Time-Tracking-300x300Olá queridos alunos! Devido a grande aceitação de nosso último artigo no blog do APROVA sobre “as tentações quando estudamos”, ficamos realmente motivados a escrever não apenas comentários jurídicos, mas também dicas, posturas de estudos e experiências destes anos de docência juntos aos mais dedicados concurseiros.

Penso que é uma grande honra acompanhar e auxiliar vocês em sua preparação rumo à aprovação no Exame da OAB e também em um Concurso Público. As dicas de hoje se referem aos últimos dias e momentos antes das provas. O que fazer e o que não fazer.

Nos dias que antecedem as provas encontramos as mais variadas reações dos alunos: alguns estudam com dedicação intensiva, outros apenas ficam falando e alguns se entregam ao desespero e/ou falta de motivação.

É claro que os alunos que se dedicam intensivamente estão no caminho certo! Assim há pouco a ser dito: continue, persevere! Procure revisar as matérias alternando-as. Sugiro até duas de cada vez para não confundir conteúdos. Releia os seus resumos e não pense agora em iniciar um livro, mas nada impede consulta-lo para tirar alguma dúvida pontual. Responda questões da banca. Muitas questões!

Existe o grupo de alunos que só fica falando e não estuda! Sim, não estuda! Gosta de carregar livros e mais livros nas aulas, improvisar perguntas desnecessárias para fazer média com professor ou amigos, mas na realidade é disperso, chega atrasado e/ou sai mais cedo da aula. “Não consegue estudar sozinho” e por isso vai aos grupos de estudos e após 15 minutos começa a falar de outros temas (sempre sobre a matéria, é claro) ou até dorme. “Sabe de tudo”, mas sem a profundidade suficiente para passar. Posta fotos no facebook “estudando” com seus livros desejando que amigos/familiares o considerem um herói. Enfim, precisa de atenção. Cuidado! Se você faz isso, se emende; se você tem colegas assim, oriente em separado ou se afaste para não ser arrastado junto.

Já o terceiro grupo merece especial atenção. Saiba que a ansiedade é normal nos últimos dias. Até previsível. Um pouco de medo e nervosismo faz parte do jogo, inclusive aquele frio na espinha quando abrem o envelope de provas. Como você acha que os grandes generais como Aníbal, Napoleão ou Patton estavam antes das batalhas decisivas? Afinal somos um feixe de emoções e não insensíveis máquinas. Mas de nada adianta estudar e se fixar na derrota antes da luta.

Tome o controle da situação, levante a cabeça, tenha ânimo! Policie seus pensamentos e avalie seus hábitos. Se você deseja vencer deve ter pensamento de vitória e saber onde quer chegar! Não estou falando de psicologia barata, mas de uma postura mental justa que esteja em perfeita coerência com o que se deseja, enfim “aprumada”. Muitos alunos estudam, estudam, mas nos dias que antecedem a prova não se preparam psicologicamente e morrem na praia. O que se verifica é “auto sabotagem”, confusão e erros grosseiros.

Enfim, para todos eu trago a lição do estrategista Dwight Eisenhower: “a sorte é quando a preparação encontra a oportunidade”.

Se você estudou bastante não bote tudo a perder nestes últimos dias, inclusive agindo com soberba ou sendo relapso como a turma do “já ganhou”, mas seja humilde para ser exaltado.

Quem não estudou não tem escolha e deve contar com o “acaso”, com o chute, pois a ignorância cobra o seu preço e não enganamos a vida. O desespero bate, a consciência pesa. Mas nem tudo está perdido, aprenda a lição e estude estes últimos dias e não desperdice mais tempo daqui pra frente. Ele é precioso. Não existe outro caminho que não estudar – e estudar com firmeza e vigor – sem pensar que vai passar com “receitas de bolo”, métodos mágicos ou milagrosos. Passada a prova, alguns relaxam e continuam sem estudar.

O mais difícil é quebrar a inércia, é começar, mas quanto mais estudamos mais a confiança nos circunda e nos dá a certeza que estamos no caminho certo! Que é só uma questão de tempo! Contem sempre com toda a equipe e estrutura do APROVA para ajuda-los!

Na véspera da prova não adianta querer fazer o que até então não foi feito. Contudo, não perca o aulão de véspera pois é lá que você “receberá” algumas questões! Depois tenha uma alimentação leve, confira e separe documentação/canetas e durma bem. Vestimenta confortável e boa antecedência no local da prova garantem tranquilidade. Não concordo quando dizem que “o bom brasileiro deixa tudo para a última hora”. Isso é desculpa e falta de compromisso! Depois de fechar o portão não adianta chorar. Vai pro youtube. Leve água e uma barra de cereais para quebrar a tensão. Controle o tempo e vá uma vez ao banheiro para “esticar o corpo”.

Se você gostou deste artigo, curta, compartilhe, comente. O seu reconhecimento é um grande incentivo. Estamos também sempre abertos à sugestões. Acredite em você! Boa prova, sucesso e contem comigo!

Prof. Pedro Luciano E. Ferreira – Maiores informações acesse o currículo lattes (CNPQ): http://lattes.cnpq.br/0622287330666595

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *