Aprova Concursos - Blog

Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

Dica do Aprova: “Náufrago”

Publicado em 14 de julho de 2016 por - 5 Comentários

Banner-dica-do-aprova#03Já está enxergando tudo nublado depois de tanto estudar? Então é chegado o momento de fazer aquela pausa. Pode preparar o microondas para o modo pipoca pois é dia de Dica do Aprova. E a sugestão de hoje é sensacional, ainda mais para você que já se acostumou a conversar com os livros.

Náufrago” (2001)

O filme conta a história de Chuck Noland, funcionário da FedEx, onde exerce a função de inspecionar os escritórios da empresa ao redor do mundo. As várias viagens a trabalho fazem com que ele não tenha tempo para cuidar e se preocupar com sua saúde, família, amigos e a noiva. Numa dessas jornadas ocorre um acidente com um dos aviões da empresa, onde o único sobrevivente é Noland, que se vê isolado em uma ilha completamente deserta.

A partir de então ele precisa se virar para sobreviver, sem nenhum artifício tecnológico (na verdade quase sem qualquer tipo de artifício), e buscar uma forma de sair com vida daquela situação. Tudo que ele possui é uma foto da noiva, uma bola de vôlei que encontra em uma das encomendas que estavam no avião, e o principal, esperança e persistência para alcançar o objetivo de um dia conseguir voltar para casa.

Em mais uma atuação memorável, que lhe rendeu a quinta indicação ao Oscar de Melhor Ator (oito anos depois de ter sido premiado por “Filadélfia” e “Forrest Gump“), Tom Hanks permanece sozinho em cena por praticamente todo o filme. Tá, não dá para dizer que ele está completamente só, graças a presença emblemática de “Wiiilllsooonnn” (a bola de vôlei), que se torna um amigo inseparável do personagem de Hanks.

“Náufrago” dá a lição de que não devemos entrar em desespero, mesmo quando a situação pela qual passamos não é nada benéfica, manter a calma pode ser a salvação. Afinal de contas, em algum momento a maré estará a nosso favor.

“Eu sei o que tenho que fazer agora. Eu tenho que continuar respirando, porque quem sabe o que a maré me trará amanhã?”

 

 

 


Inscreva-se

Receba as notícias por e-mail

5 comentários

Comente:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *