Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

É possível aprender dormindo?

Publicado em 12 de setembro de 2017 por - 2 Comentários

aprender dormindoPor mais incrível que pareça, sim, é possível aprender dormindo. O sono, além de repor as nossas energias, também é capaz de auxiliar na incorporação de novas informações ao cérebro.

Mas, se você continua descrente sobre a afirmação, vamos embasar cientificamente:

Segundo um estudo publicado pelo periódico científico Nature Communications, o cérebro é capaz de aprender novos dados, mas apenas durante a fase de sono REM (movimento rápido dos olhos, na sigla em inglês).

Para avaliar essa habilidade, o pesquisador Thomas Andrillon, da universidade parisiense PSL, monitorou o sono de 20 pessoas, que escutaram uma série de padrões de sons mesclados com ruídos brancos (sinal sonoro que contém todas as frequências na mesma potência, como o som do ar-condicionado ou da TV fora do ar) enquanto estavam acordados e, depois, enquanto dormiam.

Na manhã seguinte ao experimento, Andrillon e sua equipe pediram aos participantes que identificassem os padrões de sons a que haviam sido submetidos. Os que memorizaram melhor foram os que escutaram os sons durante a fase de sono REM.

“Quando apresentamos um fragmento de ruído branco de forma repetida, o cérebro começa automaticamente a aprendê-lo e a individualizá-lo”, explica Andrillon.

Teorias distintas

O resultado da pesquisa, segundo Andrillon, reconcilia duas teorias distintas bastante interessantes.

De um lado, um grupo de cientistas acredita que o sono ajuda a consolidar a memória, reativando as conexões neurais envolvidas no processo de aprendizagem enquanto ainda estamos acordados.

De outro, há os que sustentam que, ao dormir, o cérebro se desfaz das conexões neurais mais fracas para permitir que as mais fortes se solidifiquem.

No entanto, a teoria recém-publicada une essas duas visões opostas porque sustenta que, enquanto dormimos, o cérebro faz as duas coisas – cada uma delas em uma fase diferente do sono.

Por fim, Andrillon esclarece que, ainda que o estudo traga evidências da capacidade do cérebro de adquirir informação nova durante o sono, isso não significa que sejamos capazes de processar informações complexas – como por exemplo, aprender um novo idioma ou memorizar um texto acadêmico.

“Durante o sono, podemos usar essa forma de aprendizado para reprogramar algumas memórias, como neutralizar fobias ou recordações traumáticas”, diz o pesquisador.
Fonte: BBC Brasil


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

2 comentários

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *