Uma das maiores dificuldades para os concurseiros que desejam ingressar no INSS é entender como funciona a Gratificação de Desempenho de Atividade do Seguro Social (GDASS). Segundo o edital, a remuneração para o cargo de Analista do Seguro Social, cujo concurso tem encerramento das inscrições hoje, será composta da seguinte maneira:

Remuneração bruta inicial de R$ 788,51

+

Gratificação de Atividade Executiva no valor de R$ 1.261,61

+

Gratificação de Desempenho de Atividade do Seguro Social – GDASS
que poderá alcançar, na pontuação máxima, o valor de R$ 4.724,00

+

auxílio alimentação no valor de R$ 373,00

=

R$ 7.147,12

A GDASS é a que representa a maior parte da remuneração do servidor. No entanto, não há garantia de que esse valor seja pago, em sua totalidade, todos os meses. Isso porque, como o próprio nome diz, ela depende do desempenho do servidor e também do cumprimento de metas no local de trabalho.

Funciona assim:

20% da GDASS (ou R$ 944,80) será paga caso o servidor atinja a pontuação máxima na avaliação pessoal. A avaliação é feita a cada 6 meses (abril e outubro), e o servidor recebe uma pontuação de 5 a 20 pontos.

80% da GDASS (ou R$ 3.779,20) será paga caso o local de trabalho do servidor atinja as metas estabelecidas para o período. As metas são fixadas a cada 6 meses. Se a meta for alcançada, o servidor recebe os 80%, caso contrário, apenas 30%.

Mas não há motivos para se preocupar.  Segundo Catarino Alves, do site Consultor Online, desde que foi instituída a GDASS, a parte institucional sempre foi cumprida e sempre foi paga. Cabe o servidor cumprir seu papel como Analista do Seguro Social de maneira exemplar para garantir os outros 20% de remuneração.

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *