Carregando...
Ir para o conteúdo principal
Aprova Questões
Milhares de questões atuais de concursos.

Questões de Concurso

Milhares de questões com o conteúdo atualizado para você praticar e chegar ao dia da prova preparado!


Use os filtros abaixo para tornar a sua busca ainda mais específica. Você não precisa preencher todos os campos, apenas os que desejar.

Dica: Caso encontre poucas questões de uma prova específica, filtre pela banca organizadora do concurso que você deseja prestar.
Carregando...
Exibir questões com:
Não exibir questões:
Minhas questões:
Filtros aplicados:
Carregando...

Carregando...

Carregando...
Exibindo questões de 128 encontradas. Imprimir página Salvar em Meus Filtros


A respeito de aspectos linguísticos do texto CG2A1BBB, julgue o próximo item.

A correção gramatical do texto seria mantida com a substituição da preposição para pela preposição a, em para participar da solenidade de lançamento do Projeto Parceiros da Paz e da Campanha Maranhão na Prevenção às Drogas.

Carregando...

“Porque o império romano crescia e eles precisavam indicar o clã a que a pessoa pertencia ou o lugar onde tinha nascido".

 

Nesse segmento do texto 3 há o emprego correto do termo “que" precedido da preposição “a" em razão de estar na mesma oração o verbo “pertencer", que exige essa preposição.

 

A frase abaixo que está correta nesse mesmo aspecto é:

Carregando...

As preposições podem ser de dois tipos: gramaticais, que são exigidas pela regência de termos anteriores, ou nocionais, que são empregadas para veicular algum sentido.

Assinale a opção em que o termo sublinhado indica uma preposição gramatical.

Carregando...

Releia o trecho a seguir.

“[...] eles têm se desdobrado para oferecer às crianças e adolescentes o mínimo do que precisam." Analise as afirmativas a seguir a respeito do acento indicativo de crase desse trecho.

I. É regido pelo verbo “oferecer".

II. Indica a fusão de um artigo com uma preposição.

III. É facultativo.

De acordo com a norma padrão da língua portuguesa, estão corretas as afirmativas:

Carregando...

A crueldade dos jovens

Conheci uma mulher cujo filho de 14 anos queria um par de tênis de marca. Separada, ganhava pouquíssimo como vendedora. Dia e noite o garoto a atormentava com a exigência. Acrescentou mais horas à sua carga horária para comprar os tênis. Exausta, ela presenteou o filho. Ganhou um beijo e outro pedido: agora ele queria uma camiseta "da hora". E dali a alguns dias a mãe estava abrindo um crediário! Já conheci um número incrível de adolescentes que estabelecem um verdadeiro cerco em torno dos pais para conquistar algum objeto de consumo. Uma garota quase enlouqueceu a mãe por causa de um celular cor-de-rosa. Um rapaz queria um MP3. Novidades são lançadas a cada dia e os pedidos renascem com a mesma velocidade. Pais e mães com frequência não conseguem resistir. Em parte, por desejarem contemplar o sorriso no rosto dos filhos. Uma Senhora sempre diz: – Quero que minha menina tenha o que eu não tive. Pode ser. Mas isso não significa satisfazer todas as vontades! Muita gente é praticamente chantageada pelos filhos. A crueldade de um adolescente pode ser tremenda quando se trata de conseguir alguma coisa. Uma vez ouvi uma jovem gritar para o pai: – Você é um fracassado! Já conheci uma garota cujo pai se endividou porque ela insistiu em ir à Disney. Os juros rolaram e, dois anos depois, ele vendeu a casa para comprar outra menor e quitar o empréstimo. Outro economizou centavos porque a menina quis fazer plástica. Conselhos não adiantaram: – Você é muito nova para colocar implante de silicone. Ficava uma fúria. Queria ser atriz e, segundo afirmava, não teria chance alguma sem a intervenção. (Não conseguiu. Hoje trabalha como vendedora em uma loja.) Procedimentos estéticos, como clareamento de dentes, spas e, claro, plásticas, são muito pedidos, ao lado de roupas de grife, excursões, joias, celulares e todo tipo de eletrônico. É óbvio que o jovem tem o direito de pedir. O que me assusta é a absoluta falta de freio, a insistência e a total incompreensão diante das dificuldades financeiras da família. Recentemente, assisti a uma situação muito difícil. Mãe solteira, uma doméstica conseguiu juntar, ao longo dos anos, o suficiente para comprar uma quitinete no centro de São Paulo. – Vou sair do aluguel! – Comemorou. A filha, 16 anos, no 2º grau, recusou-se: - Quero um quarto só para mim! Não houve quem a convencesse. A mãe não conseguiu enfrentar a situação. Continuam no aluguel. O valor dos apartamentos subiu e agora o que ela tem não é o suficiente para comprar mais nada. Muitas vezes, os filhos da classe média estudam em colégio particular ao lado de herdeiros de grandes fortunas. Passam a desejar os relógios, as roupas, o modo de vida dos amigos milionários. - De repente a minha filha quer tudo o que os coleguinhas têm! Até bolsa de grife. Uma coisa é certa: algumas equiparações são impossíveis. A única solução é a sinceridade. E deixar claro que ninguém é melhor por ter mais grana, o celular de último tipo, o último lançamento no mundo da informática. Pode ser doloroso no início. Também é importante não criar uma pessoa invejosa, que sofre por não ter o que os outros têm. Mas uma família pode se desestabilizar quando os pais se tornam reféns do pequeno tirano. A única saída para certas situações é o afeto. E, quando o adolescente está se transformando em uma fera, talvez seja a hora de mostrar que nenhum objeto de consumo substitui uma conversa olho no olho e um abraço amoroso.

(Walcyr Carrasco. Disponível em: http://vejasp.abril.com.br/material/acrueldade-dos.... Acesso em: 08/04/2017.)

Assinale a alternativa que apresenta o valor semântico da preposição em destaque que está classificada de forma incorreta:

Carregando...

Em relação aos termos integrantes da oração (objeto direto, indireto, complemento nominal), podemos afirmar que um desses apresenta a característica de ser representado por um signo léxico de natureza substantiva não introduzido por preposição necessária. Ex. “Os vizinhos não viram o incêndio”. Temos aqui um exemplo de. Aponte abaixo a resposta CORRETA.

Carregando...

Considere o período abaixo para responder às questões

4 e 5.

"Operou o cérebro de uma mulher de 28 anos, grávida de 37

semanas, para retirar um tumor benigno que comprimia o nervo

óptico a ponto de ser improvável que ela pudesse enxergar seu

bebê quando nascesse."(1º§)

A preposição destacada no trecho acima contribui para a coesão do texto introduzindo o valor semântico de:

Carregando...

A questão refere-se ao poema seguinte:

Das afirmações seguintes:

I. O eu poético compara a vida de pessoas que vivem mal com a de pessoas que vivem bem.

II. O eu poético dirige-se várias vezes a seu interlocutor, usando o pronome VOCÊ que pertence ao grupo dos que vivem bem.

III. A preposição “ENTRE" enfatiza a qualidade de vida de um dos grupos, ao limitar seu sofrimento a breves e específicos momentos entre o surgimento do problema e sua solução.

Carregando...

Avaliar os servidores

  Instituições funcionam bem quando conseguem promover os incentivos corretos. Em se tratando do serviço público, isso significa recompensar o mérito e o esforço, evitando que funcionários sucumbam às forças da inércia.

  Uma das razões do fracasso do socialismo real, recorde-se, foi a ausência de estímulos do gênero aos trabalhadores. Para estes, a escolha racional era não chamar a atenção dos superiores, negativa ou positivamente.

  A gestão de pessoal no Estado brasileiro não chega a reproduzir um modelo soviético, mas carece de sistema eficaz de incentivos e sanções. Com efeito, políticas de bônus por produtividade nas carreiras públicas ainda são tímidas e raramente bem desenhadas.

  Já a dispensa de servidores por insuficiência de desempenho, embora prevista na Constituição, não pode ser posta em prática porque o Congresso nunca elaborou uma lei complementar que regulamentasse a avaliação dos profissionais, como a Carta exige.

  Vislumbra-se, agora, uma possibilidade de avanço. Discute-se no Senado projeto que cria um sistema de avaliação periódica, a ser adotado por União, Estados e municípios, que poderá levar à exoneração de servidores que obtenham, por sucessivas vezes (o número exato ainda é objeto de negociação), notas inferiores a 30% da pontuação máxima.

  Será ingenuidade, entretanto, contar com uma aprovação fácil – os sindicatos da categoria já se mobilizam contra o texto.

  Tampouco se deve imaginar que basta uma lei para alterar o statu quo. Sistemas de avaliação de servidores já existentes em alguns órgãos muitas vezes não passam de um jogo de cena corporativista, que acaba por distribuir premiações quase generalizadas.

  As dificuldades, contudo, não podem ser pretexto para o imobilismo. O projeto se apresenta como um passo inicial importante; uma vez posto em prática, a experiência servirá de base para eventuais aperfeiçoamentos. 

(Editorial. Folha de S.Paulo, 29.09.2017. Adaptado)

Assinale a alternativa em que a preposição em destaque forma expressão com sentido de causa.

Carregando...


Considere o seguinte fragmento do terceiro parágrafo para responder à questão.

“apesar de o acesso a novas tecnologias ter alcançado 40% da população global, nem sempre isso é sinônimo de desenvolvimento"

Em “apesar de o acesso" – evidencia-se um fato que distingue variações linguísticas. Conforme o padrão formal da nossa língua, nesse contexto, a contração da preposição com o artigo não é adequada. Entretanto, a preposição de pode corretamente se contrair com o artigo a em:

Carregando...

Considerando-se as relações estabelecidas pelas preposições entre o termo regente e o termo regido, assinalar a alternativa em que a preposição sublinhada estabelece relação de finalidade:

Carregando...

O segmento do texto 2 em que o emprego da preposição DE – com ou sem contração com o artigo - é resultante da exigência de um termo anterior é:

Carregando...

“A febre Zika é uma doença viral transmitida POR mosquitos do gênero Aedes.” (1º §)
Lendo-se com atenção a frase transcrita acima, pode-se afirmar que a preposição “por” foi empregada com sentido idêntico ao que ocorre na frase da opção:

Carregando...

Observe:

Acostumados _______ tragédias naturais, os japoneses

geralmente se reerguem em tempo recorde depois

de catástrofes.

Menos de um ano depois da catástrofe, no entanto, o

Japão já voltava _________viver a sua rotina.

Um tsunami chegou _______costa nordeste do

Japão em 2011, deixando milhares de mortos e desaparecidos.

De acordo com a norma-padrão, as lacunas das frases

devem ser preenchidas, respectivamente, com:

Carregando...
GABARITO:

  • 91) Certo
  • 92) E
  • 93) A
  • 94) A
  • 95) C
  • 96) B
  • 97) B
  • 98) A
  • 99) D
  • 100) C
  • 101) C
  • 102) C
  • 103) E
  • 104) C
  • 105) C
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282