Concurso SEFA PA: descubra como ser aprovado na Secretaria da Fazenda do Pará

Atualizado em 06/01/2022 às 14:37

Uma nova seleção para o estado do Pará foi publicada, com oferta de 200 vagas de nível superior no concurso SEFA PA. As inscrições abrem em janeiro e as provas serão em março de 2022. Então, se você deseja saber mais informações e até mesmo iniciar a sua preparação, não deixe de conferir o texto a seguir!

sefa-pa

O Aprova Concursos preparou um curso exclusivo para o concurso SEFA PA. Nossas videoaulas estão em formato de plano de estudos, ou seja, elas já estão organizadas na ordem dos assuntos que mais tem chances de serem cobrados na prova! Então, é só dar o play e seguir a sequência do seu ambiente de estudos, assim, você não perde tempo! E, elas também são gravadas por assunto, com a duração ideal para que você consiga aprender sobre o tema proposto pelo professor, sem ficar cansativa!

Afinal, a sua preparação só precisa durar o tempo necessário para garantir a vaga dos seus sonhos. Com toda a certeza um dos nossos cursos irá aumentar muito as suas chances de conquistar uma das vagas na SEFA PA, venha para o Aprova e descubra o segredo para ser aprovado!

Estude para o concurso SEFA PA

Para mais informações, ligue: 0800 727 6282

Inscrições concurso SEFA PA

O período de inscrição inicia no dia 10 de janeiro de 2022 e segue até 10 de fevereiro de 2022 no site https://www.portalfadesp.org.br. As taxas custam R$ 75,00 e o pagamento pode ser feito até o dia 11 de fevereiro de 2022.

Cargos concurso SEFA PA

A oferta é de 200 vagas que exigem apenas diploma de graduação de nível superior, divididas conforme a tabela abaixo:

CARGOS SALÁRIO VAGAS
Auditor Fiscal de Receitas Estaduais R$ 15.076,58 38 + 112 de cadastro reserva
Fiscal de Receitas Estaduais R$ 11.910,51 10 + 40 de cadastro reserva

 

A jornada de trabalho é de 30 horas semanais para ambos os cargos.

Etapas concurso SEFA PA

Os candidatos serão avaliados em uma única etapa, constituída de Exame de Avaliação de Conhecimento, com aplicação de Provas Objetivas de conhecimento gerais e específicos, de caráter eliminatório e classificatório, sendo:

  • Prova 1 – Conhecimentos Gerais – 100 questões
  • Prova 2 – Conhecimentos Específicos – 80 questões

Para o cargo de Auditor, a divisão das questões é a seguinte:

Prova para Auditor da SEFA PA

Prova para Auditor da SEFA PA

Para o cargo de Fiscal a divisão das matérias é a seguinte:

Prova para Fiscal da SEFA PA

Prova para Fiscal da SEFA PA

As provas serão aplicadas nas cidades de Belém (PA), Marabá (PA), Altamira (PA), Santarém (PA), Itaituba (PA) e Redenção (PA).

Para o cargo de Fiscal de Receitas Estaduais, a aplicação será na seguinte data:

  • Prova Objetiva 1 – Conhecimentos Gerais: 20/03/2022 das 8h às 13h
  • Prova Objetiva 2 – Conhecimentos Específicos: 20/03/2022 das 15h às 20h

E para o cargo de Auditor Fiscal de Receitas Estaduais:

  • Prova Objetiva 1 – Conhecimentos Gerais: 27/03/2022 das  8h às 13h
  • Prova Objetiva 2 – Conhecimentos Específicos: 27/03/2022 das 15h às 20h

Prepare-se para o concurso SEFA PA

Por aqui, gostamos de otimizar seu tempo de preparação, por isso, separamos algumas playlists de conteúdo do youtube que vão te deixar mais perto de conquistar uma das vagas no concurso SEFA PA. Para começar, você pode conferir uma playlist completa com os conteúdos mais cobrados de língua portuguesa em concursos públicos.

E como a disciplina de matemática financeira e estatística também é cobrada em conhecimentos gerais, trouxemos mais conteúdo específico para os seus estudos. Confira essas dicas do professor Braian Azael divididas em dois vídeos essenciais para a sua aprovação.

E para finalizar, ainda tem uma videoaula com a professora Daiane Soares sobre Ética na Administração Pública, esse assunto também pode ser cobrado na sua prova para o concurso SEFA PA. Confira logo abaixo!

Requisitos para posse na SEFA PA

O edital menciona os seguintes requisitos para ambos os cargos:

  • ter sido aprovado e classificado no concurso público, dentro do número de vagas;
  • ser brasileiro nato/naturalizado ou possuir os direitos inerentes a tal nas condições previstas no artigo 12, §1º da Constituição Federal;
  • no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do §1º do artigo 12 da Constituição da República Federativa do Brasil e na forma do disposto no artigo 13 do Decreto nº 70.436, de 18 de abril de 1972;
  • ter idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos completos, na data da posse;
  • provar o cumprimento das obrigações eleitorais e, no caso de candidato do sexo masculino, das obrigações militares;
  • estar em pleno exercício dos direitos políticos;
  • possuir diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC;
  • apresentar declaração de bens que constituem o seu patrimônio, na forma do Decreto Estadual nº 1.712, de 12 de julho de 2021;
  • apresentar declaração de que não acumula cargo, emprego ou função pública, ou proventos de inatividade; ressalvadas as possibilidades de acumulação lícita previstas no inciso XVI do art. 37
    da Constituição Federal;
  • ser considerado apto, física e mentalmente, para o exercício do cargo no exame médico pré- admissional realizado pela perícia médica oficial, devendo o candidato apresentar os exames clínicos e laboratoriais, os quais correrão às suas expensas;
  • não haver sofrido sanção impeditiva do exercício de cargo público por qualquer órgão público ou entidade, da esfera federal, estadual ou municipal; e
  • reputação ilibada.

Atribuições dos cargos da SEFA PA

Fiscal de Receitas Estaduais

Ao Fiscal de Receitas Estaduais, que desenvolve atividades de nível superior de grande responsabilidade e média complexidade, abrangendo orientação, arrecadação e fiscalização de receitas estaduais de competência da Administração Tributária, e, ainda, contatos com autoridades, contribuintes e público em geral, compete:

  • I – auxiliar autoridades fazendárias e extrafazendárias do Estado em assuntos atinentes ao Sistema Tributário Estadual;
  • II – realizar a fiscalização de mercadorias em trânsito;
  • III – executar tarefas de fiscalização auxiliares ao exercício das atribuições especificadas nos incisos I, XX e XXIV do art. 29 da Lei Complementar nº 078/11, na forma do disposto em regulamento;
  • IV – identificar e avaliar distorções nas atividades relacionadas à fiscalização, objetivando corrigi-las e aumentar a eficiência da ação fiscalizadora;
  • V – propor medidas destinadas a aperfeiçoar o método de previsão, análise e avaliação da receita tributária; VI – propor medidas objetivando a integração do Sistema Fiscal do Estado;
  • VII – receber, registrar e controlar a arrecadação de tributos e demais receitas estaduais;
  • VIII – lavrar certidões à vista dos assentamentos em livros, documentos e demais papéis das unidades de fiscalização da Fazenda Estadual e distribuir notificações e demais expedientes;
  • IX – participar da elaboração de instruções, com vistas a orientar a execução de programas de fiscalização;
  • X – promover estudos com vistas ao aprimoramento da atividade fiscalizadora, no âmbito de sua competência;
  • XI – supervisionar equipes e grupos de trabalhos específicos no exercício de ação fiscalizadora dos tributos, no âmbito de sua competência;
  • XII – exercer a chefia de unidade administrativa da estrutura oficial da Secretaria de Estado da Fazenda, quando designado;
  • XIII – preparar documentos de arrecadação de tributos estaduais e verificar documentos fiscais;
  • XIV – prestar orientação e esclarecimentos sobre legislação tributária, em ação direta ou em plantão fiscal
  • XV – lavrar Termos de Apreensão de Mercadorias e/ou Documentos encontrados em desacordo com a legislação vigente;
  • XVI – avaliar a ação fiscalizadora, mediante instrumentos de controle, no âmbito de sua competência; XVII – proceder à fiscalização, nos portos e aeroportos, de mercadorias importadas e exportadas, bem como fiscalizar o embarque e desembarque dessas mercadorias;
  • XVIII – constituir, mediante lançamento, o crédito tributário relativo às infringências à legislação tributária, na fiscalização de mercadorias em trânsito;
  • XIX – realizar atividades preparatórias à elaboração de minuta de julgamento em primeira instância e ao julgamento em segunda instância, em processo do contencioso administrativo tributário, inclusive diligências no âmbito de sua competência;
  • XX – representar o Estado em grupos de trabalho vinculados à Comissão Técnica Permanente – COTEPE, e em outros grupos ou conselhos técnicos e/ou deliberativos da Administração Tributária;
  • XXI – emitir parecer em processos de restituição, nos casos em que estes prescindam de realização de ação fiscal;
  • XXII – participar da elaboração e execução de programas de treinamento;
  • XXIII – emitir pareceres e manifestações em processos de sua competência, e executar outras atividades correlatas que lhe forem atribuídas.

Auditor Fiscal de Receitas Estaduais

Ao Auditor Fiscal de Receitas Estaduais, que desenvolve atividades de nível superior, de complexidade e responsabilidade elevadas, compreendendo direção superior da administração tributária, assessoramento especializado, orientação, supervisão e controle das atividades inerentes às áreas de tributação, arrecadação e fiscalização de receitas estaduais de competência da Administração Tributária, e, ainda, o desenvolvimento de estudos e pesquisas, com vistas à compatibilização das políticas de tributação e arrecadação ao desenvolvimento econômico do Estado, compete:

  • I – executar a política de fiscalização e auditoria de tributos e demais receitas de competência da Administração Tributária, inclusive no que se refere ao exame da escrita, livros e documentos fiscais e contábeis, inventário de mercadorias, demonstrações contábeis e financeiras, confeccionados e/ou declarados por quaisquer meios, além de ações que visem coibir a evasão ou fraude no pagamento de tributos e demais receitas estaduais;
  • II – constituir, mediante lançamento, o crédito tributário e não tributário;
  • III – elaborar e proferir decisão em processo do contencioso administrativo tributário;
  • IV – analisar as propostas apresentadas pelas entidades empresariais e de classes, bem como orientá-las quanto à interpretação da legislação tributária estadual;
  • V – emitir pareceres e opinar sobre questões de arrecadação, fiscalização e legislação tributária, observada a competência da Procuradoria Geral do Estado;
  • VI – propor e/ou opinar quanto a regimes especiais de tributação;
  • VII – emitir parecer em processos de restituição, ressarcimento e/ou compensação de tributos;
  • VIII – assessorar o representante do Estado no Conselho Nacional de Política Fazendária – CONFAZ;
  • IX – representar o Estado na Comissão Técnica Permanente do ICMS – COTEPE e em grupos de trabalho e conselhos técnicos e/ ou deliberativos da Administração Tributária;
  • X – realizar estudos visando aprimorar e subsidiar as ações fiscais;
  • XI – apresentar subsídios necessários às decisões superiores, quanto à adequação das políticas tributária, fiscal, financeira e de arrecadação, compatibilizando-as com as demais medidas em execução, em termos de desenvolvimento estadual;
  • XII – promover estudos e análises sobre o alcance e repercussão da carga tributária na conjuntura estadual, examinando os reflexos e questões surgidas na aplicação da legislação tributária, objetivando sua uniformidade;
  • XIII – assessorar autoridades fazendárias estaduais e órgãos de arrecadação e fiscalização em assuntos atinentes ao Sistema Tributário Estadual;
  • XIV – elaborar pesquisas e análises relacionadas com a administração tributária e estatística econômica e financeira do Estado, e propor medidas tendentes a aperfeiçoar o Sistema Tributário;
  • XV – realizar estudos comparativos da legislação tributária estadual com a de outros Estados e da União, visando ao aperfeiçoamento, modificação, adequação e correção de distorções porventura existentes no Sistema Tributário Estadual;
  • XVI – analisar, revisar e supervisionar trabalhos executados por setores subordinados, discutindo alternativas, com vistas a solucionar os problemas apresentados;
  • XVII – prestar assessoramento técnico, inspecionar, acompanhar e avaliar os resultados das atividades arrecadadoras e fiscais dos órgãos de arrecadação estadual;
  • XVIII – exercer a chefia de unidade administrativa da estrutura oficial da Secretaria de Estado da Fazenda, quando designado;
  • XIX – elaborar a programação de arrecadação de receitas estaduais, tendo em vista a política e diretrizes da Administração Estadual;
  • XX – realizar a fiscalização de tributos e demais receitas estaduais;
  • XXI – constituir, mediante lançamento, o crédito tributário relativo às infringências à legislação pertinente; XXII – proceder à fiscalização, nos portos e aeroportos, de mercadorias importadas e exportadas, bem como fiscalizar o embarque e desembarque dessas mercadorias;
  • XXIII – participar da elaboração e execução de programas de treinamento;
  • XXIV – realizar a auditoria da rede bancária credenciada arrecadadora das receitas estaduais;
  • XXV – emitir pareceres e manifestações em processos de sua competência, e executar outras atividades correlatas que lhe forem atribuídas

Evolução funcional na SEFA PA

Segundo informações do Portal da Transparência do estado, o salário líquido para Auditor Fiscal, já com todos os descontos, ultrapassa os R$ 20 mil:

Valores para Auditor SEFA PA

Por outro lado para Fiscal, os valores são os seguintes:

Valores para Fiscal SEFA PA

Como se preparar para o concurso da SEFA PA

Estudar para um concurso público requer muito foco e dedicação. Para tanto, a nossa sugestão é de que você conte com o auxílio profissional de um curso para concurso.

Isso porque, contando com a experiência de professores especialistas em aprovação, você terá acesso somente ao conteúdo que poderá ser cobrado na sua prova, sem perda de tempo.

Prova disso é que no curso para concurso SEFA PA 2022 você estudará de forma otimizada, com videoaulas de, no máximo, 30 minutos de duração, em uma metodologia em formato de plano de estudos, que facilita a assimilação dos conteúdos mais relevantes.

Materiais gratuitos para o concurso SEFA PA

A fim de ajudar na sua preparação montamos diversos materiais gratuitos com os temas mais cobrados nas provas de concurso público, Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Exame do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e muitos outros materiais grátis! Dessa maneira, acesse o link acima e baixe o conteúdo gratuito agora mesmo.

Em especial, para o concurso da SEFA PA, separamos abaixo os conteúdos de temas mais cobrados, edital verticalizado e simulado para os cargos de Auditor e Fiscal.

Temas mais cobrados PC AM

Nos temas mais cobrados, após uma minuciosa análise da banca e também com base no edital e nas estatísticas de incidência de questões, você ficará por dentro dos principais assuntos a serem cobrados em cada disciplina.

Temas mais cobrados – Auditor SEFA PA

Temas mais cobrados – Fiscal SEFA PA

Edital verticalizado SEFA PA

Já o edital verticalizado traz a relação das disciplinas cobradas no conteúdo programático e seus referidos assuntos, de forma ordenada.

Edital verticalizado – Auditor SEFA PA 

Edital verticalizado – Fiscal SEFA PA 

Checklist SEFA PA

Neste material você vai encontrar um checklist para que você faça um acompanhamento dos estudos, marcando o que já foi estudado e revisado.

Checklist – Auditor SEFA PA

Checklist – Fiscal SEFA PA 

Simulados SEFA PA

E por fim, o simulado traz questões sobre os conteúdos mais relevantes que estarão presentes na sua prova.

Simulado – Auditor SEFA PA 

Simulado – Fiscal SEFA PA 

Questões concurso SEFA PA

Conhecer o estilo de cobrança da banca faz parte da sua preparação, por isso, responder questões de concursos anteriores, também é uma ótima forma de se preparar e simular o grande dia.

Com o Aprova Questões, você tem acesso a questões não só da Fadesp como de milhares de outras instituições. Além disso, nós atualizamos o banco de perguntas diariamente, para que fiquem só questões com conteúdo atual e válido.

Desta forma, combinando o método de videoaulas com a resolução de questões, sua preparação fica ainda mais poderosa.

Questões – banca Fadesp 

Resumo do concurso SEFA PA

  • Banca: Fadesp
  • Inscrições: 10/01/22 a 10/02/22
  • Cargos: Auditor e Fiscal
  • Nível: Superior
  • Vagas: 200
  • Remuneração: até R$ 15 mil
  • Prova: 20 e 27/03/22

Último concurso SEFA PA

O último concurso SEFA PA aconteceu em 2013 e foi organizado pela UEPA. A oferta também era de 200 vagas, sendo 100 para Auditor Fiscal de Receitas Estaduais e 100 para Fiscal de Receitas Estaduais.

O certame contou com 9.529 candidatos inscritos e foi homologado no mesmo ano. O prazo de validade era de 1 ano e não foi prorrogado.

Utilizando o total de 30 pontos (P1 + P2 + P3), confira abaixo a nota de corte do última concurso SEFA PA.

Cargo Colocação Nota de corte Aproveitamento sobre a nota máxima
Auditor Fiscal 64º 18.00 60%
Fiscal de Receitas 88º 18.05 60.1%

Apesar da oferta de 100 vagas para cada cargo, não houve candidatos suficientes aprovados dentro do número de vagas em 2013.

Sobre a SEFA PA

A Secretaria da Fazenda do Estado do Pará está localizada na Avenida Visconde de Souza Franco, 110, Umarizal, em Belém/PA.

O telefone para contato é o (91) 3323-4200 / 0800-725-5533 e o e-mail é atendimento@sefa.pa.gov.br

Mais informações sobre o órgão podem ser encontradas em http://www.sefa.pa.gov.br/

Concursos abertos e previstos

Veja os destaques dos concursos abertos e previstos e prepare-se com o Aprova Concursos! Há milhares de oportunidades abertas em diversas em Prefeituras, Tribunais, Polícias (Militar e Civil), e muito mais! E ainda, excelentes oportunidades serão ofertadas em breve em diversos concursos federais.

Prepare-se com o Aprova Concursos

Primeiramente, você ainda não possui nível superior? Aproveite, veja uma lista e escolha seu curso superior ead para ficar bem preparado e conquistar uma excelente vaga nos próximos concursos públicos! Os cursos de pedagogia e serviço social são boas opções para quem está em dúvida e deseja seguir uma carreira de sucesso.

Portanto, como você não tem muito tempo, precisa deixar as apostilas de lado e aprender com videoaulas. No Aprova, você tem acesso ao conteúdo que realmente será cobrado na prova dividido em videoaulas de 30 minutos.

Assim sendo, você aprende o tema proposto pelo professor sem que o processo se torne cansativo. E ainda, pode aproveitar os intervalos do seu dia para assistir a uma videoaula e ficar ainda mais perto da aprovação.

Por fim, é importante ressaltar que cada preparatório é específico para o certame e também para o cargo do seu interesse, como o curso OAB. Confira nosso curso para concurso!

Leia mais notícias

Inscreva-se no YouTube

Curta no Facebook

Siga no Instagram

Compartilhe com
seus amigos

Deixe seu Comentário

1 × 2 =

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO NOTÍCIAS E DICAS SOBRE CONCURSOS