Carregando...
Ir para o conteúdo principal
Aprova Questões
Milhares de questões atuais de concursos.

Questões de concursos

Milhares de questões com o conteúdo atualizado para você praticar e chegar ao dia da prova preparado!


Use os filtros abaixo para tornar a sua busca ainda mais específica. Você não precisa preencher todos os campos, apenas os que desejar.

Dica: Caso encontre poucas questões de uma prova específica, filtre pela banca organizadora do concurso que você deseja prestar.
Carregando...
Exibir questões com:
Não exibir questões:
Minhas questões:
Filtros aplicados:
Carregando...

Carregando...

Carregando...
Exibindo questões de 27 encontradas. Imprimir página Salvar em Meus Filtros

Em consulta médica de rotina, durante o primeiro ano de vida, determinada criança consegue acompanhar a face da mãe apenas até a linha média; ao ser deitada sobre a mesa de exame, consegue elevar a cabeça; junta as mãos somente até a linha média; sorri espontaneamente e parece atentar para o som de um sino tocado próximo a ela; não apresenta reflexo de tônus cervical.



Ao analisar o desenvolvimento da criança, considerase que ele está de acordo com os parâmetros estabelecidos, se ela apresentar a idade de

Carregando...

Paciente de 39 anos de idade, afrodescendente, sexo masculino, com diagnóstico de hipertensão arterial de difícil controle há 4 anos, cujo tratamento é realizado de forma irregular. Alega dificuldade para realizar tratamento devido ao seu trabalho como motorista de ônibus. Há um dia apresenta quadro de cefaleia holocrânia intensa, associada a escotomas e embaçamento visual bilateral; urina espumosa; astenia. Após ter feito uso de vários analgésicos sem nenhuma melhora, procura prontoatendimento, encontrando-se hipocorado (+/++++), com dispneia (frequência respiratória de 30 ipm), pulmões limpos, pressão arterial de 250 x 140 mmHg, frequência cardíaca de 100 bpm, abdome doloroso à palpação em região epigástrica, sem visceromegalias, com pulsos simétricos e sem edemas. Ao exame de fundo de olho, verifica-se a presença de hemorragias recentes, exsudatos algodonosos e edema papilar. Seus exames laboratoriais têm os seguintes resultados: creatinina 3,5 mg/dL (VR 0,5 a 1,1) , ureia 105 mg/dL (VR 10 a 40), hemoglobina 9,8 mg/dL (VR 13 a 17), sódio 141 mEq/L (VR 135 a 145), potássio 4,1 mEq/L (VR 3,5 a 5,0) e proteinúria ++/+4.



Diante desse quadro, o diagnóstico correto e as condutas imediata e tardia adequadas são, respectivamente,

Carregando...

Paciente do sexo masculino de 54 anos de idade, com histórico de hipertensão arterial e dislipidemia prévios, sofreu infarto agudo do miocárdio com supradesnivelamento de ST (anterior extenso) e angioplastia primária na artéria descendente anterior há 8 semanas. Passou a fazer uso de AAS, clopidogrel, atenolol, sinvastatina e enalapril. Esse paciente deu entrada no pronto-socorro com queixas de mal-estar inespecífico, dor torácica ventilatório-dependente, em pontada, de moderada intensidade, mais claramente observada em retroesternal e epigástrio, além de dispneia aos grandes esforços e episódios de febre (T = 39,5°C) surgidos na última semana. O exame físico revelou que o paciente está em estado geral regular, eupneico, corado e orientado. O exame cardiovascular revelava ritmo regular, em 2 tempos, sem sopros. Não havia distensão venosa jugular a 45°C e pulso paradoxal. A asculta pulmonar estava normal. Não havia edema de membros inferiores. Os exames de urgência revelavam: leucócitos = 14 500 (segmentados 74%, eosinófilos 1%, linfócitos 15%); hemoglobina = 14,2; hematócrito = 42%, plaquetas = 251 000; VHS/VSG = 54 mm na 1ª hora; glicemia = 84 mg/dL (VR 80 -100), ureia = 31 mg/dL (VR = 20 - 35); creatinina = 1,0 mg/dL (0,8 -1,4 mg/dL), CK-MB = 31 (VR < 25 ng/mL), troponina T = 0,25 (VR < 0,2 mg/L). O ECG na admissão é apresentado abaixo.





A conduta diagnóstica para o caso descrito é solicitar

Carregando...

Paciente do sexo feminino de 65 anos de idade, com antecedente de hipotireoidismo primário, compensado com 75 mcg de levotiroxina em jejum, vem evoluindo com osteoporose pós-menopausa e, devido ao risco de fraturas, foram prescritos alendronato sódico 70 mg (em jejum uma vez por semana, uma hora antes da levotiroxina) e carbonato de cálcio 500 mg (antes do café e do jantar). Após 30 dias, a paciente evoluiu com piora da astenia e fadiga. Os exames atuais mostram: hemoglobina = 13,1 g/dL; hematócrito = 39,1%; TSH = 8,1 µU/mL (VR = 0,4 a 4,0); T4Livre = 0,8 ng/dL (VR = 0,8 a 2,0ng/dL).



A conduta recomendada nesse caso é

Carregando...

Há alguns meses, uma paciente submeteu-se a uma adenomastectomia bilateral preventiva com reconstrução das mamas com próteses.



Essa indicação foi feita analisando-se seu histórico familiar e genético. Sua mãe e tia faleceram antes dos 50 anos com neoplasia maligna.



Ao exame laboratorial observou-se que a paciente é portadora de um gene relacionado à maior prevalência de carcinoma mamário, ovariano e outros. Nos casos de câncer de mama, a chance de desenvolver a neoplasia maligna é próxima de 85%.



A respeito da situação descrita, assinale a opção que apresenta o nome do gene, o cromossoma no qual está localizado, o modo como é ativado e a classificação, em relação à distribuição na população, para as pacientes que expressam esse gene.

Carregando...

Um paciente internado em um hospital público solicitou, ao médico que o acompanhava, acesso ao seu prontuário para ler as informações. O médico negou argumentando que isso poderia trazer dificuldade de compreensão, pois, algumas vezes, a escrita não seria de fácil leitura por causa da caligrafia. Mesmo assim, o paciente solicitou uma cópia do prontuário. O médico explicou, então, que não era permitido entregar cópia desse documento a nenhum paciente, exceto por ordem judicial. Alguns meses mais tarde, houve uma sindicância sobre o tratamento desse paciente e o médico fez cópia do prontuário para sua própria defesa.



Nesse caso, o médico agiu de acordo com o Código de Ética Médica quando

Carregando...

Paciente do sexo masculino de 6 anos de idade apresenta histórico de febre há 5 dias e iniciou, hoje, lesão de pele. Ao exame apresenta bom estado geral, afebril e com eritema reticular em face (bochechas) e em membros superiores. O exame não revela outras alterações. O pediatra explicou aos pais que, provavelmente, esse quadro seja devido a um agente viral específico.



Considerando a principal hipótese diagnóstica e o agente responsável por esse quadro, avalie as afirmações abaixo.



I. Acometimento neonatal grave por esse tipo de vírus caracteriza-se por infecção de múltiplos órgãos, principalmente coração, pulmões e cérebro.



II. O vírus responsável pelo quadro descrito pode acometer também a faringe posterior (com presença de vesículas e úlceras) e causar herpangina.



III. Infecções clinicamente aparentes como o caso descrito e a crise aplástica transitória são quadros prevalentes em criança na idade escolar com esse tipo de doença.



IV. Geralmente, esse quadro é benigno e autolimitado e raramente pode causar púrpura trombocitopênica.



V. Se a presença de artrite for associada ao quadro descrito, deve-se fazer diagnóstico diferencial com artrite reumatoide juvenil e lupus.



É correto apenas o que se afirma em

Carregando...

While the term epigenetics is often used loosely, and sometimes in rather different ways, the term is generally considered to encompass changes in DNA methylation, histone modifications, miRNA expression, and nucleo-some positioning and higher order chromatin as epigenetic changes affecting gene regulation. Epigenetics was defined as a discipline more than 50 years ago, by CH Waddington, and originally described changes in the development of organisms that could not be explained by changes in DNA. Subsequently it became clear that epigenetic modifications play important roles in diseases, including breast cancer. There is thus a pressing need to understand the functional genome; that is, the changes defined by regulatory mechanisms overlaying the genetic structure.



Over the past few years there has been an explosion in studies of epigenetics in breast cancer, reflected by the exponential increase of published manuscripts. A PubMed search for the keywords ‘epigenetic’ and ‘breast cancer’ reveals that the first publication was in 1983. Progress was slow until approximately 10 years ago when the number of studies started to steadily increase, at least in part fueled by improved technologies. In the present review, we focus on recent advances in the understanding of histone methylation and demethylation, a relatively new area with promise for clinical translation. We also review recent studies that have utilized genome-wide technologies for the study of DNA methylation. Much progress has been made in the characterization of noncoding RNAs, and the effect of higher order chromatin structure on gene expression in breast cancer; however, these discoveries lie outside the scope of our review.
Breast Cancer Res. 2011; 13(6): 225.



De acordo com o texto acima, epigenética é uma

Carregando...

Paciente do sexo feminino de 57 anos de idade foi admitida em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) com quadro de dor abdominal há 2 dias, na região do mesogástrio, migrando posteriormente para a fossa ilíaca esquerda (FIE) e acompanhada de anorexia, dor e defesa à palpação. Foi, inicialmente, medicada com ciprofloxacina e metronidazol por via oral e orientada a retornar à UPA caso não tivesse melhora da dor. Dois dias depois, ela retorna com piora da dor, T = 38,9 °C além de dor a descompressão brusca e defesa presentes em todo o andar inferior do abdome. O hemograma realizado mostrou a contagem de leucócitos em 19 x 1 000/mm3 (N = 4,0 a 11,0 x 1 000/mm3) e a contagem diferencial foi de 15% de bastonetes (N = 0 a 4), 80% de segmentados (N = 36 - 66) e 5 % de linfócitos (N = 25 - 45).



O exame considerado mais adequado para determinar a terapêutica dessa paciente é a

Carregando...

Paciente do sexo feminino de 23 anos de idade solicita orientações sobre como calcular seu período fértil com o objetivo de utilizar o método anticonceptivo Ogino-Knaus (tabelinha). Após 6 meses de observação dos ciclos menstruais, observa-se que o ciclo mais curto da paciente foi de 24 dias e o mais longo, de 33 dias.



Para utilização do método anticonceptivo Ogino-Knaus (tabelinha), a paciente deve evitar relação com contato genital no período compreendido entre

Carregando...

Apesar de todos os avanços no conhecimento da fisiopatologia da asma brônquica e da disponibilidade de medicamentos eficazes, a asma continua sendo tratada como doença aguda e, consequentemente, configura-se uma das situações mais frequentes no dia a dia das emergências pediátricas, algumas vezes com desfechos fatais. De acordo com o III Consenso Brasileiro no Manejo da Asma, a conduta na crise de asma brônquica depende da sua gravidade.



Segundo esse Consenso, a forma de crise muito grave caracteriza-se, entre outros achados, por apresentar

Carregando...

Um paciente de 74 anos de idade, do sexo masculino, aposentado, sem problemas de saúde, sem uso de nenhum tipo de medicação realizava tarefas cotidianas sem dificuldade. Há cerca de 6 meses, começou a se perder nos arredores da casa onde mora com sua esposa há mais de 30 anos. Apesar disso, a memória está relativamente preservada, pois ele continua comunicando-se adequadamente e realizando sua higiene pessoal de forma autônoma. Contudo, vem apresentando distúrbio de sono. A esposa informa que ele ora comporta-se normalmente, ora apresenta confusão mental. Não apresenta agressividade, nem alterações de personalidade, mas tem alucinações visuais. Mantém o controle dos esfíncteres.



O exame físico geral mostrou-se sem alterações. Ao exame neurológico apresentou rigidez sugestiva de parkinsonismo, sem outras anormalidades. O exame Mini do estado mental (mini mental) teve resultado de 24. A tomografia de crânio revelou atrofia cortical geral sem outras alterações. A ressonância magnética teve resultado normal.



Das informações acima, conclui-se que o paciente apresenta

Carregando...

Paciente do sexo masculino, 73 anos de idade, aposentado, com hipertensão arterial sistêmica de longa data, é dislipidêmico e etilista crônico. Está em uso diário de alisquireno 300 mg/dia e sinvastatina 40 mg/dia. Procurou atendimento médico, queixando-se de mialgia crônica e artralgia. Foi-lhe prescrito paracetamol 750 mg de 8/8 horas se necessário. Começou a fazer uso dele com frequência superior à recomendada. Há 4 dias, iniciou quadro de náuseas, vômitos e dor abdominal de moderada intensidade, evoluindo há 1 dia com icterícia e queda de seu estado geral. Com esses sintomas, procurou pronto atendimento. Foi, então, submetido a exames laboratoriais, que apresentaram os seguintes resultados: transaminase glutâmico-oxalacética/AST (TGO) - 4 800 U/L (VR 10 a 37), transaminase glutâmico-pirúvica/ALT (TGP) 4 250 U/L (VR de 19 a 44), bilirrubinas totais 3,8 mg/dL (VR de 0,4 a 1,2), glicemia 75 mg/dL (VR 70 a 99). Hemograma sem alterações.



O diagnóstico, a conduta e o prognóstico no caso clínico descrito são, respectivamente, de

Carregando...

Quanto à atenção básica, avalie as asserções que se seguem e a relação proposta entre elas.



I - O processo de trabalho e o modelo de atenção no SUS devem ser transformados em relação aos modelos de atenção centrados no hospital, quando se incorpora a estratégia de territorialização.



PORQUE



II - O método da territorialização possibilita compreender as condições específicas em que vive determinada população, considerando, inclusive, seu perfil de saúde-adoecimento, bem como os recursos e serviços com os quais interage.



A respeito dessas asserções, assinale a opção correta.

Carregando...

Paciente de 33 anos de idade, do sexo masculino, foi vítima de queimaduras de segundo e terceiro graus em 60% da superfície corporal. Na admissão, necessitou de reposição volêmica com volume de 10 litros de cristaloide nas primeiras 24 horas. No 3º dia de evolução, apresentou distensão abdominal volumosa e progressiva, piora do desconforto respiratório com hipoxemia e hipercapnia, hipotensão arterial, taquicardia e oliguria/anuria. Foi feita tomografia computadorizada de abdome, a qual evidenciou grande edema intersticial com ascite, sem evidências de pneumoperitônio ou sepse abdominal.



Com base no quadro descrito, qual dos seguintes métodos de monitorização é determinante para diagnóstico e tomada de decisões?

Carregando...
GABARITO:

  • 1) C
  • 2) E
  • 3) D
  • 4) E
  • 5) D
  • 6) A
  • 7) D
  • 8) B
  • 9) E
  • 10) B
  • 11) A
  • 12) D
  • 13) A
  • 14) A
  • 15) C
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282