Quem trabalha na área de Tecnologia da Informação, ou simplesmente TI, sabe que, por estar em constante atualização, é fundamental também para o profissional estar constantemente se especializando, se informando, e claro, acrescentando novas habilidades ao currículo. Justamente por isso preparamos essa postagem, na qual contaremos quais são as certificações na área de TI mais valorizadas pelo mercado de trabalho.

Qual certificação na área de TI escolher?

Como já demos uma breve pincelada no início da postagem, nos dias atuais já não basta ter no currículo apenas uma graduação. As grandes empresas estão em busca de mais. Não a toa profissionais mais capacitados sempre terão vantagem na disputa de uma vaga em relação aos demais. E para você não ficar no fim da fila, o ideal é incrementar sua carreira com uma certificação. Então, a partir de agora vamos te mostrar quais são as principais certificações em TI, e claro, explicar o objetivo de cada uma delas.

Scrum

A certificação Scrum foi criada pelos americanos Jeff Sutherland e Ken Schwaber, respectivamente um programador e um desenvolvedor de softwares, com o intuito de atribuir a quem a possui conhecimento para agilizar o desenvolvimento,  a entrega e a sustentabilidade de produtos considerados complexos. Ela, portanto, atesta que os gestores de projetos têm conhecimento a respeito de determinada metodologia. Esse certificado requer que seus postulantes passem por um exame específico para obtê-lo, e é emitido por uma instituição de renome internacional, fazendo então com que as habilidades adquiridas não se restrinjam apenas ao nosso território, mas a qualquer outro país.

Trata-se de uma certificação com fundamental importância para quem atua na área de Tecnologia da Informação (principalmente no campo de desenvolvimento de software, muito embora também possa ser utilizado em marketing, pesquisa, vendas e etc.), uma vez que com ele, as chances de conquistar melhores oportunidades no mercado de trabalho aumentam, uma vez que, como dissemos anteriormente, atualmente a maioria das empresas o colocam como pré-requisito.

Há três principais funções no Scrum:

  • Product Owner (PO) – Trata-se do, como indica o nome, “dono do produto”, em outras palavras, a pessoa que é responsável por esse produto. Essa função exige enorme responsabilidade, pois é ela quem liga o cliente e a equipe de desenvolvimento. Mas como funciona essa ligação? Simples! O Product Owner conversa com o cliente, seja ele funcionário da mesma empresa ou alguém de fora, se informa sobre quais são as características que o produto precisa possuir, cria então uma lista de funcionalidades a serem priorizadas, e orienta a equipe sobre como realizar;
  • Scrum Master – Trata-se do líder do Scrum Team (sobre o qual falaremos na sequência), porém, não tendo a responsabilidade de gerenciar o projeto. O trabalho dessa importante peça na metodologia ágil é mais atuar como um incentivador, podemos também utilizar uma palavra que está na moda, coach. Por ser um mestre no Scrum, na tradução literal da expressão, ele tem todo o conhecimento das técnicas, sabendo exatamente como empregá-las e, consequentemente, garantindo que a equipe conseguirá trabalhar da melhor maneira;
  • Scrum Team – Trata-se da equipe, costumeiramente com no máximo 10 pessoas, que produzirá o produto pedido pelo cliente ao Product Owner. Uma característica interessante desse time é que os seus membros não são divididos por cargos, e sim trabalham em conjunto, garantindo que as atividades fluam como deve ser. Porém, todas as tarefas são distribuídas com base nas habilidades de cada um.

Tipos de certificação Scrum

Existem ao todo 11 tipos de certificação Scrum. São eles: PMI-ACP; ASF pelo EXIN; ASM pelo EXIN; PSM I pela Scrum.org; PSM II pela Scrum.org; PSM III pela Scrum.org; CSM pela Scrum Alliance; A-CSM pela Scrum Alliance; CSP-SM pela Scrum Alliance; SFC pela SCRUMStudy; e SMC pela SCRUMStudy.

Não iremos aqui nesse post detalhar para o que servem e quais os requisitos para conquistar cada uma delas, pois ainda temos outras certificações na área de TI sobre as quais falar, mas caso tenha ficado interessado e queira conhecer tudo sobre as certificações Scrum, basta clicar aqui.

ITIL

A sigla ITIL significa Information Technology Infrastructure Library. Mas, podemos definir como um conjunto de boas práticas operacionais, que podem ser aplicadas na gestão de TI de uma empresa. Portanto, podemos dizer que o principal objetivo do ITIL é realizar a melhoria da qualidade dos serviços de TI das empresas. E essa melhoria pode ser alcançada por meio de uma gestão que tenha foco no cliente. Em resumo, o ITIL surgiu na Inglaterra na forma de um compilado de boas práticas do setor de Tecnologia da Informação do Governo Inglês. E por serem consideradas muito eficientes, essas práticas logo foram adotadas por empresas de grande porte no mundo todo.

Podemos dizer que a certificação ITIL é uma das mais importantes quando falamos no mercado de tecnologia. Isso acontece, porque o ITIL valida o trabalho de gestão de TI dos profissionais envolvidos através de um manual de boas práticas. Então, podemos dizer que esta certificação é voltada para os profissionais que desejam crescer no mercado de Tecnologia da Informação. Bem como as empresas que prezam pela qualidade, e também, produtividade e processos, devem investir na certificação ITIL.

A ITIL é adotada por milhares de organizações no mundo todo, dentre elas podemos destacar empresas como: IBM (International Business Machines Corporation), Microsoft, HP (Hewlett-Packard Company), HSBC (Hong Kong and Shanghai Banking Corporation). No Brasil, empresas como Carrefour e Makro já adotaram, assim como vários Tribunais de Justiça de diversos estados.

Por exemplo, na rede de supermercados de atacado Makro a implantação do ITIL serviu para gerenciar seus processos de TI e resolveu a questão de prioridade de atendimento de seus usuários. Graças ao ITIL e à documentação de processos foi eliminada, os problemas passaram a ser impessoais, ou seja, não era preciso uma pessoa específica para resolver. O ITIL permitiu que a taxa de erros em mudanças sempre permanecesse em níveis muito baixos.

Tipos de certificação ITIL

  • Certificação ITIL Foundation: pré-requisito para as outras certificações, aborda conceitos de gestão dos serviços de TI e sua terminologia. A prova possui 40 questões de múltipla escolha, para resolução em 60 minutos e a necessidade é de 65% de acerto para aprovação.
  • Certificação ITIL Practitioner: o foco é na aplicação do que foi aprendido em Foundation e, em especial, na melhoria de processos.
  • Certificação ITIL Intermediate: deve ser feita por profissionais de TI que já tem um conhecimento intermediário sobre gestão de serviços de TI. Atesta a capacidade mais prática do profissional, que já passa a receber conhecimento para aplicar o que sabe no negócio. É preciso saber sobre Service Desk e gestão de incidentes.
  • Certificação ITIL Expert: neste nível os profissionais tem contato com o Life Cycle do serviço. E também são avaliados processos e cargos na gestão de TI.
  • Certificação ITIL Master: indicada para gestores e CEOs, ou seja, cargos mais executivos. A abordagem é muito mais sênior e exige uma experiência maior do que 5 anos. Para ser aprovado no último nível, a indicação é de que um curso complementar seja considerado, por conta da maior complexidade que será exigida.

Outras importantes certificações na área de TI

Scrum e ITIL certamente são as certificações de TI mais valorizadas, porém, elas não são as únicas. Existem outras também muito importantes que também te manterão constantemente atualizado e colaborando para um ainda melhor desempenho em suas atividades práticas. E mais do que isso, elas também têm o grande diferencial de te colocar em contato com outros profissionais da área que tenham interesses e especialidades similares, construindo uma rede ampla, tanto para a troca de informações como para ajuda mútua.

Então vamos lá, entre as outras certificações para TI existentes podemos citar:

CCNA

A CCNA (Cisco Certified Network Associate) é uma categoria de certificações técnicas oferecidas pela Cisco que tem como objetivo atender pessoas que estão começando a carreira no setor de TI.

CCNP DATA CENTER

Certificação que comprova a abrangente habilidade que o profissional de TI tem de focar em soluções, tecnologias e melhores práticas para projetar, implementar e gerenciar infraestruturas de data center modernas e seguras.

CISSP

O CISSP (Certified Information Systems Security Professional) é uma certificação de segurança da informação desenvolvida pelo Consórcio Internacional de Certificação de Segurança de Sistemas de Informação conhecido também pela sigla (ISC).

COMPTIA MOBILITY+

Certificação que tem como finalidade testar e comprovar os conhecimentos, as habilidades e a experiência dos profissionais de TI no campo das tecnologias móveis.

EMC

A certificação EMC Cloud Architect (EMCCA) é uma oferta de treinamento do EMC de armazenamento e arquitetura de nuvem com alto nível em conceitos de design. A certificação possui duas etapas: EMC Cloud Architect Virtualized Infrastructure e EMC Cloud Architect IT as a Service.

MCSD

A certificação do programa MCSD (Microsoft Certified Solutions Developer) foi preparada para que os desenvolvedores de softwares demonstrem suas capacidades de construir soluções usando tecnologias, tanto locais quanto em nuvem.

ORACLE CERTIFIED PROFESSIONAL ADVANCED PL/SQL

Certificação desenvolvida para elevar os níveis de conhecimento e de competências dos profissionais que pretendem seguir carreira como especialistas em construção de aplicativos de internet centrados em bancos de dados.

RHCE

A certificação RHCE (Red Hat Certified Engineer) é oferecida pela empresa Red Hat, ela possui um programa de capacitação em diferentes níveis e esta é intitulada como a principal do programa, pois é uma certificação de nível médio a avançado e que foca nos tópicos abordados na certificação RHCSA (Red Hat Certified System Administrator).

VMWARE VCP-CLOUD

Certificação que valida e comprova as habilidades e experiências necessárias para instalar, configurar e administrar um ambiente de nuvem usando o VMware vCloud Automation Center e seus componentes relacionados.

Mas afinal, entre as mais valorizadas certificações na área de TI, qual devo escolher?

Bom, como você pôde ver no decorrer da postagem, elencamos as principais e mais valorizadas certificações na área de TI com as quais você pode contar. Agora, qual delas escolher é uma decisão estritamente pessoal, pois é necessário levar em conta qual oferece o que você precisa para o seu atual emprego ou para o que você pretende utilizar ao ingressar no mercado.

Se tiver disponibilidade, por que não fazer até mais de uma certificação? Proibido não é. Muito pelo contrário! Não apenas pode, como certamente fará de você um profissional de Tecnologia da Informação muito mais gabaritado, experiente, e claro, concorrido. Afinal de contas, vamos repetir, mais do que nunca as empresas estão buscando e priorizando aqueles que têm mais qualificações.

Então, analise com cuidado as características dos certificados, como funcionam os exames para obtê-los, se há cursos online que podem te auxiliar na preparação, enfim, e depois de definido, vá em busca dessa especialização que certamente fará enorme diferença em sua carreira.

Saiba mais sobre as melhores certificações na área de TI

Para você que tem interesse em conhecer ainda mais detalhes sobre certificações na área de Tecnologia da Informação, nós do Aprova Concursos separamos abaixo uma lista com conteúdos específicos e direcionados. Não deixe de conferir!

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *