Confira abaixo as questões comentadas de Atualidades do Mercado Financeiro aplicadas na prova do concurso do Banco do Brasil para os candidatos ao cargo de Escriturário no domingo (15). Modelo: prova 1.

ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO

Questão 21
A autonomia operacional do Banco Central (BC) tem sido um tema de debate entre os economistas. Nesse sentido, muitos analistas consideram que a condução da política monetária, atribuição do BC, pode eventualmente sofrer interferência de instâncias superiores do governo, em especial, no estabelecimento da meta inflacionária.

Tal conclusão deriva do fato de que o estabelecimento dessa meta é atribuição

(A) unicamente do presidente do BC, que pode sofrer pressões para estimular uma meta mais elevada.
(B) do Conselho Monetário Nacional (CMN), formado pelos ministros da Fazenda e do Planejamento, Orçamento e Gestão e pelo presidente do BC.
(C) da equipe econômica definida pelo presidente da República, que anualmente se reúne para fixar a meta inflacionária, e o BC que deve persegui-la através da política de juros.
(D) do presidente do BC e dos bancos públicos, dentre eles o Banco do Brasil, que definem as taxas de inflação para um prazo de dois anos.
(E) do Comitê de Política Monetária (Copom), que define a meta inflacionária anualmente e a meta da taxa de juros a ser alcançada para que a taxa de inflação convirja para sua meta.

Para dirimir quaisquer dúvidas, reproduzimos a seguir trecho da Resolução que fixa a meta inflacionária para 2016. Percebam que cita o Conselho Monetário Nacional, CMN.

RESOLUÇÃO Nº 4.345, DE 25 DE JUNHO DE 2014

Fixa a meta para a inflação e seu intervalo de tolerância para o ano de 2016.

O Banco Central do Brasil, na forma do art. 9º da Lei nº 4.595, de 31 de dezembro de 1964, torna público que o Conselho Monetário Nacional, em sessão realizada em 25 de junho de 2014, tendo em vista o disposto no Decreto nº 3.088, de 21 de junho de 1999,...”

Afirmação correta é a B.

 

Questão 22. (Passível de se RECORRER) 
Uma das características positivas do boom imobiliário que o país vivenciou na última década e parte da atual foi proporcionar a diversas famílias a conquista da casa própria. A Caixa Econômica Federal (CEF) teve papel importante na concessão de empréstimos, mas as funções da CEF são muito maiores dentro do Sistema Financeiro Habitacional (SFH).

Nesse sentido, NÃO é atribuição da CEF

(A) disciplinar o acesso das instituições de crédito imobiliário ao mercado nacional de capitais.
(B) orientar, disciplinar e controlar o SFH.
(C) prestar garantias em financiamentos obtidos, no país ou no exterior, pelas instituições integrantes do SFH, com necessidade de aprovação pelo Banco Nacional de Habitação (BNH).
(D) estimular a elaboração e a implementação de projetos relacionados à indústria de material de construção civil.
(E) estimular e controlar a formação e a aplicação de poupanças destinadas ao planejamento, produção e comercialização de habitações em território nacional.

Dificilmente poderíamos imaginar que uma questão envolvendo a CEF poderia ser motivo de questão na prova. Como dissemos, o universo de questões envolvendo é muito grande e pode “cair” qualquer coisa.

Mesmo assim, é uma questão PASSÍVEL DE SE RECORRER, pois as atribuições que eram do extinto BNH foram passadas para a CEF, como consta na questão, só que isso ocorreu em 1986, através do Decreto Lei 2.291/86. A meu ver, isto não configura ATUALIDADES.

 

Questão 23:
A taxa de inflação acumulada em 12 meses encontra-se próxima do teto da meta inflacionária. Um dos instrumentos da política monetária que o BC tem disponível para reduzir a inflação é a(o)
(A) venda de títulos públicos no mercado aberto.
(B) redução da taxa de compulsórios junto ao sistema bancário.
(C) redução da taxa de redesconto para empréstimos de liquidez.
(D) redução da taxa básica de juros (Selic).
(E) alongamento de prazos de dívidas junto aos bancos.

Sempre afirmamos em nossas aulas que o instrumento mais efetivo de controle da política monetária é o MERCADO ABERTO. O CMN estipula a meta inflacionária e cabe o Bacen fazer com esta fique compatível. Na execução da política monetária, a venda de títulos pelo BCB ao sistema bancário provoca a redução das reservas bancárias, diminuindo a oferta de crédito aos deficitários, reduzindo, com isso, a inflação.

Afirmação correta é a A. As demais opções aumentam a oferta de dinheiro, gerando inflação.

 

Questão 24:
Os Fundos de Renda Fixa, por vezes, são os ativos mais rentáveis para o investidor, superando os CDBs e o dólar comercial.
No enfoque técnico-conceitual, um fundo de investimento é constituído pelo total dos recursos de muitos investidores, com objetivos semelhantes, convertido em cotas, que são divididas entre esses mesmos investidores, denominados cotistas, tornando cada um deles dono de uma parte do fundo, proporcional ao valor que investiu.
Nesse contexto, o fundo de investimento que pode investir em diversas classes de ativos, tais como títulos públicos e privados, pré-fixados ou pós-fixados, derivativos, câmbio e ações, com grau de risco graduado de alto a muito alto, conforme a sua política de investimentos, é denominado Fundo
(A) de Ações
(B) de Curto Prazo
(C) de Multimercados
(D) de Renda Fixa
(E) Referenciado

Também não considero como uma questão para ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO, mas, como disse em nossas aulas, este quesito do edital serve para que a banca coloque qualquer coisa, sobre qualquer assunto para poder embargar os recursos.

Mesmo assim, comentamos: o fundos de ações tem seus ativos, na maioria, aplicados em ações. De curto prazo possuem papéis exclusivamente que vencem em prazo curto. De renda fixa não pode envolver títulos de renda variável. Os referenciados têm por objetivo reproduzir as variações do indicador de desempenho (benchmark) definido em seu regulamento, investindo, no mínimo, 95% de seus recursos em ativos que acompanhem a oscilação deste.

Assim, sobra o Multimercados, que, como o nome diz, tem como característica a diversidade de ativos componentes de sua carteira.

Afirmação correta é a C.

 

Questão 25: PASSÍVEL DE SE RECORRER.
O Grupo dos Vinte (G20 financeiro) reúne, anualmente, os líderes das principais economias avançadas e emergentes do mundo a fim de enfrentar os desafios econômicos e globais, enquanto os Ministros de Finanças do G20 e os dirigentes dos Bancos Centrais se reúnem várias vezes durante cada ano.
Em 2014, a Cúpula de Líderes ocorreu na Austrália, em Brisbane, em novembro, sendo sua agenda focada na promoção do crescimento econômico mais forte, através da melhoria nos resultados comerciais e de emprego, e em tornar a economia mundial mais resistente para lidar com choques futuros.
A presidência do G20, para garantir a continuidade dos trabalhos, opera com um esquema tripartite, denominado Troica, que, na reunião de 2014, foi composto por representantes da Austrália,

(A) dos Estados Unidos e do México
(B) da Inglaterra e dos Estados Unidos
(C) da Inglaterra e da Turquia
(D) do México e da Rússia
(E) da Rússia e da Turquia

Veja bem, o edital pede: “ATUALIDADES DO MERCADO FINANCEIRO: Sistema financeiro nacional. Dinâmica do mercado. Mercado bancário.” Não pede mercado INTERNACIONAL.

 

 

 

 

 

 

 

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *