Carregando...
Ir para o conteúdo principal
Aprova Questões
Milhares de questões atuais de concursos.

Questões de Concurso

Milhares de questões com o conteúdo atualizado para você praticar e chegar ao dia da prova preparado!


Use os filtros abaixo para tornar a sua busca ainda mais específica. Você não precisa preencher todos os campos, apenas os que desejar.

Dica: Caso encontre poucas questões de uma prova específica, filtre pela banca organizadora do concurso que você deseja prestar.
Carregando...
Exibir questões com:
Não exibir questões:
Minhas questões:
Filtros aplicados:
Carregando...

Carregando...

Carregando...
Exibindo questões de 11 encontradas. Imprimir página Salvar em Meus Filtros

“Causam menos dano cem delinquentes do que um mau juiz”; no caso dessa frase, o vocábulo MAU está corretamente grafado; a frase abaixo em que esse mesmo vocábulo deveria ser grafado com a forma MAL é:

Carregando...

Leia o texto a seguir para responder à questão.

Leia as afirmações sobre os recursos linguísticos empregados no texto.

I- “Levanto cedo, faço minhas abluções, ponho a chaleira no fogo para fazer café e abro a porta do apartamento...” (linha 1). O autor, ao empregar “faço” e “abro” no presente do indicativo, confirma a sua certeza diante do fato expresso pelo verbo.
II- “— Não é ninguém, é o padeiro!” (Linha 09). O uso do artigo “O” revela uma referência imprecisa ao substantivo “mudanças”.
III- “...acham que obrigando o povo a tomar seu café da manhã com pão dormido conseguirão não sei bem o que do governo.” (Linha 4 e 5) O sujeito sintático do verbo destacado é classificado como indeterminado.
IV- “Ele me contou isso sem mágoa nenhuma, e se despediu ainda sorrindo (linha 16)”. O verbo destacado é classificado como intransitivo.
V-No mesmo instante me lembro de ter lido alguma coisa nos jornais da véspera...” (linha 2), o termo destacado é classificado sintaticamente como adjunto adverbial.

Está CORRETO o que se afirma apenas em

Carregando...

____entrou por aquela porta e já começou a espalhar o ____ por todas as direções e quem não o conhecia, não imaginava o quanto ele era____. A alternativa que preenche corretamente as lacunas acima é:

Carregando...

A alternativa que preenche corretamente as lacunas é:

“_______você pensa que vai?____tirou o gesso que colocou ___uma semana e já quer sair? De modo algum e não quero nem saber o ________ de tanta pressa."

Carregando...

Assinale a alternativa que contém as palavras adequadas para completar as lacunas:

____você vai agora?

Não saí no sábado ____estava sem dinheiro.

João está sempre ____-humorado.

____não tem nada para conversar.

Carregando...

Assinale a alternativa em que as palavras mal e mau estão corretamente empregadas no contexto.

Carregando...

As palavras, na ordem apresentada, que completam corretamente o sentido dos excertos abaixo encontram-se, respectivamente, na alternativa:

I. ____________ moral é a debilidade do cérebro. (Arthur Rimbaud)

II. ___________ livros escritos para evitar espaços vazios na estante. (Carlos Drummond de Andrade)

III. A mentira é o único _________________________do homem sobre todos os outros animais. (Fiódor Dostoiévski)

IV. Ninguém pode ser sábio de ___________________________vazio. (George Eliot)

V. Não há mentira pior do que uma verdade ________________________compreendida por aqueles que a ouvem. (Henry James)

Fonte:http://www.revistabula.com/324-50-frases-classicas-de-escritores-celebres/. Acesso em 03/08/2017

Carregando...

Todas as alternativas estão corretas com base no emprego do “mau” e do “mal”, exceto:

Carregando...

Assinale a frase em que houve a troca indevida da palavra mal por mau ou vice-versa.

Carregando...

Crônica

Como o povo brasileiro é descuidado a respeito de alimenta-

ção! É o que exclamo depois de ler as recomendações de um

nutricionista americano, o dr. Maynard. Diz este: “A apatia, ou indiferença,

é uma das causas principais das dietas inadequadas."

Certo, certíssimo. Ainda ontem, vi toda uma família nordestina estendida

em uma calçada do centro da cidade, ali bem pertinho do

restaurante Vendôme, mas apática, sem a menor vontade de entrar

e comer bem. Ensina ainda o especialista: “Embora haja alimentos

em quantidade suficiente, as estatísticas continuam a demonstrar

que muitas pessoas não compreendem e não sabem selecionar os

alimentos". É isso mesmo: quem der uma volta na feira ou no supermercado

vê que a maioria dos brasileiros compra, por exemplo,

arroz, que é um alimento pobre, deixando de lado uma série de

alimentos ricos. Quando o nosso povo irá tomar juízo? Doutrina

ainda o nutricionista americano: “Uma boa dieta pode ser obtida de

elementos tirados de cada um dos seguintes grupos de alimentos: o

leite constitui o primeiro grupo, incluindo-se nele o queijo e o sorvete".

Embora modestamente, sempre pensei também assim. No entanto,

ali na praia do Pinto é evidente que as crianças estão desnutridas,

pálidas, magras, roídas de verminoses. Por quê? Porque

seus pais não sabem selecionar o leite e o queijo entre os principais

alimentos. A solução lógica seria dar-lhes sorvete, todas as crianças

do mundo gostam de sorvete. Engano: nem todas. Nas proximidades

do Bob´s e do Morais há sempre bandos de meninos favelados

que ficam só olhando os adultos que descem dos carros e devoram

sorvetes enormes. Crianças apáticas, indiferentes. Citando ainda o

ilustre médico: “A carne constitui o segundo grupo, recomendandose

dois ou mais pratos diários de bife, vitela, carneiro, galinha, peixe

ou ovos". Santo Maynard! Santos jornais brasileiros que divulgam

as suas palavras redentoras! E dizer que o nosso povo faz ouvidos

de mercador a seus ensinamentos, e continua a comer pouco, comer

mal, às vezes até a não comer nada. Não sou mentiroso e

posso dizer que já vi inúmeras vezes, aqui no Rio, gente que prefere

vasculhar uma lata de lixo a entrar em um restaurante e pedir

um filé à Chateaubriand. O dr. Maynard decerto ficaria muito aborrecido

se visse um ser humano escolher tão mal seus alimentos.

Mas nós sabemos que é por causa dessas e outras que o Brasil não

vai pra frente.

CAMPOS, Paulo Mendes. De um caderno cinzento. São Paulo:

Companhia das Letras, 2015. p. 40-42.

A palavra mal tem valor semântico de intensidade na seguinte frase:

Carregando...

Atenção: As questões de números 27 a 30 referem-se ao texto abaixo.

Imagem 008.jpg

É preciso corrigir, por falhas diversas, a seguinte frase:

Carregando...
GABARITO:

  • 1) C
  • 2) C
  • 3) E
  • 4) B
  • 5) E
  • 6) E
  • 7) A
  • 8) C
  • 9) B
  • 10) C
  • 11) D
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282