Concurso Polícia Penal PE: saiba como conquistar uma das 200 vagas

Atualizado em 12/01/2022 às 09:01

O concurso Polícia Penal PE acaba de ter seu edital publicado! A oferta é de 200 vagas de nível superior, com salário inicial de R$ 3,9 mil. As inscrições serão entre janeiro e fevereiro e as provas em abril de 2022. Então, se você deseja saber mais informações e até mesmo iniciar a sua preparação, não deixe de conferir o texto a seguir!

Saiba tudo sobre o concurso da Polícia Penal PE

O Aprova Concursos preparou um curso exclusivo para o concurso Polícia Penal PE. Nossas videoaulas estão em formato de plano de estudos, ou seja, elas já estão organizadas na ordem dos assuntos que mais tem chances de serem cobrados na prova! Então, é só dar o play e seguir a sequência do seu ambiente de estudos, assim, você não perde tempo! E, elas também são gravadas por assunto, com a duração ideal para que você consiga aprender sobre o tema proposto pelo professor, sem ficar cansativa!

Afinal, a sua preparação só precisa durar o tempo necessário para garantir a vaga dos seus sonhos. Com toda a certeza um dos nossos cursos irá aumentar muito as suas chances de conquistar uma das vagas na Polícia Penal de Pernambuco, venha para o Aprova e descubra o segredo para ser aprovado!

Estude para o concurso Polícia Penal PE

Para mais informações, ligue: 0800 727 6282

Tudo sobre o concurso Polícia Penal PE

A Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco (concurso SERES PE) publicou edital da Polícia Penal de Pernambuco com 200 vagas no cargo de Policial Penal, que antigamente era chamado de Agente Penitenciário. A divisão das oportunidades pode ser visualizada na tabela abaixo:

Vagas para ampla concorrência  Vagas reservadas para candidatos com deficiência
Sexo masculino  Sexo feminino  Sexo masculino Sexo feminino
175 14 10 1

 

A lotação poderá ser em quaisquer Unidades Prisionais situadas no estado de Pernambuco, conforme critérios de conveniência e necessidade da Secretaria Executiva de Ressocialização do Estado de Pernambuco.

É importante destacar que em agosto de 2020, foi aprovada a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 13/2020) que criou a Polícia Penal, vinculada ao sistema penitenciário do estado do Pernambuco. A base dessa proposta partiu da Emenda Constitucional Federal 104/2019, aprovada pelo Congresso Nacional, que criou a carreira dos policiais penais federais, estaduais e distritais.

Quais os requisitos para ser Policial Penal PE?

É necessário possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) e Carteira Nacional de Habilitação, categoria B.

Quanto ganha um Policial Penal de Pernambuco?

A remuneração inicial é de R$ 3.900.00 referentes ao vencimento-base (R$ 1.950,00) acrescido da Gratificação de Risco por Função Policial Penal (100% do vencimento base – R$ 1.950,00).

A jornada de trabalho será de 8 horas diárias ou 40 horas semanais, ressalvadas as jornadas especiais, em regime de plantão, que observarão a proporcionalidade limite de 1/3 – uma hora de trabalho, para três de descanso.

Inscrições no concurso Polícia Penal PE

O prazo de inscrição inicia às 10h de 5 de janeiro e vai até 18h de 4 de fevereiro de 2022 e o processo deverá ser realizado no site http://www.cebraspe.org.br/concursos/seres_pe_21, a taxa custa R$ 180,00.

Existe possibilidade de isenção da taxa, conforme a Lei Estadual nº 14.538/2011 para os seguintes casos:

  • candidato inscrito no CadÚnico
  • doador regular de sangue
  • doador de medula óssea
  • doador de livros ao “Banco do Livro” do estado de Pernambuco
  • ensino médio ou técnico concluído em instituição pública de ensino há menos de três anos da data de publicação do edital
  • pessoas com deficiência, conforme a Lei Estadual nº 14.538/2011

O prazo para solicitar a isenção é o mesmo da inscrição. O último dia para pagamento da taxa de inscrição será em 24/02/2022.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do primeiro resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Etapas concurso Polícia Penal PE

Os candidatos serão avaliados em duas etapas, a primeira será composta pelas seguintes fases:

  • exame de habilidades e conhecimentos (provas objetivas e discursiva), de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade do Cebraspe;
  • exames médicos, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;
  • exames de aptidão física, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;
  • avaliação psicológica, de caráter eliminatório, de responsabilidade do Cebraspe;
  • investigação social, de caráter eliminatório, de responsabilidade da SERES/PE, com o apoio da Comissão de concurso.

Já a segunda etapa compreenderá o curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da SERES/PE.

As provas objetivas e discursiva, para todos os candidatos, serão realizadas nas cidades de Recife/PE, Caruaru/PE e Petrolina/PE no dia 10 de abril de 2022 no turno da tarde, com duração de 5 horas.

O exame médico, o exame de aptidão física, a avaliação psicológica, a investigação social, para todos os candidatos, e a avaliação biopsicossocial, para os candidatos que solicitarem concorrer às vagas reservadas às pessoas com deficiência, serão realizados na cidade de Recife/PE.

O curso de formação para os candidatos convocados será realizado na cidade de Recife/PE e(ou) Itaquitinga/PE.

Prova objetiva Polícia Penal PE

As provas objetivas terão 60 questões divididas entre conhecimentos gerais (20) e conhecimentos específicos (40). O valor total é 75,00 pontos e as perguntas serão do tipo múltipla escolha, com cinco opções (A, B, C, D e E), sendo uma única resposta correta.

As 60 questões serão distribuídas conforme o conteúdo programático do edital, listado a seguir:

  • Conhecimentos Gerais
    • Língua Portuguesa
    • Legislação Estadual
    • Noções de Informática
    • Raciocínio Lógico
    • Atualidades (somente para a prova discursiva)
  • Conhecimentos Específicos
    • Direito Administrativo
    • Direito Constitucional
    • Direito Penal
    • Direito Processual Penal
    • Legislação Especial
    • Execução Penal
    • Noções de Direitos Humanos e Participação Social

 

Videoaulas de língua portuguesa

Separamos 5 videoaulas grátis com a Prof.ª Carolina Santana sobre assuntos cobrados com frequência nas provas de português em concursos públicos. Assista agora:

Videoaulas de informática

Separamos mais 5 videoaulas grátis com a Profª Kátia Quadros sobre os assuntos mais relevantes da disciplina de informática que costuma aparecer em concursos públicos. Assista agora:

Programa Matemática + Raciocínio Lógico

Raciocínio Lógico é uma das disciplinas presentes no edital, então separamos uma playlist que vai ajudar muito na sua preparação! Todo mês, o Prof. Anderson Magalhães traz dicas incríveis sobre assuntos que costumam derrubar muitas pessoas em concursos públicos e provas em geral, mas a partir de agora você não fará mais parte dessa estatística. Assista agora:

Videoaulas de raciocínio lógico

Separamos também 5 videoaulas grátis com o  Prof. Braian Azael sobre assuntos cobrados com frequência nas provas de Raciocínio Lógico em concursos públicos. Assista agora:

Critérios para ser aprovado na parte objetiva

Será reprovado nas provas objetivas e eliminado do certame o candidato que se enquadrar em pelo menos um dos itens a seguir:

  1. obtiver nota inferior a 5,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos gerais P1;
  2. obtiver nota inferior a 15,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos específicos P2;
  3. obtiver nota inferior a 37,50 pontos no conjunto das provas objetivas.

Prova discursiva Polícia Penal PE

Essa etapa valerá 25,00 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo, de até 30 linhas sobre tema de atualidades, relacionado à segurança prisional nacional e direitos humanos.

Programa Notícias da semana

Para ajudar na sua preparação para a prova discursiva, separamos uma playlist especial em que a Professora Cleuza Cecato comenta as principais notícias do momento. Fique ligado pois toda segunda-feira tem programa novo! Assista agora:

Playlist Atualidades Que Cai Na Prova

E ainda falando sobre atualidades, temos mais uma playlist especial com o Professor Alex Mendes! Sempre na última semana do mês ele comenta os principais assuntos que podem ser cobrados em provas nessa área. Assista agora:

Exame de Aptidão Física Polícia Penal PE

Os candidatos serão avaliados conforme a tabela a seguir:

Prova  Masculino Feminino
Teste em Barra Fixa/ Teste Estático de Barra 3 repetições 10 segundos
Teste de Impulsão Horizontal – Salto em Distância  1,70m  1,35m
Teste de Abdominal com pernas flexionadas Mínimo de 30 repetições em até
60 segundos
Mínimo de 24 repetições em até 60 segundos
Teste de Corrida de 12 minutos  2.400m 2.000m

Curso de Formação concurso Polícia Penal PE

Serão convocados para a matrícula na primeira turma do curso de formação apenas os candidatos aprovados e classificados na primeira etapa do concurso público, respeitados os empates na última colocação, conforme o quadro a seguir:

Candidatos à ampla concorrência Candidatos que se declararam com deficiência
Sexo masculino  Sexo feminino  Sexo masculino  Sexo feminino
307ª  24ª  17ª

É preciso destacar que o curso de formação terá a carga horária de até 560 horas presenciais, em tempo integral, com atividades que poderão ser desenvolvidas nos turnos diurno e noturno, inclusive sábados, domingos e feriados. Ele será realizado na cidade de Itaquitinga/PE e(ou) Recife/PE, em período e local a serem divulgados no edital de convocação para essa etapa.

O que faz um Policial Penal PE

São atribuições iniciais do Policial Penal do Estado, conforme Anexo I da Lei Complementar nº422/2019:

  • efetuar a fiscalização e os procedimentos necessários à garantia da ordem, da segurança e da legalidade em todo o perímetro das unidades prisionais e suas adjacências, em todos os termos de sua competência legal, visando assegurar a ressocialização dos(as) presos(as);
  • fiscalizar o trabalho e o comportamento da população carcerária para melhor readaptar os(as) reclusos(as) e, com isso, dar suporte à ressocialização destes(as), realizando inspeções e revistas, no intuito de zelar pelo cumprimento dos regulamentos e normas próprias do Sistema Prisional e Unidades Prisionais pelos(as) presos(as), em conformidade com a Lei de Execução Penal (LEP) e outras normas vigentes do nosso ordenamento jurídico pátrio;
  • realizar revista e inspeção de presos(as), visitantes e funcionários(as) e seus pertences para garantir a integridade física não só dos(as) presos(as), mas, também, dos demais integrantes das Unidades Prisionais; executar serviços prisionais de fiscalização, vigilância, acompanhamento, apresentações judiciais de presos(as), monitoramento, condução, custódia e escolta interna
    e externa na prestação de serviço do Sistema Prisional e serviços correlatos integrados a outros órgãos de segurança pública e execução penal;
  • fiscalizar e realizar o monitoramento externo de presos(as), reclusos(as), apenados(as) e prisioneiros(as);
  • fiscalizar e realizar atividades de monitoramento eletrônico de pessoas;
  • realizar serviços de inteligência integrada prevista na Lei nº 13.241, de 29 de maio de 2007, regulamentada pelo Decreto nº 30.847, de 1º de outubro de 2007, de acordo com as diretrizes legais da Gerência de Inteligência e Segurança Orgânica do Sistema Prisional (GISO), desenvolvendo a busca de fontes de evidências no recolhimento de todos os elementos úteis à reconstrução dos fatos constitutivos da infração, para, com isso, servir de auxílio na elucidação e identificação do autor do fato delituoso, como, também, ações de contenção e prevenção de crimes, atos considerados delituosos e infrações no âmbito do Sistema Prisional;
  • realizar o controle e vigilância do(a) preso(a) durante o período de tempo no qual se fizer necessário sua movimentação interna, externa ou a sua permanência em local diverso daqueles estabelecimentos, no intuito de melhor receber os(as) apenados(as) em estabelecimentos prisionais;
  • realizar a contagem de presos(as), zelar pela disciplina e segurança dos(as) detentos(as), a fim de garantir a paz, a ordem pública, a ressocialização e a integridade do patrimônio do estabelecimento prisional como um todo;
  • efetuar rondas periódicas, diurnas e noturnas, nos diversos postos de serviços para garantir a segurança, a paz, a ordem pública e a ressocialização no estabelecimento prisional como um todo;
  • advertir os(as) internos(as), quando necessário, informar as transgressões disciplinares dos(as) presos(as) e qualquer outra pessoa aos seus superiores para as providencias legais cabíveis, de modo a assegurar o cumprimento das normas, procedimentos e regras estabelecidas; atendimento, controle, e fiscalização de visitantes;
  • manter sigilo dos serviços realizados e investigações dentro dos estabelecimentos prisionais;
  • realizar o controle e envidar esforços no intuito de prevenir a ocorrência de rebeliões, motins, agressões físicas e sinistros;
  • manter a fiscalização, controlar o trabalho, as refeições, o recreio e as atividades dos(as) presos(as), zelando pelo asseio dos espaços das Unidades Prisionais e pela disciplina;
  • informar aos seus superiores as ocorrências de seu turno de trabalho, realizar e participar da elaboração de relatórios para melhorar a segurança e disciplina no âmbito do estabelecimento prisional;
  • efetuar a condução, custódia, apresentações judiciais e escoltas de detentos, bem como as saídas previamente autorizadas pelas autoridades competentes, observadas em todas as hipóteses os comandos legais e normativos vigentes;
  • efetuar custódias e escoltas de detentos(as) para atendimento hospitalar concernente a consultas médicas ambulatoriais, urgências e emergências médicas (socorros), exames médicos e(ou) laboratoriais, bem como nos casos de saída do detento da unidade prisional em decorrência de falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão, observadas todas as hipóteses dos comandos legais e normativos vigentes;
  • participar na promoção da distribuição de presos(as) nas celas, desde que autorizado pela chefia imediata;
  • identificar o pessoal interno por meio de fichas de identificação e(ou) outros meios previstos na legislação vigente, que se faça necessário para o acompanhamento do indivíduo no sistema prisional; realizar a implementação de informação e dados de presos em Sistemas de Informações Prisionais;
  • auxiliar os superiores na coordenação de atividades do sistema prisional;
  • realizar a preparação de notas e ordens de serviços inerentes ao sistema prisional e funções correlatas; comunicar e solicitar que sejam registradas as ocorrências em livro próprio do seu local de trabalho e(ou) outros meios previstos na legislação vigente, postos à sua disposição,
    informando aos seus superiores;
  • verificar as condições físicas e de segurança dos estabelecimentos do sistema prisional;
  • colaborar na classificação dos internos durante a sua permanência nos estabelecimentos prisionais, observando-se o índice de aproveitamento;
  • prestar assistência técnica quando da implantação de normas ou novos métodos de trabalho;
  • conduzir veículos-xadrez para transporte de presos e de atendimento aos serviços do Sistema Prisional, desde que devidamente capacitado e habilitado na categoria exigida pela legislação de trânsito vigente, e zelar pelo veículo sob sua responsabilidade;
  • verificar sempre nos veículos (viaturas) do sistema prisional a segurança, trafegabilidade, condução, ventilação, condições de utilização e salubridade condizente com o transporte de pessoas;
  • comunicar quaisquer alterações nos veículos (viaturas) do sistema prisional imediatamente ao superior hierárquico, fazendo constá-las no devido registro de ocorrências da Unidade Prisional, zelando pela sua atualização diária, veracidade e integridade;
  • executar, a critério do Gestor Prisional, outras atribuições correlatas compatíveis com o cargo e com sua habilitação profissional e em conformidade com as áreas/eixos articuladores estabelecidos na legislação vigente; informar às autoridades competentes sobre as ocorrências que envolvam o sistema prisional;
  • operar os meios de comunicação disponíveis no sistema prisional;
  • auxiliar na coordenação de trabalhos desenvolvidos na sua área;
  • fiscalizar a entrada e a saída de pessoas e veículos dos estabelecimentos prisionais, incluindo a execução de revistas corporais;
  • efetuar a conferência periódica da população carcerária, conforme dispuserem as leis, portarias e(ou) regulamentos;
  • zelar pela manutenção, conservação e uso correto das instalações, aparelhos, instrumentos e outros objetos de trabalho;
  • receber, fiscalizar e analisar documentações pertinentes às determinações judiciais, devendo proceder o seu efetivo cumprimento e comunicações de estilo;
  • efetuar o recambiamento e escolta de presos de outros estados da federação;
  • realizar operações, fiscalização, participar e fazer abordagens em serviços integrados com o Sistema de Segurança Pública no trabalho para recaptura de presos;
  • e facilitar as atividades dirigidas à reinserção social e ao tratamento penal.

As demais atribuições do cargo de Policial Penal do Estado, à medida que o servidor se desenvolve na carreira, estão elencadas nos Anexos II a IV da Lei Complementar nº 422/2019.

Requisitos para posse na Polícia Penal PE

O edital menciona os seguintes itens:

  • Ser aprovado e classificado no concurso público.
  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre Brasileiros e Portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do § 1º do art. 12 da Constituição Federal e na forma do disposto no art. 13 do Decreto nº 70.436, de 18 de abril de 1972.
  • Estar em gozo dos direitos políticos.
  • Estar quite com as obrigações militares, em caso de candidato do sexo masculino.
  • Estar quite com as obrigações eleitorais.
  • Possuir os requisitos exigidos para o ingresso no cargo, conforme edital.
  • Ter idade mínima de 18 anos completos na data da posse.
  • Ter aptidão física e gozar de boa saúde, comprovada em inspeção médica pelo Núcleo de Supervisão de Perícias Médicas e Segurança do Trabalho – NSPS da Secretaria de Administração (SAD);
  • O candidato deverá declarar, na solicitação de inscrição, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por ocasião da posse;
  • Não acumular cargos, empregos ou funções públicas, a não ser nos casos constitucionalmente permitidos;
  • Cumprir as determinações do edital.

Evolução salarial na Polícia Penal PE

Conforme informações da Lei Complementar n.º 360, de 13 de junho de 2017, a tabela remuneratória do concurso da Polícia Penal do Pernambuco é a seguinte:

Tabela salarial Polícia Penal PE

Como se preparar para o concurso Polícia Penal PE

Estudar para um concurso público requer muito foco e dedicação. Para tanto, a nossa sugestão é de que você conte com o auxílio profissional de um curso para concurso.

Isso porque, contando com a experiência de professores especialistas em aprovação, você terá acesso somente ao conteúdo que poderá ser cobrado na sua prova, sem perda de tempo.

Prova disso é que no curso para concurso Polícia Penal 2022 você estudará de forma otimizada, com videoaulas de, no máximo, 30 minutos de duração, em uma metodologia em formato de plano de estudos, que facilita a assimilação dos conteúdos mais relevantes.

Materiais gratuitos para o concurso Polícia Penal PE

A fim de ajudar na sua preparação montamos diversos materiais gratuitos com os temas mais cobrados nas provas de concurso público, Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Exame do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e muitos outros materiais grátis! Dessa maneira, acesse o link acima e baixe o conteúdo gratuito agora mesmo.

Em especial, para o concurso do IFPA, separamos abaixo os conteúdos de temas mais cobrados, edital verticalizado e simulados, confira:

Temas mais cobrados Polícia Penal PE

Nos temas mais cobrados, após uma minuciosa análise da banca e também com base no edital e nas estatísticas de incidência de questões, você ficará por dentro dos principais assuntos a serem cobrados em cada disciplina.

Temas mais cobrados – concurso Polícia Penal PE

Edital verticalizado Polícia Penal PE

Já o edital verticalizado traz a relação das disciplinas cobradas no conteúdo programático e seus referidos assuntos, de forma ordenada.

Edital verticalizado – concurso Polícia Penal PE 

Checklist Polícia Penal PE

Neste material você vai encontrar um checklist para que você faça um acompanhamento dos estudos, marcando o que já foi estudado e revisado.

Checklist – concurso Polícia Penal PE

Simulados Polícia Penal PE

E por fim, o simulado traz questões sobre os conteúdos mais relevantes que estarão presentes na sua prova.

Simulados – concurso Polícia Penal PE 

Questões concurso Polícia Penal PE

Conhecer o estilo de cobrança da banca faz parte da sua preparação, por isso, responder questões de concursos anteriores, também é uma ótima forma de se preparar e simular o grande dia.

Com o Aprova Questões, você tem acesso a questões não só do Cebraspe, que é o organizador deste concurso como de milhares de outras bancas. Além disso, nós atualizamos o banco de perguntas diariamente, para que fiquem só questões com conteúdo atual e válido.

Desta forma, combinando o método de videoaulas com a resolução de questões, sua preparação fica ainda mais poderosa.

Questões banca Cebraspe (Cespe)

Resumo do concurso Polícia Penal PE

  • Banca: Cebraspe
  • Inscrições: 10h 05/01/22 a 18h 04/02/22
  • Cargos: Policial Penal
  • Nível:  superior
  • Vagas: 200
  • Remuneração: R$ 3.900,00
  • Prova: 10/04/22

Último concurso Polícia Penal PE

O último concurso SERES PE aconteceu em 2017 com oferta de 85 vagas no cargo de Agente Penitenciário. O salário era de R$ 3.872,82 para jornada de trabalho de plantão de 24/72 (24 horas de trabalho, por 72 horas de descanso) ou em serviços administrativos diariamente, totalizando 8 horas diárias.

Na época os candidatos foram avaliados com prova objetiva, prova discursiva, exames médicos, avaliação de capacidade física, avaliação psicológica, investigação social e curso de formação.

Sobre a SERES PE

A Secretaria Executiva de Ressocialização do Pernambuco (SERES PE) está localizada na Rua do Hospício, 751 no bairro Boa Vista em Recife/PE.

É possível entrar em contato pelos telefones (81) 3184-2151 e (81) 3184-2172 o endereço do site oficial é o https://www.seres.pe.gov.br/

Concursos abertos e previstos

Veja os destaques dos concursos abertos e previstos e prepare-se com o Aprova Concursos! Há milhares de oportunidades abertas em diversas em Prefeituras, Tribunais, Polícias (Militar e Civil), e muito mais! E ainda, excelentes oportunidades serão ofertadas em breve em diversos concursos federais.

Prepare-se com o Aprova Concursos

Primeiramente, você ainda não possui nível superior? Aproveite, veja uma lista e escolha seu curso superior ead para ficar bem preparado e conquistar uma excelente vaga nos próximos concursos públicos! Os cursos de pedagogia e serviço social são boas opções para quem está em dúvida e deseja seguir uma carreira de sucesso.

Portanto, como você não tem muito tempo, precisa deixar as apostilas de lado e aprender com videoaulas. No Aprova, você tem acesso ao conteúdo que realmente será cobrado na prova dividido em videoaulas de 30 minutos.

Assim sendo, você aprende o tema proposto pelo professor sem que o processo se torne cansativo. E ainda, pode aproveitar os intervalos do seu dia para assistir a uma videoaula e ficar ainda mais perto da aprovação.

Por fim, é importante ressaltar que cada preparatório é específico para o certame e também para o cargo do seu interesse, como o curso OAB. Confira nosso curso para concurso!

Leia mais notícias

Inscreva-se no YouTube

Curta no Facebook

Siga no Instagram

Compartilhe com
seus amigos

Deixe seu Comentário

cinco × dois =

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO NOTÍCIAS E DICAS SOBRE CONCURSOS