Carregando...
Ir para o conteúdo principal
Aprova Questões
Milhares de questões atuais de concursos.

Questões de concursos

Milhares de questões com o conteúdo atualizado para você praticar e chegar ao dia da prova preparado!


Use os filtros abaixo para tornar a sua busca ainda mais específica. Você não precisa preencher todos os campos, apenas os que desejar.

Dica: Caso encontre poucas questões de uma prova específica, filtre pela banca organizadora do concurso que você deseja prestar.
Carregando...
Exibir questões com:
Não exibir questões:
Minhas questões:
Filtros aplicados:
Carregando...

Carregando...

Carregando...
Exibindo questões de 241 encontradas. Imprimir página Salvar em Meus Filtros

A respeito dos sentidos e dos aspectos linguísticos do texto, julgue:

Em “dirigiu-se” (ℓ.7), a colocação do pronome “se” antes da forma verbal — se dirigiu — prejudicaria a correção gramatical do texto.

Carregando...

De acordo com a norma-padrão, a expressão destacada no trecho do texto está corretamente substituída pela expressão entre parênteses na alternativa:

Carregando...

O enunciado em que o pronome destacado pode figurar também depois do verbo a que se vincula é:

Carregando...

O emprego das formas pronominais e verbais se dá de modo plenamente adequado na frase:

Carregando...

Seguindo o exemplo da fala de Michel Temer, em qual das alternativas a colocação do pronome mesoclítico
se fez conforme as regras da gramática normativa?

Carregando...

No texto, a autora escreve por diversas vezes empregando o pronome oblíquo enclítico. Apesar de ser a regra geral da norma culta, ela o fez em frases nas quais o adequado à variante padrão seria a próclise, exceto em:

Carregando...

Embora o texto tenha sido escrito predominantemente em registro formal, verificam-se nele marcas de uso do registro informal. Assinale a alternativa em que se verifica um exemplo de uma dessas marcas em relação à colocação pronominal.

Carregando...

Considerando as regras de regência e de colocação pronominal, assinale a alternativa redigida corretamente.

Carregando...

Leia o texto para responder à questão.

Considerando-se as regras de concordância e de colocação pronominal da norma-padrão, as expressões destacadas no trecho “... coletamos informações prontas e não levamos questões reflexivas ao cotidiano..." estarão correta e respectivamente substituídas por

Carregando...

Analise as frases abaixo, retiradas do último parágrafo do texto:

1 - É indubitável que as minhocas agem sobre o meio transformando-o.

2 - A diferença é que a minhoca faz isso por instinto e nós profissionais o fazemos por vontade, por arbítrio.

Identifique abaixo as afirmativas verdadeiras ( V ) e as falsas ( F ) com relação às frases.

( ) Em 1, a palavra “indubitável" pode ser substituída por “incontestável", sem prejuízo de significado no texto.

( ) Em 1 e 2, o pronome oblíquo “o" funciona como objeto direto e refere-se a “o meio" e “isso", respectivamente.

( ) Em 1 e 2, a conjunção “que" introduz oração subordinada substantiva predicativa.

( ) Em 2, o pronome oblíquo “o" pode ser posposto ao verbo na forma “fazemo-lo", sem desvio da norma culta da língua escrita.

( ) Em 2, a palavra “arbítrio" pode ser substituída por “coação", sem prejuízo de significado no texto.

Assinale a alternativa que indica a sequência correta, de cima para baixo.

Carregando...

Julgue o item no que se refere à correção gramatical e à coerência da proposta de reescrita para cada um dos trechos destacados do texto.

“Na teoria, tanto a ciência como a religião estão interessadas acima de tudo na verdade" (linhas de 2 a 4): Teoricamente, ciência e religião interessariam‐se sobre tudo pela verdade.

Carregando...

Texto para responder à questão:

Em “Todos se unem em um campo simbólico de aliança perante a opinião pública.'' (linhas 19 e 20),

Carregando...

Humanoide perde a vez entre robôs

  Discretamente, o Google está reformulando seu ambicioso programa de robótica. Lançado em 2013, o projeto incluía duas equipes especializadas em máquinas que pareciam e se moviam como seres humanos. No entanto, pouco sobrou desse projeto. A proposta agora é de usar robôs mais simples, que possam aprender por si mesmos certas habilidades. 
  “O New York Times” foi o primeiro jornal a conhecer parte da tecnologia na qual a companhia vem trabalhando. Embora as máquinas não sejam tão atraentes visualmente quanto os robôs humanoides, os pesquisadores acreditam que a tecnologia sutilmente mais avançada no interior delas tem mais potencial no mundo real. Os robôs aprendem sozinhos habilidades como organizar um conjunto de objetos não familiares ou locomover-se no meio de obstáculos inesperados.
  Muitos acreditam que o aprendizado de máquinas – e não a criação de novos equipamentos extravagantes – será a chave para o desenvolvimento da robótica voltada para manufatura, automação de depósitos de materiais, transporte e outras atividades.
  Numa tarde no novo laboratório, um braço robótico pairava sobre uma lata cheia de bolas de pingue-pongue, cubos de madeira, bananas de plástico e outros objetos escolhidos ao acaso. Em meio a essa confusão, o braço robótico pegou com dois dedos uma banana de plástico e, com um suave movimento de punho, jogou-a numa lata menor que estava a vários centímetros de distância. Foi um feito admirável. Na primeira vez que viu os objetos, o braço não sabia como pegar uma única peça. Porém, equipado com uma câmera que “olhava” dentro da lata, o sistema aprendeu depois de 14 horas de tentativa e erro.
  O braço mais tarde aprendeu a jogar itens nas latas certas, com 85% de acerto. Quando os pesquisadores tentaram executar a mesma tarefa, a média foi de 80%. Parece uma tarefa muito simples, todavia criar um código de computador para dizer a uma máquina como fazer isso é algo extremamente difícil.
  O braço que joga objetos numa lata não é uma máquina desenhada pelos pesquisadores. Fabricado pela Universal Robots, ele é comumente usado em manufatura e outras atividades. O que o Google está fazendo é treiná-lo para que faça coisas que, de outro modo, ele não faria. “O aprendizado está nos ajudando a superar o desafio de construir robôs de baixo custo”, diz Vikash Kumar, supervisor do projeto.

(Cade Metz. The New York Times. Publicado pelo jornal O Estado de São Paulo em 14.04.2019. Tradução de Roberto Muniz. Adaptado)

Considere as frases elaboradas a partir das ideias do texto.

• A empresa tem um ambicioso programa de robótica e decidiu reformular esse ambicioso programa.
• Alguns robôs lidam com objetos não familiares, e os pesquisadores analisam como organizam esses objetos.

De acordo com o emprego e a colocação dos pronomes estabelecidos pela norma-padrão, os trechos em destaque podem ser substituídos por:

Carregando...

Considerando o contexto atual de uso do português brasileiro e o de fala do ex-presidente, constata-se que,
no discurso do ex-presidente,

Carregando...

O enunciado em que o pronome destacado pode figurar
também depois do verbo a que se vincula é:

Carregando...
GABARITO:

  • 61) Errado
  • 62) B
  • 63) C
  • 64) C
  • 65) C
  • 66) A
  • 67) A
  • 68) A
  • 69) A
  • 70) B
  • 71) Errado
  • 72) D
  • 73) A
  • 74) B
  • 75) C
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282