Carregando...
Ir para o conteúdo principal
Aprova Questões
Milhares de questões atuais de concursos.

Questões de concursos

Milhares de questões com o conteúdo atualizado para você praticar e chegar ao dia da prova preparado!


Use os filtros abaixo para tornar a sua busca ainda mais específica. Você não precisa preencher todos os campos, apenas os que desejar.

Dica: Caso encontre poucas questões de uma prova específica, filtre pela banca organizadora do concurso que você deseja prestar.
Carregando...
Exibir questões com:
Não exibir questões:
Minhas questões:
Filtros aplicados:
Carregando...

Carregando...

Carregando...
Exibindo questões de 252 encontradas. Imprimir página Salvar em Meus Filtros

   No dia 31 de outubro de 1861, depois de um conturbado processo de construção, que durou cerca de três décadas, a Bahia inaugurou a sua primeira penitenciária, que recebeu oficialmente o nome de Casa de Prisão com Trabalho. A instituição foi construída numa área pantanosa, na periferia da cidade de Salvador.
   A implantação da penitenciária fazia parte do projeto civilizador oitocentista, e o Brasil acompanhava uma tendência mundial de modernização do sistema prisional, que teve início na Inglaterra e nos Estados Unidos no final do século XVIII. As execuções e as torturas em praças públicas, utilizadas para atemorizar a quem estivesse planejando novos crimes, foram, gradativamente, abandonadas. Entrava em cena a penalidade
moderna, que planejava privar o criminoso do seu bem maior — a sua liberdade —, internando-o numa instituição construída especificamente para recuperá-lo, que recebeu o nome de penitenciária. O seu funcionamento era regido por normas que seriam aplicadas de acordo com o modelo penitenciário escolhido pelas autoridades, mas utilizavam-se elementos como o trabalho, a religião, a disciplina, o uso de uniformes e, sobretudo, o isolamento como métodos de punição e recuperação.
   Dessa forma, esperava-se criar um “novo homem”, que seria devolvido à sociedade com todos os atributos necessários à convivência social, principalmente para o trabalho. Foi com essa expectativa que os reformadores baianos implantaram a Casa de Prisão com Trabalho.

Cláudia Moraes Trindade. O nascimento de uma penitenciária: os
primeiros presos da Casa de Prisão com Trabalho da Bahia (1860-1865).
In: Tempo, Niterói, v. 16, n. 30, p. 167-196, 2011 (com adaptações).

Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do texto anterior, julgue o item.

Com o uso do artigo definido na contração “do” em “do projeto civilizador oitocentista” (no início do segundo parágrafo), pressupõe-se que a autora parte do princípio de que os leitores tenham conhecimento prévio acerca desse projeto.

Carregando...

Na expressão “bons e velhos sábios”, classificam-se como adjetivos os vocábulos “bons” e “velhos”, e como substantivo o vocábulo “sábios”. Das opções abaixo, aquela em que o vocábulo “sábio” foi empregado como adjetivo, e não como substantivo, é:

Carregando...

Assinale a alternativa em que a análise morfológica do vocábulo sublinhado está correta.

Carregando...

No fragmento: “No que tange ao desperdício de água, o Brasil, segundo o Ministério do Meio Ambiente, desperdiça entre 20% a 60% da água destinada ao consumo ao longo da distribuição.” A palavra destacada é classificada como:

Carregando...

Sobre os elementos mas (l. 09) e que (l. 06), avalie as afirmações que seguem,
assinalando V, se verdadeiras, ou F, se falsas.
(  ) Ambos são conectores, cuja função é unir orações subordinadas.
(  ) O primeiro é uma conjunção; o segundo, um pronome.
(  ) Em lugar de mas, poder-se-ia usar o qual; já a cuja, substituiria adequadamente que.
(  ) Mas é uma conjunção subordinada; que é uma conjunção integrante.

A ordem correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:

Carregando...

A inversão das palavras destacadas implica também mudança de classe gramatical em:

I- o mais tranquilo sorriso/ o sorriso mais tranquilo
II- impossíveis tradutores de sonho/ tradutores de sonhos impossíveis
III- Os autores africanos/ Os africanos autores.

Está correta a alternativa:

Carregando...

Observe o período abaixo.
“A manhã, toldo de um tecido tão aéreo (v 15)
que, tecido, se eleva por si: luz balão.” (v 16)

Quantos aos aspectos gramatical, sintático e semântico, pode-se fazer a seguinte análise:

I – O sujeito do período tem seu núcleo em “manhã”.
II – O termo “que” é uma conjunção integrante.
III – O termo “se” é um pronome reflexivo.
IV – A expressão “por si” é um objeto indireto.
V – No período há duas metáforas.

Está correto apenas o que se afirma em:

Carregando...

Depois algumas poucas cargas e recargas elas não aguentam o tranco, começam a se romper, e a bateria morre.” Qual é, respectivamente, a classe gramatical das palavras destacadas?

Carregando...

Assinale a alternativa que representa corretamente palavras homófonas heterográficas:

Carregando...

Faça uma análise morfossintática da seguinte frase:

As senhores caminhavam felizes.

Está correta a seguinte alternativa:

Carregando...

Julgue corretamente o período abaixo quanto ao emprego dos artigos.
 

O jornal publicou uma matéria informando toda a população sobre os riscos do coronavírus.

Carregando...

No trecho “Hoje é difícil encontrar um funcionário que nunca tenha passado por pelo menos uma palestra...”, as palavras destacadas pertencem, respectivamente, às seguintes classes gramaticais.

Carregando...

Assinale a alternativa que apresenta a correta classificação morfológica do pronome “essa” (l. 27).

Carregando...
GABARITO:

  • 1) Certo
  • 2) C
  • 3) C
  • 4) C
  • 5) B
  • 6) E
  • 7) C
  • 8) A
  • 9) C
  • 10) A
  • 11) B
  • 12) A
  • 13) E
  • 14) A
  • 15) E
  •  
© Aprova Concursos - Al. Dr. Carlos de Carvalho, 1482 - Curitiba, PR - 0800 727 6282