Se você perdeu o prazo para pagamento do DAS (Documentos de Arrecadação Simplificada), não se preocupe. Para começar, a inadimplência não é sonegação e nós vamos te ensinar o que fazer. O DAS é o imposto do regime de tributação do Simples Nacional, e ele é pago pelo Microempreendedor Individual mais conhecido como MEI. O vencimento desse documento é a cada dia 20 do mês. Mas e se o profissional não tiver faturado no mês? Ainda assim, ele deve ser pago!

É através do DAS que essas microempresas mantém todos os tributos em dia de uma forma mais simplificada. Então, vamos falar um pouco mais sobre a importância de manter o pagamento em dia e o que fazer depois de ter atrasado.

 

Qual é a importância de manter a situação em dia?

O atraso no pagamento é considerado um descumprimento administrativo, ou seja, você ficará em débito com a Receita Federal. Isso significa, que não poderá fazer nenhum procedimento junto a este órgão, como um empréstimo ou financiamento. Mas, isso vale apenas para o primeiro mês de atraso, já que a partir da segunda parcela, o MEI perde os benefícios previdenciários.

Se você não fez o pagamento do DAS por puro esquecimento, algumas ações podem te ajudar:

– Manter um registro em agenda física ou virtual das datas de vencimento

– Sempre separar as contas pessoais das contas da empresa

– Colocar o pagamento do DAS como prioridade de pagamento

 

Outro ponto que vale ser lembrado: as multas consequentes do não pagamento. A incidência das multas diárias é de 0,33% limitada a 20%. Esses juros são calculados pela taxa SELIC, sendo 1% por mês de atraso. Assim, quanto mais tempo você demorar para pagar, maior será o valor.

 

Como regularizar o pagamento do DAS pelo MEI?

Vamos ao passo a passo de como imprimir o guia de pagamento do MEI:

1. Acesse o Programa de Gerador de DAS do Microempreendedor Individual

2. Faça o login, preenchendo as lacunas com seu CNPJ e os caracteres de segurança que estarão ao lado

3. Clique em “Emitir Guia de Pagamento DAS”

4. Acrescente o ano e clique em “Ok”

5. Aparecerá a situação do pagamento por mês, escolha o mês que apresenta “pagamento pendente” e selecione uma nova data de vencimento do boleto, é a partir desse data que o sistema fará o cálculo dos juros e multas

6. Clique em “Emitir DAS”

7. Agora é só imprimir o boleto e não perder o novo prazo!

 

Como regularizar o pagamento pelo Simples Nacional?

As empresas maiores possuem uma assessoria contábil mensal, então elas realizam esse procedimento de emissão de boleto e encaminham para o empresário realizar o pagamento. Mas, se você quer saber como é o processo é só acompanhar abaixo:

1. Acesse o site do Simples Nacional

2. Eleja a opção PGDAS-D e DEFIS. Mas para acessar o sistema é necessário ter o certificado digital ou então gerar um código clicando aqui (coloque o CNPJ e os caracteres de segurança)

3- Preencha todos os dados solicitados para receber o seu código de acesso e clique em ” Emitir DAS Simples Nacional” – 2ª Via de Boleto atualizado

4- Escolha a opção se você quer emitir o boleto usado o código de acesso ou o certificado digital. Caso preferir usar o código de acesso, o sistema vai pedir o CNPJ da empresa novamente, bem como o CPF do titular e os caracteres de segurança. Depois, clique em ” Continuar”

5- Em seguida, o boleto do DAS é gerado, agora é só pagar dentro do prazo.

 

Com informações de: Jornal Contábil

 

Veja mais notícias no blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE NOVIDADES

Curta no Facebook a página do Aprova! Siga também nosso perfil no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *