Ir para o conteúdo principal
Milhares de questões atuais de concursos.

A língua escrita, como a falada, compreende diferentes
níveis, de acordo com o uso que dela se faça. Por exemplo, em uma
carta a um amigo, podemos nos valer de determinado padrão de
linguagem que incorpore expressões extremamente pessoais ou
coloquiais; em um parecer jurídico, não se há de estranhar a
presença do vocabulário técnico correspondente. Nos dois casos, há
um padrão de linguagem que atende ao uso que fazemos da língua,
a finalidade com que a empregamos.

Manual de Redação da Presidência da República. 2.º ed.,
2002, p. 5. Internet: (com adaptações).

Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens
subsecutivos, referentes à linguagem empregada na correspondência
oficial.

Em ofícios e memorandos, independentemente da urgência dos assuntos tratados, mantêm-se as exigências de concisão e clareza da linguagem e de revisão cuidadosa do texto do expediente.

© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282