Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questão: 607409 - IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Pedagogia , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Sociologia , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Química , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Matemática , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Português , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Espanhol , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Inglês , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - História , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Geografia , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Física , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Filosofia , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Educação Física , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Ciências Físicas e Biológicas , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Biologia , IBFC - 2017 - SEDUC-MT - Professor - Arte

Analise as afirmativas a seguir e assinale a alternativa correta:

I. Embora partindo de ideias do homem em estado de natureza, Rousseau não partilha da tese de que a natureza humana é má ou egoísta. Os homens não são inimigos por natureza, mas são naturalmente bondosos. Na base do conflito humano, quando este acontece, situa-se a propriedade privada; esta é a fonte geradora de atritos entre os homens.

II. Se há um estado de guerra, este é produto da relação entre as coisas e não entre os homens. Como em estado de natureza não há propriedade privada, a guerra originada pela propriedade também não reflete o estado de natureza. Rousseau define a guerra como uma relação de Estado a Estado, na qual os homens particulares tornam-se inimigos apenas por acidente.

III. Com essa ideia Rousseau se contrapõe às concepções que defendem de alguma forma o direito à escravidão. Em nenhum momento o escravo pode ser produto da guerra, porque esta não é uma relação de homem a homem. A guerra não concede nenhum direito que não seja necessário a seus fins, e os fins nunca são particulares; logo, para os particulares nenhuma consequência pode resultar após o fim da guerra da qual participam.

IV. Em Rousseau o homem é definido como livre e igual por natureza. Renunciar à liberdade equivale a renunciar à própria condição de homem. O princípio da liberdade é inalienável; a norma o imperativo da ação. O homem que Rousseau define como livre e igual por natureza, porém, revela-se numa existência bastante distante da natural. “o homem nasce livre e por toda parte encontra-se a ferros".

Estão corretas as afirmativas:

Carregando...
GABARITO: E
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282