Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 1 a 15 de 27 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 1 a 15
Questões por página:
Q708126

A universalidade dos Direitos Humanos expressa‐se por meio de Declarações, Tratados Internacionais, normas legais e regulamentos profissionais. Sendo assim, observe os conteúdos dos três documentos relacionados a seguir. I Na Declaração Universal dos Direitos Humanos, afirma‐se que todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade humana. II Na Declaração de Durban de 2001, reafirma‐se o princípio de igualdade e de não discriminação. III O art. VI do Código de Ética Profissional do Psicólogo determina que o psicólogo colaborará na criação de condições que visem eliminar a opressão e a marginalização do ser humano. Os documentos acima compõem os “Considerandos” da Resolução CFP n.º

Carregando...
Q715133

A imagem seguinte pode ilustrar um dos momentos da atuação do profissional da Psicologia no contexto Educacional brasileiro. Tal atuação construiu-se, historicamente, com ênfase em atividades de avaliação psicológica da inteligência e da aprendizagem, e de intervenções que objetivavam a adaptação do aluno ao modelo de ensino-aprendizagem vigente.


Nas últimas décadas, a Psicologia iniciou um novo movimento pautado na revisão e ampliação de sua atuação no contexto Educacional com vistas à construção de novos olhares e intervenções. Acerca da atuação contemporânea da Psicologia no contexto Educacional, analise as assertivas seguintes:

I. O fracasso escolar necessita ser compreendido pelo profissional da Psicologia como um fenômeno isolado, que ocorre de modo independente de aspectos sociais, econômicos, psicológicos, pedagógicos, entre outros.

II. Tornou-se fundamental que o profissional da Psicologia instrua professores e técnicos sobre a elaboração de seus diagnósticos no contexto escolar, possibilitando comparações sobre as dificuldades de aprendizagem entre os alunos de um mesmo nível escolar, de modo a possibilitar maior equidade educativa.

III. O profissional da Psicologia deve colaborar com pesquisas que avaliem os procedimentos adotados pela escola e participar, ativamente, do planejamento de políticas educacionais.

IV. A atuação deve abarcar o nível institucional, procurando entender sobre o contexto sociopolítico e as relações da comunidade escolar, visando delinear estratégias de trabalho favorecedoras das mudanças necessárias para a otimização do processo educativo.

Sobre as assertivas anteriores, quais estão corretas?

Carregando...
Q776729

Uma das funções do profissional da Psicologia, nos diversos âmbitos em que está inserido, é a da Avaliação Psicológica. De acordo com a Resolução CFP nº 009/2018, que estabelece diretrizes para a realização da Avaliação Psicológica, é correto afirmar que a avaliação psicológica tem como objetivo

Carregando...
Q734412

Um paciente solicitou uma declaração de que estava em acompanhamento psicológico com o psicólogo Gilson. Considerando a Resolução CFP nº 007/2003, que instituiu o Manual de Elaboração de Documentos Escritos produzidos pelos psicólogos, decorrentes de avaliação psicológica, ao escrever esse tipo de documento, o psicólogo Gilson NÃO deve

Carregando...
Q707837

No que se refere aos documentos requeridos para a inscrição de pessoa fıś ica, de acordo com a Resolução CFP n.º 3/2007 (Consolidação das resoluções do CFP), julgue os itens que se seguem. I Os documentos deverão ser apresentados em original, com cópia autenticada pelo CRP, o qual devolverá o original e reterá a cópia autenticada. II A certidão de colação de grau deverá ser substituída pelo diploma de formação de psicólogo no prazo de um ano, contado da data de inscrição do profissional, findo o qual o CRP deverá, no primeiro dia útil do mês subsequente ao do vencimento, enviar ofıć io ao psicólogo, concedendo‐lhe o prazo de sessenta dias para regularização de sua situação. III O CRP poderá prorrogar o prazo de apresentação do diploma por seis meses no caso de o profissional comprovar que se encontra em débito com a entidade formadora e no caso de já ter solicitado o diploma de psicólogo no tempo hábil, encontrando‐se este em trâmite no órgão educacional. IV Se, no prazo de seis meses, não houver a apresentação do diploma, o CRP devera ́ encaminhar novo ofício, concedendo prazo de trinta dias, no qual o psicólogo deverá encaminhar nova solicitação de prorrogação, a qual tão‐somente será deferida, por mais seis meses, se acompanhada do protocolo de solicitação junto à entidade formadora. Assinale a alternativa correta.

Carregando...
Q708125

Conforme as diretrizes estabelecidas pela Resolução n.º 1/2009 do CFP, que dispõe sobre a obrigatoriedade do registro documental decorrente da prestação de serviços psicológicos, assinale a alternativa correta.

Carregando...
Q776730

Na situação de realização de uma perícia, é possível afirmar que há uma determinada estrutura específica para o trabalho pericial concernente às responsabilidades da Psicologia, descrita na Resolução CFP nº 008/2010. Considerando o exposto, quais são as funções possíveis dos profissionais da Psicologia na realização de uma perícia e qual é a relação entre essas funções?

Carregando...
Q647640

Ainda no que se refere à atuação do psicólogo no âmbito judicial, assinale a opção correta, à luz do CEPP.

Carregando...
Q708124

Nos termos da Resolução CFP n.º 10/2017, que institui a Política de Orientação e Fiscalização do Sistema Conselhos de Psicologia, assinale a alternativa incorreta.

Carregando...
Q708131

Em relação à Resolução n.º 9/2018 do CFP, que dispõe sobre a realização de avaliação psicológica no exercício profissional do psicólogo e regulamenta o Sistema de Avaliação de Testes Psicológicos (SATEPSI), assinale a alternativa incorreta.

Carregando...
Q708116

Os Conselhos Regionais de Psicologia representarão, por iniciativa própria, às autoridades policiais ou judiciárias a ocorrência do exercício ilegal da profissão, apontando, sempre que possível, o nome do indiciado ou presumível infrator. A prática ilegal da profissão, quando por servidor público ou empregado no exercício direto ou indireto de suas funções, será representada ao seu superior hierárquico para as providências administrativas e judiciais cabíveis. Com relação às diretrizes de orientação e fiscalização profissional presentes na Resolução CFP n.º 3/2007, julgue os itens a seguir. I As providências do CRP poderão ser adotadas na mesma sessão em que for oferecida a denúncia, desde que sejam suficientes os elementos de prova fornecidos, de tal forma que fique evidente a prática do fato. II A orientação e a fiscalização, diretas e imediatas, serão realizadas por conselheiros, psicólogos devidamente credenciados ou fiscais contratados pelo CRP, os quais realizarão suas tarefas por intermédio de visitas de inspeção ou de outros métodos apropriados. III Os agentes de fiscalização e orientação serão identificados pelo CRP, devendo exibir sua documentação no ato. IV Para efeito de orientação e fiscalização, o CRP considerara ́ qualquer comunicado ou notícia ia que chegue a seu conhecimento, independentemente das visitas de rotina. V Os fiscais que desempenham a função de orientação e fiscalização serão psicólogos contratados por seleção pública. A quantidade de itens certos é igual a

Carregando...
Q708123

Considerando a importância de orientar os órgãos públicos e as demais pessoas jurídicas a respeito das informações relacionadas à avaliação psicológica, que devem constar nos editais de concurso público para assegurar a preservação dos procedimentos, a qualidade da avaliação psicológica e os direitos dos candidatos, e tendo em vista a Resolução CFP n.º 2/2016, assinale a alternativa correta.

Carregando...
Q708130

Considerando que a psicologia tem o desafio de garantir à população trans o respeito à dignidade e o acesso aos serviços públicos de saúde, que a transexualidade e a travestilidade não constituem condição psicopatológica, ainda que não reproduzam a concepção normativa de que deve haver uma coincidência entre o sexo biológico, o gênero e o desejo sexual, julgue os próximos itens. I Representa a Nota técnica sobre processo transexualizador e demais formas de assistência às pessoas trans do CFP o termo de consentimento informado, que deve ser um instrumento de esclarecimento ao usuário no serviço público ou privado. A assinatura do termo pelo usuário exime o profissional da responsabilidade em relação à sua prática. II Representa a Nota técnica sobre processo transexualizador e demais formas de assistência às pessoas trans do CFP o fato de o objetivo da assistência psicológica ser o acolhimento e o apoio a partir da compreensão de que as vivências trans são práticas identitárias coletivas que não necessitam de um projeto terapêutico. III Representa a Nota técnica sobre processo transexualizador e demais formas de assistência às pessoas trans do CFP o fato de o acompanhamento psicológico ser restrito aos profissionais que atuam nos centros de referência específicos. IV Representa a Nota técnica sobre processo transexualizador e demais formas de assistência às pessoas trans do CFP o fato de o trabalho do psicólogo estar condicionado, restrito ou centralizado no procedimento cirúrgico de transgenitalização e nas demais intervenções somáticas, aparentes ou não, conforme determinação da Portaria MS n.º 1.707/2008. A quantidade de itens certos é igual a

Carregando...
Q705585

Com referência a avaliação de perfil comportamental e a instrumentos psicológicos, julgue os próximos itens.

Testes psicológicos estrangeiros reconhecidos internacionalmente são válidos para aplicação em instituições brasileiras, desde que sejam traduzidos para o português e validados com amostras nacionais.

Carregando...
Q683990

Um psicólogo foi denunciado por suspeita de ter sido conivente com ações irregulares ao trabalhar junto a uma empresa prestadora de serviços de recolocação profissional. Essa empresa recebia currículos, convocava candidatos para a realização de testes psicológicos aplicados por esse psicólogo, e encaminhava os candidatos selecionados para preenchimento das vagas no mercado de trabalho. De acordo com a denúncia, após o processo seletivo, o psicólogo fazia devolutivas dos resultados aos candidatos que pagavam antecipadamente para participar dos testes psicológicos, não explicava a conclusão a que chegara a partir da avaliação feita, não apresentava com clareza os motivos que levavam os candidatos a não serem aprovados para o cargo pretendido e apresentava relatórios incompletos, referentes ao processo seletivo em que cada candidato convocado estava envolvido.

Considerando a situação hipotética apresentada, os dilemas éticos e as resoluções do Conselho Federal de Psicologia, julgue o item a seguir.

Após o resultado do processo de seleção, o psicólogo deveria ter disponibilizado a todos os candidatos o relatório completo, com os nomes dos aprovados, a exposição dos motivos que embasaram a aprovação e os motivos que levaram à não aprovação do candidato ao cargo pretendido.

Carregando...
GABARITO:

  • 1) B
  • 2) D
  • 3) B
  • 4) A
  • 5) D
  • 6) B
  • 7) B
  • 8) E
  • 9) E
  • 10) A
  • 11) E
  • 12) C
  • 13) A
  • 14) Certo
  • 15) Errado
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282