Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Silêncio pode ser a chave para melhorar sua concentração

Publicado em 22 de janeiro de 2018 por - Um Comentário

silêncioO silêncio é, principalmente, uma atitude. Portanto, convém exercê-la com inteligência ao iniciar seus estudos para concursos públicos.

O silêncio tem efeito positivo sobre o organismo, segundo o pesquisador e neurologista Michael Wehr, da Universidade de Oregon, nossos neurônios se acendem durante a quietude, de modo que o cérebro a está reconhecendo, “não o vive como uma ausência de inputs”.

Na mesma linha raciocina a cardiologista e neurologista Imke Kirste em seu trabalho Is Silence Golden? publicado na revista Brain Structure and Function. A pesquisa mostrou que o silêncio, em maior nível do que qualquer melodia, provoca neurogênese (nascimento de novos neurônios).

“A poluição sonora está relacionada com surdez, problemas de sono, doenças cardiovasculares e distúrbios digestivos. Sabe-se também que os jovens que vivem num ambiente ruidoso têm sua capacidade de memória e de aprendizagem alterada”, afirma Pablo Irimia, neurologista e membro da Sociedade Espanhola de Neurologia (SEN).

Silêncio é ler, pensar com frequência, não se deixar levar, parar caso necessário. Mas o silêncio também é ouvir (quando se faz para aprender) e colocar na linha de fogo a reflexão silenciosa. Gestos como apoiar os avanços no noise (sim, existem pessoas pesquisando por exemplo, secadores de cabelo silenciosos), desligar o smartphone ou escolher onde passar as férias podem ser cruciais.

O neurologista Pablo Irimia aconselha, no entanto, muita prudência a esse respeito (“a partir da adolescência, a neurogênese é tão limitada que tem pouco valor”), mas aponta duas evidências indiscutíveis: o silêncio facilita o controle da pressão arterial (reduz o risco cardiovascular, prevenindo, assim, doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais) e predispõe aos benefícios de uma vida reflexiva.“Não é preciso se isolar completamente. Basta viver uma vida normal, com especial atenção para a calma.”

Em 2010, na Finlândia um punhado de especialistas em marketing se reuniu num restaurante em Helsinque para pensar como tornar atraente para os visitantes um país médio e remoto, eclipsado pela vanguarda de vizinhos como a Suécia ou pela grandeza histórica da Rússia. E descobriram um elemento que até então ninguém tinha ousado vender como recurso natural: o silêncio.

Noora Vikman, etnomusicóloga da Universidade da Finlândia, que assessorou o Instituto de Turismo em sua campanha sobre o silêncio, conta por e-mail desde um retiro silencioso na região da Lapônia: “Vir para a Finlândia é descobrir pensamentos e sentimentos que não são audíveis numa vida agitada. Se você quiser conhecer a si mesmo você tem de estar consigo mesmo, discutir com você mesmo, ser capaz de falar com si mesmo”.

Com informações do El País

Veja mais notícias no Blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE AS NOVIDADES SOBRE CONCURSOS PÚBLICOS


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Um comentário

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *