no exercício profissional da atividade de Agente Autônomo de Investimento com vistas à obtenção de credenciamento junto às entidades credenciadoras e registro para o exercício da atividade perante a Comissão de Valores Mobiliários – CVM, para os empregados das instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Enfim, se você quer saber sobre a certificação ancord para que serve precisa entender que ela é necessária para atuar com a distribuição de aplicações financeiras. 

A função de agente autônomo de investimentos é uma das profissões do mercado financeiro que mais vem crescendo no país. Esse profissional também pode ser chamado de assessor de investimentos e atua mais ou menos como um gerente de uma agência bancária.

Assim sendo, podemos dizer que o agente de investimentos é responsável por todo o relacionamento com o cliente. Ou seja, ele faz a distribuição das aplicações financeiras e também tira as dúvidas dos aplicadores. Mas, ao contrário de um gerente do banco (que distribui diversos produtos como conta corrente, empréstimos, seguros, cartões, previdência, consórcios, entre outros), o agente autônomo é super especializado e trabalha apenas com as aplicações financeiras. 

Prova da Ancord

O Exame de Certificação Ancord é composto por uma prova de conhecimentos específicos, com 80 (oitenta) questões objetivas de múltipla escolha, a serem resolvidas no tempo máximo de 2h30. Será considerado habilitado o candidato que obtiver o mínimo de 70% (setenta por cento) de acertos do total de questões da prova. 

O conteúdo a ser avaliado na prova de certificação Ancord conta com 14 (catorze) áreas do conhecimento, sendo: 

  1. A atividade do Agente Autônomo de Investimento
  2. Lei nº 9.613/98; Circular BACEN 3.978/20; 3654/13; Instrução CVM nº 617/20
  3. Economia
  4. Sistema Financeiro Nacional 
  5. Instituições e Intermediadores Financeiros 
  6. Administração de Risco 
  7. Mercado de Capitais – Produtos – Modalidades Operacionais – Liquidação 
  8. Fundos de Investimentos 
  9. Outros Fundos de Investimento Regulados pela Comissão de Valores Mobiliários – CVM 
  10. Securitização de Recebíveis 
  11. Clubes de Investimentos 
  12. Matemática Financeira – Conceitos Básicos 
  13. Mercado Financeiro – Outros produtos não classificados como valores mobiliários – Modalidades – Operacionais – Liquidação 
  14. Mercados Derivativos – Produtos – Modalidades Operacionais – Liquidação 

Como tirar o certificado ancord

Atualmente, a prova ancord pode ser realizada de duas maneiras: remota ou presencial. 

Para participar da avaliação remota, o candidato deverá obedecer a pré-requisitos bastante claros e regras específicas para se inscrever e realizar o Exame “Em Casa”. 

Há, por exemplo, uma estrutura mínima exigida para que o candidato possa realizar o Exame de Certificação AAI na modalidade de realização remota, ou seja, não será necessário se deslocar até um centro de testes.

Esse método de aplicação de prova é totalmente seguro, pois, além da tecnologia desenvolvida, a sua aplicação será controlada por um fiscal.

Requisitos: 

  • Notebook com acesso à internet;
  • Sistema Operacional Windows 10;
  • Intel Core i3 2.0GHz, 4GB Memória, 40GB livres de HD ou superior;
  • Microfone;
  • Som habilitado;
  • Webcam embutida;
  • Além de ambiente exclusivo, bem iluminado, sem a presença de terceiros.

 

O candidato receberá, no e-mail de confirmação de agendamento, o link para o download da plataforma para realização da prova remota. A instalação deve ser feita, obrigatoriamente, com dois dias úteis de antecedência, caso contrário, o agendamento será cancelado.

No dia da prova, o candidato deverá acessar a plataforma 30 minutos antes da realização do exame.

Já na modalidade presencial, para realização da prova, o candidato deve se deslocar a um dos centros de testes, que estarão funcionando na seguinte ordem de liberação, em virtude da pandemia do COVID-19. 

  1. Sinop/MT
  2. Sorriso/MT
  3. Cáceres/MT
  4. Brasnorte/MT
  5. Tangará da Serra/MT
  6. Araxá/MG
  7. Conselheiro Lafaiete/MG
  8. Governador Valadares/MG
  9. Balneário Camboriú/SC
  10. Chapecó/SC
  11. Criciúma/SC
  12. Joinville/SC
  13. São Miguel do Oeste/SC
  14. Caçador/SC
  15. Joaçaba/SC
  16. Rio do Sul/SC
  17. Divinópolis/MG
  18. Rio de Janeiro/RJ
  19. Ponta Grossa/PR
  20. Guarapuava/PR
  21. Rio Negro/PR
  22. Santo André/SP
  23. Goiânia/GO
  24. Santa Rosa/RS
  25. Cruz Alta/RS
  26. Santa Cruz do Sul/RS
  27. Valparaíso de Goiás/GO
  28. Imperatriz/MA
  29. Varginha/MG
  30. Francisco Beltrão/PR
  31. Erechim/RS
  32. Ijuí/RS
  33. São José do Rio Preto/SP
  34. Curitiba/PR
  35. Formosa/GO
  36. Santos/SP
  37. Assis/SP
  38. São Paulo/SP
  39. Uberaba/MG
  40. Manaus/AM
  41. Brasília/DF
  42. Taguatinga/DF
  43. Palmas/TO
  44. Maringá/PR
  45. Dourados/MS
  46. Caruaru/PE
  47. Barretos/SP
  48. Londrina/PR
  49. Jataí/GO
  50. Cuiabá/MT
  51. Sorocaba/SP
  52. Barbacena/MG
  53. Terra Rica/PR
  54. Barra do Garças/MT
  55. Juazeiro/BA
  56. Bauru/SP
  57. Macapá/AP
  58. Franca/SP
  59. Lins/SP
  60. São Luís/MA
  61. Campinas/SP
  62. São Carlos/SP
  63. Piracicaba/SP
  64. Toledo/PR
  65. Ribeirão Preto/SP
  66. Campo Grande/MS
  67. Santarém/PA
  68. Juiz de Fora/MG
  69. Fernandópolis/SP
  70. Montes Claros/MG
  71. Marabá/PA
  72. Porto Alegre/RS
  73. Poços de Caldas/MG
  74. Franca/SP
  75. Umuarama/PR
  76. Limeira/SP
  77. São João da Boa Vista/SP
  78. Porto Velho/RO
  79. São José dos Campos/SP
  80. Itumbiara/GO
  81. Caratinga/MG
  82. Marília/SP
  83. Ceres/GO
  84. Natal/RN
  85. Blumenau/SC
  86. Caxias do Sul/RS
  87. Xanxerê/SC
  88. Resende/RJ
  89. Caraguatatuba/SP
  90. Recife/PE
  91. Fortaleza/CE
  92. Belo Horizonte/MG
  93. Bacabal/MA
  94. Salvador/BA
  95. Araguaina/TO
  96. Anápolis/GO
  97. Ipatinga/MG
  98. Cascavel/PR
  99. Patrocínio/MG
  100. União da Vitória/PR
  101. Pouso Alegre/MG
  102. Afogados da Ingazeira/PE
  103. Adamantina/SP
  104. Avaré/SP
  105. Bragança Paulista/SP
  106. Tupã/SP
  107. Aracaju/SE
  108. Osvaldo Cruz/SP
  109. Boa Vista/RR
  110. Teresina/PI
  111. Rio Branco/AC
  112. João Pessoa/PB
  113. Nova Friburgo/RJ
  114. Campos dos Goytacazes/RJ
  115. Presidente Prudente/SP
  116. Colatina/ES
  117. Jequié/BA
  118. Petrópolis/RJ
  119. Santa Maria da Vitória/BA
  120. Viçosa/MG
  121. Uberlândia/MG
  122. Osasco/SP
  123. Guarulhos/SP
  124. Jundiaí/SP
  125. Maceió/AL
  126. Arapiraca/AL
  127. Foz do Iguaçu/PR
  128. Belém/PA
  129. Florianópolis/S
  130. Itabuna/BA
  131. Cachoeiro de Itapemirim/ES
  132. Niterói/RJ
  133. Vitória/ES
  134. Juazeiro do Norte/CE

Qual prova é mais difícil? CEA ou Ancord?

Infelizmente, não temos como mensurar este dado. Assim, o nível de dificuldade depende muito do perfil profissional de quem está em busca da certificação. 

Alguns especialistas consideram a prova da CEA um pouco mais difícil quando comparada com a da Ancord. 

Por outro lado, existe muita gente que considera a prova da Ancord mais difícil. 

Nesse sentido, o que podemos afirmar com segurança é que se você já tiver estudado para a prova de certificação CPA-20, com certeza conseguirá aproveitar boa parte dos conteúdos na prova da CEA. 

CONHEÇA OUTRAS CERTIFICAÇÕES

Para você que tem interesse em outras certificações, não somente na área de TI ou Gestão de Projetos, nós do Aprova Concursos separamos abaixo uma lista com conteúdos específicos e direcionados que incluem também como assunto as certificações bancárias. Não deixe de conferir!

CARREIRAS BANCÁRIAS

 

ÁREA DE TI E GESTÃO DE PROJETOS

 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *