Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 1 a 4 de 4 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 1 a 4
Questões por página:
Q228206

O Estado, como produto histórico das relações entre classes sociais antagônicas, congrega em si a totalidade das relações sociais entre essas classes constituindo-se como um fenômeno contraditório e dialético. Nesse sentido, embora o estado assuma com maior afinco as funções coercitivas e repressivas, que respondem aos interesses da classe dominante para a manutenção da ordem e da propriedade privada, ele também desenvolve ações integradoras e protetivas, respondendo às demandas e reivindicações das classes trabalhadoras. Aí localiza-se seu caráter contraditório e dialético.



PEREIRA, P. A. P. Estado, sociedade e esfera pública. In:Serviço Social:
direitos sociais e competências profissionais.
Brasília: CFESS/ABEPSS, 2009 (adaptado).



Com base no texto acima, é correto afirmar que o caráter contraditório e dialético do Estado se evidencia em

Carregando...
Q228211

As transformações societárias que ganharam impulso a partir de 1970 trouxeram mudanças ao mundo do trabalho provocadas pelas requisições do capital no bojo do projeto neoliberal. No entanto, as transformações não se esgotaram no âmbito produtivo, mas alcançaram a totalidade social. Tal fenômeno foi sentido com intensidade nas chamadas sociedades tardio-burguesas, ou periféricas.



NETTO, J. P. Crise do capital e consequências societárias. Revista Serviço Social e Sociedade. São Paulo: v. 111, jul-set, p. 413 - 429, 2012 (adaptado).



O modelo neoliberal em sociedades periféricas desenvolveu-se tendo como pressuposto



I. a privatização do patrimônio do Estado, transferindo riquezas nacionais ao grande capital.



II. o pleno emprego, em decorrência da ampliação exponencial do processo produtivo industrial e do setor de serviços.



III. a flexibilização da produção e das relações de trabalho, alterando as configurações tayloristas-fordistas e reduzindo os direitos trabalhistas.



IV. a desregulamentação das relações comerciais e financeiras, resultando na flexibilização das proteções comerciais-alfandegárias e na liberalização dos fluxos financeiros.



É correto apenas o que se afirma em

Carregando...
Q228215

A globalização não é um fenômeno recente, seu desenvolvimento histórico adquiriu características próprias e repercussões específicas no contexto social, político e econômico. O seu avanço trouxe a percepção, cada vez mais presente, da ampliação das relações sociais, concomitante ao de encolhimento do mundo. As causas de tal percepção podem ser classificadas historicamente em três períodos históricos. O século XV foi palco de conquistas e colonização, a constituição de rotas internacionais marcou o primeiro período. O segundo período, caracterizado pelos grandes eventos do século XVIII, como a Revolução Francesa e a Revolução Industrial, ensejou a globalização do capitalismo e das teorias econômicas, a formação do proletariado e o incremento do comércio mundial. A “questão social” adquiriu os seus contornos como expressão das condições de vida da classe trabalhadora na esfera capitalista. O terceiro período, com inserção temporal no século XX, caracterizou-se pela demanda substancial das indústrias por novas fontes de energia, a inovação dos meios de transportes, o desenvolvimento da ciência e da tecnologia. Ao mesmo tempo em que as relações sociais se intensificaram, a sensação de “encolhimento” do mundo se tornou ainda mais forte devido, principalmente, à facilidade e rapidez das comunicações.



RAMALHO, Nélson Alves. Processos de globalização e problemas emergentes: implicações para o Serviço Social contemporâneo. In: Revista Serviço Social e Sociedade. São Paulo: Cortez, 2012, p. 345 a 368 (adaptado).



Com base no texto apresentado, avalie as afirmações a seguir.



I. A economia foi a principal instância propulsora da primeira fase da globalização.



II. A divisão internacional do trabalho instaurada no segundo período foi determinante na inserção periférica dos países do Cone Sul.



III. O crescimento dos aglomerados urbanos e a distribuição mais equitativa de renda caracterizaram o segundo período, no qual a população rural pauperizada foi incluída no processo industrial.



IV. A capacidade de educação do conjunto da sociedade, no terceiro período, é condicionante para que a economia dos países se aproprie do processo de informação, elemento fundamental para a competitividade na esfera global.



É correto apenas o que se afirma em

Carregando...
Q228202

Em relação à teoria dos clássicos do pensamento político, avalie as afirmações abaixo.



I. Thomas Hobbes sustentou que os apetites e as aversões determinam as ações voluntárias dos homens, e o único meio para eles satisfazerem seus apetites e evitarem a morte é admitir um poder soberano perpétuo.



II. Adam Smith afirmou que o homem é corrompido não pela natureza, mas pela posse da propriedade e pela formação da sociedade civil.



III. Jean-Jacques Rosseau fundamentou os direitos do homem no pensamento político jusnaturalista e defendeu os direitos naturais, como o direito à propriedade e à liberdade. É correto o que se afirma em

Carregando...
GABARITO:

  • 1) E
  • 2) E
  • 3) D
  • 4) A
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282