Para ver Joker você pode dar uma paradinha nos seus estudos…

Ainda em cartaz nos cinemas brasileiros, Joker acompanha a saga de um homem. Acima de tudo, ele luta para se integrar à uma sociedade em declínio do início da década de 1980.

Por conseqüência, oscilando entre a realidade e a loucura, Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) toma uma decisão equivocada. Então, acontece uma reação em cadeia que o leva a se tornar o icônico vilão Coringa.

Dessa maneira, confira o trailer de Joker:

Com toda a certeza, o filme Joker do diretor Todd Phillips é uma boa pedida para quem se interessa pela área de criminologia.

Certamente, quem pensa em ingressar nas áreas de Psicologia, Direito e até mesmo Pedagogia deve ir para o cinema mais próximo conferir a interpretação memorável de Phoenix.

Por exemplo, uma das frases mais impactantes de Joker é: “a pior parte de ter uma doença mental é que as pessoas esperam que você se comporte como se não tivesse”.

Inegavelmente, a tentativa de entender a mente humana, e a sociedade atual, através do filme te fará refletir por dias seguidos.

Neurocriminalista considera incluir Joker em suas aulas

Em matéria traduzida pela Rolling Stone, o neurocriminalista Adrian Raine, pioneiro em pesquisas sobre a mente de criminosos violentos, disse à Vanity Fair estar impressionado com a exatidão que Joker ao retratar a psique de um deles.

Raine inclusive considera integrar Joker a um futuro curso da universidade onde leciona. “Por 42 anos eu estudei as causa de crime e violência. E enquanto assistia a esse filme, eu pensei: preciso usar partes dele para ilustrar, é uma excelente ferramenta educacional sobre a criação de um assassino.”

O neurocriminalista ainda completa afirmando que é difícil achar uma história real que combine fatores como abuso físico, negligência, subnutrição na infância e pobreza. para ele, Joker é um filme estilizado e dramático que enfatiza todos esses elementos, que combinados, podem levar a uma vida na criminalidade.

Clique aqui e leia a íntegra na Rolling Stone

Questões de concurso

A fim de te deixar bem informado para as próximas provas, veja a seguir duas questões que foram cobradas em concurso e tratam do tema criminologia.

Questão da PC MG

Assim sendo, a primeira, foi aplicada em 2018 pela banca FUMARC para o cargo de Delegado da Polícia Civil de Minas Gerais (PC MG):

Sobre o método, o objeto e as funções da criminologia, considera-se:

I. A luta das escolas (positivismo versus classicismo) pode ser traduzida como um enfrentamento entre adeptos de métodos distintos; de um lado, os partidários do método abstrato, formal e dedutivo (os clássicos) e, de outro, os que propugnavam o método empírico e indutivo (os positivistas).

II. Uma das características que mais se destaca na moderna Criminologia é a progressiva ampliação e problematização do seu objeto.

III. A criminologia, como ciência, não pode trazer um saber absoluto e definitivo sobre o problema criminal, senão um saber relativo, limitado, provisional a respeito dele, pois, com o tempo e o progresso, as teorias se superam.

Estão CORRETAS as assertivas indicadas em:

a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) I, II e III.
d) II e III, apenas.

Clique aqui e responda no Aprova Questões!

Questão da PC GO

Da mesma forma, a segunda, foi aplicada em 2017 pela banca CESPE no concurso da Polícia Civil de Goiás (PC GO):

Considerando que, para a criminologia, o delito é um grave problema social, que deve ser enfrentado por meio de medidas preventivas, assinale a opção correta acerca da prevenção do delito sob o aspecto criminológico.

a) A transferência da administração das escolas públicas para organizações sociais sem fins lucrativos, com a finalidade de melhorar o ensino público do Estado, é uma das formas de prevenção terciária do delito.

b) O aumento do desemprego no Brasil incrementa o risco das atividades delitivas, uma vez que o trabalho, como prevenção secundária do crime, é um elemento dissuasório, que opera no processo motivacional do infrator.

c) A prevenção primária do delito é a menos eficaz no combate à criminalidade, uma vez que opera, etiologicamente, sobre pessoas determinadas por meio de medidas dissuasórias e a curto prazo, dispensando prestações sociais.

d) Em caso de a Força Nacional de Segurança Pública apoiar e supervisionar as atividades policiais de investigação de determinado estado, devido ao grande número de homicídios não solucionados na capital do referido estado, essa iniciativa consistirá diretamente na prevenção terciária do delito.

e) A prevenção terciária do crime consiste no conjunto de ações reabilitadoras e dissuasórias atuantes sobre o apenado encarcerado, na tentativa de se evitar a reincidência.

Clique aqui e responda no Aprova Questões!

Veja mais notícias no blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE NOVIDADES SOBRE O ENEM

Curta no Facebook a página do Aprova! Siga também nosso perfil no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *