A série 3% é nossa dica cultural da semana“O mundo dividido em dois lados: um farto e um escasso”

Imagine um território onde 97% da população passa por situação de extrema miséria, enquanto a pouquíssima porcentagem restante tem tudo do bom e do melhor. A forma de fazer parte desse seleto grupo? Participando do “Processo”. Eis o enredo de nossa dica cultural desta semana.

3% é uma série original da Netflix, a primeira produção brasileira da empresa, criada por Pedro Aguilera e que conta com atuações de Bianca Comparato, João Miguel, Vaneza Oliveira, Michel Gomes e grande elenco.

Apesar de ter um episódio piloto lançado no YouTube no ano de 2009, apenas em 2015 foi transformada de fato em uma série. Já são duas temporadas, sendo que a terceira foi recentemente confirmada, devendo ser lançada em 2019. Há quem a compare com “Jogos Vorazes”, trilogia de filmes que fez grande sucesso nos cinemas.

“Você é o criador do seu próprio mérito”

Para fazer parte dos 3% que terão direito a viver em Maralto, o candidato precisa esperar um tempo considerável, mais especificamente 20 anos. Apenas com essa idade é possível participar do “Processo”, a única porta de entrada possível. Não a toa ele é tratado como divino, tendo inclusive religião para venerá-lo e mostrar aos jovens o tamanho de sua importância.

Mas no que consiste esse, tão adorado por uns e tão odiado por outros, “Processo”? Nada mais é que uma seleção, onde os jovens de 20 anos passam por inúmeras etapas que testam desde suas habilidades físicas até, e principalmente, sua moral e ética. Tudo isso dentro de uma base altamente tecnológica, onde boa parte das regras é feita pelos próprios concorrentes.

A frase que serviu de título para essa parte da postagem é dita pelo homem que comanda o “Processo” sempre que uma nova edição está para começar, e ela fala bastante sobre a questão abordada acima. Cada um dos postulantes a uma das vagas no Maralto cria seu próprio destino dentro da competição, seja agindo de maneira correta, dentro da legalidade, ou deixando de lado qualquer tipo de política da boa vizinhança e tomando atitudes bastante indignas. Tudo em busca do tal “futuro melhor”.

3% e concursos públicos: Há relação?

Nenhuma no que diz respeito a pobreza, a continuar vivendo em um local praticamente inóspito caso não passe pelo “Processo”, mas muita no que se trata da complexidade, da necessidade de foco e preparo além do considerado normal. Tem também a questão da idade, mas ao contrário do que acontece na ficção, a grande maioria dos certames exigem que o candidato tenha 18 anos para tentar passar pela primeira seleção.

Agora pense no seguinte cenário: você se inscreve em um concurso público onde há 90 vagas e 3 mil inscritos. Será que você conseguirá fazer parte dos 3% aprovados?

Assim como na série é tudo é baseado no mérito, e para isso é necessário muito estudo, muita dedicação, algumas horas de sono perdidas e até o sacrifício de boa parte da sua vida social. Afinal de contas, ser aprovado, conquistar estabilidade e receber salários que costumam ser acima da média se comparados aos da iniciativa privada, não deixa de ser uma passagem ao Maralto. Mas ao contrário do “Processo”, as regras são todas definidas e os candidatos precisam segui-las.

Mas fique tranquilo, enquanto em 3% só uma chance de obter êxito, você não precisa se desesperar caso não tenha sucesso em algumas tentativas de passar em concursos. Sempre haverá novas chances e você sempre estará cada vez mais bem preparado.

 

“TODOS TÊM A MESMA CHANCE, E DEPOIS… O LUGAR QUE MERECEM”

 

3% – Trailer Oficial

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE AS NOVIDADES SOBRE CONCURSOS PÚBLICOS

Veja mais notícias e dicas de como estudar no Blog do Aprova Concursos

Publicado em 06/06/2018

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *