O seriado “Olhos que condenam” (When They See Us) pode ser usado para ajudar na parte argumentativa de uma prova de redação, seja de concursos públicos, ENEM e vestibulares.  A trama é baseada em uma história real que retrata o famoso caso dos Cinco do Central Park.

No final da década de 80 cinco adolescentes negros do Harlem foram condenados por um estupro que não cometeram. A minissérie da Netflix é dividida em quatro partes reconstitui a trajetória de Antron McCray, Kevin Richardson, Yusef Salaam, Raymond Santana e Korey Wise.

Acompanhamos desde os primeiros interrogatórios em 1989 à absolvição apenas em 2002, e o posterior acordo de indenização com a prefeitura de Nova York em 2014.

No último domingo,  o ator Jharrel Jerome venceu o Emmy  na categoria Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme por Olhos que condenam. Confira o trailer:

Como usar “Olhos que condenam” nas redações

Não vamos entrar em detalhes da trama para não estragar a experiência de quem ainda não assistiu. Mas, depois que você conferir os episódios na Netflix, fique atento nas próximas provas de redação que envolvam os seguintes temas:

– Corrupção e violência policial;
– Violência contra a mulher e feminicídio;
– Racismo institucional;
– Deficiências no poder judiciário;
– Pena de morte;
– Tráfico de drogas;
– Sistema carcerário;
– Transfobia.

Exemplos de propostas de redação

Na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2015 o tema foi “A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira”. De acordo com informações do Portal G1, dos 5.631.606 textos corrigidos, 104 obtiveram nota mil. Outros 53.032 foram anulados e receberam nota zero.

Naquela edição do processo seletivo, apenas 10 candidatos tiraram nota 1.000 na redação. Clicando aqui você pode ver a íntegra das redações com nota máxima.

Veja outra prova de redação aplicada pela Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores do Maranhão (SEGEP-MA) em 2013, para o cargo de Agente Penitenciário:

A charge a seguir aborda o problema da violência, atribuindo-a a uma série de razões diferentes.

Apresente a sua opinião a respeito da charge, destacando três motivos que lhe pareçam mais importantes, defendendo sua escolha com argumentos convincentes.
Sobre o tema, redija um texto dissertativo, no qual você deve expor suas idéias de forma clara, coerente e em conformidade com a norma culta.

Em 2014, O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJ PR) aplicou uma prova de redação para o cargo de Técnico Judiciário com a seguinte proposta:

Considere o seguinte fato, amplamente divulgado pela imprensa:

Adolescente é agredido a pauladas e acorrentado nu a poste no Rio

Um adolescente de 15 anos foi agredido a pauladas e acorrentado nu pelo pescoço a um poste, na noite de sexta-feira (31 jan. 2014), no Flamengo, zona sul do Rio. Moradora da região, a filóloga Yvonne Bezerra de Mello, 67, do Projeto Uerê, encontrou o garoto desorientado e chamou os bombeiros.

Sem documento, ele foi socorrido e levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro, e depois desapareceu. Segundo Yvonne Mello, o jovem nem sequer conseguia falar porque estava muito machucado – a maioria dos ferimentos era na cabeça.

Yvonne Mello fez a imagem do garoto e divulgou na rede social em protesto. Ele estava nu e com hematomas por todo o corpo.

Os bombeiros tiveram que usar um maçarico para libertar o rapaz.

Testemunhas afirmaram que o garoto foi agredido a pauladas por um grupo de três homens, que estavam em motos. A Polícia Civil informou que a delegada titular da 9a DP (Catete), Monique Vidal, registrou o crime na unidade como “lesão corporal”, após tomar conhecimento do caso pela imprensa.

(Folha de S. Paulo, 04 fev. 2014. Adaptado.)

Considere também as seguintes repercussões do fato relatado:

Yvonne Bezerra de Mello: “ Me pareceu que alguém quis fazer justiça com as próprias mãos, já que aqui tem acontecido muito assalto, principalmente com gangues de garotos e ciclistas. Mas admira ver uma cena deplorável dessa em 2014. Uma barbárie… Se é marginal, prende.” (Folha de S. Paulo, 04 fev. 2014)

Rachel Sheherazade (apresentadora do SBT): “ A atitude dos vingadores é até compreensível. O contra-ataque aos bandidos é o que eu chamo de legítima defesa coletiva. Aos defensores dos direitos humanos que se apiedaram do marginalzinho preso ao poste, lanço uma campanha: faça um favor ao Brasil, adote um bandido.” (Carta Capital, 19 fev. 2014)

Internauta (não identificado): “ Sou a favor da ponderação e justiça. Mas em situações como essas, com a falta de policiamento e a impunidade reinante, a ação é atirar nos bandidos (se por acaso a polícia passar por lá). Se o pessoal dos direitos humanos reclamar, dê uniformes, armas e a responsabilidade de resolver os problemas de segurança a ele. (Carta Capital, 19 fev. 2014).

A partir das informações dadas, escreva um texto posicionando-se frente ao fato relatado e a seu significado para a sociedade brasileira.

Seu texto deve:

ser predominantemente argumentativo;
conter um breve relato do fato;
apresentar com clareza seu ponto de vista, justificando-o com argumentos;
citar e comentar pelo menos uma das opiniões reproduzidas no enunciado da questão;
ter no mínimo 16 e no máximo 20 linhas.

A Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) aplicou em 2012 uma prova de redação para o cargo de Oficial de Justiça, com a seguinte proposta:

A Constituição da República Federativa do Brasil, em seu Art. 5o, estabelece:

“Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade […]”.

PROPOSTA

À luz da Constituição brasileira, produza um texto dissertativo discutindo a atenção, de qualquer natureza, dirigida ao homem e à mulher em nosso país.

Lembre-se de que seu texto deve apresentar coesão, coerência, norma padrão, argumentos consistentes e adequados.

E por fim, em 2012 a Polícia Civil do Maranhão aplicou uma prova de redação para o cargo de Escrivão com o tema a seguir:

Veja mais notícias no blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE NOVIDADES

Curta no Facebook a página do Aprova! Siga também nosso perfil no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *