Se você está buscando uma preparação específica para o exame do Conselho Federal de Contabilidade – CFC e precisa rever alguns conceitos ligados a área de Contabilidade, veio ao lugar certo!

Hoje vamos explicar o conceito de Contabilidade de Custos, a diferença entre Contabilidade Financeira e de Custos, bem como as definições de custo/despesa/gasto/investimento/perda e desembolso.

Vamos começar?

 

Conceito de Contabilidade de Custos

A contabilidade de custos é um segmento da contabilidade geral de uma empresa, sendo voltada para o estudo racional dos gastos realizados.

O objetivo desta área é fazer com que os gestores conheçam os valores envolvidos na produção e oferta de um determinado serviço ou produto, sendo que esta informação é fundamental para uma gestão eficiente.

Além disso, a contabilidade de custos tem como funções coletar, classificar e registrar os dados operacionais das atividades desempenhadas.

 

Diferença entre Contabilidade Financeira e Contabilidade de Custos

Para entender a diferença entre Contabilidade Financeira e Contabilidade de Custos basta saber, acima de tudo, que os dados, as informações e lançamentos da Contabilidade Financeira são a base para a Contabilidade de Custos.

Assim sendo, você deve considerar a Contabilidade Financeira como o conjunto de informações contábeis que fornecem dados (vendas, compras, despesas e margem) para a avaliação da dinâmica empresarial de resultados.

 

O que é custo/despesa/gasto/investimento/perda/desembolso?

Com a finalidade de explicar os conceitos de custo, despesa e gasto vamos recorrer ao dicionário:

Custo – aquilo que deve ser gasto seja em dinheiro, tempo ou esforço.

Quando o custo gera outros bens e serviços.

Exemplo: O consumo de água de forma desnecessária pode ser considerado um gasto, como esquecer a torneira da pia do banheiro aberta. Mas, se a utilização da água estiver ligado a outros benefícios, como esquentar a comida no micro-ondas e fazer café, ele passa a ser considerado como custo.

Despesas – Consideram-se despesas os gastos que já fazem parte do orçamento mensal. Porém, assumem a característica de gastos quando o objetivo dela passa a ser o desejo por um bem ou serviço.

Gasto – aquilo que se gastou ou consumiu.

Está relacionado a gastos financeiros, a fim de adquirir algum tipo de produto ou serviço, sem aguardar retorno financeiro.

Investimento – Qualquer ou aplicação de recursos que produza um retorno futuro.

Perda – As perdas são gastos imprevistos e que não trazem retorno algum para a empresa, ou seja, desperdício de dinheiro.

Desembolso – Todo o gasto representa um desembolso financeiro imediato ou futuro, correspondente à contraprestação pela aquisição dos bens. Desembolso é, portanto, o pagamento do bem adquirido ou do serviço prestado.

 

Aprenda na prática!

Para facilitar o entendimento dos conceitos de contabilidade de custos e suas aplicações, separamos a explicação da professora Tatiane Antonovz:

E para deixar a sua preparação ainda mais completa, separamos também uma aula sobre custo, despesa, gasto, investimento, perda e desembolso, com o professor Michel Dias Correa:

Prepare-se para o Exame de Suficiência

Uma preparação completa e aprofundada é fundamental para quem busca a aprovação no Exame de Suficiência do CRC.

Pensando nisso, o Aprova produziu um curso online, com os conteúdos que serão cobrados no dia da prova.

Saia na frente da concorrência e inicie seus estudos agora mesmo!

 

PREPARE-SE PARA O EXAME DE SUFICIÊNCIA COM O APROVA

Para mais informações ligue 0800 606 8889

 

 

 Veja mais notícias no blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE AS NOVIDADES SOBRE EXAME DE SUFICIÊNCIA

Curta no Facebook a página do Aprova! Siga também nosso perfil no Instagram

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *