Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Veja dicas para mandar a preguiça embora na hora de estudar

Publicado em 7 de maio de 2018 por - Comentar

Você já passou manhãs inteiras bocejando incessantemente, sem ser capaz de conseguir prestar atenção, quando começa seu dia de estudos?

Saiba como deixar o cansaço de lado apenas usando a mente, o corpo e coisas simples do dia a dia!

Confira algumas dicas para mandar a preguiça embora:

 

Longe das telas

Olhar para um único ponto por muito tempo, como uma tela de computador, pode machucar os olhos e dificultar que eles permaneçam abertos.

Muito tempo em contato com as telas pode deixar os olhos irritados, embaçados, secos e causar dores de cabeça, nos ombros e no pescoço.

Para evitar esses problemas, utilize telas de LCD, diminua o brilho, pisque frequentemente, corrija sua postura e foque sua visão em objetos distantes e diferentes da tela a cada 20 minutos.

Lanches saudáveis

A baixa concentração de açúcar no sangue pode causar uma sensação de letargia e sonolência. Grandes refeições, entretanto, também possuem o mesmo efeito, já que digerir alimentos exige energia.

Com uma xícara de café ou docinhos, o organismo “acorda” rapidamente, mas volta a ficar lento na mesma velocidade. Lanches menores com bons nutrientes e gorduras evitam que a preguiça acometa seu corpo.

Consuma fibras e proteínas de alta qualidade (ovos, por exemplo) no café da manhã. Existem alimentos capazes de elevar seus níveis de energia, como abacate, manteiga de amendoim, aipo, cenoura e homus.

Alimentos como espinafre, feijão e lentilha são boas fontes de ferro – e insuficiência dele é uma das causas de fadiga. Consumi-los na companhia de opções ricas em vitamina C ampliará a absorção de ferro pelo organismo.

Hidratação

A desidratação ocasiona em muita perda de energia, pode causar fadiga, palpitações no coração, confusão e até desmaios. O corpo humano é formado por água e  utiliza o líquido para distribuir oxigênio e carboidratos ao corpo, incluindo o cérebro. Quando a água está em falta, o corpo não funciona direito.

Mesmo níveis leves de desidratação (como a perda de 1 a 2% de água no corpo) trazem sintomas de fadiga. Por isso, fique hidratado.

Ar fresco

Dê uma rápida volta pela rua e vá ver o sol – talvez tudo o que você precisa seja de uma recarga. A exposição à luz azul clara durante o dia – um tipo de iluminação que vem do sol e também de fontes artificiais de telas digitais – tem um efeito positivo no estado de atenção e de alerta humano. Essa luz pode causar menos cansaço e ela também é capaz de ativar o hipotálamo, parte do cérebro que controla os batimentos cardíacos.

Para aguentar firme ao longo do dia, é necessário mais do que as luzes artificiais. É por isso que uma luz solar é ideal, pois as iluminações nos ambientes fechados não são o suficiente para manter-se acordado.

Exercícios físicos

Sair para correr ou até andar pelas escadas do prédio é uma boa opção para quem quer se manter acordado. Quando nos exercitamos até em níveis máximos de sonolência, a fadiga é parcialmente atenuada.

Movimentar-se também colabora para a movimentação da endorfina no corpo, neurotransmissores que ajudam a afastar o estresse a sensação de cansaço. Tente acrescentar música ao realizar os exercícios: elas dão um gás à prática física.

Respiração

Respirar profundamente garante que o oxigênio chegue a diferentes partes do corpo, o que pode aumentar os níveis de energia e trazer uma sensação de calmaria. Além disso, exercitar uma respiração devagar e profunda afasta as sensações de estresse e ansiedade.

Música

Ouvir suas bandas favoritas libera sensações boas no corpo e pode dar um ânimo. Um estudo analisou que quando escutamos músicas que nos causam ‘arrepios’ durante 15 minutos, nosso cérebro é invadido pela dopamina, neurotransmissor associado à sensação de prazer e de recompensa. Escutar música também pode ativar a atuação de serotonina e oxitocina.

Quando colocada em volume elevado (com fone de ouvido, por favor), a música pode ajudar trazendo sensações de alerta, ainda que o efeito não dure muito tempo.

 

Confira a playlist do Aprova para aumentar a sua concentração:

 

Mascar chiclete

Manter sua boca ocupada com algum movimento é uma alternativa para manter a mente acordada. É por isso que mascar chiclete ajuda a diminuir a sonolência diurna. O ato de mastigar aumenta, de alguma forma, a circulação sanguínea e ativa certas áreas cerebrais.

Estudos comprovam que chicletes são opções para quem precisa se concentrar em exames e provas, pois reduz a ansiedade e ajuda na compreensão de leitura.

Cochilo

Cochilar por 5 a 25 minutos com um intervalo de tempo de 6 a 7 horas antes de ir dormir é uma forma de recarregar as energias.

Dormir mais do que este tempo pode te deixar em um estado de “inércia do sono”, o que significa que você vai ficando mais lento e sonolento. Cochilos maiores que 1 hora, às vezes, podem funcionar, desde que você aguente a sensação “grogue” depois de levantar.

Outras pesquisas mostram que tirar uma soneca traz efeitos positivos no aprendizado, na memória e no pensamento criativo.

Com informações da Revista Galileu

 

Veja mais notícias no Blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE AS NOVIDADES SOBRE CONCURSOS PÚBLICOS

 


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *