Hoje nós vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre o PMBOK 6ª edição. Você vai saber mais sobre o livro pmbok 6 edição, quais são as áreas de conhecimento pmbok 6, o que mudou no pmbok 6 edição, guia de gerenciamento de projetos, saber como estudo o pmbok, quais os processos no pmbok 6 edição, um resumo pmbok 6 edição e muito mais!

E ainda, você vai encontrar as respostas para as seguintes perguntas: quanto custa a prova de certificação PMP? Como tirar certificação Pmbok? Como é a prova do PMP? Onde fazer a prova PMP? Como entender o pmbok 6a edição? Confira tudo no texto a seguir!

PMBOK 6ª edição

Primeiramente, podemos dizer que o Guia PMBOK é um Guia do Conhecimento em Gerenciamento de Projetos do PMI e atualmente ele está em sua 6ª edição. Inclusive é importante destacar que essa edição já está disponível para download em português para os associados do PMI.

Assim sendo, podemos afirmar que a principal publicação do PMI foi atualizada para refletir as melhores práticas em gerenciamento de projetos. Nessa 6ª edição, cada área de conhecimento apresenta uma seção com abordagens para ambientes ágeis, iterativos e adaptativos, descrevendo como essas práticas se integram nas configurações do projeto.

Dessa maneira, o guia pmbok 6 edição também oferece mais ênfase ao conhecimento estratégico e de negócios – incluindo a discussão de documentos de negócios em gerenciamento de projetos – e informações sobre o Triângulo de Talentos do PMI (PMI Talent Triangle) e as habilidades essenciais para o sucesso no mercado atual.

Por fim, o livro pmbok 6 edição está disponível no site do PMI Global (www.pmi.org), exclusivamente para filiados, para acessar clique aqui. Na versão em Inglês o Agile Practice Guide vem junto.

O que mudou no pmbok 6 edição?

Nesta edição as principais mudanças foram:

  • Inclusão de estruturas organizacionais: Orgânica, multidivisional, virtual e híbrida.
  • O capítulo 3 foi reescrito para incluir as informações sobre o “Papel do Gerente de Projetos”. Existe ainda um descrição melhorada das competências do GP e inclusão do Triângulo de Talentos do PMI (PMI Talent TriangleTM), que engloba as habilidades técnicas, as estratégicas, de negócio e de liderança.
  • Seguem existindo as 10 áreas de conhecimento e os 5 grupos de processos, porém agora existe um total de 49 processos.

Como tirar certificação Pmbok?

Para se candidatar à certificação você precisa ter:

  • Formação de nível superior de 4 anos (de bacharel ou equivalente)
  • Mínimo de 3 anos de experiência no gerenciamento de projetos
  • Mínimo de 4.500 horas de liderança e direção de projetos
  • 35 horas de formação em gerenciamento de projetos

 

OU

  • Diploma de Ensino Médio (ou equivalente)
  • Mínimo de 5 anos de experiência no gerenciamento de projetos
  • Mínimo de 7.500 horas de liderança e direção de projetos
  • 35 horas de formação em gerenciamento de projetos

Quais os processos no pmbok 6 edição?

Fique sabendo que o PMBOK utiliza cinco grupos de processos:

  1. Iniciação
  2. Planejamento
  3. Execução
  4. Monitoramento
  5. Controle e Encerramento

 

Esses processos são usados para categorizar as operações de gerenciamento de projetos necessárias para administrar uma empresa ou supervisionar um projeto.

Quais são as áreas de conhecimento pmbok 6?

Além dos grupos de processos mencionados acima, confira quais são as 10 áreas de conhecimento do PMBOK:

1 – Gerenciamento de Integração

Essa área é referente ao processo de combinar ou unir as várias partes móveis de qualquer projeto, pois dessa maneira será mais fácil trabalhar em direção a um objetivo comum. Portanto, requer que sejam feitas escolhas sobre alocação de recursos, concessões entre objetivos e alternativas conflitantes, além do gerenciamento de dependências mútuas entre áreas de conhecimento e processos. Por esse motivo, é muito importante a comunicação com os participantes do projeto.

Em resumo, podemos dizer que gerenciar a integração do projeto é garantir que os componentes do mesmo precisam trabalhar juntos. É papel do gerente de projetos fazer que isso aconteça, essa tarefa exige habilidades em negociação e gerenciamento de conflitos de interesses. Também exige habilidades gerais como boa comunicação, organização, familiaridade técnica com o produto, entre outras.

2 – Gerenciamento do Escopo

Essa área inclui processos necessários para assegurar que o projeto engloba todo o trabalho necessário e somente o trabalho necessário para concluir o projeto com sucesso. Aqui o objetivo é definir e controlar o que faz parte do projeto, para evitar que o escopo do mesmo se expanda conforme o tempo passa.

Fique sabendo que o escopo ou âmbito é o foco do projeto. E, esse escopo do projeto difere-se do escopo do produto na medida em que o escopo do projeto define o trabalho necessário para fazer o produto, e o escopo do produto trata dos recursos (atributos e comportamentos) do produto que está sendo criado.

3 – Gerenciamento do Cronograma

Essa área também é chamada de gerenciamento de tempo em edições anteriores à sexta edição do Guia PMBOK. A função do cronograma é manter uma sequência de eventos precisa e atualizada. Prezando sempre pelo cumprimento de prazos e responsabilidade, levando em conta também que podem ocorrer ajustes dos prazos, se necessário. Inclui os processos necessários para estimar as tarefas, seus recursos e durações, de modo a gerenciar o projeto para o término pontual.

4 – Gerenciamento de Custos

Essa área processos envolvidos em estimativas, orçamentos e controle dos custos, de modo que o projeto possa ser terminado dentro do orçamento aprovado. Dessa maneira, é possível manter os custos com mão de obra, materiais e equipamentos dentro do orçamento inicialmente aprovado. O gerenciamento de custo deve levar em conta ainda as seguintes ações:

  • Planejar o gerenciamento dos custos (determinar como esse gerenciamento de custos será feito);
  • Estimar os custos (desenvolver uma aproximação dos gastos com os recursos necessários para execução do projeto);
  • Determinar o orçamento (agregar os custos estimados de atividades ou de pacotes individuais de trabalho para estabelecer uma base);
  • Controlar os custos (influenciar nos fatores que geram uma variação de custo e controlar as mudanças de orçamento do projeto).

5 – Gerenciamento da Qualidade

Essa área inclui processos e atividades da organização executora que determinam as políticas de qualidade, objetivos, requisitos e responsabilidades de modo que o projeto satisfaça às necessidades para as quais foi desenvolvido. Implementa o sistema de gerenciamento da qualidade e atividades para a melhoria constante dos processos.

6 – Gerenciamento de Recursos

Essa área também é chamada de recursos humanos em algumas edições, e inclui processos que organizam e gerenciam a equipe do projeto. Aqui devem ser descritas as necessidades de pessoal e suas respectivas capacidades e habilidades. Podemos dizer que o foco é utilizar conhecimento, experiência e habilidades de cada um da maneira mais proveitosa possível. É preciso envolver a equipe a partir das fases iniciais do projeto para agregar conhecimentos e fortalecer o comprometimento.

7 – Gerenciamento de Comunicações

Essa área inclui todos os processos necessários para assegurar que as informações do projeto sejam geradas, coletadas, distribuídas, armazenadas, recuperadas e organizadas da melhor maneira possível.

8 – Gerenciamento de Riscos

Essa área inclui processos de planejamento, identificação, análise, estabelecendo também um plano de resposta para tratar de problemas que possam surgir, bem como o monitoramento e controle de riscos de um projeto. Aqui os objetivos são aumentar a probabilidade e o impacto dos eventos positivos e reduzir a probabilidade e o impacto dos eventos negativos no projeto.

9 – Gerenciamento de Aquisições

Essa área inclui os processos necessários para comprar ou adquirir produtos, serviços ou resultados externos ao projeto e abrange o gerenciamento de contratos. A organização pode ser tanto compradora como vendedora dos produtos, serviços ou resultados de um projeto. É preciso abordar o gerenciamento das aquisições do ponto de vista do comprador.

10 – Gestão de Partes Interessadas

Essa área trata da gestão das partes interessadas ou stakeholders e entrou como área de conhecimento apenas na quinta edição do gerenciamento de projetos PMBOK. Inclui processos de identificação, planejamento, engajamento e gerenciamento das partes interessadas. Os objetivos do gerenciamento das partes interessadas é aumentar o suporte e comprometimento dos stakeholders ao projeto. Para tanto, são utilizadas estratégias para identificar e gerenciar as expectativas das partes interessadas.

Certificação PMP

A seguir você vai saber quanto custa a prova de certificação PMP, como é a prova do PMP e onde fazer a prova PMP. Confira tudo no texto a seguir!

Como é a prova do PMP?

A prova do PMP possui um total de 200 questões de múltipla escolha, sendo que cada um delas conta com 4 alternativas, para serem respondidas em um período de 4 horas. Porém, é preciso destacar que destas 200, apenas 175 delas são questões pontuáveis, ou seja, você terá a sua nota final baseada nelas. As outras 25 são as questões “pré-teste”, ou seja, estão em fase de teste para, futuramente, fazerem parte das provas. Mas aí vem a “pegadinha”, pois essas 25 questões de teste não são identificadas para os candidatos. Então, você deverá responder a todas as 200 perguntas da melhor forma possível, não fique tentando adivinhar quais são as questões válidas, apenas faça o seu melhor.

Na prova PMP você encontrará situações-problema que exigem a imaginação de um determinado cenário dentro de um projeto para então responder qual a melhor opção a ser feita naquele momento. Mas, você pode estar se perguntando: onde fazer a prova PMP? Fique sabendo que você pode optar pelos seguintes formatos de avaliação:

  • Realizada em papel, previamente agendada e divulgada pelo PMI;
  • Realizada nos centros de aplicação, em lugares pré-definidos;
  • Realizada on-line, em função da pandemia do COVID-19, o PMI disponibilizou esse novo formato para aplicação, onde é possível realizar a prova de casa. Basta apenas fazer o agendamento da prova supervisionada, de forma remota.

Quanto custa a prova de certificação PMP?

Fique sabendo que o custo da prova é de $555 referente a primeira tentativa de candidatos que não são membros do PMI. Já quem é filiado ou membro do instituto pagará $405.

Mas, a boa notícia é que para quem não foi aprovado na primeira tentativa pode aproveitar o mesmo processo de elegibilidade num período de 365 dias, ou seja, um ano, não excedendo duas tentativas neste prazo. O custo de remarcação da prova é de $275.

E ainda, é importante saber que para as provas aplicadas nos centros de aplicação ou no formato supervisionado on-line, o resultado sai de forma imediata. Já as provas realizadas em papel, têm seu resultado divulgado pelo PMI no período de 3 a 6 meses.

CONHEÇA OUTRAS CERTIFICAÇÕES

Para você que tem interesse em outras certificações , além do pmbok 6 edição, seja na área de Tecnologia da Informação, de Gestão de Projetos, de Finanças ou Bancária, nós do Aprova Concursos separamos abaixo uma lista com conteúdos específicos e direcionados que incluem tudo o que você precisa saber. Acesse os links abaixo e não deixe de conferir!

CARREIRAS BANCÁRIAS

ÁREA DE TI E GESTÃO DE PROJETOS

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS NOTÍCIAS NO BLOG

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E NOS SIGA NO INSTAGRAM

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *