O governo federal planeja o corte de 21 mil cargos comissionados e funções gratificadas em diversos órgãos do serviço público.

De acordo com o InfoMoney está em fase de elaboração um decreto que será publicado nos próximos dias para “blindar” nomeações de cargos comissionados que não sejam técnicos. Indicações de pessoas sem experiência e qualificação não serão aceitas.

Um pacote de medidas de reforma do Estado, de responsabilidade da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, trará mais detalhes sobre o corte de cargos comissionados a ser feito em fases nos próximos três a quatro meses. O objetivo é dar mais eficiência aos gastos com a folha de pagamentos

Atualmente, existem cerca de 130 mil cargos comissionados (ocupados, temporariamente, por alguém que não faz parte dos quadros da administração pública) e gratificados (quando alguém de dentro da administração é deslocado para uma outra função, com um ganho extra no salário).

Será exigido que cerca de mil serviços oferecidos por meio presencial e em papel sejam totalmente digitalizados e feitos pela internet nos próximos dois anos, entre eles benefícios do INSS e matrículas de universidades federais. Os servidores que hoje fazem esses serviços poderão ser realocados para outras funções.

Também está prevista no decreto uma medida para que todos os órgãos façam uma descrição do trabalho de cada cargo para evitar “vagas genéricas”. “Com isso, conseguiremos monitorar melhor a efetividade das vagas”, disse o secretário o secretário adjunto de Desburocratização, Gleisson Rubin.

O Ministério da Economia já deu o pontapé inicial com a redução de 3 mil cargos comissionados, com uma economia de R$ 43 milhões por ano, para testar o modelo de corte a ser implementado. Segundo o secretário, foi feita uma redução dos níveis hierárquicos, sem prejudicar o funcionamento dos órgãos. Havia áreas com até seis níveis de chefe.

Segundo o Orçamento Federal, sancionado no dia 16 de janeiro pelo presidente Jair Bolsonaro, há previsão de 48.224 provimentos, sendo 4.851 para criação e 43.373 para provimento. Veja mais informações sobre os principais certames que estão por vir, na lista de Concursos Públicos 2019:

  • INSS

    A expectativa é de abertura de 7.888 vagas para os níveis Médio e Superior e distribuídas entre as funções de Técnico, Perito e Analista. A divisão deverá ser da seguinte maneira: 3.984 oportunidades para técnicos; 2.212 para peritos e 1.692 para analistas. A expectativa de remuneração é de R$ 5.186,79; R$ 12.638,79 e R$ 7.659,87, respectivamente.

    O último certame, realizado em janeiro de 2015, teve um milhão de inscritos. Na ocasião, foram oferecidas 950 vagas, sendo 800 de nível médio e 150 de nível superior, para os cargos de Técnico do Seguro Social e Analista do Seguro Social. As remunerações eram de R$ 4.886,87 e R$ 7.496,09, respectivamente. A lotação ocorreu em todos os estados e no Distrito Federal.

  • Receita Federal

    Há possibilidade de abertura de mais de 5.000 vagas de nível superior em âmbito nacional. A Receita Federal não abre a seleção há mais de cinco anos e precisa de novo efetivo para executar suas atribuições.

    Para concorrer aos cargos que serão oferecidos é necessário ter Nível Superior em qualquer área. E os salários são de nada menos que R$ 11.132,21 para Analista e R$ 19.669,01 para Auditor. Esses valores já incluem o auxílio alimentação no valor de R$458. Mas é claro, oportunidades tão boas atraem muita gente, por isso você precisa antecipar seus estudos e sair na frente dos concorrentes.

  • IBAMA

    O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis deve encaminhar em breve um novo pedido de concurso público. Nas últimas solicitações o órgão planejava abertura de 1.888 vagas.

    Do total de oportunidades, 759 serão destinadas à carreira de técnico administrativo (nível médio), 832 para analista ambiental e 297 para analista administrativo (ambos exigem nível superior). As remuneração iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista, já está incluso o auxílio-alimentação (R$ 458,00).

    As últimas seleções foram organizados pelo Cespe/UnB nos anos de 2012 com 108 vagas e 2013 com 61 oportunidades. O total de inscritos chegou a 16.290 e 43.533. respectivamente.

Clique aqui para ver a lista completa!

Assinatura Light para os Concursos Públicos 2019

Com o plano de Assinatura Light você poderá acessar todos os cursos disponíveis no portal Aprova Concursos. São mais de dez mil preparatórios à sua disposição, com as melhores videoaulas do mercado gravadas de acordo com os editais. Estude só o que interessa, o que cai na prova.

ASSINATURA LIGHT DO APROVA CONCURSOS
Para mais informações ligue 0800 606 8889

E ainda, acesso liberado a mais 600 mil questões, sendo mais de 50 mil delas com videoaulas de resolução. Você pode treinar em qualquer momento e também em qualquer lugar com o aplicativo Aprova Questões em seu tablet ou Smartphone. As estatísticas do seu desempenho e a sua classificação no ranking são atualizadas em tempo real.

Além disso, treine também com Prática de Redação para Concursos. Saiba como produzir um ótimo texto, com auxílio de um profissional especialista em concursos públicos que avaliará sua Redação, corrigindo de maneira comentada.

A Assinatura Light tem tudo o que você precisa para conquistar a vaga dos seus sonhos nos concursos públicos 2019.

Veja mais notícias no Blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA CONCURSOS E ACOMPANHE AS NOVIDADES SOBRE CONCURSOS PÚBLICOS

Curta a página do Aprova no Facebook! Siga também nosso perfil no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *