Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 1 a 4 de 4 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 1 a 4
Questões por página:
Q602828

Assinale a alternativa que apresenta um título adequado para esse texto.

Carregando...
Q602823

De acordo com o texto, os pesquisadores chamaram de “paradoxo evolutivo" o fato de:

Carregando...
Q602655

Considere o seguinte trecho:

Recentemente, esse embate causou chispas entre dois intelectuais de alto calibre: o filósofo político britânico John Gray e o psicólogo e linguista norte-americano Steven Pinker. O primeiro resenhou o livro do segundo. E aí começaram os atritos entre os dois nas páginas do diário britânico The Guardian.

Assinale a alternativa em que a reescrita desse trecho mantém o mesmo sentido.

Carregando...
Q602825

O parágrafo abaixo dá início a um texto publicado na revista Galileu, edição de julho de 2017.

Especialistas sugerem que existe um horário ideal para se consumir café. Como explica o estudo, publicado no periódico Frontiers in Psychology, a cafeína pode ajudar a tornar sua memória mais eficiente, mas apenas se consumida nos horários certos. Numere os segmentos a seguir, determinando a sequência lógica desse texto.

( ) Esse cientista explicou como pessoas mais velhas eram afetadas positivamente pelo consumo da substância nos períodos da tarde, momento em que eles se sentiam mais cansados. Sherman se propôs então a verificar qual era o padrão em uma amostragem mais nova, já que, quando jovens, o ponto de menor disposição física das pessoas é pela manhã.

( ) O grupo da tarde, no entanto, não relatou grandes diferenças.

( ) A pesquisa, conduzida pela pós-doutoranda da Universidade de Boston, Stephanie Sherman, tinha como objetivo investigar as consequências que o café poderia ter em nossa memória. A especialista ficou intrigada com o assunto após observar os resultados obtidos por um outro pesquisador, Lee Ryan.

( ) Ela pediu para que um grupo de voluntários entre 18 a 21 anos comparecessem ao laboratório às sete da manhã e outro às duas da tarde, para um teste de memória. Antes de cada sessão, ela perguntava aos participantes o quão acordados eles se sentiam. Depois, eles recebiam um copo de café: metade recebia a substância pura e a outra recebia a versão descafeinada.

( ) Nenhum deles, porém, sabia dessa separação. Os resultados mostraram que o grupo da manhã que recebeu o café puro se beneficiou da ingestão de cafeína: não só relataram se sentirem mais despertos, como também apresentaram melhoras na memória.

Assinale a alternativa que apresenta a numeração correta dos parênteses, de cima para baixo

Carregando...
GABARITO:

  • 1) E
  • 2) B
  • 3) A
  • 4) A
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282