Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 31 a 42 de 42 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 31 a 42
Questões por página:
Q351342

Em seu livro "O cativeiro da terra", José de Souza (1979) Martins faz algumas afirmações

bastante provocativas sobre o regime de colonato estabelecido nas fazendas de café em

São Paulo, após a Abolição da Escravatura. Afirma ele que "A questão da transformação

das relações de produção foi remetida, pois, ao terreno cediço do falso argumento de que,

não sendo formalmente feudais, seriam formalmente capitalistas as relações de produção

posteriores ao escravismo e amplamente vigentes, ainda hoje, em muitos setores

econômicos e regiões do país" e ainda que "o colono não era um trabalhador individual,

mas sim um trabalhador familiar. É, porém, a produção direta dos meios de vida com base

no trabalho familiar que impossibilita definir essas relações como relações capitalistas de

produção". A dificuldade de compreender o papel do colonato na transição do trabalho

escravo para o trabalho livre no Brasil, por parte de alguns pesquisadores que seguiam

um determinado paradigma teórico, devia–se a uma certa teleologia presente nas

concepções mais ortodoxas desse paradigma, que os levaria a não conseguir perceber as

inúmeras possibilidades de "produção capitalista de relações não capitalistas de

produção".

Com esse debate, José de Souza Martins antecipa uma tensão que hoje está por traz da

crise atual de qual paradigma da Sociologia?

Carregando...
Q351337

Ao discutir o processo de industrialização brasileiro, Luiz Carlos Bresser Pereira afirma

que ele priorizava

Carregando...
Q569934

A respeito da Sociologia brasileira, julgue os itens a seguir. I – Sérgio Buarque de Holanda formulou a famosa tese a respeito da cordialidade do brasileiro. A ideia de cordialidade apresentada não significa propriamente “boas maneiras” ou “bondade”. Significa total falta de compromisso com normas sociais objetivas/pragmáticas, a subversão das regras em nome de interesses individuais mais imediatos – comportamentos em total sincronia num ambiente em que prevaleceria o personalismo. II – Casa Grande e Senzala é um marco na Sociologia brasileira, ao abordar as relações entre os portugueses, negros e índios, senhores e escravos, na formação da sociedade brasileira e na constituição de seus traços culturais mais fortes caracterizados pela miscigenação. III – Pensar a sociedade brasileira requer apoiar-se, quase que exclusivamente, em toda a formulação teórica europeia, sobretudo na tradição filosófica clássica, uma vez que os traços culturais do Brasil são definitivamente herdados do velho continente, o que implica na importação crescente de modelos e concepções que já foram consolidados no exterior. IV – Os Donos do Poder representa importante obra da Sociologia brasileira, na qual são apontados os motivos e causas do subdesenvolvimento nacional, denunciando especialmente os problemas da pobreza, da fome e da subnutrição no nordeste do Brasil. V – Gilberto Freyre é considerado um dos mais importantes sociólogos brasileiros, especialmente por sua contribuição sobre a cultura indígena e os conflitos raciais. É correto afirmar que:

Carregando...
Q569925

“Classe social” é provavelmente a ideia mais famosa da Sociologia; ou, ao menos, a ideia com a qual o público leigo mais identifica a Sociologia como disciplina acadêmica ou área de conhecimento. Talvez nenhuma outra palavra do repertório sociológico apareça tanto, seja usada com tanta desenvoltura, em tantos sentidos ou tenha sido objeto de tanta crítica e revisão nos últimos cinquenta anos. (CODATO, Adriano; LEITE, Fernando Baptista. Classe social. In: Heloisa Buarque de Almeida; José Szwako. (Org.) Diferenças, igualdade. São Paulo - SP: Berlendis & Vertecchia, 2009, p. 7-29). Utilizando seus conhecimentos sobre o tema das classes sociais e desigualdade na sociedade contemporânea, julgue os itens a seguir. CONCURSO I - Sociólogo estudioso das camadas médias americanas, Wright Mills apontou, já no início da década de 50, a aproximação crescente entre trabalhadores de colarinho branco – o empregado de escritório moderno – e os operários do setor produtivo. II - O Brasil tem um dos maiores índices de desigualdade social do mundo, porém por conta do aumento dos gastos sociais nas últimas décadas, pelos programas governamentais de transferência de renda (Bolsa Família, etc.) apresenta uma alta mobilidade social ascendente, conferindo a milhões de brasileiros uma mudança substancial na sua condição de vida, dando origem à nova classe média ou classe “C”. III - A desigualdade em uma sociedade gira em torno da distribuição diferenciada de recursos de valor às variadas categorias de indivíduos – sendo as de classe, étnica e gênero as três mais importantes. IV - Uso científico do termo classe social por parte de sociólogos, economistas, historiadores deve levar em conta apenas as distinções econômicas, o acesso diferenciado a determinados bens e serviços na sociedade V - A chamada nova classe média brasileira, de acordo com Jessé de Souza, só pode ser compreendida no marco mais geral de alteração do sistema capitalista, de um modelo fordista, passando pelo toyotismo e chegando ao movido pelo afrouxamento de laços de proteção ao trabalhador, da voracidade do capital financeiro e da alteração profunda nas relações cotidianas da sociedade moderna. A nova classe média carrega as agruras de uma classe que não perfila a tradicional classe trabalhadora, nem pode ser classificada como classe média tradicional. É correto afirmar que:

Carregando...
Q276993

Em “Casa-Grande e Senzala”, Gilberto Freire estabelece uma relação entre a arquitetura da casa-grande e a forma de organização social e política que se instaurou no Brasil, conhecida como:

Carregando...
Q569943

No final do século XIX e, especialmente, o século XX, com a abolição da escravatura e início da fase republicana brasileira, o Brasil inicia o processo de modernização do país, direcionado, especialmente, pelas mãos de uma nova classe ascendente, a burguesia brasileira. O capitalismo então se desenvolve em terras brasileiras e, com ele, surgem várias interpretações sobre a forma como ocorre essa modernização no Brasil. Apesar de a revolução burguesa, baseada nos pilares da industrialização, ter ocorrido desde o início do século XIX, foi apenas nas décadas de 50 e 60 que a indústria passa a ser de fato a principal atividade econômica no país. Sobre as interpretações sociológicas realizadas desse processo, destacam-se as contribuições de Florestan Fernandes. De acordo com o autor, podemos perceber diversas análises sobre a sociedade brasileira. Assinale a alternativa que não condiz com as interpretações realizadas pelo autor sobre o Brasil.

Carregando...
Q569931

Sobre a Sociologia Brasileira, é incorreto afirmar que:

Carregando...
Q337058

Acerca das diversas concepções a respeito da sociologia brasileira,

julgue os próximos itens.

Segundo Sérgio Buarque de Holanda, a complexa ideia do patrimonialismo no Brasil fundamenta-se, empiricamente, no modo como a relação entre o público e o privado se estabelece e, conceitualmente, recorre entre outros, à tipologia de Max Weber para compreender a peculiaridade desse processo de desenvolvimento no Brasil.

Carregando...
Q134419

A Constituição Federal de 1988 (CF) foi elaborada em um contexto histórico marcado, de um lado, pela ânsia de consagrar o moderno conceito de democracia, menos formal e mais identificado com as práticas de cidadania; de outro, pela acelerada urbanização, que leva à mobilização de crescente número de setores da sociedade em busca de soluções para os problemas que a nova realidade urbana fez emergir. Não por acaso, a CF dedica um capítulo às políticas urbanas. Da criação de secretaria, em 1995, passando pelo Estatuto das Cidades, em 2001, e chegando ao Ministério das Cidades, em 2003, um importante caminho foi percorrido, culminando com a aprovação da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.



Considerando o texto acima, relativamente à caracterização da sociedade brasileira contemporânea e a aspectos ligados ao planejamento e à gestão de serviços públicos no Brasil, julgue os itens seguintes.



Aspecto marcante e definidor da história do país, a desigualdade social tornou-se componente essencial da urbanização brasileira, tendo estabelecido uma relação direta entre a renda e o acesso a serviços básicos como saneamento e transporte, ou seja, quanto menor aquela, menor este.

Carregando...
Q134416

A Constituição Federal de 1988 (CF) foi elaborada em um contexto histórico marcado, de um lado, pela ânsia de consagrar o moderno conceito de democracia, menos formal e mais identificado com as práticas de cidadania; de outro, pela acelerada urbanização, que leva à mobilização de crescente número de setores da sociedade em busca de soluções para os problemas que a nova realidade urbana fez emergir. Não por acaso, a CF dedica um capítulo às políticas urbanas. Da criação de secretaria, em 1995, passando pelo Estatuto das Cidades, em 2001, e chegando ao Ministério das Cidades, em 2003, um importante caminho foi percorrido, culminando com a aprovação da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.



Considerando o texto acima, relativamente à caracterização da sociedade brasileira contemporânea e a aspectos ligados ao planejamento e à gestão de serviços públicos no Brasil, julgue os itens seguintes.



No campo social, uma das maiores conquistas incorporadas ao texto da CF foi a determinação de acesso integral, igualitário e gratuito aos serviços médico-hospitalares, concebido como direito dos cidadãos e dever do Estado, materializado na criação do Sistema Único de Saúde.

Carregando...
Q134418

A Constituição Federal de 1988 (CF) foi elaborada em um contexto histórico marcado, de um lado, pela ânsia de consagrar o moderno conceito de democracia, menos formal e mais identificado com as práticas de cidadania; de outro, pela acelerada urbanização, que leva à mobilização de crescente número de setores da sociedade em busca de soluções para os problemas que a nova realidade urbana fez emergir. Não por acaso, a CF dedica um capítulo às políticas urbanas. Da criação de secretaria, em 1995, passando pelo Estatuto das Cidades, em 2001, e chegando ao Ministério das Cidades, em 2003, um importante caminho foi percorrido, culminando com a aprovação da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano.



Considerando o texto acima, relativamente à caracterização da sociedade brasileira contemporânea e a aspectos ligados ao planejamento e à gestão de serviços públicos no Brasil, julgue os itens seguintes.



Programas de transferência de renda, que se intensificaram a partir da estabilização da economia, têm contribuído para a redução das desigualdades sociais. Na mesma direção, implementam-se políticas de combate às diversas formas de exclusão, como a adoção de cotas para o ingresso na educação superior pública, cuja constitucionalidade foi reconhecida pelo STF.

Carregando...
Q70076

No que se refere ao racismo no Brasil, assinale a opção correta.

Carregando...
GABARITO:

  • 31) C
  • 32) B
  • 33) C
  • 34) D
  • 35) D
  • 36) D
  • 37) A
  • 38) Certo
  • 39) Certo
  • 40) Certo
  • 41) Certo
  • 42) C
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282