Concurso DPU: tudo sobre o próximo edital da Defensoria Pública da União

Atualizado em 20/05/2022 às 14:22

O concurso DPU está mais próximo de sair! Foi aprovado pelo Senado um projeto de lei que permite a criação de 811 cargos efetivos para a Defensoria Pública da União. Por isso, se o seu objetivo é participar da futura seleção, não deixe de conferir tudo o que nós já sabemos a respeito.

O Aprova Concursos preparou um curso exclusivo para o concurso DPU. Nossas videoaulas estão em formato de plano de estudos, ou seja, elas já estão organizadas na ordem dos assuntos que mais tem chances de serem cobrados na prova! Então, é só dar o play e seguir a sequência do seu ambiente de estudos, assim, você não perde tempo! E, elas também são gravadas por assunto, com a duração ideal para que você consiga aprender sobre o tema proposto pelo professor, sem ficar cansativa!

Afinal, a sua preparação só precisa durar o tempo necessário para garantir a vaga dos seus sonhos. Com toda a certeza um dos nossos cursos irá aumentar muito as suas chances de conquistar uma das vagas na DPU. Venha para o Aprova e descubra o segredo para ser aprovado!

Estude para o concurso DPU

Ou, se preferir, ligue: 0800 727 6282

Concurso DPU 2022

Na terça-feira, 17 de maio, foi aprovado pelo Senado Federal o projeto de lei que cria quadro próprio de servidores, contemplando cargos efetivos e em comissão para atuar na Defensoria Pública da União.

O PL propõe a criação de 410 cargos para analistas (nível superior), 401 cargos técnicos (nível médio), e 154 cargos e 46 funções em comissão. Portanto, o concurso dpu 2022 poderá abrir 811 vagas em breve.

É importante destacar que o documento será encaminhado ainda ao Poder Executivo, que poderá sancionar ou não a medida. A realização de um concurso para o órgão depende do andamento deste projeto.

Vale lembrar que o Projeto de Lei 7922/14 já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, e estrutura o plano de carreiras, cargos e remunerações. E historicamente, a DPU possui um elevado déficit de servidores. Do total de 1.163, 828 são cedidos de outros órgãos da administração pública. O órgão conta ainda com aproximadamente 2.000 estagiários e 637 defensores.

Concurso DPU salário

Com a aprovação do Projeto, como já mencionamos deverão ser criadas cargos de Analista, de nível superior, com remuneração entre R$ 7.323,60 e R$ 10.883,03.

E os cargos de Técnico, de nível intermediário, deverão ter salários entre R$ 4.363,94 a R$ 6.633,12.

Requisitos e atribuições dos cargos do DPU

Ainda não sabemos quais serão as formações específicas exigidas no novo edital, mas podemos usar como base as informações do último certame. Confira:

Analista Técnico-Administrativo

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

ATRIBUIÇÕES: planejar, supervisionar, coordenar, controlar, acompanhar e executar atividades técnicas, de nível superior, relativas à administração de recursos humanos, administração de recursos materiais e patrimoniais, orçamentários e financeiros, de contratos e licitações, comunicação e tecnologia da informação, e de suporte técnico administrativo necessário ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Defensoria Pública da União, bem como auxiliar a implementação de políticas e a realização de estudos e pesquisas, ressalvadas as atividades privativas de carreiras específicas.

Arquivista

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro na Delegacia Regional do Trabalho (Lei nº 6.546/1978 e Decreto nº 82.590/1978).

ATRIBUIÇÕES: planejar, organizar e coordenar serviços de arquivo, serviços de microfilmagem aplicada aos arquivos e aos centros de documentação e informação constituídos de acervos arquivísticos e mistos, das atividades de identificação das espécies documentais bem como planejar, orientar e acompanhar o processo documental e informativo, orientando o planejamento da automação aplicada aos arquivos, da classificação, arranjo e descrição de documentos, a avaliação e seleção de documentos, para fins de preservação, promover medidas necessárias à conservação de documentos, elaborando pareceres, trabalhos de pesquisa sobre documentos culturalmente importantes, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Assistente Social

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Serviço Social (CRESS).

ATRIBUIÇÕES: desenvolver trabalho técnico/especializado, prestando assessoria e realizando estudos com vistas a subsidiar a formulação de projetos, ações, emissão de relatórios, laudos, informações e pareceres sobre a matéria do Serviço Social, bem como elaborar, coordenar, executar, supervisionar e avaliar os programas específicos da Defensoria Pública da União que tratem de serviço social, implementar e aperfeiçoar os serviços correlatos à atividade de assistência social, inclusive os dirigidos aos cidadãos usuários da DPU, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Bibliotecário

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biblioteconomia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Biblioteconomia (CRB).

ATRIBUIÇÕES: organizar, dirigir e executar serviços técnico/especializados relativos à administração de bibliotecas, organizando, dirigindo e executando serviços de documentação, de classificação e catalogação de manuscritos e de livros raros ou preciosos, de mapotecas, de publicações oficiais e seriadas, de bibliografia e referência, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Contador

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Contabilidade (CRC).

ATRIBUIÇÕES: gerenciar, coordenar e executar atividades orçamentárias, financeiras, contábeis, patrimoniais e de custos, realizando auditoria contábil e financeira, elaborando normas, relatórios, emissão de pareceres, bem como interpretar e aplicar a legislação econômico-fiscal, tributária e financeira, coordenando e executando atividades referentes à elaboração, à revisão e ao acompanhamento de programação orçamentária e financeira anual/plurianual, acompanhar a gestão de recursos físicos e executar outras atividades administrativas concernentes ao profissional de ciências contábeis, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Economista

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Econômicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Economia (CORECON).

ATRIBUIÇÕES: supervisionar, orientar e coordenar a execução de serviços técnico/especializados relativos à elaboração de propostas orçamentárias, projeções de despesas, custos de serviços, projeções de balanços, acompanhamento orçamentário e outros assuntos econômico-financeiros bem como realizar estudos, pesquisas, análises e interpretações da legislação econômico-fiscal e orçamentária, planejando, definindo e coordenando a implementação de metodologias e a execução de pesquisas e estudos econômicos, financeiros e estatísticos, orientando e participando da elaboração de planos e programas orçamentários, acompanhando as alterações da legislação financeira, efetuando levantamentos destinados à estruturação de indicadores para acompanhamento de programas de trabalho, realizando estudos econômicos e financeiros para a emissão de pareceres sobre assuntos econômicos, efetuando cálculos de estimativa de custo, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Psicólogo

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP).

ATRIBUIÇÕES: utilizar métodos e técnicas com vistas à formulação de diagnóstico psicológico para a promoção de ações de orientação psicológica, de desenvolvimento individual, institucional e de equipes, bem como realizar perícias e emitir pareceres especializados que resultem em ações de promoção de melhoria de clima interno, de saúde organizacional, de desempenho, de desenvolvimento e resolução de conflitos e tomada de decisão, supervisionando, ainda, a execução de trabalhos que envolvam outras atividades administrativas atinentes ao profissional de psicologia, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Sociólogo

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Sociologia ou em Ciências Sociais (habilitação Sociologia), fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

ATRIBUIÇÕES: elaborar, supervisionar, orientar, coordenar, planejar, programar, implantar, controlar, dirigir, executar, analisar ou avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos atinentes à realidade social, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Técnico em Assuntos Educacionais

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

ATRIBUIÇÕES: planejar, desenvolver, implementar, executar e acompanhar a implementação de rotinas administrativas e técnicas relacionadas à atividade de recursos humanos, orçamento e finanças, logística, contratos e licitações, arquivo, comunicação e tecnologia da informação, elaborando projetos e propostas para a implementação de novos métodos e técnicas de trabalho que objetivem a otimização de resultados, a melhoria de processos e procedimentos, elaborar normas, manuais e correlatos para padronização de rotinas e executar tarefas administrativas correlatas, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Técnico em Comunicação Social – Jornalismo

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Comunicação Social – Jornalismo, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

ATRIBUIÇÕES: desenvolver atividades técnico/especializadas de planejamento, organização, avaliação e execução de atividades relativas à comunicação social, cerimonial e relacionamento institucional com outras entidades e com a sociedade, na cobertura de eventos e reuniões, na interpretação de informações e redação de notícias, selecionando, revisando e preparando matérias e projetos gráficos que objetivem, inclusive, a adoção de medidas voltadas ao marketing institucional e à realização de campanhas publicitárias, bem como produzir publicações internas e prestar assessoramento e suporte a Defensoria Pública da União, em assuntos ligados à comunicação e relacionamento com as mídias, bem como desempenhar quaisquer outras atividades constitucionais e legais a cargo do Órgão, desde que não exigida qualificação específica.

Agente Administrativo

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

ATRIBUIÇÕES: executar atividades administrativas, de nível intermediário, relativas às atribuições legais da Defensoria Pública da União.

Requisitos básicos do concurso DPU

O último edital mencionava o seguinte:

  • Ser aprovado no concurso público.
  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do artigo 12 da Constituição Federal.
  • Estar em gozo dos direitos políticos.
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino.
  • Estar quite com as obrigações eleitorais.
  • Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo, conforme edital.
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.
  • Apresentar declaração de bens e valores que constituam o seu patrimônio e, se casado(a), a do cônjuge, com dados até a data da posse.
  • Providenciar, às suas expensas, os exames laboratoriais e complementares necessários à realização do exame médico a que será submetido.
  • Apresentar, na forma da legislação vigente, declaração de não ter sido, nos últimos cinco anos,
    demitido ou destituído de cargo em comissão, por infringência do art. 117, incisos IX e XI, da Lei
    nº 8.112/1990 e suas alterações.
  • Apresentar, na forma da legislação vigente, declaração de não ter sido, demitido ou destituído do
    cargo em comissão por infringência do art. 132, incisos I, IV, VIII, X e XI, da Lei nº 8.112/1990 e suas alterações.
  • Cumprir as determinações do edital.

O que cai no concurso da DPU?

Se você quer saber o que estudar para o concurso da DPU veio ao lugar certo! Vamos usar como base o último edital da DPU para te contar quais disciplinas foram cobradas na prova e deverão aparecer novamente no edital dpu 2022. Confira a lista:

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Informática
  • Normas Aplicáveis Aos Servidores Públicos (exceto para Analista Técnico-Administrativo)
  • Noções de Direito Constitucional e Administrativo (exceto para Analista Técnico-Administrativo e de Técnico em Assuntos educacionais)
  • Noções de Arquivologia (Somente para Agente Administrativo, Analista Técnico–Administrativo e Técnico em Assuntos Educacionais)
  • Noções de Gestão de Pessoas (somente para Analista Técnico–Administrativo, Assistente Social, Sociólogo e Técnico em Assuntos Educacionais)
  • Raciocínio Lógico

Como passar no concurso da DPU?

Em primeiro lugar é fundamental que você não aguarde pela publicação do edital para iniciar sua preparação. O quanto antes você iniciar os estudos, ou seja, se antecipar, muito maiores serão suas chances de ter sucesso no futuro concurso. Assim, quando o documento for finalmente divulgado, você estará muitos passos à frente dos concorrentes. E a melhor forma de fazer isso é com um curso online.

Nele você terá acesso a videoaulas que com os conteúdos que realmente têm chances de serem cobrados nas próximas provas. Assim, você tem economia máxima de tempo, pois não perderá horas preciosas lendo apostilas com assuntos desnecessários. As videoaulas têm ainda a vantagem de durarem apenas 30 minutos em média cada uma, otimizando a forma como a matéria é passada e facilitando a assimilação. Resumindo, estudar assistindo videoaulas é a forma mais rápida e eficaz de ficar muito bem preparado.

Playlist de Língua Portuguesa

Melhor do que falar é mostrar, não é verdade? Então fica abaixo, como exemplo e também material de apoio para sua preparação, uma playlist repleta de videoaulas grátis de Língua Portuguesa, disciplina que com toda a certeza deverá aparecer na próxima prova. Confira as dicas da prof.ª Carolina Santana:

Playlist de Informática

Outra disciplina que deve aparecer no próximo edital é a de informática. Veja uma playlist especial com a Profª Kátia Quadros sobre os assuntos mais cobrados nas provas de concursos públicos:

Playlist de Raciocínio Lógico

Outra disciplina que deverá fazer parte dos seus estudos para o concurso, dependendo do cargo ao qual pretende concorrer, é Raciocínio Lógico. É fato, ela costuma tirar o sono de muitos concurseiros, mas estando bem preparado esse medo pode ser deixado de lado. Confira com o Prof. Braian Azael o que mais costuma ser cobrado nas provas e descubra como é mais simples do que você imagina resolver as questões.

Playlist de Direito Administrativo

Como você pôde ver no decorrer da postagem, o Direito Administrativo provavelmente fará parte da prova. Sabendo disso, preparamos uma playlist com videoaulas grátis apresentando assuntos que mais costumam ser cobrados nas avaliações. Confira!

Questões da DPU

Além do curso, você também pode complementar seus estudos por meio do Aprova Questões, uma plataforma que oferece milhares de questões para que você possa revisar a teoria aprendida durante as aulas, ao mesmo tempo em que permite avaliar os seus conhecimentos.

Desta forma, combinando o método de videoaulas com a resolução de questões, sua preparação fica ainda mais poderosa.

Em especial, para o concurso do DNIT, separamos mais de 1.400 questões já cobradas anteriormente:

Questões da DPU

Resumo concurso DPU

  • Banca: a definir
  • Cargos: Técnico e Analista
  • Níveis: Médio e Superior
  • Vagas: 811
  • Remuneração: até R$ 3,7 mil
  • Situação: Aguardando autorização

Último edital do concurso da DPU

O último concurso DPU para a área administrativa ocorreu em 2015 com organização do Cebraspe (na época chamado ainda de Cespe/UnB). A oferta foi de 143 vagas de níveis médio e superior nos cargos de Agente Administrativo e Analista com lotação em várias regiões do país. O prazo de validade deste certame encerrou em 21 de março de 2019.

As vagas de nível superior eram para Analista Técnico Administrativo, Arquivista, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Economista, Psicólogo, Sociólogo, Técnico em Assuntos Educacionais e Técnico em Comunicação Social/Jornalista, com remuneração inicial de R$ 6.348,27. Já para nível médio, as oportunidades eram para Agente Administrativo, que tinha salário inicial de R$ 3.817,98.

Na época, os candidatos foram avaliados com provas objetivas contendo 150 questões para os cargos de nível superior e 120 para nível médio.

O que é a DPU?

A Defensoria Pública da União (DPU) foi instituída em 1994 e tem a missão de democratizar o acesso à justiça e defender os direitos dos necessitados de forma integral e gratuita para promover a dignidade da pessoa humana.

O Defensor Público Federal atua na Justiça Federal e entre as suas atribuições, as matérias de maior destaque são:

  • Criminal (crimes federais);
  • Cível (casos relacionados a saúde). Nestes casos, em virtude da responsabilidade solidária entre União, Estados e Municípios;
  • Atuação forte também na área de educação relacionado à programas federais;
  • Tributário;
    Previdenciário;
  • Direitos Humanos e tutela coletiva;
  • Direito Internacional

A DPU atua tanto na esfera judicial quanto na extrajudicial e os servidores são divididos de acordo com a região de lotação em ofício geral ou ofício especializado (neste caso há três áreas: cível, criminal e previdenciário).

A DPU acompanha os feriados e recessos do poder judiciário, diferente do que acontece na Advocacia Geral da União (AGU). Existem plantões, mas um plantão trabalhado será compensado com um dia de folga, além de no ano seguinte o servidor ter direito a mais 20 dias úteis de descanso.

Material gratuito para concursos públicos  

A fim de ajudar na sua preparação montamos diversos materiais gratuitos com os temas mais cobrados nas provas de concurso público, Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Exame do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e muitos outros materiais grátis! Dessa maneira, acesse o link acima e baixe o conteúdo gratuito agora mesmo.

Dicas para começar a estudar do zero

Você está começando agora sua trajetória no mundo dos concursos públicos? Então, não perca a chance de iniciar com o pé direito, confira nossas dicas sobre como começar a estudar para concurso do zero. Mesmo se você tem pouco tempo para se preparar, nós te ensinaremos a aproveitar seu tempo para conquistar uma vaga!

Concursos abertos e previstos

Veja os destaques dos concursos abertos e previstos e prepare-se com o Aprova Concursos! Há milhares de oportunidades abertas em diversas em Prefeituras, Tribunais, Polícias (Militar e Civil), e muito mais! E ainda, excelentes oportunidades serão ofertadas em breve em diversos concursos federais.

Prepare-se com o Aprova Concursos

Primeiramente, você ainda não possui nível superior? Aproveite, veja uma lista e escolha seu curso superior ead para ficar bem preparado e conquistar uma excelente vaga nos próximos concursos públicos! Os cursos de pedagogia e serviço social são boas opções para quem está em dúvida e deseja seguir uma carreira de sucesso.

Portanto, como você não tem muito tempo, precisa deixar as apostilas de lado e aprender com videoaulas. No Aprova, você tem acesso ao conteúdo que realmente será cobrado na prova dividido em videoaulas de 30 minutos.

Assim sendo, você aprende o tema proposto pelo professor sem que o processo se torne cansativo. E ainda, pode aproveitar os intervalos do seu dia para assistir a uma videoaula e ficar ainda mais perto da aprovação.

Por fim, é importante ressaltar que cada preparatório é específico para o certame e também para o cargo do seu interesse, como o curso OAB. Confira nosso curso para concurso!

Leia mais notícias

Inscreva-se no YouTube

Curta no Facebook

Siga no Instagram

Compartilhe com
seus amigos

Deixe seu Comentário