Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 1 a 15 de 15 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 1 a 15
Questões por página:
Q595287

Assinalar a alternativa que preenche as lacunas abaixo CORRETAMENTE: __________ você chegou atrasado na sexta? __________? __________ perdi o ônibus...

Carregando...
Q595282

Antigamente, as pessoas sabiam de cor o nome

de ruas e o melhor trajeto para qualquer canto da cidade.

O conhecimento que hoje vive restrito ___ cabeça dos

taxistas foi transferido quase que por completo aos

auxiliares de navegação via satélite (o mais famoso deles

sendo o Sistema de Posicionamento Global - GPS). Essa

mudança modifica fortemente nossa capacidade cognitiva

para localização. Segundo uma pesquisa inglesa, quando

utilizamos o serviço do GPS para nos locomover, é como

se “desligássemos" algumas áreas de nosso cérebro.

Os pesquisadores analisaram o cérebro de 24

voluntários, colocados em um simulador de navegação

que recriava ___ vizinhança de Soho, bairro da região

central de Londres. Eles tinham de chegar a um destino

predeterminado, se locomovendo por ruas da área no

menor caminho possível. A análise monitorava o

comportamento da região do cérebro associada ___

memória e localização e da região ligada ao planejamento

e tomada de decisão.

Enquanto “dirigiam" pela cidade sem a ajuda do

GPS, os participantes mantinham um número muito maior

de funções cerebrais. Eram registrados picos de atividade

quando eles entravam em novas ruas e quando se

deparavam com várias opções de caminhos. Da mesma

maneira, áreas ligadas ao planejamento eram acionadas

quando precisavam reorientar a rota. Quando auxiliados

por serviços de localização, no entanto, as mesmas

regiões permaneciam sem atividade. “Quando a

tecnologia diz para você aonde ir, essas partes do cérebro

simplesmente não respondem aos estímulos da cidade. É

como se nosso cérebro desligasse o interesse nas ruas

___ volta", disse Hugo Spiers ao jornal britânico The

Guardian.

http://super.abril.com.br/tecnologia... - adaptado

Considerando-se o uso ou não da crase, assinalar a alternativa que preenche as lacunas do texto CORRETAMENTE:

Carregando...
Q595294

Com relação à classificação do sujeito, numerar a 2ª coluna de acordo com a 1ª e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: (1) Sujeito simples. (2) Sujeito indeterminado. (3) Sujeito inexistente. (---) São 200 quilômetros daqui até a capital. (---) Eu segui em frente até o final da rua. (---) Não se trata simplesmente de resolver o conflito. (---) Acabaram mudando todo o plano.

Carregando...
Q595286

Antigamente, as pessoas sabiam de cor o nome

de ruas e o melhor trajeto para qualquer canto da cidade.

O conhecimento que hoje vive restrito ___ cabeça dos

taxistas foi transferido quase que por completo aos

auxiliares de navegação via satélite (o mais famoso deles

sendo o Sistema de Posicionamento Global - GPS). Essa

mudança modifica fortemente nossa capacidade cognitiva

para localização. Segundo uma pesquisa inglesa, quando

utilizamos o serviço do GPS para nos locomover, é como

se "desligássemos" algumas áreas de nosso cérebro.

Os pesquisadores analisaram o cérebro de 24

voluntários, colocados em um simulador de navegação

que recriava ___ vizinhança de Soho, bairro da região

central de Londres. Eles tinham de chegar a um destino

predeterminado, se locomovendo por ruas da área no

menor caminho possível. A análise monitorava o

comportamento da região do cérebro associada ___

memória e localização e da região ligada ao planejamento

e tomada de decisão.

Enquanto "dirigiam" pela cidade sem a ajuda do

GPS, os participantes mantinham um número muito maior

de funções cerebrais. Eram registrados picos de atividade

quando eles entravam em novas ruas e quando se

deparavam com várias opções de caminhos. Da mesma

maneira, áreas ligadas ao planejamento eram acionadas

quando precisavam reorientar a rota. Quando auxiliados

por serviços de localização, no entanto, as mesmas

regiões permaneciam sem atividade. "Quando a

tecnologia diz para você aonde ir, essas partes do cérebro

simplesmente não respondem aos estímulos da cidade. É

como se nosso cérebro desligasse o interesse nas ruas

___ volta", disse Hugo Spiers ao jornal britânico The

Guardian.

http://super.abril.com.br/tecnologia... - adaptado

Assinalar a alternativa que apresenta um sinônimo de “restrito” (no primeiro parágrafo) segundo seu sentido no texto:

Carregando...
Q595293

A figura de linguagem usada quando se substitui uma palavra ou expressão considerada cruel ou ofensiva por outra mais agradável se chama:

Carregando...
Q595285

Antigamente, as pessoas sabiam de cor o nome

de ruas e o melhor trajeto para qualquer canto da cidade.

O conhecimento que hoje vive restrito ___ cabeça dos

taxistas foi transferido quase que por completo aos

auxiliares de navegação via satélite (o mais famoso deles

sendo o Sistema de Posicionamento Global - GPS). Essa

mudança modifica fortemente nossa capacidade cognitiva

para localização. Segundo uma pesquisa inglesa, quando

utilizamos o serviço do GPS para nos locomover, é como

se "desligássemos" algumas áreas de nosso cérebro.

Os pesquisadores analisaram o cérebro de 24

voluntários, colocados em um simulador de navegação

que recriava ___ vizinhança de Soho, bairro da região

central de Londres. Eles tinham de chegar a um destino

predeterminado, se locomovendo por ruas da área no

menor caminho possível. A análise monitorava o

comportamento da região do cérebro associada ___

memória e localização e da região ligada ao planejamento

e tomada de decisão.

Enquanto "dirigiam" pela cidade sem a ajuda do

GPS, os participantes mantinham um número muito maior

de funções cerebrais. Eram registrados picos de atividade

quando eles entravam em novas ruas e quando se

deparavam com várias opções de caminhos. Da mesma

maneira, áreas ligadas ao planejamento eram acionadas

quando precisavam reorientar a rota. Quando auxiliados

por serviços de localização, no entanto, as mesmas

regiões permaneciam sem atividade. "Quando a

tecnologia diz para você aonde ir, essas partes do cérebro

simplesmente não respondem aos estímulos da cidade. É

como se nosso cérebro desligasse o interesse nas ruas

___ volta", disse Hugo Spiers ao jornal britânico The

Guardian.

http://super.abril.com.br/tecnologia... - adaptado

Considerando-se o sublinhado no trecho “Quando

auxiliados por serviços de localização, no entanto, as

mesmas regiões permaneciam sem atividade.", assinalar

a alternativa que apresenta a classificação CORRETA:

Carregando...
Q595292

Quanto à significação das palavras, numerar a 2ª coluna de acordo com a 1ª e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: (1 ) Homônimas. (2 ) Parônimas. (3 ) Homófonas. (4 ) Homógrafas. (---) Palavras que são escritas ou pronunciadas de modo idêntico, mas diferem pelo sentido. (---) Palavras que são escritas de maneira idêntica, embora possam distinguir-se pelo timbre da vogal tônica. (---) Palavras que se assemelham na forma, mas não têm qualquer parentesco significativo. (---) Palavras que são pronunciadas de maneira idêntica, mas são escritas de forma diferente.

Carregando...
Q595284

Antigamente, as pessoas sabiam de cor o nome

de ruas e o melhor trajeto para qualquer canto da cidade.

O conhecimento que hoje vive restrito ___ cabeça dos

taxistas foi transferido quase que por completo aos

auxiliares de navegação via satélite (o mais famoso deles

sendo o Sistema de Posicionamento Global - GPS). Essa

mudança modifica fortemente nossa capacidade cognitiva

para localização. Segundo uma pesquisa inglesa, quando

utilizamos o serviço do GPS para nos locomover, é como

se "desligássemos" algumas áreas de nosso cérebro.

Os pesquisadores analisaram o cérebro de 24

voluntários, colocados em um simulador de navegação

que recriava ___ vizinhança de Soho, bairro da região

central de Londres. Eles tinham de chegar a um destino

predeterminado, se locomovendo por ruas da área no

menor caminho possível. A análise monitorava o

comportamento da região do cérebro associada ___

memória e localização e da região ligada ao planejamento

e tomada de decisão.

Enquanto "dirigiam" pela cidade sem a ajuda do

GPS, os participantes mantinham um número muito maior

de funções cerebrais. Eram registrados picos de atividade

quando eles entravam em novas ruas e quando se

deparavam com várias opções de caminhos. Da mesma

maneira, áreas ligadas ao planejamento eram acionadas

quando precisavam reorientar a rota. Quando auxiliados

por serviços de localização, no entanto, as mesmas

regiões permaneciam sem atividade. "Quando a

tecnologia diz para você aonde ir, essas partes do cérebro

simplesmente não respondem aos estímulos da cidade. É

como se nosso cérebro desligasse o interesse nas ruas

___ volta", disse Hugo Spiers ao jornal britânico The

Guardian.

http://super.abril.com.br/tecnologia... - adaptado

No trecho “Enquanto 'dirigiam' pela cidade sem a ajuda

do GPS, os participantes mantinham um número muito

maior de funções cerebrais. Eram registrados picos de

atividade quando eles entravam em novas ruas e quando

se deparavam com várias opções de caminhos.", ao

substituir a palavra sublinhada pelo singular “participante",

quantas outras alterações (não se contando a palavra

substituída seriam necessárias para que não houvesse

incorreção?

Carregando...
Q595289

Quanto à sílaba tônica, numerar a 2ª coluna de acordo com a 1ª e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: (1 ) Paroxítona. (2 ) Oxítona. (3 ) Proparoxítona. (---) Animal. (---) Transporte. (---) Além. (---) Vítima.

Carregando...
Q595291

Assinalar a alternativa em que as duas palavras estão CORRETAS quanto à ortografia:

Carregando...
Q595296

Quanto às conjunções subordinativas, numerar a 2ª coluna de acordo com a 1ª e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: (1 ) Final. (2 ) Proporcional. (3 ) Conformativa. (4 ) Condicional. (5 ) Concessiva. (---) Quanto mais estudo, menos sei. (---) Não conseguiria ir, mesmo que quisesse. (---) Falei aquilo para que ele não perdesse o emprego. (---) À medida que caminhava, ia se acalmando.

Carregando...
Q595288

Conforme as normas vigentes, numerar a 2ª coluna de acordo com a 1ª e, após, assinalar a alternativa que apresenta a sequência CORRETA: (1) Encontro consonantal. (2) Dígrafo. (3) Encontro vocálico. (---) Drama. (---) Ameixa. (---) Chave.

Carregando...
Q595283

Antigamente, as pessoas sabiam de cor o nome

de ruas e o melhor trajeto para qualquer canto da cidade.

O conhecimento que hoje vive restrito ___ cabeça dos

taxistas foi transferido quase que por completo aos

auxiliares de navegação via satélite (o mais famoso deles

sendo o Sistema de Posicionamento Global - GPS). Essa

mudança modifica fortemente nossa capacidade cognitiva

para localização. Segundo uma pesquisa inglesa, quando

utilizamos o serviço do GPS para nos locomover, é como

se "desligássemos" algumas áreas de nosso cérebro.

Os pesquisadores analisaram o cérebro de 24

voluntários, colocados em um simulador de navegação

que recriava ___ vizinhança de Soho, bairro da região

central de Londres. Eles tinham de chegar a um destino

predeterminado, se locomovendo por ruas da área no

menor caminho possível. A análise monitorava o

comportamento da região do cérebro associada ___

memória e localização e da região ligada ao planejamento

e tomada de decisão.

Enquanto "dirigiam" pela cidade sem a ajuda do

GPS, os participantes mantinham um número muito maior

de funções cerebrais. Eram registrados picos de atividade

quando eles entravam em novas ruas e quando se

deparavam com várias opções de caminhos. Da mesma

maneira, áreas ligadas ao planejamento eram acionadas

quando precisavam reorientar a rota. Quando auxiliados

por serviços de localização, no entanto, as mesmas

regiões permaneciam sem atividade. "Quando a

tecnologia diz para você aonde ir, essas partes do cérebro

simplesmente não respondem aos estímulos da cidade. É

como se nosso cérebro desligasse o interesse nas ruas

___ volta", disse Hugo Spiers ao jornal britânico The

Guardian.

http://super.abril.com.br/tecnologia... - adaptado

Com relação ao texto, marcar C para as afirmativas

Certas, E para as Erradas e, após, assinalar a alternativa

que apresenta a sequência CORRETA :

(---) O fato de não precisarmos mais nos localizar por

conta própria afetou nossa capacidade cognitiva de

localização.

(---) Com o surgimento do GPS, nem mesmo os taxistas

têm conhecimento de nomes de ruas e trajetos.

(---) Os voluntários do estudo simularam estar dirigindo

para que suas funções cerebrais fossem analisadas.

(---) Embora o cérebro “desligue" algumas áreas ao usar

um GPS, há outras áreas novas do cérebro que são

ativadas pelo uso do sistema.

Carregando...
GABARITO:

  • 1) B
  • 2) B
  • 3) B
  • 4) D
  • 5) D
  • 6) C
  • 7) A
  • 8) D
  • 9) C
  • 10) E
  • 11) E
  • 12) A
  • 13) A
  • 14) E
  • 15) E
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282