Carregando...
Ir para o conteúdo principal

Questões de concursos

Confira várias questões de diferentes concursos públicos e responda as perguntas para testar o seu conhecimento.


Minhas questões:

Questões com:

Excluir questões:


Carregando...
Carregando...
Carregando...

Carregando...

Exibindo 1 a 15 de 41 questões.

Salvar em Meus Filtros
Imprimir página - Exibindo 1 a 15
Questões por página:
Q799511

 

Considere as seguintes afirmações a respeito da propaganda:

  1. “Ela” faz referência a “mãe”, articulando o texto com a imagem da publicidade.
  2. O pronome “que”, no texto, retoma, respectivamente, “Ela” e “você”.
  3. O uso da conjunção “mas” reforça “precisava” em contraposição a “não precisava”.
  4. A locução “vai dizer” poderia ser substituída, sem prejuízo de sentido, por “diria”.

É correto apenas o que se afirma em:

Carregando...
Q799477

Leia o trecho da crônica Zaptiqueta, de Antônio Prata, publicada em 17/11/2019, para responder à questão.

Considere as seguintes afirmações sobre o texto:

  1. “Já que” denota o conformismo do autor do texto com a presença dos celulares em nossas vidas.
  2. “como” estabelece uma comparação entre os celulares e as bolas de chumbo dos prisioneiros.
  3. “Desses” retoma exclusivamente a expressão “almas sebosas” utilizada na frase anterior.
  4.  A partícula “se” em “atrapalham-se” é um pronome reflexivo e refere-se a “talheres do WhatsApp”.

É correto apenas o que se afirma em:

Carregando...
Q796329

Considerando o emprego de recursos coesivos, analise as assertivas a seguir.

  1. Na linha 05, o pronome oblíquo “o”, em “que o motive”, tem como referente o pronome reto “ele”, na mesma linha.
  2. Na linha 21, o pronome relativo “que” refere-se ao substantivo “coisa”, seu antecedente.
  3. Na linha 18, a palavra “materiais” é empregada como substituta da palavra “questões” a fim de evitar a repetição de termos.

Quais estão corretas?

Carregando...
Q796913

No trecho “O advento da língua comum dos computadores parecia ter diminuído essa discrepância (...)” (1º§), a palavra sublinhada é um pronome demonstrativo, que foi utilizado para:

Carregando...
Q799506

Leia o trecho da crônica “Hobbies” de Luis Fernando Veríssimo para responder à questão.

Os referentes dos termos em destaque no texto são, respectivamente:

Carregando...
Q799708

Na última frase do texto – Isso faz com que as populações emergentes confiem mais nesse tipo de tecnologia. – o pronome destacado refere-se a

Carregando...
Q788750

No texto CB1A1-I, a forma pronominal presente na contração “nisso” (l.24) refere-se a

Carregando...
Q786999

Com base nas ideias do texto CB3A1-I, julgue o item a seguir.

A expressão “esse direito fundamental” (l.8) refere-se a “o acesso à justiça” (l.4).

Carregando...
Q786599

“Frequentemente, entre nossos motivos de ação há um mais forte que os demais: é aquele que não é declarado nunca”.

Nessa frase, o termo sublinhado é repetido por um conjunto de outros termos, que são:

Carregando...
Q790075

Inclusão não é favor, é dever

A inclusão de alunos com deficiência é um desafio enorme para professores e gestores. Tirando as exceções aqui e ali, a maior parte dos docentes concorda que todos os meninos e meninas têm direito à Educação. A divisão só começa quando o assunto vai para o “como fazer”. Nesse momento, até os corações mais generosos travam. É difícil fazer algo para o qual você não foi preparado. Diante da falta de conhecimento e da diversidade de características físicas e mentais, a questão viaja do polo das boas intenções para o do pragmatismo duro. Como avaliar? Pode reprovar? Está tudo bem mandar para a sala de recursos?
Eu queria dar uns passos atrás. Não quero discutir o “como fazer”, mas falar de algo anterior: qual deve ser o papel da escola para um aluno com deficiência? A resposta é simples e vale, no final das contas, para todos os estudantes. A escola deve garantir que uma pessoa, por meio do conhecimento organizado, tenha um lugar no mundo. Por isso, inclusão não é um favor feito a um aluno coitadinho. É direito do estudante e dever da instituição. Quando o Estado assume uma responsabilidade, ele se compromete tanto com os beneficiários da medida quanto com quem permite que ela seja possível. No caso da Educação, ele se compromete com o aluno e com você. Sem educadores preparados, a inclusão vira um direito vazio. Portanto, cobre formação e boas condições de trabalho. Coloque seus alunos com deficiência nos projetos da escola. Dê visibilidade aos desafios nas redes sociais. Faça barulho. Afinal, professores não são apenas as pessoas que transmitem conhecimento, mas que criam condições para que o aprendizado aconteça. E nenhuma tecnologia será capaz de oferecer isso a seres humanos.
Essa é a razão pela qual propus a pergunta sobre o papel da escola. Muitas vezes, com as tarefas da rotina, nos esquecemos de pensar sobre o que fazemos. Sem pensar nos porquês da inclusão, nunca chegaremos em “como fazer”. Estou convencido que, mais do que nunca, lutar por formação e boas condições de trabalho são tarefas essenciais dos Educadores com E maiúsculo. No Brasil de hoje, lutar pelo básico é revolucionário.
(...)

Leandro Beguoci é diretor editorial e de conteúdo de NOVA ESCOLA leandro@novaescola.org.br. FONTE: https://novaescola.org.br/conteudo/15166/inclusao-nao-e-favor-e-dever

Um dos elementos construtivos fundamentais do texto é a coesão textual, que se dá de várias formas. Uma delas é a coesão por elipse, mecanismo em que um termo fica implícito, uma vez que já foi enunciado antes, a fim de que se evite a sua repetição desnecessária. Assinale a alternativa em que a coesão por elipse ocorre.

Carregando...
Q789225

Atenção: Considere o texto abaixo para responder à questão de número 6.

Estabelece relação de referência a uma expressão mencionada anteriormente no texto o termo sublinhado em

Carregando...
Q790688

Expressa relação de causa X efeito a frase na alternativa:

Carregando...
Q790056

Para que a escola faça algum sentido, os jovens e os seus pais e professores deverão ter um deus a quem servir ou, se possível, vários deuses. Sem eles, a escola é inútil. O famoso aforismo de Nietzsche torna-se aqui relevante: “Aquele que sabe por qual razão viver poderá suportar quase qualquer como”. Isto é válido tanto para a aprendizagem como para a vida. Muito simplesmente, não há modo mais certo de levar o ensino ao seu fim do que não o dotar de um fim. (...)
Um deus, no sentido em que uso a palavra, é o nome de uma grande narrativa, uma narrativa que possui credibilidade, complexidade e poder simbólico suficientes para permitir que o indivíduo organize a vida em função dela.

O Fim da Educação; Postman, Neil

Coesão por elipse consiste no apagamento de um termo do enunciado, uma vez que ele fica subentendido no contexto em que ocorre. Assinale a alternativa em que esse mecanismo de coesão ocorre.

Carregando...
Q794691

Há conflitos nos grupos sociais, para esses conflitos concorrem fatores que levam esses conflitos a uma indesejável exacerbação, razão pela qual se deve buscar atenuar a intensidade desses conflitos.

Evitam-se as viciosas repetições da frase acima substituindo-se os elementos sublinhados, na ordem dada, por:

Carregando...
GABARITO:

  • 1) D
  • 2) C
  • 3) D
  • 4) C
  • 5) C
  • 6) D
  • 7) B
  • 8) A
  • 9) Certo
  • 10) C
  • 11) C
  • 12) E
  • 13) C
  • 14) C
  • 15) A
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282