Carregando...
Ir para o conteúdo principal
Aprova Questões
Milhares de questões atuais de concursos.

Questões de Concurso – Aprova Concursos

Milhares de questões com o conteúdo atualizado para você praticar e chegar ao dia da prova preparado!


Use os filtros abaixo para tornar a sua busca ainda mais específica. Você não precisa preencher todos os campos, apenas os que desejar.


Aviso: Os filtros passaram por mudanças. Caso seu filtro salvo não retorne o resultado esperado, por gentileza, salve-o novamente.
Dica: Caso encontre poucas questões de uma prova específica, filtre pela banca organizadora do concurso que você deseja prestar.
Carregando...
Exibir questões com:
Não exibir questões:
Minhas questões:
Filtros aplicados:
Carregando...

Carregando...

Carregando...
Folha de respostas:

  • 1
    • a
    • b
    • c
    • d
  • 2
    • a
    • b
    • c
    • d
  • 3
    • a
    • b
    • c
    • d
  • 4
    • a
    • b
    • c
    • d
  • 5
    • a
    • b
    • c
    • d

Imagem 017.jpg


Com base nos dados do gráfico e da tabela, assinale a afirmativa correta.

Carregando...

A letra da canção "Que país é este?", de Renato Russo, que expressou o descontentamento de toda uma geração em relação ao Brasil, é apresentada a seguir.


Imagem 016.jpg


As alternativas a seguir apresentam visões do Brasil segundo a letra da canção, à exceção de uma. Assinale-a.

Carregando...

O design é uma prática que se situa entre a criação artística e a produção industrial. No Brasil, a partir da década de 1950, foram criados os primeiros cursos superiores de desenho industrial e abertos os primeiros escritórios de design.


Imagem 015.jpg


Analise as imagens acima e assinale a alternativa que se refere corretamente a exemplos de design brasileiro contemporâneo:

Carregando...

Algumas obras de Monteiro Lobato foram alvo de uma polêmica judicial, envolvendo o Instituto de Advocacia Racial e Ambiental (lara) e o Ministério da Educação (MEC). Esse episódio não foi um fato isolado, pois a obra de Monteiro Lobato tem sido censurada ao longo do tempo, como demonstram os depoimentos a seguir.


I. Peter Pan. A história do menino que não queria crescer, contada por Dona Benta (1937), "transmite às crianças uma opinião errada do governo brasileiro e dá a impressão de que o Brasil é um país inferior à Inglaterra". O romancista age "insidiosamente" ao explicar o motivo da desigualdade, descrevendo como a arrecadação de impostos era efetuada no
país. (Adaptado do parecer do Procurador Público do Estado de São Paulo, 1941, proibindo a distribuição da obra Peter Pan).


II. "(...) transportando idéias disfarçadas em boneca, e sabugo de milho, e estrelinhas, e insetos, e Pedrinhos e Narizinhos - vai bombardeando além: as resistências do futuro. Nesse 'pessoalzinho' que, dizendo-se habitar no 'chamado mundo de mentira', vai emigrando de verdade para tantas inteligências; pixando a inocência das crianças". (BRAslL, Padre Sales. A literatura infantil de Monteiro Lobato ou comunismo para crianças. Bahia, 1957).


Ill. "A crítica realizada pelo requerente foca de maneira mais específica a personagem feminina e negra Tia Anastácia e as referências aos personagens animais tais como urubu, macaco e feras africanas. Estes fazem menção revestida de estereotipia ao negro e ao universo africano, que se repete em vários trechos do livro analisado". (Trecho do parecer da relatora Nilma Lino Gomes, 2010, sobre o livro Caçadas de Pedrinho de M. Lobato).


Nos trechos selecionados,a obra de Monteiro Lobato é acusada de ser, respectivamente,

Carregando...

"Fiz uma viagem à Alemanha em 1928. Essa viagem me influenciou muito. /\lo Jardim Botânico de Dahlem vi pela primeira vez uma grande quantidade de plantas brasileiras, usadas com objetivos paisagísticos. Compreendi então que, em meu país, a inspiração deveria se basear, sobretudo, nas espécies autóctones. (...) Eu creio que, para fazermos um jardim, temos que começar por entender o ambiente e o meio ambiente. (...) Temos que compreender que devemos utilizar plantas da natureza e, com elas, construir jardinsfeitos pelo e para o homem".
(Roberto Burle Marx, "Depoimento", Arquitetura Moderna Brasileira: Depoimento de uma Geração. são Paulo: ABEA/FVA/Pini, 1987. Adaptado)

Imagem 014.jpg


Com base no texto e na imagem, analise as afirmativas a seguir.


I. Burle Marx defendeu a valorização plástico- paisagística da natureza tropical, cuja exuberância e desordem deveriam ser contidas em canteiros simétricos.


II. Burle Marx buscou a integração da arquitetura moderna na paisagem tropical, criando um espaço composto pelo diálogo entre meio ambiente, urbanismo e arquitetura.


Ill. Burle Marx adotou preceitos urbanísticos e paisagísticos apoiados nos critérios de higienização e funcionalidade, valorizando jardins integrados à paisagem urbana.


Assinale:

Carregando...
GABARITO:

  • 1
    A
  • 2
    A
  • 3
    B
  • 4
    D
  • 5
    B

Em caso de dúvidas com relação à solução de alguma questão, assista às videoaulas de resolução no site. Digite na barra de busca o ID da pergunta desejada, você irá encontrá-lo ao lado do número da questão.

© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282