Concurso ANATEL 2022: saiba tudo da Agência Nacional de Telecomunicações

Atualizado em 11/05/2022 às 11:22

O concurso ANATEL 2022 é um dos mais aguardados entre os concurseiros, visto que a Agência Nacional de Telecomunicações não abre novas vagas desde 2014. O órgão deve enviar um novo pedido de autorização para vagas de níveis médio e superior. Por isso, preparamos esse texto especial com tudo o que você precisa saber para antecipar os seus estudos!

O Aprova Concursos preparou um curso exclusivo para o concurso Anatel. Nossas videoaulas estão em formato de plano de estudos, ou seja, elas já estão organizadas na ordem dos assuntos que mais tem chances de serem cobrados na prova! Então, é só dar o play e seguir a sequência do seu ambiente de estudos, assim, você não perde tempo! E, elas também são gravadas por assunto, com a duração ideal para que você consiga aprender sobre o tema proposto pelo professor, sem ficar cansativa!

Afinal, a sua preparação só precisa durar o tempo necessário para garantir a vaga dos seus sonhos. Com toda a certeza um dos nossos cursos irá aumentar muito as suas chances de conquistar uma das vagas na Anatel, venha para o Aprova e descubra o segredo para ser aprovado!

Acesse o curso para o concurso ANATEL 2022

Para mais informações sobre ligue 0800 727 6282

Navegue entre os conteúdos utilizando o menu abaixo

Situação atual do concurso ANATEL 2022

Em resumo, a Anatel possui 374 cargos vagos atualmente e no momento avalia o envio de um novo pedido em 2022 até o dia 31 de maio para abertura de concurso.

Ainda não é possível confirmar os cargos e vagas que serão solicitados, mas podemos usar como base o último pedido enviado, em 2020. Na época, o documento visava ao preenchimento de 333 vagas divididas entre os cargos de:

O salário inicial poderá ser de R$ 7.474,67 na área administrativa e de R$ 7.846,47 para os técnicos em regulação (já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458).

Por outro lado, para o nível superior a remuneração inicial poderá ser de R$ 14.265,57 para os analistas e de R$ 15.516,12 para os especialistas (também já considerando os R$ 458 do auxílio-alimentação).

Requisitos e atribuições dos cargos da ANATEL

Confira abaixo, os requisitos e atribuições de acordo com o último edital:

Técnico Administrativo – Especialidade: Administrativo

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível intermediário voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Técnico Administrativo – Especialidade: Comunicação

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível intermediário voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Técnico em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível intermediário voltadas ao suporte e apoio técnico especializado às atividades de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos e de exploração de mercados nas áreas de telecomunicações, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Analista Administrativo – Especialidade: Administração

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Administração, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior, de elevada complexidade e responsabilidade, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Analista Administrativo – Especialidade: Arquitetura de Soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia de Redes ou em Ciência da Computação ou em Tecnólogo em Processamento de Dados ou em Análise de Sistemas ou em qualquer outro curso de nível superior na área de informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior, de elevada complexidade e responsabilidade, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Analista Administrativo – Especialidade: Desenvolvimento de Sistemas de Informação

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia de Redes ou em Ciência da Computação ou em Tecnólogo em Processamento de Dados ou em Análise de Sistemas ou em qualquer outro curso de nível superior na área de informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior, de elevada complexidade e responsabilidade, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Analista Administrativo – Especialidade: Direito

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior, de elevada complexidade e responsabilidade, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Analista Administrativo – Especialidade: Engenharia Civil

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior, de elevada complexidade e responsabilidade, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Analista Administrativo – Especialidade: Suporte e Infraestrutura de Tecnologia da Informação

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia de Redes, em Engenharia Elétrica ou em Engenharia Eletrônica ou em Engenharia Mecatrônica, em Engenharia Mecânica, em Ciência da Computação ou em Tecnólogo em Processamento de Dados ou em Análise de Sistemas ou em qualquer outro curso de nível superior na área de informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior, de elevada complexidade e responsabilidade, voltadas para o exercício de atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo da Anatel.

Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade: Mídia Digital

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos e de exploração de mercados nas áreas de telecomunicações, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade: Contabilidade

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos e de exploração de mercados nas áreas de telecomunicações, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade: Economia

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Econômicas, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos e de exploração de mercados nas áreas de telecomunicações, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade: Engenharia

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Elétrica ou Engenharia Eletrônica ou Telecomunicações, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos e de exploração de mercados nas áreas de telecomunicações, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade: Métodos Quantitativos

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Estatística ou em Matemática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos e de exploração de mercados nas áreas de telecomunicações, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações – Especialidade: Direito

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: exercer atividades de nível superior voltadas às atividades especializadas de regulação, inspeção, fiscalização e controle da prestação de serviços públicos e de exploração de mercados nas áreas de telecomunicações, bem como à implementação de políticas e à realização de estudos e pesquisas respectivos a essas atividades.

Evolução funcional do concurso Anatel

Uma vez aprovado no concurso da Anatel, você poderá evoluir de remuneração de acordo com a tabela a seguir:

Tabela de evolução salarial na Anatel

Etapas do concurso ANATEL 2022

Ainda não foram liberadas informações sobre as etapas de avaliação do próximo concurso da Anatel, mas considerando o certame realizado em 2014, podemos esperar que os candidatos serão avaliados de maneira semelhante em 2022.

Dessa maneira, o concurso ANATEL de 2014 foi constituído das seguintes etapas:

Etapas de avaliação do concurso Anatel 2014

Assim sendo, na prova objetiva, os candidatos foram avaliados com questões de Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos, a avaliação tinha caráter eliminatório e classificatório e teve duração de 5h30 para nível superior e de 3h30 para médio. O documento possuía perguntas no estilo certo ou errado, e o valor era de 120,00 pontos no total.

Por outro lado, a prova discursiva, também de caráter eliminatório e classificatório, teve pontuação máxima de 40,00 pontos e foi dividida em quatro partes, sendo:

  • 1ª parte – uma dissertação, com até 30 linhas, que valerá 10,00 pontos;
  • 2ª parte – uma questão discursiva, com até 15 linhas, que valerá 10,00 pontos;
  • 3ª parte – uma questão discursiva, com até 15 linhas, que valerá 10,00 pontos;
  • 4ª parte – uma questão discursiva, com até 15 linhas, que valerá 10,00 pontos.

Playlist: O Que Cai na Prova Discursiva

Produzir uma boa redação, independente de para qual órgão seja o concurso que você irá concorrer, é fundamental para garantir a sonhada vaga. E para te ajudar a ter um texto digno de nota máxima na prova discursiva ANATEL, a Prof.ª Daniela Tatarin preparou uma série de videoaulas grátis repletas de dicas. Então dê o play para saber o que cai na prova discursiva.

O que cai no concurso da ANATEL?

Segundo o último edital do concurso da ANATEL, foram cobradas as seguintes matérias nas provas objetivas:

Conhecimentos básicos para os cargos de nível superior:

  • Língua Portuguesa
  • Língua Inglesa
  • Agências Reguladoras

Conhecimentos básicos para os cargos de nível médio:

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Constitucional

Já as disciplinas de conhecimentos específicos variam de acordo com o cargo escolhido. Porém, é possível conferir todas elas no edital do último certame, a partir da página 32.

Estude para o concurso ANATEL 2022

Portanto, independente de qual dos cargos é o seu objetivo: técnico, analista ou especialista, para conquistar uma das futuras vagas, você precisa de um bom preparatório para concurso.  Deixe as apostilas de lado e aprenda com videoaulas! Aqui no Aprova, você tem acesso ao conteúdo que realmente será cobrado na prova dividido em videoaulas de 30 minutos.

Dessa maneira você aprende o tema proposto pelo professor sem que o processo se torne cansativo. E ainda, pode aproveitar os intervalos do seu dia para assistir a uma videoaula e ficar cada vez mais perto da aprovação.

Como já falamos anteriormente, o concurso ANATEL 2022 é um dos mais aguardados e concorridos do mundo dos certames. Por isso, se você quiser garantir uma das futuras vagas, precisa antecipar sua preparação e sair a frente dos seus concorrentes. Então, largue agora mesmo as apostilas e aposte em um curso online com videoaulas.

Cada curso para concurso é preparado de forma específica para o certame e também para o cargo do seu interesse. Em resumo, você vai estudar o que realmente te interessa! Só assim, vai otimizar seu tempo, aprendendo o que realmente cai na prova em aulas de 30 minutos com explicações diretas ao ponto.

Playlist: Concurso Anatel – O Que Cai na Prova

Juntamente com Anvisa e ANA, a Anatel é uma das agências nacionais cujo concurso público mais chama atenção, e as provas de ambas têm algumas particularidades em comum, principalmente no que diz respeito ao que costuma cair na prova. Por isso, preparamos uma playlist repleta de videoaulas grátis com vários e importantes assuntos das disciplinas de Informática e Administração Pública.

Playlist: Língua Portuguesa para Concursos

Língua Portuguesa será, provavelmente, a única disciplina que fará parte do conteúdo programático tanto para os cargos de nível médio como para os de nível superior oferecidos no edital ANATEL 2022. Portanto, estar muito bem preparado para acertar todas as questões pode ser determinante para sua aprovação. Que tal então ficar por dentro dos assuntos que mais costumam ser cobrados, como Figuras e Funções de Linguagem; Significação das Palavras; e Concordância Nominal? Basta dar o play abaixo!

Playlist: Direito Administrativo para Concursos

Noções de Direito Administrativo também estará no conteúdo programático do edital ANATEL 2022, e essa é uma disciplina que costuma exigir que os candidatos tenham pleno domínio dos assuntos. Nesse caso, para acertar as questões será fundamental contar com a melhor preparação. E claro, nós preparamos uma playlist especial apresentando os conteúdos que mais costumam aparecer nas provas. Assista:

Playlist: Inglês para Concursos

Por fim, temos uma terceira playlist com dicas de língua inglesa, disciplina que poderá aparecer nas provas do próximo concurso da ANATEL. Aperte o play logo abaixo e veja os vídeos com o professor Renato Baggio sobre tudo o que cai nas provas de inglês dos concursos públicos. O nível de dificuldade dos exames estão cada vez mais altos e você precisa estar preparado. Assista:

Questões para o concurso ANATEL 2022

Treinar com provas realizadas em concursos anteriores é, certamente, fundamental para se sair bem na prova do Concurso ANATEL 2022. Então, para deixar a sua preparação ainda mais direcionada, separamos mais de 62 mil questões de concursos anteriores realizados pela banca Cebraspe, que foi a responsável pelo último certame da Anatel.

Portanto, aproveite essa oportunidade para testar seus conhecimentos e simular o dia da sua prova, assim, você vai deixar um pouco do nervosismo de lado e ficar mais perto da vaga dos seus sonhos.

Responda questões da banca Cebraspe

Resumo do concurso ANATEL 2022

  • Banca: a definir
  • Cargos: técnico, analista e especialista
  • Vagas: a definir (374 cargos vagos)
  • Remuneração: até R$ 15,5 mil
  • Nível: médio e superior
  • Inscrições: a definir
  • Provas: a definir

Último concurso ANATEL

Realizado em 2014, o concurso ANATEL ofereceu 100 vagas para os cargos de Analista (20) e Técnico Administrativos (20), Técnico (12) e Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Telecomunicações (48). As remunerações iam de R$ 5.418,25 a R$ 11.403,90 para jornada de trabalho de 40 horas semanais. A organização do certame foi de responsabilidade do Cespe/UnB, que agora é conhecido como Cebraspe.

As oportunidades no caso de técnico administrativo, foram para as áreas de administração e comunicação. Para analista administrativo, as vagas eram para arquitetura, direito, tecnologia da informação e engenharia civil e para especialistas, em diversas áreas, incluindo mídia digital, economia, contabilidade, engenharia, direito e métodos quantitativos.

Na ocasião, o concurso contou com 44.655 inscritos, gerando uma concorrência de 446,55 candidatos por vaga.

Sobre a ANATEL

O órgão foi criado pela Lei Geral de Telecomunicações (Lei 9.472, de 16 de julho de 1997), sendo a primeira agência reguladora a ser instalada no Brasil, em 5 de novembro de 1997.  Conforme estabelece a Lei 9.472/1997, a Anatel é uma entidade integrante da Administração Pública Federal indireta, submetida a regime autárquico especial e vinculada ao Ministério das Comunicações. É administrativamente independente e financeiramente autônoma.

Assim sendo, cabe à Anatel adotar as medidas necessárias para o atendimento do interesse público e para o desenvolvimento das telecomunicações brasileiras, atuando com independência, imparcialidade, legalidade, impessoalidade e publicidade. No rol de atribuições da Agência, destacam-se:

  • implementar, em sua esfera de atribuições, a política nacional de telecomunicações;
  • representar o Brasil nos organismos internacionais de telecomunicações, sob a coordenação do Poder Executivo;
  • administrar o espectro de radiofrequências e o uso de órbitas, expedindo as respectivas normas;
  • expedir ou reconhecer a certificação de produtos, observados os padrões e as normas por ela estabelecidos;
  • compor administrativamente conflitos de interesses entre prestadoras de serviços de telecomunicações;
  • reprimir infrações aos direitos dos usuários; e
  • exercer, relativamente às telecomunicações, as competências legais em matéria de controle, prevenção e repressão das infrações da ordem econômica, ressalvadas as pertencentes ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A Anatel possui sede em Brasília e realiza as atividades de fiscalização e mantém contato mais próximo com a sociedade por meio de Gerências Regionais e Unidades Operacionais em todas as capitais brasileiras. A Agência trabalha com o objetivo de promover o desenvolvimento das telecomunicações do País de modo a dotá-lo de uma moderna e eficiente infraestrutura de telecomunicações, capaz de oferecer à sociedade serviços adequados, diversificados e a preços justos, em todo o território nacional.

Material gratuito para concursos públicos

A fim de ajudar na sua preparação montamos diversos materiais gratuitos com os temas mais cobrados nas provas de concurso público, Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Exame do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e muitos outros materiais grátis! Dessa maneira, acesse o link acima e baixe o conteúdo gratuito agora mesmo.

Compartilhe com
seus amigos

Deixe seu Comentário

9 + 10 =

RECEBA EM PRIMEIRA MÃO NOTÍCIAS E DICAS SOBRE CONCURSOS