Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 1 a 15 de 20 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 1 a 15
Questões por página:
Q760638

A oxigenoterapia consiste na administração de oxigênio em concentração de pressão superior à encontrada na atmosfera ambiente, para corrigir e atenuar deficiência de oxigênio ou hipóxia. Em relação a indicações, procedimentos, vantagens e desvantagens dessa terapêutica, assinale a alternativa correta.

Carregando...
Q718578

Acerca de avaliação do fisioterapeuta em ambiente de terapia intensiva, julgue o item subsequente.

A medida da pressão transdiafragmática — uma medida não invasiva e não volitiva (independe da cooperação do paciente) — é o único método com essas características para diagnosticar fraqueza diafragmática em pacientes sedados e sob ventilação mecânica.

Carregando...
Q718510

Julgue o seguinte item, a respeito da semiologia do sistema cardiorrespiratório.

Na escala de Ramsay, que avalia o grau de sedação dos pacientes em UTI, o paciente sedado que responde apenas a comandos é classificado no nível 6.

Carregando...
Q683798

Uma paciente de cinquenta anos de idade, com 156 cm de altura, 78 kg de massa, profissão de atendente telefônica, queixou-se a um fisioterapeuta, durante uma visita domiciliar, de dores e formigamento em uma das mãos, na região palmar do polegar, no dedo indicador, no dedo médio e na metade radial do dedo anelar, há mais de um ano. Ela relatou, ainda, fraqueza para segurar objetos e despertares noturnos por conta da acentuação dos sintomas. Para aliviá-los, ela informou que agita o pulso e a mão acometidos de modo semelhante ao utilizado na agitação de um termômetro clínico.

Acerca desse caso clínico, julgue o item seguinte.

O movimento realizado pela paciente quando os sintomas se acentuam é denominado sinal de Flick, um sinal sensível e específico para diagnóstico dessa síndrome.

Carregando...
Q718519

No que se refere à estimulação precoce do paciente crítico, julgue o item subsequente.

Situação hipotética: Uma mulher de quarenta e cinco anos de idade passou pela avaliação do fisioterapeuta da UTI, que detectou estabilidade hemodinâmica e respiratória. Na avaliação do estado de alerta, a mulher foi responsiva aos comandos: “abra e feche os olhos!", “olhe para mim e abra a boca!", “coloque a língua para fora!". O MRC total foi de 30 pontos. Assertiva: Nessa situação, a conduta correta para essa paciente é o treino de deambulação na UTI.

Carregando...
Q683797

Uma paciente de cinquenta anos de idade, com 156 cm de altura, 78 kg de massa, profissão de atendente telefônica, queixou-se a um fisioterapeuta, durante uma visita domiciliar, de dores e formigamento em uma das mãos, na região palmar do polegar, no dedo indicador, no dedo médio e na metade radial do dedo anelar, há mais de um ano. Ela relatou, ainda, fraqueza para segurar objetos e despertares noturnos por conta da acentuação dos sintomas. Para aliviá-los, ela informou que agita o pulso e a mão acometidos de modo semelhante ao utilizado na agitação de um termômetro clínico.

Acerca desse caso clínico, julgue o item seguinte.

O quadro clínico indica a presença da neuropatia de aprisionamento mais comum da extremidade superior, e o índice de massa corporal da paciente possui relação causal com essa afecção.

Carregando...
Q609913

A esclerose múltipla é uma doença que provoca a desmielinização da substância branca do sistema nervoso central. O tratamento fisioterápico deve ter amplo embasamento científico, a fim de atender as reais necessidades do paciente e garantir uma reabilitação adequada e qualidade de vida aos pacientes. Diante dessas afirmações, qual a alternativa CORRETA?

Carregando...
Q522002

Acerca do tratamento de pacientes com disfunções neurológicas,

julgue os itens subsequentes.

O treino de força em formato de circuito com treinamento aeróbico é contraindicado para pacientes vítimas de acidente vascular encefálico.

Carregando...
Q522001

Acerca do tratamento de pacientes com disfunções neurológicas,

julgue os itens subsequentes.

Em caso de paciente hemiparético crônico, o treino de marcha com o uso de órtese garante melhores resultados quando comparado ao treino realizado sem a utilização de aparelho externo para imobilizar ou auxiliar os movimentos do membro.

Carregando...
Q521999

Acerca do tratamento de pacientes com disfunções neurológicas,

julgue os itens subsequentes.

A realização de alongamento em pacientes vítimas de acidente vascular encefálico não evidencia ganhos funcionais significativos.

Carregando...
Q522003

Acerca do tratamento de pacientes com disfunções neurológicas,

julgue os itens subsequentes.

A reabilitação de pacientes com lesão da medula espinhal pode promover a redução da morbidade e aumentar a sobrevivência.

Carregando...
Q403061

Quatro meses atrás, uma paciente de sessenta e cinco anos

de idade foi encaminhada de um hospital para uma unidade de

reabilitação, com história de rebaixamento súbito do nível da

consciência, diminuição da força muscular no hemicorpo esquerdo,

não responsiva a comandos verbais, com abertura ocular ao

estímulo doloroso e resposta motora ausente. Inicialmente,

A paciente recebeu diagnóstico de episódio único de acidente

vascular encefálico, decorrente da ruptura de aneurisma congênito

no polígono de Willis. Atualmente, a paciente apresenta-se com

quadro de hemiplegia no hemicorpo esquerdo, com limitação de

amplitude de movimento de extensão de cotovelo. Além disso,

apresenta hipertonia de flexores de cotovelo e de punho, padrão

postural em extensão e rotação interna do quadril e do joelho,

flexão plantar e inversão do pé.

Com relação ao caso clínico apresentado, julgue os itens

subsecutivos.

A avaliação dessa paciente no momento da admissão

hospitalar, por meio da escala de coma de Glasgow, revela

quadro de coma intermediário, com escore de dois pontos.

Carregando...
Q403058

Quatro meses atrás, uma paciente de sessenta e cinco anos

de idade foi encaminhada de um hospital para uma unidade de

reabilitação, com história de rebaixamento súbito do nível da

consciência, diminuição da força muscular no hemicorpo esquerdo,

não responsiva a comandos verbais, com abertura ocular ao

estímulo doloroso e resposta motora ausente. Inicialmente,

A paciente recebeu diagnóstico de episódio único de acidente

vascular encefálico, decorrente da ruptura de aneurisma congênito

no polígono de Willis. Atualmente, a paciente apresenta-se com

quadro de hemiplegia no hemicorpo esquerdo, com limitação de

amplitude de movimento de extensão de cotovelo. Além disso,

apresenta hipertonia de flexores de cotovelo e de punho, padrão

postural em extensão e rotação interna do quadril e do joelho,

flexão plantar e inversão do pé.

Com relação ao caso clínico apresentado, julgue os itens

subsecutivos.

A utilização da terapia por contenção induzida por um período

de quatorze dias, com restrição do membro superior direito, em

90% do período ativo do dia, somada a seis horas de terapia

dirigida, é capaz de promover melhora da funcionalidade ao

membro superior da paciente.

Carregando...
Q403060

Quatro meses atrás, uma paciente de sessenta e cinco anos

de idade foi encaminhada de um hospital para uma unidade de

reabilitação, com história de rebaixamento súbito do nível da

consciência, diminuição da força muscular no hemicorpo esquerdo,

não responsiva a comandos verbais, com abertura ocular ao

estímulo doloroso e resposta motora ausente. Inicialmente,

A paciente recebeu diagnóstico de episódio único de acidente

vascular encefálico, decorrente da ruptura de aneurisma congênito

no polígono de Willis. Atualmente, a paciente apresenta-se com

quadro de hemiplegia no hemicorpo esquerdo, com limitação de

amplitude de movimento de extensão de cotovelo. Além disso,

apresenta hipertonia de flexores de cotovelo e de punho, padrão

postural em extensão e rotação interna do quadril e do joelho,

flexão plantar e inversão do pé.

Com relação ao caso clínico apresentado, julgue os itens

subsecutivos.

Com a evolução do quadro da paciente, a melhor estratégia

para o treino de equilíbrio inclui a realização de alongamentos

dos grupos musculares associado à realização de técnicas de

agilidade, como marcha em oito, marcha com passos de

comprimento e velocidades diferentes, andar de lado, andar

cruzado e andar sobre obstáculos.

Carregando...
Q403057

Quatro meses atrás, uma paciente de sessenta e cinco anos

de idade foi encaminhada de um hospital para uma unidade de

reabilitação, com história de rebaixamento súbito do nível da

consciência, diminuição da força muscular no hemicorpo esquerdo,

não responsiva a comandos verbais, com abertura ocular ao

estímulo doloroso e resposta motora ausente. Inicialmente,

A paciente recebeu diagnóstico de episódio único de acidente

vascular encefálico, decorrente da ruptura de aneurisma congênito

no polígono de Willis. Atualmente, a paciente apresenta-se com

quadro de hemiplegia no hemicorpo esquerdo, com limitação de

amplitude de movimento de extensão de cotovelo. Além disso,

apresenta hipertonia de flexores de cotovelo e de punho, padrão

postural em extensão e rotação interna do quadril e do joelho,

flexão plantar e inversão do pé.

Com relação ao caso clínico apresentado, julgue os itens

subsecutivos.

O quadro clínico da paciente refere-se a uma hemorragia

intraparenquimatosa decorrente da ruptura do aneurisma

congênito no polígono de Willis.

Carregando...
GABARITO:

  • 1) C
  • 2) Errado
  • 3) Errado
  • 4) Certo
  • 5) Errado
  • 6) Certo
  • 7) D
  • 8) Errado
  • 9) Certo
  • 10) Certo
  • 11) Certo
  • 12) Errado
  • 13) Certo
  • 14) Certo
  • 15) Errado
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282