Um professor de uma cidade pequena recebe uma missão inesperada: viajar no tempo para 22 de novembro de 63 com a finalidade de impedir que o presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, seja assassinado.

Antes de mais nada, confira o trailer da nossa dica cultural da semana, que dessa vez é dupla: tem versões em série e livro!

Stephen King criou a trama de Novembro de 63

Lançado em 2013, o livro mostra que a vida pode mudar em um instante ao acompanhar a jornada de Jake Epping, um professor de inglês de uma cidade no estado americano do Maine. O dono da lanchonete local, Al, o recruta para assumir a missão que se tornou a obsessão de sua vida: deter o assassinato de John Kennedy.

Seria isso possível? Sim! Na versão apresentada pelo escritor Stephen King, ao atravessar um portal na despensa da lanchonete, o professor é transportado para o ano de 1958 – a época de Eisenhower e Elvis.

Só para ilustrar, ao atravessar o armário, Jake acaba chegando na cidade de Jodie, no Texas, onde dá início a uma nova vida, com investigações para tentar impedir Lee Harvey Oswald de cometer o assassinato.

Em contrapartida, podem existir consequências imprevisíveis caso o curso da história seja desviado.

Assassinato JFK completa 56 anos em 2019

John Fitzgerald Kennedy era o segundo entre os nove filhos do empresário Joseph P. Kennedy e de Rose Fitzgerald. Nasceu em 29 de maio de 1917, em Massachusetts. Posteriormente, em 1961 se tornou o 35.º presidente dos Estados Unidos ao vencer Richard Nixon.

No momento em que ocorria um desfile em carro aberto em novembro de 1963, acabou sendo atingido por dois disparos às 12h30 do dia 22 de novembro e foi considerado morto meia hora depois.

Não apenas JFK morreu de forma abrupta, uma série de infortúnios parece perseguir a família Kennedy. Alguns acontecimentos bizarros e mortes marcaram para sempre um dos clãs mais conhecidos dos EUA.

Por exemplo, apenas 5 anos depois do assassinato de JFK, seu irmão Robert F. Kennedy também foi assassinado durante sua candidatura à presidência americana em 1968. RFK foi baleado em frente ao Ambassador Hotel, em 6 de junho de 1968, enquanto fazia seu discurso após vencer uma eleição primária na Califórnia, que o colocaria como forte candidato à Casa Branca.

Para ler sobre outros casos da “maldição dos Kennedys” clique aqui.

Veja mais notícias no blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE NOVIDADES SOBRE O ENEM

Curta no Facebook a página do Aprova! Siga também nosso perfil no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *