A Procuradoria-Geral do Rio Grande do Sul (PGE RS) divulgou edital para o cargo de Promotor. Os demais cargos aguardados seguem apenas com o regulamento publicado para contratação de novos servidores para os Cargos do Quadro de Pessoal dos Serviços Auxiliares. O órgão já tem o regulamento que menciona as etapas de provas, inscrições, requisitos e outras informações relevantes para os candidatos.

Concurso PGE RS – Expectativa de 109 novas oportunidades

O Aprova Concursos preparou um curso exclusivo para o concurso PGE RS. Nossas videoaulas estão em formato de plano de estudos, ou seja, elas já estão organizadas na ordem dos assuntos que mais têm chances de serem cobrados na prova! Então, é só dar o play e seguir a sequência do seu ambiente de estudos, assim, você não perde tempo! E, elas também são gravadas por assunto, com a duração ideal para que você consiga aprender sobre o tema proposto pelo professor, sem ficar cansativa!

Afinal, a sua preparação só precisa durar o tempo necessário para garantir a vaga dos seus sonhos. Com toda a certeza um dos nossos cursos irá aumentar muito as suas chances de conquistar uma das vagas na PGE RS, venha para o Aprova e descubra o segredo para ser aprovado!

ESTUDE PARA O CONCURSO PGE RS

Para mais informações, ligue 0800 606 8889

Situação atual do Concurso PGE RS

A Procuradoria-Geral do Rio Grande do Sul já tem uma banca organizadora definida para o próximo concurso público. A selecionada foi a Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciência – FUNDATEC. Portanto, é bem provável que o concurso PGE RS 2022 seja anunciado em breve.

Existe ainda a expectativa é que sejam abertas 59 para analistas e 31 para técnicos administrativos e em informática.

O órgão também divulgou o regulamento para os próximos certames. Confira:

Regulamento para os próximos Concurso PGE RS

Concurso para Procurador

A PGE RS divulgou um edital para a contratação de 7 novos Procuradores. Destas vagas, 10% (dez por cento) dos cargos vagos serão reservados aos candidatos com deficiência e 16% (dezesseis por cento) dos cargos vagos serão reservados aos candidatos negros.

A remuneração mensal é de R$ 20.353,06, acrescida de parcela mensal variável de produtividade decorrente da arrecadação de honorários de sucumbência correspondente a até R$ 6.979,79.

Inscrição para o Concurso de Procurador da PGE RS

As inscrições podem ser feitas entre os dias 08/09/2021 a 06/10/2021 pelo site da organizadora, a FUNDATEC. O valor da taxa de inscrição é de R$ 323,00

Provas para o Concurso de Procurador

A prova ainda não tem data para ser realizada, mas o edital já tem informações sobre como serão as etapas da seleção:

  • 1ª fase: provas objetivas: de caráter classificatório e eliminatório, sendo composta de 20 (vinte) questões de Língua Portuguesa e de 80 (oitenta) questões de Disciplinas Jurídicas, valendo 1 (um) ponto cada questão. As questões de Disciplinas Jurídicas versarão sobre as matérias de:
    a) Direito Constitucional;
    b) Direito Administrativo;
    c) Direito Tributário e Financeiro;
    d) Direito Processual Civil
    e) Seguridade Social e Direito Previdenciário;
    f) Direito do Trabalho e Processo do Trabalho;
    g) Direito Civil;
    h) Direito Econômico;
    i) Direito Empresarial;
    j) Direito Penal.
  • 2ª fase: Prova escrita: seis provas dissertativas e uma prova de elaboração de trabalho jurídico (parecer ou peça processual). As 6 (seis) provas dissertativas serão constituídas, cada uma delas, de 3 (três) questões, sendo:
    a) Prova de Direito Constitucional;
    b) Prova de Direito Administrativo;
    c) Prova de Direito Tributário e Financeiro;
    d) Prova de Direito Processual Civil;
    e) Prova de Seguridade Social e Direito Previdenciário;
    f) Prova de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho.
  • Fase Definitiva: que compreenderá 04 (quatro) provas orais e 01 (uma) prova de sustentação oral. As provas orais consistirão na arguição de conhecimentos jurídicos, abrangendo, total ou parcialmente, as matérias pertinentes às seguintes disciplinas:
    a) Direito Constitucional;
    b) Direito Administrativo;
    c) Direito Tributário e Financeiro;
    d) Direito Processual Civil.

Atribuições e requisitos dos Procuradores da PGE RS

Para ocupar o cargo de Procurador, é necessário que o candidato cumpra os seguintes requisitos:

  1. Ser brasileiro;
  2. Ser bacharel em Direito;
  3. Estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;
  4.  Estar no gozo dos direitos políticos;
  5. Não registrar antecedentes criminais (declaração firmada pelo próprio candidato, sob as penas da lei).

De acordo com o último edital, são de responsabilidades dos procuradores:

  1. propor orientação jurídico-normativa para a administração pública, direta e indireta;
  2. pronunciar-se sobre a legalidade dos atos da administração estadual;
  3. promover a unificação da jurisprudência administrativa do Estado;
  4. realizar processos administrativo-disciplinares nos casos previstos em lei, emitindo pareceres nos que forem encaminhados à decisão final do Governador;
  5. prestar assistência jurídica e administrativa aos Municípios, a título complementar ou supletivo;
  6. representar os interesses da administração pública estadual perante os Tribunais de Contas do Estado e da União.

Cargos do Quadro de Pessoal dos Serviços Auxiliares

O regulamento divulgado no Diário Oficial do dia 14 de julho trás alguns requisitos para os candidatos que se inscreverem no próximo certame. São eles:

I – ser brasileiro nato ou naturalizado;

II – encontrar-se no gozo e exercício de seus direitos civis;

III – estar em dia com as obrigações militares e eleitorais;

IV – possuir a escolaridade exigida de acordo com o cargo, por ocasião da posse;

V – não registrar antecedentes criminais;

VI – haver recolhido a taxa de inscrição especificada no edital.

  • 1º A inexistência de antecedentes criminais será objeto de declaração pelo requerente, sob as penas da lei.
  • 2º O candidato que fizer declaração falsa terá a inscrição cancelada, ficando sujeito às cominações administrativas e penais.

Os cargos

O documento destaca que os novos servidores irão ocupar os Cargos do Quadro de Pessoal dos Serviços Auxiliares. Segundo a lei 13.380 de 2010, essas vagas são de nível médio, técnico e superior para as seguintes oportunidades:

  • Agente Administrativo;
  • Arquivólogo
  • Artífice
  • Assessor Administrador
  • Assessor Arquiteto
  • Assessor Contador
  • Assessor Engenheiro Civil
  • Assessor Jurídico
  • Auxiliar de Serviços Administrativos
  • Bibliotecário Jurídico
  • Secretário de Diligências
  • Técnico em Eletrônica
  • Técnico em Informática
  • Técnico Superior de Informática
  • Bibliotecário Jurídico
  • Motorista

As provas

Segundo o regulamento publicado, as provas serão realizadas em etapa única, constituída de Prova Objetiva (P.O.) e Prova Discursiva (P.D.), ambas de caráter eliminatório e classificatório.

Cada prova será avaliada de 0 (zero) a 100 (cem) pontos.

Ainda segundo o documento, a Prova Objetiva (P.O.) de cada cargo será constituída de questões de múltipla escolha, elaboradas com base nos programas anexos ao edital do concurso.

Para ter a prova discursiva corrigida, o candidato precisa obter um mínimo de 50% de aproveitamento em determinadas áreas de conhecimento da Prova Objetiva, conforme previsto em edital, e nota final igual ou superior a 60 pontos. Além disso, será preciso constar entre os primeiros classificados na Prova Objetiva, de acordo com o número previsto em edital, o qual deverá guardar correspondência com o quantitativo de vagas para cada cargo.

Atribuição dos cargos

Agente Administrativo

Escolaridade: Segundo grau completo ou equivalente.

Descrição Exemplificativa:

  • Executar trabalhos que exijam correção de linguagem, perfeição técnica ou que envolvam assuntos sigilosos ou importantes, com ou sem uso de equipamentos de informática;
  • Confeccionar quadros, tabelas e outros trabalhos, com ou sem uso de equipamentos de informática;
  • Digitar projetos de leis, petições, correspondências, folhas de pagamento, modelos, fórmulas, contratos, decretos, atas de reuniões, guias, empenhos, requisições, relações, justificativas, ofícios, informações, relatórios, pareceres e outros documentos inerentes ao Órgão, incluindo redação própria para assuntos simples ou padronizados;
  • Providenciar a limpeza e zelar pela conservação das máquinas e dos equipamentos de informática em uso;
  • Orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por auxiliares;
  • Efetuar operações, pesquisas, alterações, cadastramentos, inclusões, exclusões, impressões de documentos e outras informações nos diversos sistemas informatizados;
  • Colaborar em estudos e pesquisas que tenham por objetivo o aprimoramento de normas e métodos de trabalho para o melhor desenvolvimento das atividades do Órgão;
  • Participar de levantamentos e estudos destinados à simplificação de rotinas e reestruturação dos serviços;
  • Efetuar levantamentos com vistas à elaboração da proposta orçamentária da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Colaborar em estudos relativos à estrutura organizacional do Órgão, visando à identificação de falhas e correções necessárias;
  • Efetuar levantamentos de necessidades com vistas ao aprimoramento da organização do setor de trabalho;
  • Elaborar sob orientação, planos iniciais de organização, gráficos, fichas, roteiros e manuais de serviço;
  • Orientar e supervisionar o registro de dados relativos ao setor de trabalho;
  • Pesquisar elementos necessários para a instrução de expedientes relativos a direitos e deveres de servidores;
  • Auxiliar no desenvolvimento das atividades de recrutamento, seleção e demais funções relativas à administração de pessoal;
  • Estudar e informar processos que tratem de assuntos relacionadas com a legislação específica de pessoal, preparando os expedientes que se fizerem necessários;
  • Auxiliar em estudos preliminares relacionados com a classificação de cargos e empregos, bem como em processos de análise, avaliação e remuneração de cargos e empregos;
  • Orientar, sob supervisão, o funcionamento do cadastro de pessoal, material e patrimônio;
  • Preparar ou orientar a preparação de qualquer modalidade de expediente relativo à licitação;
  • Supervisionar ou manter a organização e atualização do registro de estoque de material existente no almoxarifado, bem como providenciar na aquisição de suprimento de material de consumo e permanente;
  • Promover periodicamente balancetes, inventários e balanços do material em estoque ou movimentado;
  • Expedir certidões com base nos dados e registros existentes, mediante solicitação ou por determinação superior;
  • Executar conversões, controles estatísticos e listagens parciais ou totais de dados processados eletronicamente, bem como efetuar os trabalhos de crítica e conferência de análise, procedendo às respectivas alterações com ou sem uso de equipamentos de informática;
  • Prestar informações ao público quanto ao andamento de expedientes;
  • Auxiliar em estudos relativos à lotação de cargos nas unidades administrativas;
  • Auxiliar na programação das atividades de aperfeiçoamento e treinamento de pessoal;
  • Elaborar relatórios gerais e parciais;
  • Elaborar notas e solicitações de empenho, bem como solicitações de liquidação e estorno de despesas;
  • Receber adiantamento de verbas e prestar contas nos termos da Lei;
  • Secretariar reuniões, audiências, sessões e outros eventos e redigir as atas e os termos correspondentes;
  • Participar de comissões de licitação;
  • Preparar índices e fichários-índices, e fazer anotações em fichas, com ou sem uso de equipamentos de informática, de acordo com orientação recebida;
  • Controlar o registro da frequência do pessoal, gerar os relatórios respectivos e elaborar a folha de pagamento de pessoal;
  • Efetuar, sob supervisão, os assentamentos individuais de pessoal do Órgão;
  • Requisitar e manter suprimento de material necessário ao trabalho;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Arquivólogo

Escolaridade: Curso superior em arquivologia, com habilitação e registro profissional

Descrição exemplificativa:

  • Planejar, organizar, orientar e dirigir serviços de arquivo e centros de documentação e informação de acervos arquivísticos;
  • Acompanhar o processo documental e informativo;
  • Identificar as espécies documentais e participar no planejamento de novos documentos e controle de multicópias, constituídos de acervos arquivísticos;
  • Implementar serviços de microfilmagem e a automação aplicada aos arquivos;
  • Orientar quanto à classificação, ao arranjo, à descrição e à seleção de documentos e de arquivos, para fins de preservação;
  • Promover medidas necessárias à conservação de documentos;
  • Elaborar pareceres e trabalhos de complexidade sobre assuntos arquivísticos, dentro das normas técnicas;
  • Assessorar em trabalhos de pesquisa científica ou técnico-administrativa;
  • Desenvolver estudos sobre documentos culturalmente importantes;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Artifíce

Escolaridade: 1º grau completo. Habilitação Funcional: Experiência mínima de 2 (dois) anos em serviços conexos com as funções do cargo.

Descrição Exemplificativa:

  • Manejar instrumentos e equipamentos de marcenaria;
  • Preparar e lustrar móveis e outras superfícies de madeira;
  • Construir estruturas de madeira;
  • Preparar e montar portas e divisórias;
  • Colocar, consertar e substituir fechaduras;
  • Realizar consertos em objetos de madeira;
  • Reparar aparelhos elétricos em geral;
  • Consertar, programar e manter centrais e aparelhos telefônicos; executar pequenas redes de telefonia;
  • Fazer instalações elétricas de lâmpadas, campainhas, tomadas, chaves de ligação, disjuntores e aparelhos de ar-condicionado;
  • Consertar máquinas e acessórios de diferentes espécies;
  • Fazer reparos e instalações hidráulicas em geral;
  • Executar serviços de serralheria em geral;
  • Organizar pedidos de material;
  • Responsabilizar-se por equipes necessárias à execução das atividades próprias do cargo;
  • Responsabilizar-se pelo material utilizado e pela conservação, limpeza e funcionamento da maquinaria e do equipamento de trabalho, efetuando substituição de peças e pequenos reparos;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Assessor Administrador

Escolaridade: Curso superior, com habilitação em Administração e inscrição no órgão profissional respectivo.

Descrição Exemplificativa:

  • Pesquisar novas técnicas de classificação e avaliação de cargos, funções e empregos;
  • Efetuar estudos para aperfeiçoamento dos serviços administrativos da Procuradoria-geral do Estado;
  • Elaborar propostas de criação, alteração, fusão, supressão, lotação e relotação de cargos, funções e empregos do quadro de servidores da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Fixar diretrizes para registro e controle de lotação;
  • Planejar e assessorar programas de seleção, treinamento e aperfeiçoamento de pessoal;
  • Apresentar planos para realização de cursos, seminários e reuniões com o objetivo de treinar e aperfeiçoar pessoal;
  • Avaliar o resultado do desenvolvimento de cursos, treinamentos, seminários e reuniões;
  • Elaborar planos e programas de trabalho relativos à pessoal;
  • Promover a simplificação de rotinas de trabalho, com vistas à maior produtividade e eficiência dos serviços;
  • Analisar projetos ou planos de organização e serviços para a implantação e desenvolvimento de sistemas informatizados;
  • Examinar fluxogramas, organogramas e demais esquemas ou gráficos de informações, emitindo manifestação;
  • Efetuar estudos visando à padronização, especificação, compra, recebimento, guarda, estocagem, suprimento e alienação de material;
  • Sugerir medidas com o objetivo de evitar desperdício de material e seu uso inadequado, bem como sugerir medidas visando à conservação e recuperação de bens e equipamentos;
  • Orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por equipes auxiliares;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Assessor Arquiteto

Escolaridade: superior em arquitetura, com habilitação e registro profissional.

Descrição Exemplificativa:

  • Executar projetos arquitetônicos de prédios e interiores, de próprios ou utilizados pela Procuradoria-Geral do Estado;
  • Consultar a administração e engenheiros da Procuradoria-Geral do Estado, trocando impressões acerca do tipo, dimensões, estilo da edificação, bem como sobre custos e materiais para determinar as características essenciais à elaboração do projeto;
  • Planejar as plantas e especificações do projeto, aplicando princípios arquitetônicos, para integrar elementos estruturais, estéticos e funcionais dentro de um espaço físico;
  • Elaborar o projeto final, obedecendo a normas, regulamentos de construção vigentes e estilos arquitetônicos do lugar, para orientar os trabalhos de construção ou reforma de próprios ou utilizados pela Procuradoria-Geral do Estado;
  • Preparar previsões detalhadas das necessidades da construção, determinando e calculando materiais, mão-de-obra e seus respectivos custos, tempo de duração e outros elementos, para estabelecer os recursos indispensáveis à realização do projeto; efetuar “layouts”, pesquisas de mobiliário, divisórias e complementos para arranjos físicos dos diversos setores e prédios próprios ou utilizados pela Procuradoria-Geral do Estado;
  • Planejar, orientar e fiscalizar os trabalhos de reforma e reparos em prédios e outras obras arquitetônicas de próprios ou utilizados pela Procuradoria-Geral do Estado;
  • Efetuar vistorias, perícias, avaliações de imóveis, arbitramento, emitir laudos e pareceres técnicos na sua área de atuação; executar outras atribuições correlatas;
  • Outros: o edital de abertura do Concurso especificará outros requisitos para recrutamento.

Assessor Contador

Escolaridade: Curso Superior, com habilitação legal para o exercício da profissão de contador. Descrição Exemplificativa:

  • Desenvolver, assessorar e acompanhar trabalhos de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial, no âmbito da Procuradoria-Geral do Estado, inclusive por meio informatizado;
  • Fornecer subsídios para a elaboração do plano plurianual, das diretrizes orçamentárias e da proposta orçamentária da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Assessorar na prestação e na tomada de contas dos responsáveis por bens ou valores da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Examinar processos judiciais ou administrativos e emitir laudos técnico-contábeis;
  • Elaborar cálculos de liquidação de sentença;
  • Atuar como assistente técnico em demandas judiciais;
  • Apurar, mediante estudos contábeis, a capacidade econômico-financeira de pessoas físicas ou jurídicas;
  • Efetuar estudos, exames, perícias e auditorias na área de sua formação;
  • Prestar assessoramento em assuntos de sua competência;
  • Orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por equipes auxiliares;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Assessor Engenheiro Civil

Escolaridade: Curso superior, com habilitação para o exercício da profissão de Engenheiro Civil.

Descrição Exemplificativa:

  • Analisar e avaliar projetos de obras, equipamentos e instalações, aquisição e locação de imóveis, no que diz respeito a: oportunidades, custos, formas e prazos de execução, aspectos de contratação, adequação e alternativas técnicas;
  • Coordenar as atividades referentes a estudos e projetos de engenharia;
  • Manter, por determinação superior, contatos com órgãos da administração federal, estadual e municipal, acerca de assuntos de suas atribuições;
  • Examinar expedientes, efetuar estudos e emitir laudos técnicos sobre assuntos de sua habilitação profissional;
  • Projetar, dirigir, fiscalizar e controlar a programação e execução de obras;
  • Colaborar na elaboração do orçamento plurianual de investimentos e da proposta orçamentária da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Executar estudos que visem ao controle da poluição ambiental;
  • Prestar assessoramento em assuntos de sua competência;
  • Orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por equipes auxiliares;
  • Realizar perícias, inspeções e avaliações;
  • Atuar como assistente técnico em processos judiciais;
  • Elaborar projetos de construção, preparando plantas e especificações da obra, indicando tipos, qualidades, quantidades e custos de materiais, equipamentos e mão-de-obra necessários, bem como controlar o cumprimento da programação;
  • Verificar o estado de conservação dos imóveis próprios ou usados pela Procuradoria-Geral do Estado, elaborando e executando, se for o caso, projetos de reformas ou restauração;
  • Planejar, elaborar, fiscalizar e acompanhar projetos, “layouts” de espaços físicos utilizados, incluindo mobiliário, divisórias, instalações elétricas, hidro sanitárias, telefônicas, elevadores, refrigeração, estacionamento e movimentação de veículos, de prevenção contra incêndios e elétricas para equipamentos de informática em geral, de forma a compatibilizar com as necessidades da Instituição, inclusive quando contratados serviços de terceiros;
  • Efetuar estudos e pesquisas visando ao estabelecimento de normas e padrões mínimos de construção ou reformas específicas de próprios ou utilizados pela Procuradoria-Geral do Estado;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Assessor Jurídico

Escolaridade: Curso Superior, com habilitação legal para o exercício da Advocacia

Descrição Exemplificativa:

  • Pesquisar e coletar dados que se fizerem necessários para decisões na órbita administrativa;
  • Desenvolver estudos fundamentados na legislação, doutrina e jurisprudência e efetuar pesquisas em geral;
  • Realizar serviços e diligências junto a outros órgãos públicos, como protocolar petições e requerimentos, retirar autos em carga, extrair fotocópias, solicitar certidões e outras atividades análogas;
  • Examinar projetos de lei e outros atos normativos, exarando manifestação;
  • Examinar e instruir processos judiciais e administrativos, sob a supervisão de Procurador do Estado;
  • Redigir, digitar, imprimir, transmitir e arquivar trabalhos, inclusive através de recursos eletrônicos;
  • Fazer registro e pesquisas em bancos de dados eletrônicos ou bibliográficos, nas áreas de atuação da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Elaborar relatórios e manifestações, em processos administrativos, fundamentadas na legislação e/ou em pesquisas efetuadas;
  • Estudar e sistematizar a legislação de interesse da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Assessorar e secretariar reuniões, audiências, sessões e outros eventos, e redigir as atas e os termos correspondentes;
  • Elaborar minutas de manifestações judiciais;
  • Efetuar estudos com outros órgãos da Administração que visem ao aproveitamento do resultado de pesquisas realizadas;
  • Prestar assessoramento a autoridades superiores ou a unidades administrativas em assuntos de sua especialidade;
  • Orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por auxiliares;
  • Executar diligências de localização, busca e coleta de elementos informativos ou provas necessárias às atividades da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Acompanhar Procurador do Estado em diligências e audiências;
  • Efetuar diligências junto aos registros públicos e repartições públicas na coleta de informações necessárias à Procuradoria-Geral do Estado;
  • Verificar e informar à Procuradoria-Geral do Estado a situação de bens, coisas ou valores relativos a processos ou expedientes;
  • Prestar informações a outros órgãos e ao público, quanto ao andamento de processos judiciais e administrativos;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Auxiliar de Serviços Administrativos

Escolaridade: Ensino fundamental completo ou equivalente

Descrição Exemplificativa:

  • Auxiliar no arquivamento de processos, expedientes, documentos e papéis em geral, bem como nas tarefas de registro de dados em fichas ou outro processo de controle e pesquisa em arquivo, com ou sem uso de equipamentos de informática;
  • Auxiliar na elaboração de balancetes, inventários e balanços do material movimentado ou em estoque;
  • Auxiliar no levantamento de dados para a proposta orçamentária da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Auxiliar nos trabalhos de coleta e registro de dados pertinentes às atividades do setor de trabalho;
  • Executar tarefas datilográficas, com ou sem uso de equipamentos de informática;
  • Executar tarefas auxiliares em reuniões, audiências, sessões e outros eventos determinados;
  • Auxiliar nos trabalhos de aquisição de material de consumo ou permanente;
  • Auxiliar na conferência de material e suprimento em geral;
  • Efetuar a guarda de material de acordo com as instruções existentes, bem como providenciar no recolhimento do material inaproveitável;
  • Operar máquinas de reprodução e duplicação de documentos;
  • Auxiliar na elaboração de folhas de pagamento de pessoal;
  • Efetuar notificações referentes a processos administrativos e transportar volumes;
  • Proceder à limpeza, à conservação e à arrumação de locais de trabalho;
  • Efetuar a circulação interna de papéis;
  • Fazer a entrega de correspondência interna e externa;
  • Proceder à postagem e receber correspondência;
  • Atender ao público, prestando-lhe as informações que estiverem ao seu alcance;
  • Operar centrais telefônicas;
  • Atender ao telefone e efetuar as ligações solicitadas;
  • Receber, anotar e transmitir recados;
  • Zelar pela conservação e limpeza dos equipamentos e demais bens utilizados no serviço, providenciando nos consertos que se fizerem necessários;
  • Conduzir elevadores observando os procedimentos exigíveis para cada operação;
  • Registrar e controlar a aquisição e o empréstimo de livros e publicações, de acordo com critérios predeterminados;
  • Executar serviços de portaria e recepção;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Bibliotecário Jurídico

Escolaridade: Curso superior, com habilitação para o exercício da profissão de Bibliotecário.

Descrição Exemplificativa:

  • Planejar, organizar e executar serviços técnicos relativos à documentação, informação e pesquisa e controlar sua execução, inclusive por meio eletrônico de dados;
  • Elaborar normas e manuais de serviços da área de informação, documentação e pesquisa;
  • Examinar catálogos de editores e realizar levantamento, junto aos usuários, para aquisição de obras novas e sugerir novas aquisições;
  • Disciplinar, registrar e controlar o empréstimo e consulta de livros, folhetos, periódicos e outros tipos de materiais especiais através de meio eletrônico de dados e fichas;
  • Fazer análise técnica de livros, folhetos e outros documentos, selecionando-os por assunto para posterior registro, classificação e catalogação do material bibliográfico, segundo sistemas e normas técnicas que melhor se adaptem às necessidades da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Organizar o acervo bibliográfico e zelar pela sua ordenação;
  • Organizar, inclusive por meio eletrônico de dados, fichários por assunto, título e autor de obras existentes no acervo bibliográfico;
  • Examinar as publicações oficiais, organizar e manter atualizados fichários de jurisprudência, de legislação e de atos oficiais inclusive por meio eletrônico de dados, de interesse da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Organizar e manter o acervo de pareceres e informações emitidos pela Procuradoria-Geral do Estado;
  • Preparar material bibliográfico para empréstimo;
  • Assistir e orientar o leitor em suas pesquisas, estudos e na localização de material bibliográfico no acervo da Procuradoria-Geral do Estado ou de outras instituições;
  • Supervisionar a circulação do material bibliográfico no âmbito da biblioteca;
  • Compilar bibliografias necessárias aos serviços e estudos da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Manter intercâmbio bibliográfico com instituições nacionais e estrangeiras, com vistas ao atendimento das necessidades da Procuradoria-Geral do Estado; 15. Executar serviços de indexação;
  • Participar da execução de tarefas para divulgação das atividades da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Orientar a aplicação das normas técnicas de documentação;
  • Preparar material bibliográfico para encadernação;
  • Orientar a execução de tarefas de conservação e limpeza do acervo documental;
  • Zelar pela guarda e conservação do patrimônio da área de informação, documentação e pesquisa;
  • Prestar assessoramento em assuntos de sua competência;
  • Orientar, coordenar e supervisionar trabalhos a serem desenvolvidos por auxiliares;
  • Levantar dados para elaboração de estatísticas próprias da área de informação, documentação e pesquisa, apresentando relatórios;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Secretário de Diligências

Escolaridade: Segundo grau completo ou equivalente.

Descrição Exemplificativa:

  • Executar diligências de busca e localização de pessoas necessárias à prova em processos;
  • Fazer notificações e intimações extra processo de pessoas reclamadas pela Procuradoria;
  • Efetuar diligências para constatar e informar à Procuradoria da situação de penhora de bens;
  • Controlar, organizar e manter, sob orientação e supervisão, o andamento de processos;
  • Fazer triagem de partes e encaminhá-las às Procuradorias, mediante estabelecimento ordenado;
  • Diligenciar junto aos registros públicos e repartições públicas a coleta de informações necessárias às Procuradorias;
  • Verificar e informar à Procuradoria a situação de bens, coisas ou valores relativos a processos ou expedientes;
  • Verificar e anotar o andamento de processos onde intervenha o Procurador do Estado;
  • Organizar e manter, sob orientação, relação de entidades que devam apresentar balanços e prestação de contas;
  • Manter atualizados os arquivos de expedientes e documentos relativos às diligências;
  • Organizar agenda de audiência do Procurador do Estado;
  • Efetuar diligências junto aos registros públicos e repartições públicas na coleta de informações necessárias à Procuradoria-Geral do Estado;
  • Digitar correspondências e demais expedientes relativos às diligências;
  • Expedir correspondências, efetuando o devido controle;
  • Responsabilizar-se por equipes necessárias à execução das atividades próprias do cargo;
  • Preencher formulários padronizados e secretariar o Procurador do Estado na tomada de depoimentos;
  • Fazer a tramitação de processos entre a Secretaria das Procuradorias e o cartório;
  • Encaminhar ordens e pedidos de diligências junto às repartições públicas;
  • Acompanhar o Procurador do Estado em diligências de fiscalização ou constatação de situações junto a entidades;
  • Permanecer à disposição do Procurador do Estado durante o expediente da Procuradoria para execução de tarefas auxiliares ou de acompanhamento;
  • Executar tarefas de registros de dados, inclusive por meios eletrônicos, relacionados com a atuação da Procuradoria;
  • Pesquisar em arquivos eletrônicos ou bancos de dados da Promotoria-Geral do Estado e de outros órgãos com acesso autorizado;
  • Registrar e arquivar correspondências recebidas e cópia das expedidas;
  • Elaborar e redigir relatórios, mapas e gráficos relativos às atividades da Procuradoria;
  • Acompanhar o Procurador do Estado em diligências e audiências;
  • Verificar e informar à Procuradoria-Geral do Estado a situação de bens, coisas ou valores relativos a processos ou expedientes;
  • Executar diligências de localização, busca e coleta de elementos informativos ou provas necessárias às atividades da Procuradoria-Geral do Estado;
  • Redigir termos de danos e avarias;
  • Executar outras tarefas correlatas e determinadas.

Técnico em Eletrônica

Escolaridade: Segundo grau completo ou equivalente.

Descrição Exemplificativa:

  • Planejar e executar a manutenção dos equipamentos da área de informática;
  • Verificar os equipamentos adquiridos, bem como a instalação dos acessórios e respectivos “softwares” para o perfeito funcionamento;
  • Confeccionar cabos de lógica para interligação dos equipamentos de informática;
  • Executar ajustes e testes em máquinas e equipamentos, quando de sua instalação e manutenção, auxiliar na definição da infraestrutura necessária para instalação de equipamentos;
  • Testar equipamentos realizando sua avaliação técnica para possível aquisição pela Procuradoria-Geral do Estado;
  • Acompanhar equipamentos em manutenção em empresas especializadas;
  • Zelar da conservação, segurança e integridade dos materiais e equipamentos;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Técnico em Informática

Escolaridade: Segundo grau completo ou equivalente. Habilitação Funcional: Curso de aperfeiçoamento na área (mínimo de 80 horas) e experiência mínima comprovada de 1 (um) ano em serviços conexos com as funções do cargo.

Descrição Exemplificativa:

  • Testar e documentar aplicativos a serem adquiridos/instalados em equipamentos de informática;
  • Apresentar soluções na utilização de softwares aplicativos;
  • Auxiliar os usuários na elaboração de soluções com a utilização de aplicativos comerciais;
  • Prestar assistência aos usuários para resolução de problemas com a utilização de softwares aplicativos, bem como os desenvolvidos pelo setor; instalar e configurar softwares;
  • Verificar equipamentos adquiridos, bem como a instalação dos acessórios e respectivos softwares;
  • Efetuar levantamento e apresentar soluções para a instalação de redes;
  • Elaborar orçamentos, cronogramas e análise de viabilidade técnica e econômica para instalação de redes de computadores;
  • Efetuar análise de tráfego na rede, usuários conectados, acesso externo; implantar redes em estações de trabalho;
  • Estudar, racionalizar e projetar redes de computadores; avaliar, revisar e melhorar as redes de computadores existentes;
  • Ter conhecimentos sobre o funcionamento de hardware e software de redes;
  • Definir e documentar novas redes e alterações de redes;
  • Acompanhar a instalação de cabeamento lógico de redes;
  • Assistir às áreas afins quanto à utilização de redes de computadores;
  • Administrar prazos, recursos e planos de teste na instalação de redes;
  • Definir normas e padrões de utilização, segurança e funcionamento das redes;
  • Verificar os softwares de rede adquiridos, bem como a sua instalação;
  • Auxiliar e/ou elaborar informações técnicas relativas a redes de computadores;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Técnico Superior de Informática

Escolaridade: Curso superior, com habilitação na área de processamento eletrônico de dados ou equivalente.

Descrição Exemplificativa:

  • Projetar, desenvolver, implantar e manter sistemas informatizados;
  • Estudar, planejar e propor a atualização e adaptação de equipamentos, linguagens e programas;
  • Planejar e propor a distribuição dos equipamentos de informática entre os diversos setores e propor a aquisição e atualização de equipamentos;
  • Planejar, indicar e implantar os meios múltiplos de segurança de equipamentos, programas e dados registrados;
  • Planejar, revisar e adotar medidas eficientes para melhorar o desempenho e uso dos sistemas e equipamentos já existentes;
  • Preparar e executar treinamentos específicos e sistemáticos de servidores para obter o melhor uso dos equipamentos e programas;
  • Planejar, coordenar, orientar e testar os trabalhos de programação;
  • Documentar os procedimentos, rotinas e programas desenvolvidos, elaborando manuais de instrução para uso de digitadores, operadores e demais usuários dos sistemas, inclusive propondo a aquisição de suporte bibliográfico;
  • Manter intercâmbio com outros órgãos públicos e privados, buscando a atualização de métodos, rotinas, hardware e software, inclusive para comunicação com os principais bancos de dados;
  • Executar outras tarefas correlatas.

Evolução Funcional na PGE RS

Uma vez aprovados no concurso PGE RS 2022, os concursados poderão evoluir de classes e padrões, conforme a tabela abaixo:

Cargo Salário Inicial Salário Final 
Analista R$7.652,74 R$22.800,89
Técnico Administrativo/Informática R$3.448,36 R$12.431,79
Procurador R$20.353,06 R$27.919,16

Estude para o concurso PGE RS 2022

Para conquistar uma das futuras vagas na PGE RS, você precisa de um bom curso para concurso.  Deixe as apostilas de lado e aprenda com videoaulas! Aqui no Aprova, você tem acesso ao conteúdo que realmente será cobrado na prova dividido em videoaulas de 30 minutos.

Dessa maneira, com o curso para concurso PGE RS 2022 você saberá o que estudar e aprenderá os temas propostos pelo professor sem que o processo se torne cansativo. E ainda, pode aproveitar os intervalos do seu dia para assistir a uma videoaula e ficar cada vez mais perto da aprovação.

Playlist: Língua Portuguesa para Concursos

Usando como parâmetro o conteúdo programático do último concurso PGE RS (sobre o qual você poderá conferir na sequência da postagem), é possível afirmar que uma das disciplinas que aparecerá no edital PGE RS 2022 é Língua Portuguesa. E como não poderia ser diferente, terá grande quantidade de questões e, consequentemente, bastante peso na pontuação. Quer saber quais são os assuntos mais cobrados e aperfeiçoar a antecipação dos seus estudos? Basta assistir a playlist abaixo!

Playlist: Raciocínio Lógico para Concursos

Outra disciplina que certamente cairá nas provas PGE RS 2022, mesmo que não para todos os cargos, é Raciocínio Lógico. Apesar de causar medo em muitos concurseiros, tendo o direcionamento certo e aprendendo com uma metodologia eficaz, você verá que acertar as perguntas será muito mais fácil. É exatamente isso que o Prof. Braian Azael mostra nas videoaulas grátis que compõem a playlist abaixo. Confira dicas fundamentais e como resolver questões de maneira simples.

Playlists: Direito Administrativo e Direito Constitucional para Concursos

Dentro da disciplina chamada Tópicos de Legislação, são cobradas questões de uma série de disciplinas ligadas ao Direito, entre elas, o Direito Administrativo e o Direito Constitucional. Conhecer os conteúdos que mais costumam cair nas provas de concursos, e que também com certeza cairão no concurso PGE RS, é fundamental para responder as questões com mais tranquilidade, e claro, garantir a melhor pontuação. Confira nas playlists abaixo tudo o que é necessário saber!

Teste seus Conhecimentos com Questões

Outra vantagem é que, além das videoaulas integrantes do curso, ao comprar qualquer curso on-line pré-edital, você também ganha acesso ao Aprova Questões, uma plataforma repleta de questões não só da PGE RS como de milhares de outros órgãos.

Desta forma, combinando o método de videoaulas com a resolução de questões, sua preparação fica ainda mais poderosa.

Confira, no link abaixo, as questões já aplicadas nos concursos da PGE RS e teste seus conhecimentos:

Questões anteriores da PGE RS

 

Resumo do Concurso PGE RS 2022

  • Banca: a definir
  • Cargos: Analistas, Técnicos Administrativos e Técnicos em Informática
  • Níveis: Médio e Superior
  • Vagas: 109
  • Remuneração: a definir
  • Inscrições: a definir

Último Concurso PGE RS

O último concurso PGE RS foi realizado em 2014 e ofereceu 73 vagas para cargos de nível médio e superior. A banca organizadora foi a FUNDATEC.

De acordo com o edital, o concurso foi composto das seguintes etapas:

  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos.
  • Prova Discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, apenas para os cargos de Nível Superior.

O que estudar para o Concurso PGE RS

Se você quer saber o que estudar para o concurso da PGE RS 2022, pode se basear nos conteúdos cobrados no último edital. De acordo com o documento, os candidatos fizeram uma prova com os seguintes conteúdos:

  • Agente Administrativo
    Língua Portuguesa – 30 questões
    Tópicos de Legislação – 10 questões
    Raciocínio Lógico -10 questões
  • Técnico em Informática
    Língua Portuguesa – 20 questões
    Tópicos de Legislação – 10 questões
    Conhecimentos Específicos – 20 questões
  • Assessor Jurídico
    Língua Portuguesa – 16 questões
    Conhecimentos Específicos – 30 questões
    Raciocínio Lógico – 4 questões
  • Demais cargos de nível superior
    Língua Portuguesa – 16 questões
    Tópicos de Legislação – 10 questões
    Conhecimentos Específicos- 20 questões
    Raciocínio Lógico – 4 questões
  • Procurador:
    Língua Portuguesa – 20 questões
    Conhecimentos Gerais de disciplinas jurídicas – 80 questões

As questões de conhecimentos gerais de disciplinas jurídicas versarão sobre as matérias de Direito Constitucional, de Direito Administrativo, de Direito Tributário e Financeiro, de Direito Processual Civil, de Direito Civil, de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho, de Seguridade Social, de Direito Econômico e Empresarial e de Direito Penal.

Sobre a PGE RS

No Estado Rio Grande do Sul, em 25 de fevereiro de 1965, século XX, cria-se a Consultoria-Geral do Estado pela Lei nº 4.938. Anos depois, na vigência da Constituição Estadual de 1970, na Emenda Constitucional nº 10, de 30.11.1979, art. 2º, a então Consultoria-Geral do Estado transformava-se em Procuradoria-Geral do Estado do Rio Grande do Sul. Defensoria Pública foi instalada a partir do decreto 2.262, de 13 de maio de 1998, assinado pelo então governador Dante Martins de Oliveira, porém começou a funcionar em fevereiro de 1999, com 24 Defensores.

A Sede Administrativa está localizada na Av. Borges de Medeiros, 1555

Térreo, 14º ao 19º Andar, em Porto Alegre – RS.

O telefone para contato é o (51) 3288-1600.

Dicas para Começar a Estudar do Zero

Você está começando agora sua trajetória no mundo dos concursos públicos? Então, não perca a chance de iniciar com o pé direito, confira nossas dicas sobre como começar a estudar para concurso do zero. Mesmo se você tem pouco tempo para se preparar, nós te ensinaremos a aproveitar seu tempo para conquistar uma vaga!

Concursos Autorizados e Previstos

Excelentes oportunidades serão ofertadas em breve para todos os níveis de escolaridade nos concursos autorizados e previstos de todo o Brasil. Há previsão que mais de que milhares de vagas sejam abertas nos principais concursos. Acesse  o link acima, confira e antecipe sua preparação!

Concursos Abertos e Editais Publicados

Veja os destaques dos concursos abertos e editais publicados e prepare-se com o Aprova Concursos! Há milhares de oportunidades abertas em diversas em Prefeituras, Tribunais, Polícias (Militar e Civil), e muito mais!

Material Gratuito para Concursos Públicos

A fim de ajudar na sua preparação montamos diversos materiais gratuitos com os temas mais cobrados nas provas de concurso público, Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Exame do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e muitos outros materiais grátis! Dessa maneira, acesse o link acima e baixe o conteúdo gratuito agora mesmo.

Prepare-Se com o Aprova Concursos

Primeiramente, você ainda não possui nível superior? Aproveite, veja uma lista e escolha seu curso superior ead para ficar bem preparado e conquistar uma excelente vaga nos próximos concursos públicos! Os cursos de pedagogia e serviço social são boas opções para quem está em dúvida e deseja seguir uma carreira de sucesso.

Portanto, como você não tem muito tempo, precisa deixar as apostilas de lado e aprender com videoaulas. No Aprova, você tem acesso ao conteúdo que realmente será cobrado na prova dividido em videoaulas de 30 minutos.

Assim sendo, você aprende o tema proposto pelo professor sem que o processo se torne cansativo. E ainda, pode aproveitar os intervalos do seu dia para assistir a uma videoaula e ficar ainda mais perto da aprovação.

Por fim, é importante ressaltar que cada preparatório é específico para o certame e também para o cargo do seu interesse. Confira nosso curso para concurso!

Leia mais notícias

Inscreva-se no YouTube

Curta no Facebook

Siga no Instagram

 

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *