Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 1 a 15 de 22 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 1 a 15
Questões por página:
Q738003

Julgue o próximo item, relativo às recomendações internacionais de preservação.

A Carta de Madrid (2011) propõe-se a reexaminar os princípios da Carta de Burra, a fim de aprofundá-los e dotá-los de um alcance maior, ao defender que, no patrimônio arquitetônico do século XX, é importante incluir todos os aspectos relacionados com o bem, como os interiores, os elementos fixos e as obras de arte associadas.

Carregando...
Q739513

As Cartas Patrimoniais constituem documentos que, em ordem cronológica, permitem uma leitura da evolução do pensamento preservacionista através dos tempos. A Carta em que, primeiramente, se recomendou “respeitar, na construção de edifícios, o caráter e a fisionomia das cidades, sobretudo na vizinhança dos monumentos antigos" foi denominada de

Carregando...
Q737132

A Carta de Florença (1981) e a de Juiz de Fora (2010) estabelecem regras específicas para jardins históricos, salvaguardados como monumentos vivos. Consta da Carta de Florença (1981): "Art. 1.º: Um jardim histórico é uma composição arquitetônica e vegetal que, do ponto de vista da história ou da arte, apresenta um interesse público. Como tal é considerado monumento. (...) Art. 3.º: Por ser monumento, o jardim histórico deve ser salvaguardado conforme o espírito da Carta de Veneza. Todavia, como 'monumento vivo', sua salvaguarda requer regras específicas, que são objetivos da presente carta".

Tendo o texto precedente como referência inicial e considerando que a intervenção em jardins históricos segue diretrizes específicas que objetivam a proteção e a preservação sistematizada desses monumentos, julgue o item que se segue.

A segurança da execução das intervenções de restauração em jardins históricos independe de fiscalização e supervisão contínuas.

Carregando...
Q737290

À luz das recomendações internacionais de preservação, julgue o item subsequente.

De acordo com a Carta de Veneza, a restauração é uma ação de caráter ordinário e que tem por objetivo a conservação e a revelação dos valores estéticos e históricos do monumento; assim, para que a restauração seja feita de forma harmônica, os elementos colocados em lugar de partes faltantes devem ser integrados ao monumento, de forma a não se destacarem das partes originais.

Carregando...
Q738002

Julgue o próximo item, relativo às recomendações internacionais de preservação.

No cenário do Cone Sul, a Carta de Petrópolis coloca em pauta a questão da autenticidade a partir da peculiar realidade regional, que difere daquela dos países europeus ou asiáticos de longa tradição como nações.

Carregando...
Q737129

A Carta de Florença (1981) e a de Juiz de Fora (2010) estabelecem regras específicas para jardins históricos, salvaguardados como monumentos vivos. Consta da Carta de Florença (1981): "Art. 1.º: Um jardim histórico é uma composição arquitetônica e vegetal que, do ponto de vista da história ou da arte, apresenta um interesse público. Como tal é considerado monumento. (...) Art. 3.º: Por ser monumento, o jardim histórico deve ser salvaguardado conforme o espírito da Carta de Veneza. Todavia, como 'monumento vivo', sua salvaguarda requer regras específicas, que são objetivos da presente carta".

Tendo o texto precedente como referência inicial e considerando que a intervenção em jardins históricos segue diretrizes específicas que objetivam a proteção e a preservação sistematizada desses monumentos, julgue o item que se segue.

A intervenção em jardins históricos envolve o conhecimento dos seguintes conceitos básicos de conservação, indispensáveis à preservação do bem cultural: valores intrínsecos e extrínsecos, autenticidade, tombamento e entorno.

Carregando...
Q737131

A Carta de Florença (1981) e a de Juiz de Fora (2010) estabelecem regras específicas para jardins históricos, salvaguardados como monumentos vivos. Consta da Carta de Florença (1981): "Art. 1.º: Um jardim histórico é uma composição arquitetônica e vegetal que, do ponto de vista da história ou da arte, apresenta um interesse público. Como tal é considerado monumento. (...) Art. 3.º: Por ser monumento, o jardim histórico deve ser salvaguardado conforme o espírito da Carta de Veneza. Todavia, como 'monumento vivo', sua salvaguarda requer regras específicas, que são objetivos da presente carta".

Tendo o texto precedente como referência inicial e considerando que a intervenção em jardins históricos segue diretrizes específicas que objetivam a proteção e a preservação sistematizada desses monumentos, julgue o item que se segue.

As intervenções com vistas à conservação de jardins históricos podem ser definidas como conjunto de ações destinadas a prolongar o tempo de vida ou a integridade física do bem cultural e preservar a sua autenticidade.

Carregando...
Q737294

À luz das recomendações internacionais de preservação, julgue o item subsequente.

Tanto a Carta de Nara quanto a Carta de Brasília tratam da questão da autenticidade: a primeira sob uma ótica abrangente, e a segunda com enfoque na realidade latino-americana, sobretudo a do Cone Sul, caracterizado por uma identidade fortemente marcada por uma herança multicultural.

Carregando...
Q738001

Julgue o próximo item, relativo às recomendações internacionais de preservação.

A Carta de Veneza reconhece a dimensão urbana da prática preservacionista ao afirmar que a noção de monumento histórico compreende a criação arquitetônica isolada, bem como o sítio urbano ou rural estendendo-se não apenas às grandes criações, mas também às obras modestas que tenham adquirido significação cultural.

Carregando...
Q737128

A Carta de Florença (1981) e a de Juiz de Fora (2010) estabelecem regras específicas para jardins históricos, salvaguardados como monumentos vivos. Consta da Carta de Florença (1981): "Art. 1.º: Um jardim histórico é uma composição arquitetônica e vegetal que, do ponto de vista da história ou da arte, apresenta um interesse público. Como tal é considerado monumento. (...) Art. 3.º: Por ser monumento, o jardim histórico deve ser salvaguardado conforme o espírito da Carta de Veneza. Todavia, como 'monumento vivo', sua salvaguarda requer regras específicas, que são objetivos da presente carta".

Tendo o texto precedente como referência inicial e considerando que a intervenção em jardins históricos segue diretrizes específicas que objetivam a proteção e a preservação sistematizada desses monumentos, julgue o item que se segue.

O SRBM, assim como o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, os Jardins da Casa Rui Barbosa e os Jardins do Parque São Clemente, são considerados jardins históricos brasileiros.

Carregando...
Q737130

A Carta de Florença (1981) e a de Juiz de Fora (2010) estabelecem regras específicas para jardins históricos, salvaguardados como monumentos vivos. Consta da Carta de Florença (1981): "Art. 1.º: Um jardim histórico é uma composição arquitetônica e vegetal que, do ponto de vista da história ou da arte, apresenta um interesse público. Como tal é considerado monumento. (...) Art. 3.º: Por ser monumento, o jardim histórico deve ser salvaguardado conforme o espírito da Carta de Veneza. Todavia, como 'monumento vivo', sua salvaguarda requer regras específicas, que são objetivos da presente carta".

Tendo o texto precedente como referência inicial e considerando que a intervenção em jardins históricos segue diretrizes específicas que objetivam a proteção e a preservação sistematizada desses monumentos, julgue o item que se segue.

A Carta de Juiz de Fora traduz para a realidade brasileira o conteúdo da Carta de Florença sobre jardins históricos, ampliando o entendimento das tipologias de bens que podem ser considerados jardins históricos no Brasil.

Carregando...
Q737293

À luz das recomendações internacionais de preservação, julgue o item subsequente.

Conforme a Carta de Burra, a reconstrução consiste na reversão de um sítio (lugar, área, terreno, paisagem, edifício, grupo de edifícios) a um estado anterior conhecido e distingue-se do restauro pela introdução de material novo na fábrica (que corresponde a todo o material físico do sítio).

Carregando...
Q738000

Julgue o próximo item, relativo às recomendações internacionais de preservação.

O foco da Carta de Nara é a autenticidade, quando afirma que, em um mundo cada vez mais submetido às forças da globalização e da homogeneização, a principal contribuição fornecida pela consideração do valor de autenticidade na prática da conservação é clarificar e iluminar a memória coletiva da humanidade.

Carregando...
Q736941

A respeito da conservação e do restauro, julgue o item subsequente.

Manter a originalidade do objeto é de primordial importância, por isso quaisquer sinais físicos que tenham causado alterações na aparência original da peça, ao longo de sua história, devem ser apagados no processo de restauração.

Carregando...
Q737127

A Carta de Florença (1981) e a de Juiz de Fora (2010) estabelecem regras específicas para jardins históricos, salvaguardados como monumentos vivos. Consta da Carta de Florença (1981): "Art. 1.º: Um jardim histórico é uma composição arquitetônica e vegetal que, do ponto de vista da história ou da arte, apresenta um interesse público. Como tal é considerado monumento. (...) Art. 3.º: Por ser monumento, o jardim histórico deve ser salvaguardado conforme o espírito da Carta de Veneza. Todavia, como 'monumento vivo', sua salvaguarda requer regras específicas, que são objetivos da presente carta".

Tendo o texto precedente como referência inicial e considerando que a intervenção em jardins históricos segue diretrizes específicas que objetivam a proteção e a preservação sistematizada desses monumentos, julgue o item que se segue.

A Carta de Florença estabelece que a proteção dos jardins históricos exige que eles sejam identificados e inventariados e impõe como intervenções a manutenção, a conservação e a restauração, mas não a sua reconstituição.

Carregando...
GABARITO:

  • 1) Errado
  • 2) D
  • 3) Errado
  • 4) Errado
  • 5) Errado
  • 6) Certo
  • 7) Certo
  • 8) Certo
  • 9) Certo
  • 10) Errado
  • 11) Certo
  • 12) Certo
  • 13) Certo
  • 14) Errado
  • 15) Errado
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282