Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Pensar: desenvolva ideias com o método de Einstein, Darwin e Nietzsche

Publicado em 19 de setembro de 2017 por - 2 Comentários

pensarDuas horas dedicadas a pensar parecem muito, mas trazem grande retorno!

Albert Einstein flertou pela primeira vez com apenas 16 anos sobre a ideia que originaria a Teoria da Relatividade. Como? Pensando. Tanto o físico quanto outros teóricos famosos como Charles Darwin e Friedrich Nietzsche desenvolveram hipóteses se dedicando apenas a prática de pensar .

Uma especialista da Universidade de Adelaide, na Austrália, explicou como esse tipo de pensamento reflexivo funciona: “Sonhar acordado (como com a reflexão) permite que a mente vagueie. O resultado é mais produtivo de forma consistente quando se trata de problemas complexos ou vem com soluções e ideias criativas”.

Desde os anos 1980, muitos estudos na área têm sido feitos e provado que passar um tempo apenas pensando ajuda na consolidação da memória e permite a formação de conexões não-lineares. Estas ajudam na capacidade de desvendar e atingir problemas, analisando tudo através de uma nova ótica.

Dedicar-se conscientemente ao hábito de pensar pode trazer resultados muito mais relevantes. Por isso o jornalista Zat Rana, do Bunsiness Insider, resolveu dedicar duas horas da sua semana apenas para pensar— e os resultados foram impressionantes.

A experiência de “apenas” pensar

Rana separou duas horas semanais, normalmente às quintas-feiras, para pensar e mais nada. Desligava os eletrônicos e ia para um quarto levando apenas caderno e caneta enquanto se questionava sobre seu trabalho e seu estilo de vida.

“Posso dizer honestamente que esta foi a atividade que teve maior retorno na minha vida. Me obriguei a equilibrar o curto prazo com o longo prazo. Eu notei o problema antes que eles se tornassem problemas, e esbarrei em eficiências e ideias que eu não teria encontrado de outra forma”, relata.

Começar uma reflexão nem sempre é fácil, Rana usava perguntas “como posso acelerar o processo para chegar onde eu quero?” ou “o que pode dar errado nos próximos seis meses da minha vida?”. Porém, o jornalista afirma que cada pessoa deve buscar o que é melhor para sua vida, sejam 30 minutos diários de reflexão ou duas horas.

“Einstein não seria Einstein sem seus experimentos de pensamento, assim como Darwin e Nietzsche, ambos provavelmente teriam lutado contra a criatividade e a produtividade se não fosse por suas caminhadas” finalizou Rana.

Com informações da Revista Galileu e Business Insider

Veja mais notícias no Blog do Aprova Concursos

INSCREVA-SE NO CANAL DO APROVA E ACOMPANHE AS NOVIDADES SOBRE CONCURSOS PÚBLICOS


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

2 comentários

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *