Dando continuidade a nossa série sobre conceitos contábeis, hoje vamos falar sobre a contabilidade como ferramenta para decisões gerenciais. Saiba tudo no texto a seguir!

O que é a Contabilidade Gerencial

Contabilidade Gerencial, ou Contabilidade de Gestão, obtêm dados e os apresenta de maneira específica, bastante minuciosa, servindo principalmente aos gestores e demais cargos superiores. Em outras palavras, eles fazem uso dessa Contabilidade Gerencial para tomarem decisões operacionais em prol da empresa, impactando assim na vida financeira do negócio. Esse método de contabilidade depende muito da previsão de mercados e tendência.

Ela não tem a obrigação de seguir regras, ou seja, ela depende simplesmente do que o gestor de cada empresa preferir, mas ainda assim tende a adotar os mesmos princípios da Financeira, que segue requisitos legais, cumprindo com os princípios da contabilidade, transmitindo assim confiança.

Veja uma videoaula especial com o Prof. Michael Dias sobre tudo o que você precisa saber sobre “Contabilidade Geral”:

Contabilidade como ferramenta para decisões gerenciais

Com a evolução tecnológica as empresas industriais, comerciais ou de serviços estão sujeitas a mudanças de todo tipo, seja na especificação do produto como na filosofia. A partir disso surge a necessidade de ajustes da contabilidade gerencial, fator de real importância na geração de informações para avaliações, tomada de decisões e controle de processos internos das organizações.

É necessário que as instituições enfrentem essas mudanças de maneira natural e estabelecer normas para enfrentá-las. Uma única mudança não será suficiente para enfrentar uma determinada e específica situação. Para enfrentar novos desafio, que surgem constantemente no mundo corporativo, é preciso entender que é necessário uma mudança de posicionamento no trato das informações geradas no dia a dia da empresa. Lembre-se que cada vez mais o sucesso pode durar pouco e sua organização corre sérios  riscos de perder rapidamente a vantagem conseguida.

Assim como as pessoas, as instituições têm a necessidade de se adaptar a essas mudanças, e um excelente instrumento para este fim é o uso da Contabilidade Gerencial no momento da tomada de decisões. Os relatórios de acontecimentos gerados no passado e no presente devem ser utilizados para obtenção de posições com estimativas dos acontecimentos futuros.

Uma consequência da evolução, a Contabilidade Gerencial é tanto qualitativa como quantitativa, dentre as várias técnicas e procedimentos contábeis já conhecidos e tratados nas demais áreas das Ciências Contábeis.  Agrupadas, estas permitem uma perspectiva mais analítica e diferenciada, utilizada como ferramenta de extrema importância para tomada de decisões gerencias.

Atualmente a contabilidade como ferramenta para decisões gerenciais é muito importante para que as empresas permaneçam em um no cenário competitivo dentro do mercado. Ela é um instrumento de apoio na gestão dos negócios que poderá contribuir significativamente na eficiência operacional, pois auxilia as organizações na coleta, processamento e relato de informações para uma variedade de decisões tanto operacionais como administrativas.

Através de técnicas contábeis as organizações conseguem manter um controle permanente de seu patrimônio. É possível realizar estudos e registros para interpretação dos fatos financeiros e econômicos que afetam a situação patrimonial. A apresentação dos resultados é feita via demonstrações contábeis e tradicionais e também com relatórios específicos para determinadas finalidades.

A contabilidade como ferramenta para decisões gerenciais tomou corpo nos Estados Unidos como forma do profissional contabilista contribuir efetivamento no processo de tomada de decisões na empresa, mais precisamente nas situações que exigem parâmetros de caráter econômico-financeiro. A mudança significativa começou a partir de 1980, em virtude das transformações sociais e tecnológicas, principalmente pela implantação de programas de melhoria da qualidade com objetivos de redução de custos, aumento da produção, e consequente maximização dos lucros.

Com o desenvolvimento gradativo, contabilidade como ferramenta para decisões gerenciais acabou incorporando as suas responsabilidades a organização do processo produtivo, a otimização da capacidade existente, a utilização dos meios disponíveis, o fator humano, a administração e controle das operações correntes e futuras das varias áreas da empresa.

Com informações do Portal Administradores

Exame de Suficiência 2019.2

As inscrições para 2º Exame de Suficiência de 2019 encerraram no último dia 27 de setembro e a prova será aplicada no dia 27 de outubro.

O exame tem por objetivo comprovar os conhecimentos adquiridos durante o curso de Bacharelado em Ciências Contábeis.

Para isso, estão aptos para realizarem as inscrições os bacharéis em Ciências Contábeis e estudantes do último ano do curso.

Os inscritos deverão responder 50 perguntas das disciplinas de Contabilidade Geral, Contabilidade de Custos, Contabilidade Aplicada ao Setor Público, Contabilidade Gerencial, Controladoria, Noções de Direito e Legislação Aplicada, Matemática Financeira e Estatística, Teoria da Contabilidade, Legislação e Ética Profissional, Princípios de Contabilidade e Normas Brasileiras de Contabilidade, Auditoria Contábil, Perícia Contábil e Língua Portuguesa Aplicada.

Revisão para o Exame de Suficiência 

Inscreva-se gratuitamente para ter acesso a uma revisão completa das disciplinas de Contabilidade Geral, Contabilidade Gerencial e Contabilidade de Custos, com os professores Tatiane Antonovz, Osmar Pastore e Michael Dias Corrêa. É só clicar no link  abaixo!

Revisão 2º Exame de Suficiência 2019

Veja mais notícias no blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE AS NOVIDADES SOBRE CONCURSOS PÚBLICOS

Curta no Facebook a página do Aprova! Siga também nosso perfil no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *