Carregando...
Ir para o conteúdo principal
Aprova Questões
Milhares de questões atuais de concursos.

Questões de concursos

Milhares de questões com o conteúdo atualizado para você praticar e chegar ao dia da prova preparado!


Use os filtros abaixo para tornar a sua busca ainda mais específica. Você não precisa preencher todos os campos, apenas os que desejar.

Dica: Caso encontre poucas questões de uma prova específica, filtre pela banca organizadora do concurso que você deseja prestar.
Carregando...
Exibir questões com:
Não exibir questões:
Minhas questões:
Filtros aplicados:
Carregando...

Carregando...

Carregando...
Exibindo questões de 23 encontradas. Imprimir página Salvar em Meus Filtros

Atenção: Para responder à questão, considere o poema abaixo.

− Em que espelho ficou perdida a minha face? (3ª estrofe)

Caso a frase acima seja transposta para o discurso indireto, o elemento sublinhado assumirá a seguinte forma:

Carregando...

Projeto brasileiro pretende mapear genoma de 15 mil pessoas para prever e tratar doenças
Por Filipe Domingues, G1/ 10/12/2019 12h00

Um projeto liderado por uma cientista brasileira vai identificar as principais características genéticas dos brasileiros para prever doenças e antecipar tratamentos. Lançada nesta terça-feira (10), em São Paulo, a iniciativa "DNA do Brasil" quer mapear o genoma de 15 mil pessoas de 35 a 74 anos de idade e se tornar o maior levantamento do tipo já realizado no país. A ideia é que em cinco anos já se tenham os primeiros resultados. "O desafio é entender quais variações genéticas estão associadas a quais características das pessoas", disse a pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, da Universidade de São Paulo (USP), na abertura do projeto. "Nós somos o resultado do nosso genoma mais o nosso estilo de vida. O genoma é a receita do nosso corpo."

Além da geneticista, estão envolvidos na parceria o Ministério da Saúde que oferecerá dados epidemiológicos da população brasileira por meio do projeto ELSA Brasil; organizações privadas como a Dasa, empresa da área de saúde, que financiará e realizará o sequenciamento das primeiras 3 mil amostras; a Illumina que vai fornecer os insumos e a Google Cloud que fará o armazenamento e proteção dos dados. As descobertas que os cientistas fizerem poderão ser traduzidas em inovações tanto na área de pesquisa genética quanto nos diagnósticos e tratamentos de doenças como o câncer, a hipertensão, o diabetes, depressão, esquizofrenia e algumas doenças raras. Ao descobrir que determinada proteína presente no corpo de uma pessoa permite manter o colesterol baixo, é possível "editar" o DNA do paciente para imitar o comportamento deste elemento. [...]

O diretor médico da Dasa, Gustavo Campana, lembrou que 80% das 8 mil doenças consideradas raras têm origem genética. Já os cânceres hereditários são de 5 a 12% dos casos. Portanto, além da previsão de tais doenças, o mapeamento dos genes e sua associação com as características da população brasileira podem permitir avanços em "terapêutica gênica", ou seja, métodos de tratamento que atuam diretamente nos genes - o mais famoso deles é o CRISPR, a técnica de edição do DNA. "Esse projeto é um marco da genética populacional no Brasil," disse Campana.[...]

Analise abaixo os enunciados extraídos do texto e identifique aquele em que não há um trecho de discurso direto.

Carregando...

Atenção: Considere o texto abaixo para responder à questão de número 4.

Estou sendo injusto em minha descrição. (2º parágrafo)
Transposto para o discurso indireto, o trecho transcrito acima assume a seguinte redação:

Leandro Karnal afirmou

Carregando...

Quanto à tipologia, o texto é, predominantemente,

Carregando...

Atenção: Leia o texto para responder à questão.

   Desde aquela história de Jó contada no Antigo Testamento, Deus e o Diabo não apostavam sobre os seres humanos, com o que a eternidade já estava ficando meio monótona. O Maligno resolveu, então, provocar o Senhor: que tal uma nova aposta? Deus, na sua infinita paciência, topou.
   Dessa vez, contudo, o Diabo estava decidido a não perder. Para começar, escolheu cuidadosamente o lugar onde procuraria sua vítima: um país chamado Brasil no qual, segundo seus assessores ministeriais, a diferença entre pobres e ricos chegava ao nível da obscenidade. Os mesmos assessores tinham sugerido que se concentrasse em aposentados, pessoas que sabidamente ganham pouco.
   O Diabo pôs-se em ação. Foi-lhe fácil induzir um erro no sistema de pagamento de aposentadorias, com o qual um aposentado recebeu, de uma só vez, mais de R$ 6 milhões. E aí tanto o céu como o inferno pararam: anjos, santos e demônios, todos queriam ver o que o homem faria com o dinheiro. O Diabo, naturalmente, esperava que ele se entregasse a uma vida de deboches: festas espantosas, passeios em iates luxuosos, rios de champanhe fluindo diariamente.
   Não foi nada disto que aconteceu. Ao constatar a existência do depósito milionário, o aposentado simplesmente devolveu o dinheiro.Eu não conseguiria dormir, disse, à guisa de explicação.
   O Diabo ficou indignado com o que lhe parecia uma extrema burrice. Mas então teve a ideia de verificar o quanto o homem recebia de aposentadoria por mês: menos de R$ 600. Deu-se conta então de seu erro: a desproporção entre a quantia e os R$ 6 milhões da tentação tinha sido grande demais.
   Mas o Diabo aprendeu a lição. Pretende desafiar de novo o Senhor. Desta vez, porém, escolherá um milionário, alguém familiarizado com o excesso de grana. Ou então um pobre. Mas neste acaso fornecerá, além de muito dinheiro, um frasco de pílulas para dormir. A insônia dos justos tira o sono de qualquer diabo.

(SCLIAR, Moacyr. O imaginário cotidiano. São Paulo: Global, 2002, p. 71-72)

Ao ser transposto para o discurso indireto, o trecho Eu não conseguiria dormir, disse [o aposentado] (4° parágrafo) assume a seguinte redação:

Carregando...

Atenção: Para responder à questão, baseie-se no texto abaixo. 

Transpondo-se adequadamente para o discurso direto a frase O autor nos esclareceu que ele, quando jovem, revelou-se desatento aos aspectos técnicos de uma obra que estivesse a ler, obtém-se esta correta construção: O autor nos esclareceu:

Carregando...

Assinale a opção em que a passagem do discurso direto para o discurso indireto está sendo empregada corretamente de acordo com a frase seguinte.

Nós viajaremos amanhã.

Carregando...

Considere os seguintes recursos textuais.

I - Discurso direto.

II - Intertextualidade.

III - Figuras de linguagem.

Quais destas estratégias textuais foram mobilizadas para os fins retóricos do texto?

Carregando...

Este texto foi retirado do romance Vidas Secas, de Graciliano Ramos. Nele, são relatados os pensamentos de Fabiano. Há, então, duas vozes no texto: a do narrador, que conta o encontro de Fabiano com o soldado, e a de Fabiano, por meio da qual ficamos sabendo seus pensamentos.

A técnica usada pelo narrador para mostrar o que a personagem estava pensando é chamada de:

Carregando...

O texto 1 é parte de uma coluna de um jornal carioca e pertence ao seguinte gênero:

Carregando...

Considere as seguintes propostas de transposição de trechos em discurso direto a discuro indireto, ou vice-versa:

I- Discurso direto: “_ Terminem de lavar a louça! _ insistiu a mão aos filhos.". Discurso indireto: “ A mãe insistiu para que os filhos terminassem de lavar a louça.".

II- Discurso indireto: “O pai comentou que os filhos não terminariam de montar o quebra-cabeça.". Discurso direto: "_ vocês não terminarão de montar o quebra- abeça. _comentou o pai.".

III- Discurso direto: “ O professor disse: _prestem atenção na tarefa de português, alunos.". Discurso indireto: “O professor disse aos alunos para que prestem atenção na tarefa de português.".

Com base nisso, as propostas de transposição correta, são:

Carregando...

Sobre a organização textual da crônica pode-se afirmar que:

Carregando...

A questão refere-se ao texto abaixo.

Assinale a alternativa que apresenta uma versão em discurso indireto do trecho Como é que você aguenta tanto serviço? Você precisa de uma ajudante (l. 35-36).

Carregando...

A questão referem-se ao texto abaixo, onde o filósofo francês Voltaire (1694-1778) reflete sobre a aplicação de penas pela justiça, considerando os valores daquela época.

Transpondo coerentemente para o discurso indireto o início do texto, obtém-se a seguinte formulação: Voltaire ousou convidar-nos

Carregando...

Nos textos narrativos, é através da voz do narrador que é possível conhecer o desenrolar da história e as ações das personagens, e é através da voz das personagens que conhecemos as suas ideias, opiniões e sentimentos. A maneira pela qual a voz das personagens é introduzida na voz do narrador, a isto chamamos discurso. Existem três tipos de discurso: o discurso direto, o discurso indireto e o discurso indireto livre. Em relação ao discurso:

I. O discurso direto é o mais natural e comum dos tipos de discurso. Através de sua utilização, o narrador permite que as personagens se exprimam livremente, ganhando vida própria na narração.

II. O discurso direto é, normalmente, introduzido por verbos de elocução que anunciam o discurso, como os verbos: dizer, perguntar, responder, comentar, falar, etc.

III. No discurso indireto, as falas das personagens são apresentadas pelo narrador, sendo ele o responsável por falar na vez da personagem.

IV. No discurso indireto, ainda que o narrador seja o responsável por falar pelo personagem, ele não utiliza suas próprias palavras para reproduzir a essência das falas das personagens, bem como suas reações e personalidade.

V. O discurso indireto livre é o mais difícil e o mais dinâmico dos tipos de discurso, uma vez que as falas das personagens se encontram inseridas dentro do discurso do narrador.

Assinale a alternativa que apresenta a afirmativa incorreta.

Carregando...
GABARITO:

  • 1) E
  • 2) C
  • 3) C
  • 4) A
  • 5) A
  • 6) B
  • 7) A
  • 8) E
  • 9) D
  • 10) E
  • 11) D
  • 12) E
  • 13) D
  • 14) C
  • 15) A
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282