Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 16 a 30 de 258 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 16 a 30
Questões por página:
Q795606

O trecho do texto que está reescrito corretamente, considerando as regras de emprego da vírgula é:

Carregando...
Q794828

Assinale a alternativa corretamente pontuada, de acordo com a língua escrita padrão.

Carregando...
Q792815

Atenção: Para responder à questão, baseie-se no texto abaixo.

A supressão da vírgula altera o sentido da seguinte frase:

Carregando...
Q794044

No que se refere à correção gramatical dos trechos apresentados e à adequação da linguagem à correspondência oficial, julgue:

Informamos que a assinatura do requerente deve constar ao final do documento e, se houverem mais folhas, cada uma delas deve ser registrada a rúbrica do interessado.

Carregando...
Q777234

Com base no Texto I, responda à questão.

Na frase “Para deter o crime organizado, e necessário muito mais esforço publico do que portões e muros altos" (4° paragrafo), o emprego da vírgula se justifica por:

Carregando...
Q765121

No título do texto, a vírgula separa a expressão adverbial – Após avanços tecnológicos – da sequência do enunciado.

A vírgula foi empregada com essa mesma função na alternativa:

Carregando...
Q763339

Leia o texto para responder à questão.

Assinale a alternativa em que a reescrita da frase do texto atende à norma-padrão de pontuação.

Carregando...
Q765133

Leia o texto para responder à questão.

Analise os aspectos linguísticos do texto, julgando as informações em certas ( C ) ou erradas ( E ):

( ) Pelas características inerentes ao texto, o mesmo pode ser classificado como artigo de opinião;

( ) Há uma relação de causa e consequência entre os elementos do texto, responsáveis pelo mecanismo de argumentação;

( ) “... junto a 1300 executivos." A letra “a" é classificada morfologicamente como artigo;

( ) “... trafegando nas asas da eletrônica, da informação, dos satélites." As vírgulas foram usadas para separar termos de mesmo valor sintático.

A sequência correta de cima para baixo é:

Carregando...
Q791359

Texto para responder à questão.

Em relação aos aspectos semânticos e gramaticais do texto, assinale a alternativa correta.

Carregando...
Q776933

“Pensar mal amiúde significa tornar mau. Na vida das nações (1) não menos que na dos indivíduos (2) os primeiros momentos de uma trajetória imprimem (3) no que está nascendo (4) traços de teimosa permanência”. (Eduardo Giannetti, O Elogio do Vira-Lata e outros ensaios. 1ª. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2018. p. 13) Nesse segmento inicial de um texto, poderiam ser usadas vírgulas nas posições dos seguintes números:

Carregando...
Q775985

Considere o trecho “Caso haja suspeita, não estacione; ligue para a polícia e aguarde a sua chegada." e assinale a opção correta quanto ao uso de pontuações alternativas.

Carregando...
Q791549

Assinale a alternativa em que a grafia e uso de homônimos, a pontuação e o emprego de tempos e modos verbais estão corretos:

Carregando...
Q762296

Com relação aos aspectos linguísticos e estruturais do texto, julgue o item.

Na linha 1, as vírgulas que intercalam “fundamentalmente" podem ser suprimidas, sem prejuízo para a correção gramatical do texto.

Carregando...
Q783103

Atenção: Para responder à questão, baseie-se no texto abaixo.

[Nossa quota de felicidade]

  Os últimos 500 anos testemunharam uma série de revoluções de tirar o fôlego. A Terra foi unida em uma única esfera histórica e ecológica. A economia cresceu exponencialmente, e hoje a humanidade desfruta do tipo de riqueza que só existia nos contos de fadas. A ciência e a Revolução Industrial deram à humanidade poderes sobre-humanos e energia praticamente sem limites. A ordem social foi totalmente transformada, bem como a política, a vida cotidiana e a psicologia humana.

  Mas somos mais felizes? A riqueza que a humanidade acumulou nos últimos cinco séculos se traduz em contentamento? A descoberta de fontes de energia inesgotáveis abre diante de nós depósitos inesgotáveis de felicidade? Voltando ainda mais tempo, os cerca de 70 milênios desde a Revolução Cognitiva tornaram o mundo um lugar melhor para se viver? O falecido astronauta Neil Armstrong, cuja pegada continua intacta na Lua sem vento, foi mais feliz que os caçadores-coletores anônimos que há 30 mil anos deixaram suas marcas de mão em uma parede na caverna? Se não, qual o sentido de desenvolver agricultura, cidades, escrita, moeda, impérios, ciência e indústria?

  Os historiadores raramente fazem essas perguntas. Mas essas são as perguntas mais importantes que podemos fazer à história. A maioria dos programas ideológicos e políticos atuais se baseia em ideias um tanto frágeis no que concerne à fonte real de felicidade humana. Em uma visão comum, as capacidades humanas aumentaram ao longo da história. Considerando que os humanos geralmente usam suas capacidades para aliviar sofrimento e satisfazer aspirações, decorre que devemos ser mais felizes que nossos ancestrais medievais e que estes devem ter sido mais felizes que os caçadores-coletores da Idade da Pedra. Mas esse relato
progressista não convence.

(Adaptado de HARARI, Yuval Noah. Sapiens – Uma breve história da humanidade. Trad. Janaína Marcoantonio. Porto Alegre, RS: L&PM, 2018, p. 386-387)

A supressão da vírgula altera efetivamente o sentido da frase:

Carregando...
Q765505

No que se refere ao texto e a seus aspectos linguísticos, julgue os item. No segmento “o ciúme (32%), o álcool (12%), a infidelidade ou suspeita de infidelidade (9%)” (linhas 11 e 12), as vírgulas separam termos em enumeração que compõem o sujeito da oração.

Carregando...
GABARITO:

  • 16) B
  • 17) B
  • 18) A
  • 19) Errado
  • 20) B
  • 21) B
  • 22) C
  • 23) A
  • 24) A
  • 25) E
  • 26) C
  • 27) A
  • 28) Certo
  • 29) D
  • 30) Certo
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282