Sabemos que o universo da certificação Anbima é bem extenso. Por isso, pode se tornar um assunto um pouco confuso para algumas pessoas. Então, para te ajudar a decidir qual é a melhor certificação para o seu futuro e a sua carreira, no post de hoje, vamos explicar o que é certificação CPA-10, o que é certificação CPA-20 e ainda, vamos falar sobre a certificação Anbima CEA. Você também vai descobrir o que é cobrado em cada prova e em quais casos cada uma delas é indicada. Então, confira o texto até o final e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto.

O que é Anbima?

Mas, antes de falar especificamente sobre as certificação, precisamos te explicar o que é Anbima. Sendo assim, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais, conhecida apenas como ANBIMA é a instituição que emite certificados para os profissionais do mercado financeiro, como a CPA-10, a CPA-20 e CEA.

A ANBIMA fala em nome de instituições como bancos, gestoras, corretoras, distribuidoras e administradoras. Ela é responsável por reunir diversas empresas diferentes entre si com o objetivo de reproduzir a pluralidade dos mercados. A associação nasceu em 2009 a partir da união de duas entidades, mas já representa os mercados há quatro décadas. O modelo de atuação é organizado em torno de quatro compromissos: representar, autorregular, informar e educar.

Depois dessa explicação inicial, podemos continuar falando sobre cada uma das certificações mencionadas anteriormente.

O que é certificação CPA-10?

Agora sim, vamos explicar o que é certificação CPA-10. Sendo assim, a CPA10 é uma certificação que serve para regularizar os profissionais que desempenham atividades de comercialização e distribuição de produtos de investimento diretamente junto ao público investidor em agências bancárias, bem como de atendimento ao público investidor em centrais de atendimento que tenham conhecimento do mercado.

Portanto, para ser considerado aprovado e obter a CPA10, o profissional deve realizar um exame de certificação e apresentar um índice de acerto igual ou superior a 70% no exame. É importante lembrar que essa certificação é um diferencial levado muito em conta pelas instituições financeiras no momento da contratação. E isto deve-se tanto à obrigatoriedade da certificação para a comercialização de produtos de investimento quanto à credibilidade que a CPA-10 demonstra ao atestar que os profissionais certificados possuem os conhecimentos necessários para atuar no mercado financeiro.

Dessa forma, em resumo, a CPA-10 é destinada aos:

  • Profissionais que trabalham em instituições que seguem o Código de Certificação. (veja lista).
  • Profissionais que trabalham em instituições financeiras em geral, mesmo aquelas que não aderiram ao código.
  • Estudantes e profissionais de autarquias ou órgãos públicos.

É importante dizer que o exame CPA10 é realizado totalmente online. Ele é composto de 50 questões de múltipla escolha e tem a duração máxima de 2 horas. A data e o horário podem ser escolhidos pelo candidato e não há pré-requisito para participar. Dessa maneira, para obter a certificação é necessário apenas ter nota igual ou superior a 70% no exame. Confira aqui,5 dicas para ser aprovado na certificação CPA 10.

O que cai na prova da certificação Anbima CPA-10?

Confira abaixo os assuntos que são cobrados na prova e insira cada um deles no seu planejamento de estudos para a certificação Anbima CPA-10. Assim, você ficará ainda mais perto de garantir a aprovação. Os temas são os seguintes:

  • Fundos de Investimento;
  • Princípios de Investimento: Conceitos;
  • Noções de Economia e Finanças;
  • Sistema Financeiro Nacional e Participantes do Mercado;
  • Ética, Regulamentação e Análise do Perfil do Investidor;
  • Instrumentos de Renda Variável e Renda Fixa;
  • Previdência Complementar Aberta: PGBL e VGBL.

O  que é certificação CPA-20?

Então, seguimos explicando o que é certificação CPA 20. Sendo assim, a Certificação Profissional ANBIMA série 20 é necessária aos profissionais que atuam na distribuição de produtos de investimento para clientes dos seguintes segmentos: varejo alta renda, corporate, private, ou ainda, investidores institucionais que trabalhem em agências bancárias ou em plataformas de atendimento.

Em outras palavras, podemos dizer que essa certificação serve para comprovar os conhecimentos e habilidades do profissional da área. Afinal, ele vai atuar com a venda de produtos de investimento ou na manutenção de carteiras. Sendo assim, precisa ter um know-how grande do segmento, afinal, é uma grande responsabilidade com os clientes.

Dessa forma, a certificação Anbima CPA-20 é indicada para:

  • Profissionais que trabalham em instituições que seguem o Código de Certificação da ANBIMA (clique aqui e confira a lista).
  • Profissionais que trabalham em instituições financeiras em geral, mesmo aquelas que não aderiram ao código.
  • Estudantes e profissionais de autarquias ou órgãos públicos.

Para receber a certificação CPA20 você precisa passar por uma prova e acertar no mínimo 70% das questões, assim como acontece no caso da CPA 10. Ou seja, a prova conta com 60 perguntas, e você precisa acertar, no mínimo, 42 delas. Falando assim, pode assustar um pouco, mas se você se preparar anteriormente e contar com um curso para bancario, fica mais fácil de alcançar esse objetivo e construir uma carreira sólida na área.

O  que cai na prova da certificação Anbima CPA-20?

Portanto, o conteúdo programático da prova da CPA-20 é composto por sete grandes temas e seus desdobramentos. Abaixo identificamos cada um deles e informamos a proporção em que costumam serem cobrados:

  • Sistema Financeiro Nacional e Participantes do Mercado (5% a 10%);
  • Compliance Legal, Ética e Análise do Perfil do Investidor (15% a 25%);
  • Princípios Básicos de Economia e Finanças (5% a 10%);
  • Instrumentos de Renda Variável, Renda Fixa e Derivativos (17% a 25%);
  • Fundos de Investimento (18% a 25%);
  • Previdência Complementar Aberta: PGBL e VGBL (5% a 10%);
  • Mensuração, Gestão de Performance e Riscos (10% a 20%).

Portanto, no exame da CPA-20 (Certificação Profissional ANBIMA Série 20) o candidato deve demonstrar domínio sobre as principais características dos produtos de investimento que são ofertados no mercado financeiro, de tal forma que os produtos oferecidos satisfaçam aos objetivos e necessidades dos clientes atendidos.

Sendo assim, essa certificação possui um peso maior do que a CPA 10 para o profissional que a possui. Dessa forma, é possível começar pela CPA 10 e em seguida conquistar a CPA 20.

Certificação Anbima – CPA-10 e CPA-20

Quer saber mais sobre certificação Anbima CPA-10 ou Anbima CPA 20? Então, confira os conteúdos abaixo. Aqui no blog, temos vários materiais direcionados para esses assuntos.

O que é a Certificação CPA10?

O que é a certificação CPA20?

Certificações CPA10 e CPA20: qual a diferença?

5 Dicas para ser aprovado na certificação CPA 10

9 Dicas para ser aprovado na certificação CPA-20

Certificação Anbima CEA

A sigla CEA significa Certificado de Especialista em Investimentos. Ele é emitido pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, a ANBIMA. O certificado Anbima CEA é obrigatório para os profissionais bancários que querem atuar como assessores de gerentes de contas de investidores.

Então, somente após a aprovação da certificação CEA é possível supervisionar os profissionais que prospectam novos clientes, vendem os produtos e também indicam os melhores produtos financeiros. Então, podemos dizer que o certificado CEA é muito importante para os profissionais da área comercial, pois é ele que ajuda a manter um padrão de qualidade na venda de fundos.

Ao obter a certificação CEA, o profissional pode, automaticamente, exercer as atividades abrangidas pela certificação CPA-10 e pela certificação CPA-20.

Por fim, é importante destacar que, segundo a ANBIMA, o certificado CEA se destina:

  • Aos profissionais que trabalham em instituições que seguem o Código de Certificação da ANBIMA;
  • Profissionais que trabalham em instituições financeiras em geral, mesmo aquelas que não aderiram ao código;
  • Aos estudantes e aos profissionais que atuam em autarquias ou em órgãos públicos.

O Certificado CEA pode ser conquistado com a aprovação em uma prova da ANBIMA. Esse exame é composto por uma avaliação que contém 70 (setenta) questões. O tempo disponível para responder as questões é de 3 (três) horas e 30 (trinta) minutos, e é necessário obter no mínimo 70% de acerto nas respostas.

O que cai na certificação CEA?

Então, confira abaixo os assuntos que são cobrados na prova da certificação Anbima CEA:

  • Sistema Financeiro Nacional e Regulação dos Mercados;
  • Fundamentos de Economia, Finanças e Estatística;
  • Produtos de Renda Variável, Renda Fixa e Contratos Derivativos;
  • Fundos de Investimento;
  • Gestão de Carteira e Risco;
  • Planejamento de Investimento;
  • Produtos de Previdência Complementar.

Confira mais sobre a certificação Anbima CEA

Como sabemos que é importante se aprofundar mais no assunto e saber mais sobre a certificação Anbima CEA, separamos abaixo alguns posts importantes. Então, é só clicar naquele que você tem interesse e conferir mais.

Qual a prova mais difícil: certificação CEA ou Ancord?

Quanto custa a prova de certificação CEA?

Certificação CEA ou CFP: Qual vale mais a pena?

Quais as diferenças entre as certificações CGA e CEA?

Certificação CEA: O que é e para que serve?

Onde trabalhar com certificação CEA?

Certificação CEA: Vale a pena fazer direto?

Vagas para quem tem certificação CEA: como é o mercado?

Como tirar o Certificado CEA?

Certificação CEA: o que um profissional faz nessa área?

Qual é a melhor certificação Anbima?

Então, agora que você já teve acesso as informações sobre as três certificações Anbima, pode decidir qual é a melhor para você, com base nos seus objetivos de carreira. Como deve ter ficado claro, a certificação CEA é a mais completa entre elas, a única que concede o título de especialista em investimento. Por isso, muitas pessoas ficam se questionando se é possível pular a CPA-10 e a CPA-20 e ir direto para ela. Então, vamos conferir mais sobre esse tema.

O caminho natural, digamos assim, seria passar pelo CPA10, pelo CPA 20 e só depois pela CEA. Porém, não há nenhum requisito que te obrigue a fazer esse caminho, a decisão é sua. As pessoas não indicam ir direto para a certificação CEA pelo nível de dificuldade da prova. Porém, se você apostar em um curso para bancários, pode ter o auxílio de professores que vão te mostrar o melhor e menor caminho até a aprovação. Dessa foram, fica bem mais fácil alcançar o seu objetivo do que ficar estudando sozinho em casa.

Outro ponto que é apontado como motivo para não fazer o CEA antes dos demais, é de que é preciso uma maior experiência na área. Mas, segundo relatórios de 2015 da própria ANBIMA, a aprovação dos candidatos que estão fora do setor financeiro é maior do que as do que estão empregados na área. No ano em questão, a taxa de aprovados dos profissionais que estavam fora do mercado financeiro foi de 42% contra 40% de vinculados a uma instituição. E a mesma tendência foi observada na certificação CPA20, em que 65% dos candidatos do grupo que conquistaram a certificação não trabalhavam na área. Para conferir mais sobre esse relatório, você pode clicar aqui.

A importância da certificação CEA

Se você optou por começar na CPA20, ou se certificou logo após a CPA10, não pode parar por aí. Afinal, se você quer se destacar no meio da multidão e conquistar boas vagas é preciso fazer por onde. Então, continue se preparando e se inscreva na certificação CEA. Até porque há poucos profissionais com essa certificação. Dessa forma, a demanda por eles é bem maior e a concorrência menor.

Segundo levantamento de 2018, observou-se que existem cerca de 370 mil pessoas certificadas pela CPA10 e 110 mil pela CPA20. Enquanto a CEA não chega a 4 mil. Com base nesses números é possível observar a diferença, então, use isso ao seu favor. E, após se tornar um especialista em investimento da ANBIMA, você poderá ser contratado por uma agência bancária ou instituição financeira. Ou ainda, será possível trabalhar como planejador financeiro autônomo.

Carreiras bancárias

Então, ainda há vários outros conteúdos sobre carreiras bancárias, confira logo abaixo e mantenha-se bem informado.

 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *